Coração Fornalha da Fúria - Ahroun - Cliath - Crias de Fenris

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Coração Fornalha da Fúria - Ahroun - Cliath - Crias de Fenris

Mensagem  Convidado em Seg 17 Dez 2012 - 22:06

Nome do Personagem: Gregory Zeikran
Nome Garou: Coração fornalha da fúria
Nome do Jogador: Anatemaferox (Ricardo)

Raça: Hominideo
Augúrio: Ahroun
Tribo: Cria de Fenris
Conceito: Arruaceiro

Natureza: Predador
Comportamento: Caçador de Emoções


Características
Idade: 20
Nacionalidade: Norueguês
Cabelos: Loiros
Olhos: Azuis
Sexo: Masculino

Imagem Crinos:

.......................Altura:............................................ Peso:
Hominídeo:.......1,88m........................................... 70 kg
Glabro:.............2,10m........................................... 120 kg
Crinos:.............3m................................................. 460kg
Hispo:.............. 2,30m........................................... 420 kg
Lupus:.............1,00m............................................. 50kg


Atributos (7-5-3 qualquer ordem)

Atributos - Físicos - 7

- Força: 1+ 2 +1 = 4(5ptb) (Reservas de força)
- Destreza: 1+ 3 +1 = 5(5ptb) (Reflexos rápidos, graça sobrenatural)
- Vigor: 1+ 2 = 3

Atributos - Sociais - 3

- Carisma: 1+1 = 2
- Manipulação: 1+ = 1
- Aparência: 1+ 2 = 3

Atributos - Mentais - 5

- Percepção: 1+ 1 = 2
- Inteligência: 1+1 = 2
- Raciocínio: 1+ 3 = 4 (Sangue-frio)

Habilidades (13-9-5 qualquer ordem)

- Talentos -13

Prontidão: 2
Esporte: 2
Briga: 4 (2ptb) (Garras)
Esquiva: 3
Empatia
Expressão
Intimidação: 2
Instinto Primitivo: 1
Manha:
Lábia:

Perícias - 9

Emp. c/Animais
Ofícios
Condução: 2
Etiqueta
Armas Fogo:
Armas Brancas: 3
Liderança: 2
Performance
Furtividade: 1
Sobrevivência: 1

Conhecimentos - 5

Computador:
Enigmas
Investigação:
Direito
Lingüística: 1 (Norueguês e Inglês)
Medicina
Ocultismo: 2
Política
Ritos: 2
Ciências

Antecedentes (5 pontos)
Tocado:
Wyld: 1 (Gregory ainda não entende muito bem o porque, mas parece que a mão da wyld esta em seu ombro em tudo o que ele faz. A característica não foi herdada de seu avô, mais sim de um antepassado mais distante. Por isso Gregory tende a sempre ser o mais animado da turma, o mais 'afoito' por assim dizer) (Sempre que tiver um sucesso, adiciona mais um sucesso ao resultado em qualquer teste, mas quando tiver uma falha recebe um dado '1' para assegurar uma falha critica)

Raça Pura: 4

Dons : 3 Dons de Nível 1

- Tribo =
Descobrir Rival:
(Nível Um). Para um Fenris e qual outro predador a maior ameaça é justamente um rival, seja um urso que invadiu o território de caça ou um fomori que esteja competindo com o Garou em alguma atividade. O Fenris consegue sentir quais inimigos são as maiores ameaças pare ele e pode descobrir mais detalhes. Espíritos da Fúria ensinam esse Dom.
Sistema: O Garou deve testar Fúria com dificuldade 7. Basta um sucesso para ele sentir inimigos e rivais que estejam em um raio de até dez metros, esses inimigos podem ser desde animais comuns mas que sejam predadores como um crocodilo escondido em um lago até outro Garou. Vampiros, fomori e outras criaturas também podem ser sentidos. Quantos mais sucessos é maior a nitidez e a impressão que o Garou tem do inimigo (com cinco sucessos o narrador pode dizer os atributos e habilidades relevantes).

- Raça =
Garras Escondidas:
É dito que esse dom foi roubado dos Bastet’s hominídeos, e alguns Corax’s confirmar tal fato. Independe de como for, ele pode invocar sua herança, um Garou na forma Hominídea, Glabro ou Lupino pode criar garras e atacar como se elas estivessem em forma crinos. Espíritos Ancestrais ensinam esse dom, um espírito gato também pode ensinar, mas no geral se recusam dizendo que esse é um dom roubado.
Sistema: Basta o jogador dizer que quer ativar as garras, elas podem surgir nas mãos, pés e patas. Elas permanecem fora enquanto o Garou desejar. As garras causam força +2 de danos agravados com a mesma dificuldade de um ataque normal de garras na forma Crinos. Quando um Garou usa esse Dom na forma Hominídeo suas mãos apenas parecem crescer grotescamente e ganhar garras em vez de unhas, na forma Glabro geralmente essas garras ficam cobertas de pelos e ficam idênticas as garras do Garou na forma Crinos, na Lupina o Garou recebe bônus de ataque com garras igual a Hispo. Uma vez retesadas, o Dom deve ser usado novamente. Esse Dom funciona apenas na forma Hominídea, Glabro e Lupina, em Crinos e Hispo o dom não tem nenhum efeito.

- Augúrio =
Comando do Forte:
(Nível Um) Os Ahrouns não são muito sociáveis entre os garous e ainda menos entre outras criaturas. Apesar disso eles sabem bem que não precisa ser realmente bonito ou carismático para ter certo controle sobre alguém. Ele usa sua força bruta para comandar alguém dando uma ordem. Esses comandos devem ser obedecidos instantaneamente. Espíritos Lobos e Leões ensinam esse dom.

Sistema:. O Ahroun diz uma palavra para o alvo do dom que tem que obedecer, as ordens podem ser deitasse, corra, etc. Se a palavra for ambígua o indivíduo irá reagir com confusão temporária. Você pode incluir a palavra de comando numa sentença, ressaltando-a apenas levemente, desta forma escondendo dos outros o que você está fazendo (“Largue” isso. Fazendo o alvo largar uma arma que esteja segurando). Testa-se Força + Intimidação (dificuldade da Força de Vontade do alvo). Mais sucessos força o alvo a agir com maior vigor ou mais tempo de acordo com o narrador.



Rituais:


Descrição do Fetiche caso tenha:


Qualidades
Metamorfo(Qualidade: 7 pontos):


Metamorfose para você é tão fácil como respirar. Você não precisa fazer testes para mudar de forma, nem gastar o ponto de Fúria necessário para mudança instantânea. Você faz suas mudanças como se tivesse obtido cinco sucessos no seu teste de mudança de formas. Se você perder a consciência devido a ferimentos ou outra razão, você pode fazer um teste de Raciocínio + Instinto Primitivo (dificuldade Cool para escolher que forma assumir independente de voltar a forma racial.


Defeitos
Marca do Predador (Defeito: 2 pontos):


Você demonstra emanações de uma natureza predatória. Herbívoros fogem de você, enquanto carnívoros o veem como uma ameaça em potencial e podem desafiá-lo. Você não pode possuir a Perícia: Empatia com Animais.


Inimigo do Passado (Defeito: 3 pontos):


Você tem um inimigo hereditário, não devido a qualquer coisa que você tenha feito, mas devido a um de seus ancestrais que incorreu em sua ira. A força desse inimigo determina o valor do Defeito.

• Um poderoso vampiro ou criatura espiritual que jurou vingança contra os descendentes de seu ancestral (isto é, você) (3 pontos).


Transformação Forçada (Defeito: 2 pontos):


Certas circunstâncias forçam você a experimentar uma incontrolável mudança de forma. Você pode resistir gastando um ponto de Força de Vontade, mas uma vez que tenha mudado de forma forçosamente, você não pode mudar de volta até que a situação que a provocou tenha terminado. Você pode usar os seguintes exemplos ou criar suas próprias circunstâncias e custos em pontos (com a aprovação do Narrador).

• Álcool ou drogas forçam a mudança (2 pontos para Crinos)
Apesar de Gregory ter o dom de mudar de forma mais facilmente do que outros Garous, o fato de ser tocado pela wyld lhe deu talvez o dom de mudar de forma mais facilmente mas também lhe conferiu uma certa perda de controle sobre sua mudança enquanto estiver sobre efeito de drogas e álcool.



Intolerância (tribal) (Traições)

FÚRIA: 5+1=6 (1ptb)
GNOSE: 1
FORÇA DE VONTADE: 4+2=6 (2ptb)
POSTO: 1 (obrigatório)

RENOME (de acordo com o Augúrio)
- Glória: 2
- Honra: 1
- Sabedoria:

OBS: Dificuldade para absorver dano reduzida em um e um nivel adicional de vitalidade escoriado

Equipamento e Bem Possuídos:


Prelúdio/Historia:

Gregory nasceu na Noruega, mas, sua família migrou para o Canadá pra resgatar antigos laços com Crias de Fenris que viviam lá. E também por um outro motivo... Yuri Zeikran (Avô de Gregory) havia em uma missão invadido e eliminado a ameaça de sanguessugas na Noruega, depois de algum tempo de investigação fora descoberto que aqueles que foram mortos eram apenas crias e que seu mestre não estava entre os cadáveres carbonizados, mais tarde de alguma forma o sanguessuga descobriu o paradeiro de Yuri, e com armas de fogo e balas de prata trouxe o fim para quase todos os membros da matilha dele, apenas um sobreviveu, apenas porque o corpo do próprio Yuri serviu como escudo para que ele saltasse pra umbra, pra então transmitir a ultima mensagem de Yuri, para preparar a família e manter Gregory seguro até o dia que puder revidar. Mas o sanguessuga estava determinado a estender essa inimizade ao resto da família, e agora caça os Zeikran por Yuri ter destruído suas crias.

Gregory viveu uma vida calma, mas sempre teve o apoio da família (que eram parentes), em qualquer assunto (incluindo assuntos dos garous). A ele foi explicado as nuances da sociedade garou e da sociedade dos Crias. Nada de moleza pro neto de Yuri. Sua primeira mudança já foi esperada, mas não prevista. Durante seu caminho de volta da faculdade Gregory estava andando por uma rua escura e deserta, quando três sujeitos o cercaram, dois portando canivetes e um portando um revolver calibre trinta e oito. Gregory levantou as mãos pra cima como se estivesse se rendendo, mas o sorriso sarcástico em seu rosto demonstrava que ele não se preocupava muito, sabia o que estava adormecido dentro de si. A rua estava deserta e já eram meia noite, seu bairro era calmo, e a maioria dormia cedo para prestigiar o que estava por vir. Sacolejando a arma em direção a cabeça de Gregory o marginal deu a ordem com um gracejo

- Passa toda toda tua grana, se não vai ficar com mais buracos que a policia pode contar...

Os outros riram mas Gregory não estava mais rindo. Foi veloz e agarrou o cano da arma e direcionou para o outro marginal, a arma disparou acertando o estômago do marginal fazendo-o arquear e cair no chão em posição fetal choramingando, Se esquivou do terceiro marginal que vinha tentar apunhalar com aquele graveto de metal. Sem perceber Gregory solto o revolver, isso era tudo que o marginal queria. Um tiro atingiu Gregory no lado esquerdo de sua barriga fazendo aquele local explodir em uma dor gigantesca que logo fez aquilo que estava adormecido acordar. Gregory urrou e no instante seguinte era um monstro de três metros de altura. Sua pelagem era cinzenta e sua fúria imensa. Com o balançar das poderosas garras Gregory rasgou o marginal de baixo pra cima, fazendo-o voar até a parede de um prédio vizinho, o outro marginal estava paralisado de medo, e sua urina escorria por entre as pernas. Com precisão e força imensa Gregory separou a cabeça do corpo do desafortunado marginal que saiu rolando como uma bola de futebol.

Com o dia amanhecendo e logo a razão sendo recobrada, Gregory se levanta meio tonto, logo percebendo que não estava na casa de seus pais. A casa onde estava era escura e malcheirosa, com o cheiro de morfo prevalecendo sobre os outros. Uma fraca lampâda foi acesa iluminando apenas dois homens. Um tinha uma cicatriz que cortava-lhe a face direita onde só se podia ver um globo leitoso onde deveria estar seu olho direito. O outro não demonstrava ter nenhuma cicatriz aparente. Logo a voz do caolho se fez ouvir como um trovão ribombando

- Fico feliz que mais um modi tenha aparecido em nossa tribo. Mas... fico triste dele ser tããão fraco a ponto de deixar-se atingir por um merdinha como aquele. Vai precisar fazer um... curso intensivo no nosso acampamento hahahahaha

Logo o outro se junta as gargalhadas do outro, mas logo os dois param e o caolho fala mais uma vez

- Vamos fedelho, sou Primeiro filho, Ahroun Athro dos Crias de fenris, e esse ao meu lado é Trovão vigilante Philodox Athro da nossa tribo. E você vai vir com a gente, creio que seus pais já informaram o 'esquema' não é?. Tá, então vamos logo que não quero perder o rango la no acampamento...

Os três sairam em uma caminhonete até um caern que ficava próximo a um acampamento militar, lá Gregory recebeu as 'boas vindas' da seita e depois de um més já estava andando e lutando com outros crias de fenris. Logo Gregory já havia dominado alguns dos crias que 'implicavam' com ele. Assim mostrando que não era qualquer cria, e sim neto de Yuri.

O seu rito de passagem foi um dos esperados pela seita, mas não o único, mais três crias de fenris também tinham que passar pelo rito. E logo o rito dos três foi unido para que eles destruissem um bando de famor que espreitavam uma cidade não muito longe da li. dois dos quatro garous que foram mandados morreram, mas, Gregory e um skad sobreviveram e Gregory urrou clamando por mais batalhas, junto com seu companheiro, logo chegaram ao caern portando as mãos de todos os famor que encontraram, dentro de uma sacola. Com urros de viva Gregory recebeu o nome de Coração fornalha da fúria modi cliath dos Crias de Fenris

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum