Ronny "Passolargo" - Espadas Fantasmas (Concluído)

Página 2 de 7 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Ronny "Passolargo" - Espadas Fantasmas (Concluído)

Mensagem  Sombra do Ódio em Ter 14 Ago 2012 - 8:00

O parente não mostrou qualquer incomodo em ser chamado de "velhinho", ainda sim seria com o Peregrino Silencioso evitar debochar de um parente desses. Enquanto Fergus ia pegar a bebida e arrumar o peixe frito para os dois comerem Ronny procura puxar algum assunto com sua esposa.

Ronny - Ainda bem que não contou nada para ele, meu docinho molhadinho. Não quer conversar comigo? Até parece que viu uma fantasma.

Ela parece estar gostando da brincadeira até ele chegar na parte do fantasma, ela faz uma cara como se estivesse sentindo um cheiro ruim, Ronny sorri para ela e continua falando.

Ronny - Preciso dizer o qual preocupado fiquei ao ver você naquela corda bamba? Estava tão linda andando naquilo, estou doido para pegar você lá no quartinho dos fundos.

O ragabash ri, uma mulher de cabelos escuros e branca parecendo ser jovem e até bonita olhada para Ronny por um tempo e depois se vira para conversar com um rapaz moreno que estava sentado perto dela, ele tinha os cabelo em uma especie de Black Power, Alba apenas dá um sorriso tímido e finalmente fala alguma coisa.

Alba - Quero ficar molhada com um banho quente, e você também vai tomar um, e vai lavar bem essa mão que pegou naquela coisa morta.

Passando pela porta do balcão do bar vem Fergus com um sorriso no rosto velho, ele chega e coloca um prato com vários pedaços de peixe frito escuro e crocante por fora, branco e macio por dentro, ele coloca três copos de bebida na mesa, um de vodka com limão e dois de whiskey para Alba. Alba dá um longo gole de seu copo e pega faminta um pouco do peixe e come rapidamente aquele pedaço e toma outro gole. O velho parente fica parado ali um pouco olhando feliz para a menina, então ele diz para os dois.

Fergus - Quando terminarem podem deixar tudo aí e irem para o quarto, já está preparado um só para os dois, como um dos Fiannas sei que não devemos separar os dois. Tem uma cama de solteiro, mas imaginando que os dois iam ficar juntos mandei preparar um colchão para os dois deitarem no chão juntos e com conforto. Podem usar o banheiro para tomarem um banho e lavarem essa água fria do corpo. Fica no andar dos quartos, segundo andar, mandei uma parente mostrar para os dois caso seja necessário, ela está no primeiro quarto, é ruiva, não tem como errar. Boa noite aos dois.

O velho vai embora cuidar dos seus afazeres do bar, Alba termina o primeiro copo e continua comendo morrendo de fome, ela dá só um gole no segundo copo e parece estar meio bêbada a essa altura. Assim que ela termina ela apenas espera seu companheiro para os dois subirem juntos, um pouco antes dos dois subirem entra mais duas pessoas no bar, um homem muito alto e negro como o ébano sem cabelo e outro rapaz jovem, esse tem a pele de um moreno claro e cabelos compridos negros e mais o menos lisos, não tinha como saber se ele era latino, árabe ou descendente de italianos. Os dois parecem não olhar para o garou e a parente, mas vão direto para a mulher e o rapaz que tinha reparado no riso de Ronny. Os dois sobem até o segundo andar, quase todo o bar era feito de madeira e era confortável e quente. Ao chegarem no segundo andar a primeira porta do corredor dos quartos estava aberta, lá dentro estava uma menina de boa aparência de cabelos longos e ruivos. Ela acena para os dois, se levanta e corre até eles. Ela fala Inglês com um sotaque carregado, mas de onde era Ronny não poderia saber.

Bonnie - Olá aos dois, sou Bonnie McFion, mmm legal vejo que você é um garou, não tem problema sou uma parente. Nossa, você parece ter muita fúria!

Alba parece não gostar do jeito que a menina estava falando com Ronny, a menina era um pouco mais bonita do que Alba, mas o jeito de se postar ou movimentar em Alba fazia ela se tornar mais encantadora, Ronny não era bobo, ele sabia apreciar essas coisas nas mulheres, e garotas também, afinal ele era jovem também. Alba coloca uma das suas mãos no braço de Ronny e diz para todos e para ninguém em especial.

Alba - Precisamos de um banho e relaxar.


Narração
Pensamentos
(Ativação de Dons ou rolagens de dados)


"Muda tua mente ou eu a mudarei para ti." - Sombra do Ódio, Senhor das Sombras Philodox e Impuro.

Ficha do Sombra do Ódio - Senhor das Sombras, Philodox, Impuro e Cliath.
Ficha de Orlando Wayne - Fomor e parente dos Andarilhos do Asfalto.
avatar
Sombra do Ódio
Admin
Admin

Mensagens : 579
Data de inscrição : 10/01/2011
Idade : 27

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ronny "Passolargo" - Espadas Fantasmas (Concluído)

Mensagem  The Grand Wizard [Passo] em Ter 14 Ago 2012 - 10:54

Ronny não repara nos outros que olhavam ele rindo, que todos se fodam com força! Ele ri pois quer rir. Ele continua olhando para Alba a devorando com seus olhos.

Alba - Quero ficar molhada com um banho quente, e você também vai tomar um, e vai lavar bem essa mão que pegou naquela coisa morta.

Respondo implacávelmente e um um grande sorriso nos lábios.

Ronny - Comigo juntinho. Sim, com toda certeza vou estar coladinho.

Riu novamente com gosto. Quem parece estar sorrindo também é o velho dono do bar que traz consigo as bebidas e o peixe frito. Assim que ele coloca as coisas na mesa Ronny pega um pedaço do peixe e dá uma pequena mordida, ele não era um porco sem educação apesar de tudo, ainda mais em publico, e também sabia que nunca era bom morder algo com muita vontade, morda um pedaço pequeno de chocolate primeiro antes de enfiar tudo na boca e descobrir que na verdade é merda!

Com minha maldita sorte é isso mesmo, vou morder um chocolate e descubro que é um "barro".

Ronny segura o riso dessa vez, ele repara que o interior é bem branquinho e por fora é torradinho. Uma delicia, ele prefere deixar a bebida por ultimo, assim que termina de beber ele vira de um gole só a bebida. O parente fala com eles, Ronny apenas avisa que ele deixou sua moto estacionada lá fora, e se existir algum lugar para guardar se alguém poderia fazer essa gentileza pois os dois queriam tomar um banho. Pouco depois Ronny se levanta e vai com Alba para o segundo andar, apenas escuta a porta do bar sendo aberta e alguns passos de gente entrando. Isso era problema do velho Fergus.

Ao chegarem ao segundo andar de cara no corredor exatamente no primeiro quarto a porta está aberta e tem uma deliciosa ruiva. Parecia ser mais nova do que ele, e mais tenra, essa não tinha passado pelas dificuldades que ele e Alba tinham vivido. Isso era algo bom, mas ainda sim Ronny gostava de mulheres mais duronas... mas que estivesse sobre seu controle. Ele não era um tolo. A menina fala com um sotaque estranho, Ronny adorava sotaques, não sabia se isso tinha algo haver com seu sangue. Apenas gostava.


Bonnie - Olá aos dois, sou Bonnie McFion, mmm legal vejo que você é um garou, não tem problema sou uma parente. Nossa, você parece ter muita fúria!

Uma doce parente Fianna, os Fiannas gostam de diversão, será que iam gostar de um pobre Peregrino como eu provando dessa diversão?

Sorrio para a menina e respondo com uma pequena mesura, então digo com minha voz mais cortes.

Ronny - Veja só que garota bonita temos aqui, está certa, tenho muita fúria e paixão no meu ser, assim como muito humor, bom e ruim. Sou Ronny Romeiro, me chamam de "Passo o Largo". Essa é minha namorada, Alba, ela é uma parente.

Alba estava incomodada, Ronny preferia morenas, ainda sim ruivas eram boas, essa era mais bonita de rosto, mas Alba tinha mais carisma e jeito, também tinha um corpo melhor, mas tinha olhos castanhos, Ronny gostava de olhos claros. E pele bem clara. Alba além de tudo parece meio bêbada, tomou um copo e meio ali, e tinha tomado algumas coisas na ponte, ele era mais resistente a bebida, mas também precisava tomar um banho e relaxar.

Alba - Precisamos de um banho e relaxar.

Ronny - Também acho, poderia mostrar rapidamente onde vamos ficar e o banheiro, por favor? Ela precisa tomar um bom banho depois dessa chuva fria.





Frases de Ronny
- Você não deve esperar de mim nada além de escárnio, lisonja e mentiras. E jamais dê as costas para mim, filho da puta!
- Eu sou tolo por dizer que você é um idiota de primeira e apontar seus erros? Não há tolice maior do que ficar contra mim, é justamente isso que você fez, tolo.
- Inimigos suficientemente perfurados, mordidos, partidos ou explodidos, ou seu dinheiro de volta.
- Eu perguntei se eles queriam resolver tudo de um modo fácil. Fácil para mim.
- "Totalmente" é o meu modo favorito de FUDER as coisas!


Narração
- Minha Fala -
Pensamento
[Sobre a Rolagens de dados e detalhes do Sistema]
avatar
The Grand Wizard [Passo]
Admin
Admin

Mensagens : 1891
Data de inscrição : 24/12/2010
Idade : 27
Localização : Pra lá de Além Paraiba

Ver perfil do usuário http://lobisomemoapocalipse.livreforum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ronny "Passolargo" - Espadas Fantasmas (Concluído)

Mensagem  Sombra do Ódio em Ter 14 Ago 2012 - 18:23

A garoto ruiva apenas sorri e saí do quarto tomando à frente dos dois, então mostra mais para o fim do corredor o banheiro que era pequeno e desconfortável, o quarto também era pequeno, ficava no meio do corredor, um colchão tinha sido colocado no chão e tinha dois travesseiros, um para cada um, uma manta e um cobertor. Frio eles não ia sentir, a janela estava fechada, era bem pequena e com uma cortina simples de lã marrom. Alba coloca suas coisas perto do colchão e vai tomar o banho primeiro, ela nem quis saber de levar Ronny para tomar um banho junto, nem tinha como tendo em vista como o boxe do banheiro era pequeno, a garota ruiva tinha voltado para o quarto dela depois de mostrar para os dois o lugar. A mochila estava bem molhada, mas o interior estava satisfatoriamente seco e as roupas estavam também secas.


Narração
Pensamentos
(Ativação de Dons ou rolagens de dados)


"Muda tua mente ou eu a mudarei para ti." - Sombra do Ódio, Senhor das Sombras Philodox e Impuro.

Ficha do Sombra do Ódio - Senhor das Sombras, Philodox, Impuro e Cliath.
Ficha de Orlando Wayne - Fomor e parente dos Andarilhos do Asfalto.
avatar
Sombra do Ódio
Admin
Admin

Mensagens : 579
Data de inscrição : 10/01/2011
Idade : 27

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ronny "Passolargo" - Espadas Fantasmas (Concluído)

Mensagem  The Grand Wizard [Passo] em Ter 14 Ago 2012 - 18:41

Off: Testando inteiramente 1 pessoa, prefiro misturar primeira e terceira pessoa, mas mesmo assim deixo ver como fica. Preciso dar mais personalidade ao personagem.

Se ela está putinha assim por causa da porra de um detetive morto, imagina o que pensaria ao ver eu tendo que me sujar lutando contra fomoris e coisas piores?

Confiro as coisas na mochila e separo minha camisa de manga comprida branca e uma cueca para usar depois do banho. Conto o dinheiro e confirmo se está tudo ali e certinho sem estar tudo molhado, ia ser uma merda o dinheiro ter estragado por causa da chuva. Quando vejo que Alba ia demorar vou até Bonnie, a bela ruiva, Alba queria fazer esse joguinho? Eu poderia arrasar com ela, mas na verdade só queria conversar mais com a outra companheira de hospedaria e pedir um travesseiro extra se ela tivesse, sempre que podia usava dois travesseiros.





Frases de Ronny
- Você não deve esperar de mim nada além de escárnio, lisonja e mentiras. E jamais dê as costas para mim, filho da puta!
- Eu sou tolo por dizer que você é um idiota de primeira e apontar seus erros? Não há tolice maior do que ficar contra mim, é justamente isso que você fez, tolo.
- Inimigos suficientemente perfurados, mordidos, partidos ou explodidos, ou seu dinheiro de volta.
- Eu perguntei se eles queriam resolver tudo de um modo fácil. Fácil para mim.
- "Totalmente" é o meu modo favorito de FUDER as coisas!


Narração
- Minha Fala -
Pensamento
[Sobre a Rolagens de dados e detalhes do Sistema]
avatar
The Grand Wizard [Passo]
Admin
Admin

Mensagens : 1891
Data de inscrição : 24/12/2010
Idade : 27
Localização : Pra lá de Além Paraiba

Ver perfil do usuário http://lobisomemoapocalipse.livreforum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ronny "Passolargo" - Espadas Fantasmas (Concluído)

Mensagem  Sombra do Ódio em Qua 15 Ago 2012 - 10:46

Ronny vai até o primeiro quarto, a porta estava aberta ainda e a menina estava olhando pela janela e deixando a chuva entrar. Bonnie vira sorrindo e pergunta para o garou.

Bonnie - Oi! "Passo o Largo", não é? O que deseja?

Primeiro ele fala que desejava outro travesseiro, tinha dois naquela quarto, a menina parece não se importar, ela se abaixar para pegar o travesseiro que estava na cama, enquanto ela está de costas passa pela porta do quarto a mulher e o rapaz que estavam no bar e tinha notado o riso de Ronny. Bonnie entrega o travesseiro para Ronny e diz com aquela voz com um sotaque forte.

Bonnie - Pode usar, só uso um mesmo. Vocês são de onde? Se me permite perguntar, de que tribos vocês são?

O barulho do chuveiro ainda era ouvido, e também o barulho de duas portas diferentes no corredor sendo abertas.


Narração
Pensamentos
(Ativação de Dons ou rolagens de dados)


"Muda tua mente ou eu a mudarei para ti." - Sombra do Ódio, Senhor das Sombras Philodox e Impuro.

Ficha do Sombra do Ódio - Senhor das Sombras, Philodox, Impuro e Cliath.
Ficha de Orlando Wayne - Fomor e parente dos Andarilhos do Asfalto.
avatar
Sombra do Ódio
Admin
Admin

Mensagens : 579
Data de inscrição : 10/01/2011
Idade : 27

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ronny "Passolargo" - Espadas Fantasmas (Concluído)

Mensagem  The Grand Wizard [Passo] em Qua 15 Ago 2012 - 11:00

Seguro o risso quando a garota com aquele sotaque me chama de "Passo O Largo", acho por bem corrigir ela.

Ronny - Acho que você fala muito bem inglês, mas não entendeu direito, sou Passolargo, Peregrino Silencioso Ragabash, meus dois pais eram parentes humanos.

Coloco o travesseiro debaixo do braço, digo com uma voz meio amargurada.

Ronny - Sou dos EUA, rodei todo o país, sinceramente não sei onde nasci por lá, apenas que passei quase todo minha vida no Meio-Oeste, como garou minha casa era sem dúvidas o Colorado. Passei pela primeira transformação lá e fiquei um tempo aprendendo as coisas lá. Você deve ser da Grã-Bretanha, não é?

Assim que escuto Alba saindo do banho vou tomar um banho quente rápido e deitar, queria estar preparado para amanha.





Frases de Ronny
- Você não deve esperar de mim nada além de escárnio, lisonja e mentiras. E jamais dê as costas para mim, filho da puta!
- Eu sou tolo por dizer que você é um idiota de primeira e apontar seus erros? Não há tolice maior do que ficar contra mim, é justamente isso que você fez, tolo.
- Inimigos suficientemente perfurados, mordidos, partidos ou explodidos, ou seu dinheiro de volta.
- Eu perguntei se eles queriam resolver tudo de um modo fácil. Fácil para mim.
- "Totalmente" é o meu modo favorito de FUDER as coisas!


Narração
- Minha Fala -
Pensamento
[Sobre a Rolagens de dados e detalhes do Sistema]
avatar
The Grand Wizard [Passo]
Admin
Admin

Mensagens : 1891
Data de inscrição : 24/12/2010
Idade : 27
Localização : Pra lá de Além Paraiba

Ver perfil do usuário http://lobisomemoapocalipse.livreforum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ronny "Passolargo" - Espadas Fantasmas (Concluído)

Mensagem  Sombra do Ódio em Qua 15 Ago 2012 - 11:28

Ela escuta de maneira simpática, ela então responde.

Bonnie - Sou da Irlanda, minha família são de velhos Fiannas de lá. Meu primo é garou, ele é muito bom. Meu sonho e poder ficar com ele assim como você com sua namorada.

O barulho do chuveiro desligando é obvio, Bonnie sorri para o garou e diz naquela voz carregada com o sotaque.

Bonnie - Parece que vai poder tomar um banho agora, gosto de olhar a chuva mas não queria estar molhada com essa água fria.

Os dois se despedem, ela deixa porta do quarto aberta e continua olhando a chuva. Alba saí toda vestida do banheiro, ela usava uma camisa de algodão preta e um short feminino xadrez, o lugar estava com um forte favor por causa da água quente, ela apenas sorri para Ronny e entra no quarto e fecha a porta, certamente não tinha trancado ele fora, apenas fechou para ter mais privacidade. Tinha dois pacotes de sabonete fechados e um aberto na saboneteira e dois vidros de shampoo. Ele toma um banho rápido e veste as roupas separadas, após isso ela abre a porta do quarto e o deixa entrar, ela sorri para ele e apenas fala.

Alba - Vamos deitar, quem sabe ainda rola alguma coisa se você não dizer mais gracinhas.

Depois os dois se deitam e terminam a noite. Ronny acorda às 10:34 da manha, o dia ainda era sombrio e o sol mal aparecia, ia chover mais com toda certeza.


Narração
Pensamentos
(Ativação de Dons ou rolagens de dados)


"Muda tua mente ou eu a mudarei para ti." - Sombra do Ódio, Senhor das Sombras Philodox e Impuro.

Ficha do Sombra do Ódio - Senhor das Sombras, Philodox, Impuro e Cliath.
Ficha de Orlando Wayne - Fomor e parente dos Andarilhos do Asfalto.
avatar
Sombra do Ódio
Admin
Admin

Mensagens : 579
Data de inscrição : 10/01/2011
Idade : 27

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ronny "Passolargo" - Espadas Fantasmas (Concluído)

Mensagem  The Grand Wizard [Passo] em Qua 15 Ago 2012 - 15:51

Essa foi criada mais próxima dos garous até do que eu.

Quando escuto o barulho do chuveiro desligando fala de maneira triste.

Ronny - Só falta ela ter terminado com todos os sabonetes, ou melhor, acabar a luz enquanto estou no banho. Até mais menina, espero ver novamente você. Gostei do seu sotaque.

Saiu do quarto e vou indo até o banheiro, vejo Alba saindo vestida de um jeito bem gostosinho, mas ela não querer nada e nem eu queria mais alguma coisa depois de tudo aquilo, pensava na historia do detetive morto.

Em um momento ele era o justiceiro e o especialista cumprindo seu dever, no outro se ferrou e perdeu sua mulher e a própria vida.

Entro no quarto e pego as roupas que tinha separado para usar após tomar o banho, não carregávamos toalhas então peguei a que Alba tinha usado, tiro minhas roupas ainda no quarto e me enrolo na toalha, olho no corredor se não tinha ninguém e vou até o banheiro carregando as roupas. Por sorte existia sabonetes por ali, além de shampoos, tomo um banho rápido e eficiente, saio do banho e me enxugo rapidamente, visto as roupas e deixo a toalha no banheiro, vou até o quarto e bato na porta para Alba abrir.

Se ela realmente estiver puta comigo vai me deixar do lado de fora.

Dou uma curta risada, quando ela abre a porta entro e só dou um beijo rápido nela. Ela sorri para mim e fala.

Alba - Vamos deitar, quem sabe ainda rola alguma coisa se você não dizer mais gracinhas.

Apenas sorrio para ela e entro no quarto fechando a porta.



Acordo de manha, o dia parecia estar escuro e chuvoso, ele não sabia quantas horas eram. Estou com fome e sede. Procuro ver se Alba ainda está dormindo, visto minha calça esportiva, coloco meias e meu par de botas mais novo e procuro por Fergus.





Frases de Ronny
- Você não deve esperar de mim nada além de escárnio, lisonja e mentiras. E jamais dê as costas para mim, filho da puta!
- Eu sou tolo por dizer que você é um idiota de primeira e apontar seus erros? Não há tolice maior do que ficar contra mim, é justamente isso que você fez, tolo.
- Inimigos suficientemente perfurados, mordidos, partidos ou explodidos, ou seu dinheiro de volta.
- Eu perguntei se eles queriam resolver tudo de um modo fácil. Fácil para mim.
- "Totalmente" é o meu modo favorito de FUDER as coisas!


Narração
- Minha Fala -
Pensamento
[Sobre a Rolagens de dados e detalhes do Sistema]
avatar
The Grand Wizard [Passo]
Admin
Admin

Mensagens : 1891
Data de inscrição : 24/12/2010
Idade : 27
Localização : Pra lá de Além Paraiba

Ver perfil do usuário http://lobisomemoapocalipse.livreforum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ronny "Passolargo" - Espadas Fantasmas (Concluído)

Mensagem  Sombra do Ódio em Qui 16 Ago 2012 - 8:53

Alba ainda dormia, a noite havia sido fria e o barulho da chuva interminável. Ronny se levanta e se veste para procurar Fergus, o velho parente Fianna estava na cozinha do Pub, estava vestindo um pijama bem quente verde com marrom, ele parece que acabou de acordar também, ele sorri para o garou e diz.

Fergus - Vejo que dorme como um velho também, bem pouco. Estou com fome, e você e sua namorada também devem estar, me ajude a preparar algumas coisas, acredito que saiba se virar com comida levando essa vida de nômade. Se achar que não pode ajuda a arrumar a mesa da cozinha para podermos tomar um café da manha bem bonito.

O velho faz ovos fritos, frita alguns pedaços de pão e linguiça. Ele faz café quente com um bom cheiro. Alba desce talvez atraida pelo cheiro. Ela dá bom dia aos dois e ajuda imediatamente ao parente, ela termina de fazer os ovos e pega um vidro de mel e um pouco de canela para colocar no café. A mesa estava preparada e os três se sentam para comer aquele bom café da manha, o garou e a parente estavam com muita fome, afinal não tinha comido nada direito ontem. Fergus pergunta depois de limpar sua barba com um pedaço de guardanapo.

Fergus - Bem meu rapaz. Diga-me, pretende fazer o que hoje? Falaram que só iam ficar aqui um dia, pode ficar mais tempo, não tenho problemas em abrigar garous e parentes, ainda mais alguém que não tem onde morar e são tão jovens.

Alba parece fingir não escutar nada daquilo.


Narração
Pensamentos
(Ativação de Dons ou rolagens de dados)


"Muda tua mente ou eu a mudarei para ti." - Sombra do Ódio, Senhor das Sombras Philodox e Impuro.

Ficha do Sombra do Ódio - Senhor das Sombras, Philodox, Impuro e Cliath.
Ficha de Orlando Wayne - Fomor e parente dos Andarilhos do Asfalto.
avatar
Sombra do Ódio
Admin
Admin

Mensagens : 579
Data de inscrição : 10/01/2011
Idade : 27

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ronny "Passolargo" - Espadas Fantasmas (Concluído)

Mensagem  The Grand Wizard [Passo] em Qui 16 Ago 2012 - 10:15

Desço as escadas para procurar o velho Fer. Olho primeiro no balcão do bar, não encontro ele ali, depois vejo na cozinha e é lá que eu encontro o velhinho. Ainda estava de pijaminha e logo sorri para o garou.

He-he-he, esse velhinho sorri demais, eu faço isso também e sei que quase todos meus sorrisos são falsos. Nunca confie em alguém que sempre está sorrindo. Talvez ele seja um pedófilo.

Seguro uma risada sacana e procuro deixar de pensar nessas sacanagens.

Fergus - Vejo que dorme como um velho também, bem pouco. Estou com fome, e você e sua namorada também devem estar, me ajude a preparar algumas coisas, acredito que saiba se virar com comida levando essa vida de nômade. Se achar que não pode ajuda a arrumar a mesa da cozinha para podermos tomar um café da manha bem bonito.

Coloco teatralmente minha mão direita na barriga e digo em tom infeliz.

Ronny - Estou faminto, fora aquele peixe que você nos deu eu estou há quase três dias sem comer algo que realmente alguém nesse continente pode chamar de refeição. Na África, onde nós Silenciosos éramos reis eu poderia ser considerado um comilão. Comer de três em três dias, é de fazer em inveja.

Procuro ajudar de maneira calada, só falo quando acho que devo tirar alguma dúvida no que fazer. Arrumo a mesa melhor do que cozinhava, logo chega Alba vestida a mesma coisa que usou para dormir, só tinha colocado uma calça, ela não ia ficar andando por aí som com aquele shortinho. Eles começam a fazer o café, nunca gostei dessa porcaria, café vicia também, mas sempre gostei de um pouco dessas coisas preparadas assim, não gostava de mel nem canela, mas tomando tudo isso junto poderia pensar que era um Sultão árabe tomando um bom café com especiarias. Só esse pensamento já me deixa cheio de prazer. Comia fazendo jus a minha tribo, o Comedor Silencioso. O velho Fer limpa sua boca e diz para os dois.

Fergus - Bem meu rapaz. Diga-me, pretende fazer o que hoje? Falaram que só iam ficar aqui um dia, pode ficar mais tempo, não tenho problemas em abrigar garous e parentes, ainda mais alguém que não tem onde morar e são tão jovens.

Alba finge não estar escutando porcaria nenhuma, terminado de mastigar eu responde de maneira objetiva e com um tom de voz calmo.

Ronny - Primeiro, gostaria de agradecer pela hospitalidade. Bem, fiquei de sair hoje, já tinha combinado encontrar uma pessoa para resolver algumas coisas, ele pediu-me um favor e eu jurei ajudar ele. Se realmente não existe mal em ficar aqui gostaria de pedir para Alba ficar aqui então até eu voltar pois não sei quando tempo isso pode demorar, ela pode ajudar no bar, claro, se ela quiser, mas eu acredito que ela vai concordar, não é mesmo querida?





Frases de Ronny
- Você não deve esperar de mim nada além de escárnio, lisonja e mentiras. E jamais dê as costas para mim, filho da puta!
- Eu sou tolo por dizer que você é um idiota de primeira e apontar seus erros? Não há tolice maior do que ficar contra mim, é justamente isso que você fez, tolo.
- Inimigos suficientemente perfurados, mordidos, partidos ou explodidos, ou seu dinheiro de volta.
- Eu perguntei se eles queriam resolver tudo de um modo fácil. Fácil para mim.
- "Totalmente" é o meu modo favorito de FUDER as coisas!


Narração
- Minha Fala -
Pensamento
[Sobre a Rolagens de dados e detalhes do Sistema]
avatar
The Grand Wizard [Passo]
Admin
Admin

Mensagens : 1891
Data de inscrição : 24/12/2010
Idade : 27
Localização : Pra lá de Além Paraiba

Ver perfil do usuário http://lobisomemoapocalipse.livreforum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ronny "Passolargo" - Espadas Fantasmas (Concluído)

Mensagem  Sombra do Ódio em Qui 16 Ago 2012 - 15:39

Fergus parece preferir ignorar muitas coisas que o ragabash diz, ele uma hora olhada para seu prato e outra olha para Alba ou Ronny, depois que o garou diz ter algo marcado e tinha alguma promessa para cumprir o velho apenas franze o cenho e diz.

Fergus - Talvez eu devesse perguntar o que você vai fazer, mas não acho que seja certo, vocês garous sempre tem o que fazer e nem sempre é coisa boa de saber, pode deixar que eu cuido da sua garota, se ela quiser.

Ele olha para Alba que estava apenas prestando atenção na comida, responde sem tirar os olhos do prato.

Alba - Não tem problemas, se ele quer que eu fique aqui eu fico, e também prefiro assim, é sempre bom ficar em um lugar como esse por algum tempo, posso ajudar como o senhor desejar.

O velho apenas dá um olhar meio cansado e diz.

Fergus - Certo. Podem ficar com aquele quarto, vi que sabe cozinhar alguma coisa, pode me ajudar na cozinha do bar, dá menos na vista. Lavem os pratos por favor, tenho que cuidar de outras coisas. Sua moto está nos fundos, fica ali seguindo o fim da cozinha.

Ele aponta para uma porta velha. Ele se levanta e vai até o seu quarto deixando os dois lá. Os dois lavam os pratos como tinha sido pedido, era 11:07 quando eles terminam tudo, Alba então pergunta ainda na cozinha para Ronny.

Alba - Planeja fazer o que agora?


Narração
Pensamentos
(Ativação de Dons ou rolagens de dados)


"Muda tua mente ou eu a mudarei para ti." - Sombra do Ódio, Senhor das Sombras Philodox e Impuro.

Ficha do Sombra do Ódio - Senhor das Sombras, Philodox, Impuro e Cliath.
Ficha de Orlando Wayne - Fomor e parente dos Andarilhos do Asfalto.
avatar
Sombra do Ódio
Admin
Admin

Mensagens : 579
Data de inscrição : 10/01/2011
Idade : 27

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ronny "Passolargo" - Espadas Fantasmas (Concluído)

Mensagem  The Grand Wizard [Passo] em Qui 16 Ago 2012 - 16:01

Apenas concordo e deixo a bola rolar. Quando Fer deixa os dois sozinhos e Alba pergunta o que eu planeja apenas dou de ombros e respondo.

Ronny - Bem minha querida, sinceramente não sei direito, o detetive combinou comigo às 14:00. Vou tentar me vestir de maneira mais sóbria para entrar naquela delegacia, o cara falou para dizer que sou filho dele fora do casamento e tal, mas talvez seja melhor ir direto pela penumbra, vou levar a moto.

Vou tomar outro balho, depois disso coloca minhas peças de roupas dedicas, minha camisa preta de manga curta, meu caso militar, calça jeans escura e meu par de tênis. Depois desço e confiro às horas, ia vestido assim sem levar minha mochila, mas levava minha bússola dedicada no bolso.





Frases de Ronny
- Você não deve esperar de mim nada além de escárnio, lisonja e mentiras. E jamais dê as costas para mim, filho da puta!
- Eu sou tolo por dizer que você é um idiota de primeira e apontar seus erros? Não há tolice maior do que ficar contra mim, é justamente isso que você fez, tolo.
- Inimigos suficientemente perfurados, mordidos, partidos ou explodidos, ou seu dinheiro de volta.
- Eu perguntei se eles queriam resolver tudo de um modo fácil. Fácil para mim.
- "Totalmente" é o meu modo favorito de FUDER as coisas!


Narração
- Minha Fala -
Pensamento
[Sobre a Rolagens de dados e detalhes do Sistema]
avatar
The Grand Wizard [Passo]
Admin
Admin

Mensagens : 1891
Data de inscrição : 24/12/2010
Idade : 27
Localização : Pra lá de Além Paraiba

Ver perfil do usuário http://lobisomemoapocalipse.livreforum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ronny "Passolargo" - Espadas Fantasmas (Concluído)

Mensagem  Sombra do Ódio em Qui 16 Ago 2012 - 16:31

No segundo andar todas as portas estão fechadas, Bonnie ainda estava dormindo. Ronny toma seu banho e volta para o quarto para trocar de roupas, ele estava aparentando bem mesmo com as roupas sendo velhas, todos os seus itens eram dedicados por conjunto, ele não ia perder suas meias, tênis, cueca e calça nem camisa e casaco, e tinha a bussola também. Ele poderia atravessar a película com tudo aquilo e não perder nada. Ao sair do quarto ele vê a mulher da noite anterior, ela apenas dá um sorriso com o canto da boca e passa por ele, estava vestindo uma roupa mais masculina do que feminina, um casaco de jeans, calça jeans e uma camisa de botões bege de algodão por baixo do casaco, ela saí de uma das últimas portas do corredor.



Ela passa por ele sem dizer nada e desce as escadas. Ele também desce pouco depois, o relógio do bar marcava 11:37, a mulher saí diretamente pela porta do bar, pouco depois aparece Fergus com uma toalha na mão. Ele diz de maneira curta.

Fergus - Alba está na cozinha me ajudando, estou explicando algumas coisas para ela.

Ele começa a limpar o balcão. Alba estava na cozinha limpando copos, ela sorri para ele.


Última edição por Sombra em Sab 1 Set 2012 - 7:56, editado 1 vez(es)


Narração
Pensamentos
(Ativação de Dons ou rolagens de dados)


"Muda tua mente ou eu a mudarei para ti." - Sombra do Ódio, Senhor das Sombras Philodox e Impuro.

Ficha do Sombra do Ódio - Senhor das Sombras, Philodox, Impuro e Cliath.
Ficha de Orlando Wayne - Fomor e parente dos Andarilhos do Asfalto.
avatar
Sombra do Ódio
Admin
Admin

Mensagens : 579
Data de inscrição : 10/01/2011
Idade : 27

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ronny "Passolargo" - Espadas Fantasmas (Concluído)

Mensagem  The Grand Wizard [Passo] em Qui 16 Ago 2012 - 19:09

Apenas olho a mulher é dou um sorriso como comprimento também, após isso desço as escadas olho às horas e vou na cozinha, falo com Alba.

Ronny - Amor, vou sair, um dia eu volto de um jeito ou de outro.

Dou o sorriso mais cafajeste e triste possível, saiu até onde a moto estiver, coloco o capacete e saiu com a moto, ia até o departamento de policia primeiro.





Frases de Ronny
- Você não deve esperar de mim nada além de escárnio, lisonja e mentiras. E jamais dê as costas para mim, filho da puta!
- Eu sou tolo por dizer que você é um idiota de primeira e apontar seus erros? Não há tolice maior do que ficar contra mim, é justamente isso que você fez, tolo.
- Inimigos suficientemente perfurados, mordidos, partidos ou explodidos, ou seu dinheiro de volta.
- Eu perguntei se eles queriam resolver tudo de um modo fácil. Fácil para mim.
- "Totalmente" é o meu modo favorito de FUDER as coisas!


Narração
- Minha Fala -
Pensamento
[Sobre a Rolagens de dados e detalhes do Sistema]
avatar
The Grand Wizard [Passo]
Admin
Admin

Mensagens : 1891
Data de inscrição : 24/12/2010
Idade : 27
Localização : Pra lá de Além Paraiba

Ver perfil do usuário http://lobisomemoapocalipse.livreforum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ronny "Passolargo" - Espadas Fantasmas (Concluído)

Mensagem  Sombra do Ódio em Qui 16 Ago 2012 - 20:41

Alba - Assim espero. Não me deixe sozinha.

Ela diz isso de maneira triste que quase cortou o coração do garou. Ela então dá um abraço nele e deixa ele ir. A moto estava em uma pequena garagem nos fundos do pub, o lugar era frio e feio mas era melhor do que deixar ela na chuva na rua. Ronny coloca o capacete e abre o portão, depois dá partida na moto, ele tem que sair primeiro com ela e depois descer para fechar o portão e seguir seu caminho. O céu está branco e cinzento, o sol quase não aparecia e quando assim fazia era uma coisa frágil, devi levar cerca de dezessete minutos chegar no departamento de policia, o transito não estava ruim.

Música:

Collingwood:

O garou dirige pelas ruas frias e pálidas naquele dia de morte, o frio parece ser sentido a todo momento, e talvez não fosse meramente o clima. Ele dirige usando mais instinto do que conhecimento para chegar ao departamento, logo vê uma placa do departamento de policia, o lugar não é como Ronny esperava, parecia ser uma delegacia pequena e de pouca importância, existia vários carros parados em frente ao lugar e tinha algumas pessoas bem agasalhadas entrando. Alguns pareciam ser simplesmente carros de policia e policiais, mas existia também civis.


Narração
Pensamentos
(Ativação de Dons ou rolagens de dados)


"Muda tua mente ou eu a mudarei para ti." - Sombra do Ódio, Senhor das Sombras Philodox e Impuro.

Ficha do Sombra do Ódio - Senhor das Sombras, Philodox, Impuro e Cliath.
Ficha de Orlando Wayne - Fomor e parente dos Andarilhos do Asfalto.
avatar
Sombra do Ódio
Admin
Admin

Mensagens : 579
Data de inscrição : 10/01/2011
Idade : 27

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ronny "Passolargo" - Espadas Fantasmas (Concluído)

Mensagem  The Grand Wizard [Passo] em Qui 16 Ago 2012 - 22:47

Fico comovido com Alba, mas tinha que ir, queria ver se realmente ia conseguir um fetiche. Coloco o capacete, abro o portão e saio com a moto, desço dela para poder trancar o portal do lugar e vou embora com a moto para a delegacia. O dia está uma porcaria pálida, um clima de morte e o frio parece não ser natural. O lugar é chio de pequenas casas, nada de prédios grandes ou casas luxuosas. Ele já tinha estado por ali antes mas explorara pouco e não tinha visto a delegacia. Finalmente vejo o que parecia ser o lugar, a delegacia não parecia ser grande coisa, com toda a historia do detetive dava impressão que ele trabalhava em um lugar mais importante.

Imaginei o cara trabalhando em uma grande delegacia, algo seja novo ou velho, mas imponente, em vez disso é esse lugarzinho, será que ele quer me enganar em mais o que?

Vejo carros parados no lugar e gente indo até a delegacia, parecia que realmente estava rolando alguma coisa ali. Procuro um lugar tranquilo para estacionar a moto da Alba, tiro o capacete e coloco ele de maneira segura na moto e dou uma espiada no lugar, tanto no mundo físico como na penumbra. Apenas espiono o outro mundo, não entro nele.





Frases de Ronny
- Você não deve esperar de mim nada além de escárnio, lisonja e mentiras. E jamais dê as costas para mim, filho da puta!
- Eu sou tolo por dizer que você é um idiota de primeira e apontar seus erros? Não há tolice maior do que ficar contra mim, é justamente isso que você fez, tolo.
- Inimigos suficientemente perfurados, mordidos, partidos ou explodidos, ou seu dinheiro de volta.
- Eu perguntei se eles queriam resolver tudo de um modo fácil. Fácil para mim.
- "Totalmente" é o meu modo favorito de FUDER as coisas!


Narração
- Minha Fala -
Pensamento
[Sobre a Rolagens de dados e detalhes do Sistema]
avatar
The Grand Wizard [Passo]
Admin
Admin

Mensagens : 1891
Data de inscrição : 24/12/2010
Idade : 27
Localização : Pra lá de Além Paraiba

Ver perfil do usuário http://lobisomemoapocalipse.livreforum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ronny "Passolargo" - Espadas Fantasmas (Concluído)

Mensagem  Sombra do Ódio em Sex 17 Ago 2012 - 11:04

Ronny tenta espionar do Mundo Físico a Penumbra, mas não consegue. Ele tenta novamente e dessa vez sente tonteira e sua visão fica embaçada, ele ainda só consegue ver apenas o "mundo normal". O garou poderia considerar impossível enxergar a Penumbra apenas espiando. O garou sente um pouco mais de frio e escuta uma voz, sem dúvidas do detetive morto dizendo.

Roland Quaid - Vejo que chegou mais cedo.

O garou não conseguia ver, mas o detetive morto estava parado em frente a ele, a aparição fala novamente, dessa vez o garou nota um pouco de tristeza na voz do morto.

Roland Quaid - Quatro anos antes de morrer eu trabalhava no departamento número um de toda a região, era um investigador importante. Estava voando alto demais, então decidiram me mandar para esse lugar. Não é uma má delegacia, existe pessoas boas aí, só é um lugar menos importante, ao menos para mim ainda é bem importante. Passei primeiro muita decepção nesse lugar, mas depois fui feliz aí.

Uma policial baixa e gordinha vestindo uniforme completo dá uma olhada em Ronny, ela estava na porta do departamento, ela então começa a vir devagar até o garou, Roland apenas diz de maneira calma.

Roland Quaid - Essa é Susie Albert, é honesta e uma boa pessoa, ela vai querer saber quem é você e o que quer, diga que é meu filho, que sua mãe era Marlinda Stock de Hope, ela vai entender. Diga que apenas veio ver a cerimonia e não deseja que os outros saibam quem você é, ela é uma mulher de coração doce, vai entender e não vai te atrapalhar.

A policial já estava perto o suficiente para escutar tudo que o fantasma dizia, mas é claro, aquilo tudo só era ouvido por Ronny. Ela chega finalmente até o garou em pé perto da moto, a mulher deve ter 1,55 no máximo, é gordinha e aparenta ter quase quarenta anos, tem olhos castanhos, pele branca e cabelos castanhos claros e lisos parcialmente escondidos pelo chapéu do uniforme policial, ela olha de maneira atenta para o garou e sua moto e depois diz em uma voz muito maior do que era esperado em uma mulher daquela aparência.

Susie -Bom dia, garoto. O que está fazendo aí? Essa vagas hoje são reservadas para um evento.


Narração
Pensamentos
(Ativação de Dons ou rolagens de dados)


"Muda tua mente ou eu a mudarei para ti." - Sombra do Ódio, Senhor das Sombras Philodox e Impuro.

Ficha do Sombra do Ódio - Senhor das Sombras, Philodox, Impuro e Cliath.
Ficha de Orlando Wayne - Fomor e parente dos Andarilhos do Asfalto.
avatar
Sombra do Ódio
Admin
Admin

Mensagens : 579
Data de inscrição : 10/01/2011
Idade : 27

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ronny "Passolargo" - Espadas Fantasmas (Concluído)

Mensagem  The Grand Wizard [Passo] em Sex 17 Ago 2012 - 14:05

Procuro espionar o mundo dos espelhos mais falho, tento novamente e dessa vez além de falhar sinto um pouco de toneira e minha visão fica ruim, porcaria! Então para melhorar sinto frio além do normal, o fantasminha devia estar por perto. Então escuta o morto.

Roland Quaid - Vejo que chegou mais cedo.

Responto na lata.

Ronny - Parece que não fui o único.

Nenhum sinal do mortinho, não sei se ele pode ficar invisível ou na verdade é o contrario, ele é invisível e tem que se tornar visível. Então o morto fala novamente e dessa vez noto um sentimento de tristeza.

Roland Quaid - Quatro anos antes de morrer eu trabalhava no departamento número um de toda a região, era um investigador importante. Estava voando alto demais, então decidiram me mandar para esse lugar. Não é uma má delegacia, existe pessoas boas aí, só é um lugar menos importante, ao menos para mim ainda é bem importante. Passei primeiro muita decepção nesse lugar, mas depois fui feliz aí.

Apenas escuto mas não depois dá uma pequena curiosidade e pergunto.

Ronny - Como assim? Foi mandado por causa do vampiro? Pensei que você trabalhava em um lugar mais importante do que esse lugar.

Como não tinha para onde olhar enquanto conversava com o fantasma fiquei observando o lugar, então vejo uma policial gordinha vindo até mim. O morto fala novamente de maneira informativa.

Roland Quaid - Essa é Susie Albert, é honesta e uma boa pessoa, ela vai querer saber quem é você e o que quer, diga que é meu filho, que sua mãe era Marlinda Stock de Hope, ela vai entender. Diga que apenas veio ver a cerimonia e não deseja que os outros saibam quem você é, ela é uma mulher de coração doce, vai entender e não vai te atrapalhar.

Apenas escuto sem responder nada, fico olhando a mulher vir até mim, quando ela fala procuro parecer triste e pensativo.

Susie -Bom dia, garoto. O que está fazendo aí? Essa vagas hoje são reservadas para um evento.

Respondo de maneira triste e amarga. Claro que era uma enganação.

Ronny - Dia. Estou apenas observando o lugar e vendo se crio coragem para entrar, meu pai trabalhava aí. Minha mãe Marlinda me contou faz algum tempo.

Suponho que essa tal Marlinda deve estar morta também. Mesmo se não tiver a mulher vai deduzir que ela me contou isso há alguns anos atrás ou ainda essa semana.





Frases de Ronny
- Você não deve esperar de mim nada além de escárnio, lisonja e mentiras. E jamais dê as costas para mim, filho da puta!
- Eu sou tolo por dizer que você é um idiota de primeira e apontar seus erros? Não há tolice maior do que ficar contra mim, é justamente isso que você fez, tolo.
- Inimigos suficientemente perfurados, mordidos, partidos ou explodidos, ou seu dinheiro de volta.
- Eu perguntei se eles queriam resolver tudo de um modo fácil. Fácil para mim.
- "Totalmente" é o meu modo favorito de FUDER as coisas!


Narração
- Minha Fala -
Pensamento
[Sobre a Rolagens de dados e detalhes do Sistema]
avatar
The Grand Wizard [Passo]
Admin
Admin

Mensagens : 1891
Data de inscrição : 24/12/2010
Idade : 27
Localização : Pra lá de Além Paraiba

Ver perfil do usuário http://lobisomemoapocalipse.livreforum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ronny "Passolargo" - Espadas Fantasmas (Concluído)

Mensagem  Sombra do Ódio em Sex 17 Ago 2012 - 15:35

Ronny - Como assim? Foi mandado por causa do vampiro? Pensei que você trabalhava em um lugar mais importante do que esse lugar.

Roland Quaid - Pode ser que sim, na época eu tinha muitos inimigos dentro e fora do departamento. Investigava com seriedade.

_________________________________________________________________________________________________________

Ronny consegue enganar a mulher, o olhar atento dela derrete e é substituto por um olhar de compaixão, ela então diz com uma voz mais baixa e triste.

Susie - Perdão. Não imaginava isso, mas entendo. Faz dez anos da morte dele. Ele nunca me contou sobre você apesar de eu ter conhecido sua mãe.

Roland era esperto e diz rapidamente para o garou.

Roland Quaid - Ela morreu há quase doze anos atrás, ela foi minha amante por um tempo. Ela morreu em um assalto a banco, tinha vinte oito anos, 1,71 de altura, cabelos louros claro, olhos verdes e um nariz achatado. Nasceu em Hope e se mudou para cá quando tinha vinte anos.

A mulher parece não notar o frio, então diz para o Ronny.

Susie -Sei que não conheceu seu pai direito, mas ele era um grande homem, trabalhei por dois anos com ele aqui mas o conhecia há quase treze anos, ele me ajudou uma vez e nunca vou esquecer, e sua mãe era também uma ótima pessoa. Vamos entrar, certamente todos gostariam de conhecer você. Estamos fazendo uma homenagem ao seu pai.


Narração
Pensamentos
(Ativação de Dons ou rolagens de dados)


"Muda tua mente ou eu a mudarei para ti." - Sombra do Ódio, Senhor das Sombras Philodox e Impuro.

Ficha do Sombra do Ódio - Senhor das Sombras, Philodox, Impuro e Cliath.
Ficha de Orlando Wayne - Fomor e parente dos Andarilhos do Asfalto.
avatar
Sombra do Ódio
Admin
Admin

Mensagens : 579
Data de inscrição : 10/01/2011
Idade : 27

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ronny "Passolargo" - Espadas Fantasmas (Concluído)

Mensagem  The Grand Wizard [Passo] em Sex 17 Ago 2012 - 16:03

[Ativo o Dom Persuasão. Gasto 1 ponto de Força de Vontade para segurar meu Defeito Compulsão.]

Procuro ficar mais neutro, afinal ele não tinha criado o filho dentro dessa mentira. Escuto atentamente o fantasma e tento absorver todas as informações, então apenas digo para a policial.

Ronny - Por favor então, não me apresente como filho dele para esse pessoal, não sou um bom tipo e ia manchar a honra dele. Vou entrar e ficar por algum tempo pois sei que ele gostaria mas não quero ser o centro das atenções.

Vou aprender um pouco mais desse cara e pegar meu fetiche, depois disso vejo como vou ajudar na vingança dele. Estou convencido ao menos por enquanto que ele até era um cara legal, mas não perfeito.

Começo a ir para o lugar junto com a policial baixinha.





Frases de Ronny
- Você não deve esperar de mim nada além de escárnio, lisonja e mentiras. E jamais dê as costas para mim, filho da puta!
- Eu sou tolo por dizer que você é um idiota de primeira e apontar seus erros? Não há tolice maior do que ficar contra mim, é justamente isso que você fez, tolo.
- Inimigos suficientemente perfurados, mordidos, partidos ou explodidos, ou seu dinheiro de volta.
- Eu perguntei se eles queriam resolver tudo de um modo fácil. Fácil para mim.
- "Totalmente" é o meu modo favorito de FUDER as coisas!


Narração
- Minha Fala -
Pensamento
[Sobre a Rolagens de dados e detalhes do Sistema]
avatar
The Grand Wizard [Passo]
Admin
Admin

Mensagens : 1891
Data de inscrição : 24/12/2010
Idade : 27
Localização : Pra lá de Além Paraiba

Ver perfil do usuário http://lobisomemoapocalipse.livreforum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ronny "Passolargo" - Espadas Fantasmas (Concluído)

Mensagem  Sombra do Ódio em Sab 18 Ago 2012 - 15:06

Off: Perdão qualquer erro de português, acabei me distraindo aqui em casa e estava consultando o livro de Aparição sobre algumas regras mas não achei nada muito bom para me ajudar.

(O gasto de Força de Vontade foi aprovado, seu personagem vai poder ficar por cinco turnos sem necessidade de falar besteiras. Os turnos começam a partir do seu próximo post.)


Ronny - Por favor então, não me apresente como filho dele para esse pessoal, não sou um bom tipo e ia manchar a honra dele. Vou entrar e ficar por algum tempo pois sei que ele gostaria mas não quero ser o centro das atenções.

A pequena mulher parece ficar pensativa sobre isso, o garou não sabia se seu dom tinha tido efeito. Ela franze a testa e diz pensativa.

Susie - Vou respeitar sua vontade então, mas não acho que sua mãe gostaria disso. Apenas o sobrinho de seu pai veio além de você de parentes, o resto são amigos, ex-companheiros de trabalho e alguns representantes públicos que nunca conheceram ele. Conhece o Jonh?

Novamente o detetive morto ajuda o garou com toda aquela farsa.

Roland - Jonh Quaid, filho único do meu irmão mais novo que morreu há oito anos atrás de câncer. Ele tem vinte cinco anos. Você nunca o conheceu.

O morto coloca ênfase na última parte, nenhum dos dois se conhecia. Todos fora esse garoto estavam mortos, havia se passado dez anos desde que Roland morrera, sua esposa, amante, irmão, todos mortos. Só restava esse sobrinho. Ronny segue para delegacia junto com a policial, parece que todos que iam chegar para a cerimônia já estavam presentes. Ele entra no departamento, não era um lugar muito moderno, mas parecia ser simpático. Logo na entrada e na recepção da delegacia existia anéis de flores em homenagem ao morto. Existia fotos espalhadas do finado policial, em todas ele era idêntico a forma que Ronny vira ele assumir primeiramente no encontro, quando ele tomou uma forma física ele tinha ficado bem diferente das fotos. O garou sentia o tempo todo o fantasma por perto, agora a sensação não era exatamente de frio, mas um pulsar de emoções, o Peregrino sentiu sem dúvidas que ali e agora a aparição era muito forte. Eles se dirijam a sala de reuniões da delegacia onde operações policiais eram discutidas ali assim como palestras. O lugar devia estar com quase quarenta pessoas. Muitas estavam em pé bebendo alguma coisa e conversando, algumas estava sentados esperando a cerimônia. A policial leva Ronny direto para uma placa grande na parte oeste do salão, parecia ser feita de aço com detalhes em bronze, nela estava uma homenagem ao falecido detetive, incluía uma assinatura do morto reproduzida no metal, suas digitais, uma frase de agradecimentos pelo serviço escrito pelo Chefe de Policia da Cidade de Vancouver e uma inscrição de membro de honra das Operações de Investigação e Investigador de Cenas de Crime honorário.

Roland - Esse lugar não passa de um CDP, um centro de civis que ajudam a policia de Vancouver, em vez de continuar investigando cenas de crime e antes disso servindo como investigador de trafico aqui eu fui apenas o verdadeiro policial tomando conta dos voluntários civis...

A voz dessa vez veio até Ronny com um tom cortante e frio, o garou nota que alguma coisa deixou o morto muito nervoso. O morto continua falando, cada vez sua fúria crescendo mais.

Roland - Eu era um excelente investigador e detetive, mas depois de tudo isso fui enviado para cá. São pessoas boas que querem ajudar, mas eu era um maldito profissional de primeira.

Ronny agora vê claramente o detetive morto no seu lado esquerdo, ele estava com os pés no chão e parecia quase sólido, o morto era quase quinze centímetros mais alto do que o garou. Apenas por um momento o garou nota algo sombrio tomando conta da aparição, e uma voz fria e direta diz para todos e ninguém, o garou escuta claramente mas não sabe dizer se mais alguém escutou e de onde veio aquilo.

? - Você não era bom o bastante, fez seu trabalho da melhor forma possível e ainda sim falhou patéticamente e morreu. Você se julga melhor do que realmente é. Vai fracassar em sua vingança também.


Narração
Pensamentos
(Ativação de Dons ou rolagens de dados)


"Muda tua mente ou eu a mudarei para ti." - Sombra do Ódio, Senhor das Sombras Philodox e Impuro.

Ficha do Sombra do Ódio - Senhor das Sombras, Philodox, Impuro e Cliath.
Ficha de Orlando Wayne - Fomor e parente dos Andarilhos do Asfalto.
avatar
Sombra do Ódio
Admin
Admin

Mensagens : 579
Data de inscrição : 10/01/2011
Idade : 27

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ronny "Passolargo" - Espadas Fantasmas (Concluído)

Mensagem  The Grand Wizard [Passo] em Sab 18 Ago 2012 - 17:56

Off: M'kay
Spoiler:

Procuro responder o mais rápido mas ainda sim de forma natural qualquer coisa que ela pergunta e o fantasminha me ajuda com a resposta.

Ronny - Nunca conheci ele, sei pouco dele. Apenas que meu tio morreu há algum tempo e que ele é alguns anos mais velho do que eu.

Ele segue próximo da gordinha andando na mesma velocidade dela, para ele isso era um esforço, não era chamado de "Passolargo" atua, e essa mulher baixinha andava devagar se comparado a ele. O lugar é simples por dentro também, seria um lugar totalmente comum se hoje não fosse uma data especial, existiam flores entre todas essas bobeiras que muitos humanos usam em velórios e homenagens. Os Peregrinos geralmente considerável um enterro honrando ser devorado por escaravelhos.

Existem fotos também do velho Roland, o presunto. Em todas ele parecia já velho, deviam ser fotos tiradas dele nos últimos dois anos de vida e carreira. Tal como alguns espiritos que ficam mais fortes em alguns lugares parecia que o morto estava ficando mais forte ali, ou pela homenagem ou por aquele ser naturalmente o território dele. Sinto-me incomodado com isso, poderia ser uma armadilha eficiente, se o fantasma estava seguindo ordens ou tinha alguma doideira que o deixava ligado em brigar com garous eu estava numa fria, o morto era forte ali e eu não poderia virar crinus ou usar meus poderes sem causar uma ruptura de primeira no Véu.

Sigo com a gordinha para sala de reuniões ou de conferencias, apesar de tudo nunca tinha estado antes em uma delegacia. Ainda mais no Canadá onde as coisas são diferentes do EUA. Várias pessoas estavam na área, bebendo e conversando como se estivessem em um festinha infantil. Puta que pariu, é assim como os humanos.


Cada vez os macacos ficam mais malucos e banais. Se esse cara fosse um garou morto as coisas seria bem diferentes, todos estariam dando uma homenagem bem melhor a ele.

Chegamos perto de uma placa toda estilizada com várias porcarias mostrando que aquilo era um marco em homenagem ao cara que tinha salvado várias vidas e praticado a justiça como seu dever sagrado.

Sei como os humanos são, isso foi feito para parecer importante, mas dúvida que esse chefe de policia tinha alguma idéia de quem era Roland, talvez nem sabia até na hora de participar escrevendo algumas coisinhas na placa. Deve ter feito isso entre um café e outro.

Mas o morto parecia apreciar tudo isso e logo fala comigo, não consigo ver ele.

Não sei se eles são normalmente invisíveis ou não, talvez consigo ver apenas pela Penumbra ou quando ele quer aparecer.

Roland - Esse lugar não passa de um CDP, um centro de civis que ajudam a policia de Vancouver, em vez de continuar investigando cenas de crime e antes disso servindo como investigador de trafico aqui eu fui apenas o verdadeiro policial tomando conta dos voluntários civis...

Agora sinto que talvez ele não aprecia tudo isso no final de contas, alguns idiotas veriam isso com bons olhos, mas sinceramente, pesado tudo e vendo que isso era sua homenagem depois de dez anos morto deixaria qualquer um com alguns miolos puto da vida. Ou puto na morte.

Roland - Eu era um excelente investigador e detetive, mas depois de tudo isso fui enviado para cá. São pessoas boas que querem ajudar, mas eu era um maldito profissional de primeira.

O morto estava ficando nervoso, e não tinha como acalmar ele sem parecer um doido falando sozinho. Vejo ele perto de mim, era quase da minha altura em glabro, mas enquanto eu estava na forma humana ele era bem mais alto do que eu. Pelo que parecia esses mortos eram mutáveis, agora ele parecia ser mais sombrio do que antes, sinto um pouco de receio, aquilo poderia ficar mal. Então escuto uma voz que parecia não vir de lugar nenhum, mas ainda sim escuto, não sei como.

? - Você não era bom o bastante, fez seu trabalho da melhor forma possível e ainda sim falhou patéticamente e morreu. Você se julga melhor do que realmente é. Vai fracassar em sua vingança também.

Merda, outro fantasma ou existe algo mais aqui?

Procuro falar para o fantasma de maneira ambígua para a policial não pensar que eu era doido, esperava que meu Dom pudesse acalmar o morto.

[Rolagem social para tentar acalmar o Roland, se for possível para enganar a policial fazendo ela acreditar que estou querendo um momento em paz.]

Ronny - Por favor, calma.

Coloco minha mão direita na cabeça, para policial ia parecer que eu estava me sentindo mal com tudo aquilo e queria ir com calma, para o fantasma era justamente para ele se acalmar. Procuro me afastar do movimento das pessoas, mas tento atrair Roland para vir comigo, caso ele não venha fico na sala, caso ele me seguia procuro até um lugar tranquilo para poder conversar com ele.





Frases de Ronny
- Você não deve esperar de mim nada além de escárnio, lisonja e mentiras. E jamais dê as costas para mim, filho da puta!
- Eu sou tolo por dizer que você é um idiota de primeira e apontar seus erros? Não há tolice maior do que ficar contra mim, é justamente isso que você fez, tolo.
- Inimigos suficientemente perfurados, mordidos, partidos ou explodidos, ou seu dinheiro de volta.
- Eu perguntei se eles queriam resolver tudo de um modo fácil. Fácil para mim.
- "Totalmente" é o meu modo favorito de FUDER as coisas!


Narração
- Minha Fala -
Pensamento
[Sobre a Rolagens de dados e detalhes do Sistema]
avatar
The Grand Wizard [Passo]
Admin
Admin

Mensagens : 1891
Data de inscrição : 24/12/2010
Idade : 27
Localização : Pra lá de Além Paraiba

Ver perfil do usuário http://lobisomemoapocalipse.livreforum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ronny "Passolargo" - Espadas Fantasmas (Concluído)

Mensagem  Sombra do Ódio em Sab 18 Ago 2012 - 22:24

A mulher olha de maneira estranha para o Garou, algumas pessoas mais próximas também escutaram ele e não entenderam muito bem o que estava ocorrendo. Um homem se afasta do Garou e uma mulher apenas fica olhando para ele quase sem expressão, a policial acaba dando um sorriso bobo e diz.

Susie - Entendo, meu querido. Sem pressa, pode olhar tudo com calma, entendo que é difícil.

Ela se afasta de Ronny deixando ele sozinho com o fantasma, algumas pessoas com vontade mais fraca parecem sentir alguma coisa ali, ou a Maldição do Garou ou a raiva e mudança no fantasma, elas se afastam, mas alguns foram influenciados pelo garou e apenas desejam deixar o garoto em paz. Mas ainda sim ele segue para fora do lugar para tentar conversar com o morto, o fantasma parece ter sido afetado também e se acalmado. Ele segue o garou com todo o cuidado para não entrar em contato com nada e nem ninguém. Eles saem da sala de reuniões e vão até um corredor vazio, Roland diz primeiro com uma voz polida.

Roland - Perdão, quase perdi o controle. Você ajudou-me a controlar um pouco, obrigado.

O morto parece tomar um tempo pensando então diz.

Roland - Não quero me enganar, seu interesse é no Artefato, não é?

Antes de qualquer resposta vinda do Garou o ar começa a ficar frio novamente, o fantasma estava visível para o garou novamente, e parecia estar concentrada e pensativa, ela fala então para o garou.

Roland - Veja ele, é meu ex-parceiro. Matthew Park.

Andando no inicio do corredor e indo para sala de reuniões estava um homem de aparentes quarenta e oito anos, altura mediana, cabelos negros comuns e branco. Vestia uma roupa cara, sapatos de couro, calça de marca e um casaco de couro fino e negro e uma camisa branca italiana por baixo. Ronny poderia jurar que o homem estava com um pequeno sorriso nos cantos da boca.

Roland - Ele parece não ter envelhecido um só dia, confiava muito nele, mas nesses últimos anos acho que foi ele quem me traiu. O vampiro com toda certeza tinha gente no departamento, policiais e detetives, assim como gente de mais influencia. Não esperava que o desgraçado viesse.

Um policial do departamento todo uniformizado saí do salão e encontra Matthew, os dois sorriem um para o outro e apertam as mãos, não dava para o Garou ouvir o que eles diziam. Roland começa a ir até o salão novamente e seu rosto parecia misturar ira e curiosidade.


Narração
Pensamentos
(Ativação de Dons ou rolagens de dados)


"Muda tua mente ou eu a mudarei para ti." - Sombra do Ódio, Senhor das Sombras Philodox e Impuro.

Ficha do Sombra do Ódio - Senhor das Sombras, Philodox, Impuro e Cliath.
Ficha de Orlando Wayne - Fomor e parente dos Andarilhos do Asfalto.
avatar
Sombra do Ódio
Admin
Admin

Mensagens : 579
Data de inscrição : 10/01/2011
Idade : 27

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ronny "Passolargo" - Espadas Fantasmas (Concluído)

Mensagem  The Grand Wizard [Passo] em Dom 19 Ago 2012 - 0:13

Consigo enganar algumas pessoas e saio do lugar e com sorte consigo levar Roland comigo, depois disso no corredor vazio conversamos um pouco.

Roland - Perdão, quase perdi o controle. Você ajudou-me a controlar um pouco, obrigado.

Ronny - Não sabia que você também pode entrar em frenesi. Seja como for, de nada.

Roland - Não quero me enganar, seu interesse é no Artefato, não é?

Antes de poder perguntar ou falar qualquer coisa noto que o ar fica mais frio novamente, e também vejo que a aparição está com a atenção voltada para outra coisa.

Roland - Veja ele, é meu ex-parceiro. Matthew Park.

Olho discretamente para a pessoa em questão. O homem em questão está muito bem vestido e parece ter quase cinquenta anos, cabelos negros e pele branca, e um sorriso filho de puta na boca. O fantasma fala novamente.

Roland - Ele parece não ter envelhecido um só dia, confiava muito nele, mas nesses últimos anos acho que foi ele quem me traiu. O vampiro com toda certeza tinha gente no departamento, policiais e detetives, assim como gente de mais influencia. Não esperava que o desgraçado viesse.

Procuro perguntar de maneira baixa e rápida ao Roland.

Ronny - Você me contou como morreu, mas não contou o que foi dito sobre sua morte e da sua esposa. Eles encobriram as duas mortes como?

Vejo um policial cumprimentando o detetive, alguma coisa naquilo não me agradava, os dois pareciam dois bandidos sujos em vez de agentes da lei.

Os dois devem ser capangas dessa vampiro cuzão. Mas o que fazer? Vim aqui primeiro para pegar o fetiche e depois ver o que fazer. Não acho uma boa tentar alguma coisa com esses dois ao menos por agora nessa cerimônia.

Falo novamente de maneira baixa com Roland.

Ronny - Vim pegar o fetiche, acho que vai ferrar tudo se tentarmos causar confusão aqui, além de manchar sua memória. Se quiser eu tento sondar de leve qualquer coisa desses dois antes de pegar o fetiche e organizar sua vingança.





Frases de Ronny
- Você não deve esperar de mim nada além de escárnio, lisonja e mentiras. E jamais dê as costas para mim, filho da puta!
- Eu sou tolo por dizer que você é um idiota de primeira e apontar seus erros? Não há tolice maior do que ficar contra mim, é justamente isso que você fez, tolo.
- Inimigos suficientemente perfurados, mordidos, partidos ou explodidos, ou seu dinheiro de volta.
- Eu perguntei se eles queriam resolver tudo de um modo fácil. Fácil para mim.
- "Totalmente" é o meu modo favorito de FUDER as coisas!


Narração
- Minha Fala -
Pensamento
[Sobre a Rolagens de dados e detalhes do Sistema]
avatar
The Grand Wizard [Passo]
Admin
Admin

Mensagens : 1891
Data de inscrição : 24/12/2010
Idade : 27
Localização : Pra lá de Além Paraiba

Ver perfil do usuário http://lobisomemoapocalipse.livreforum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ronny "Passolargo" - Espadas Fantasmas (Concluído)

Mensagem  Sombra do Ódio em Seg 20 Ago 2012 - 15:20

O garou pergunta a Roland sobre sua morte.

Ronny - Você me contou como morreu, mas não contou o que foi dito sobre sua morte e da sua esposa. Eles encobriram as duas mortes como?

Parece que isso deixa ainda mais nervoso o morto inquieto. Ele responde com raiva na voz.

Roland - Nunca acharam meu corpo, apenas da minha mulher. As coisas foram manipuladas para todos pensarem que eu havia sido sequestrado por um antigo ladrão que eu tinha prendido há dezessete anos. Supostamente ele queria vingança, sequestrou-me, matou-me e sumiu com meu corpo. Foi pego e confessou ter matado e revelou onde estava o corpo da minha esposa. Tudo uma mentira, sei disso pois tirei essa merda dele próprio há dois anos. Ele foi encontrado morto na cela dele na cadeia. O desgraçado armou tudo, para todos os efeitos perdi minha vida nas mãos de um ladrão vagabundo, não nas mãos do maldito traficante morto-vivo.

Depois disso o garou fala novamente.

Ronny - Vim pegar o fetiche, acho que vai ferrar tudo se tentarmos causar confusão aqui, além de manchar sua memória. Se quiser eu tento sondar de leve qualquer coisa desses dois antes de pegar o fetiche e organizar sua vingança.

Roland reflete por algum tempo, depois diz de maneira fria.

Roland - Sim, tente então conversar com os dois, mas de maneira publica, não seja muito incisivo senão eles vão ser evasivos. Ao menos em meio ao publico, mas quando te pegarem sozinho...

O garou compreende, em publico eles seriam uma coisa, sozinhos eles iam pegar pesado com ele.

Roland - Faça isso de maneira rápida, não revele seu nome verdadeiro e muito menos diga que é meu filho, invente alguma coisa e procure fazer todos acreditarem nisso. Espere, não. Primeiro vamos pegar o seu pagamento, se provar ser o que você deseja você poderá investigar esses dois de maneira mais satisfatória. Se as coisas saírem erradas você dificilmente vai poder voltar ou ter oportunidade para pegar o Artefato, acredito que você possa pegar de maneira segura e depois esconder para quando ir embora ninguém notar que está carregando um machado. Se for capaz vamos lidar com isso primeiro.

Estranhamente o morto ri daquilo tudo. Ele começa a seguir corredor a dentro levando o garou para sala de provas e itens apreendidos. Por sorte ninguém reparava nisso e nem existia gente por ali, todo o lugar estava voltado para a cerimônia. A sala de provas era escura e cheia de prateleiras com coisas esquecidas e catalogadas. Armas de crimes, drogas, evidencias mais simples e banais. As luzes ficam acessas automaticamente quando eles entram na sala, existe logo na entrada uma mesa longa com duas cadeiras com um computador e telefone. Passando por ela iniciava as longas prateleiras com os itens. O morto anda com naturalidade em meio aquelas prateleiras. Eles seguem até os fundos, o garou não entendia muito bem como os itens eram catalogados e colocados nas prateleiras, talvez os itens mais velhos ficavam mais nos fundos. Eles finalmente chegam até uma prateleira nos fundos e com uma leve poeira, o morto apenas aponta para uma caixa de papelão grande com várias etiquetas coladas. Antes do garou poder pegar o fantasma diz.

Roland - Vai levar um tempo para eles notarem que sumiu, pegue a caixa sem colocas as mãos diretamente em qualquer coisa, não quer suas impressões digitais aí, ou quer? Pegue logo, deixe a caixa e vamos ver o que fazemos a seguir.


Narração
Pensamentos
(Ativação de Dons ou rolagens de dados)


"Muda tua mente ou eu a mudarei para ti." - Sombra do Ódio, Senhor das Sombras Philodox e Impuro.

Ficha do Sombra do Ódio - Senhor das Sombras, Philodox, Impuro e Cliath.
Ficha de Orlando Wayne - Fomor e parente dos Andarilhos do Asfalto.
avatar
Sombra do Ódio
Admin
Admin

Mensagens : 579
Data de inscrição : 10/01/2011
Idade : 27

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ronny "Passolargo" - Espadas Fantasmas (Concluído)

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 7 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum