Letho Silver Moon - Demônio dos Olhos de Rubi: Impuro Ahorun Cria de Fenris

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Letho Silver Moon - Demônio dos Olhos de Rubi: Impuro Ahorun Cria de Fenris

Mensagem  Convidado em Ter 5 Mar 2013 - 12:40

Nome do Personagem: Letho Silver Moon
Nome Garou: Demônio dos Olhos de Rubi
Raça: Impuro
Augúrio: Ahorun - Lua Cheia
Tribo: Crias de Fenris

Deformidade de Impuro - Olhos da Besta
Spoiler:
As marcas deixadas por Luna para seu futuro fizeram Gaia ser caprixosa na escolha de sua desgraça. Uma disturbação ocular o acomete: Em todas suas formas a íris de seus olhos possui um tom rubro intenso, o dando traços demoníacos e perturbadores. Essa deformidade causa uma dificuldade de +1 em todos seus testes sociais exceto de Intimidação, além do que dificultam sua ocultação por sintilar especialmente durante a noite, aumentando em +1 seus testes de Furtividade.


Natureza: Predador
Comportamento: Valentão

Características:

Idade (Aparente): 8 (20) anos
Nacionalidade: Canadense
Cabelos: Pretos
Raça: Calcasiano
Olhos: Vermelhos
Sexo: Masculino

Formas:

Hominídea: Alto, com músculos proporcionais ao corpo mas extremamente definidos, cabelos negros e pele clara. Olhar intimidador e postura invariavelmente reta.

Glabro: Os pêlos e cabelos criam mechas cinzas e ficam mais espessos, a musculatura torna-se desproporcional mesmo ao tamanho do corpo.

Crinos: Adquire uma pelagem cinza, curiosamente sem falhas ou cicatrizes.

Hispo: Transmite um olhar penetrante e atormentador por aparentar tranquilidade em uma forma de musculatura avantajada.

Hispo: Apesar de intimidar pelo tamanho geralmente passa serenidade pelo modo de andar e as expressões faciais.

Descrição:

........................Altura:.......................................... Peso: Hominídeo:.....2,15m............................................120kg Glabro:............2,44m............................................200kg Crinos:.............3,35m............................................500kg Hispo:..............2,26m............................................480kg
Lupus:..............1,12m.............................................50kg

Atributos:

Atributos - Físicos (7)

- Força: 4 (Punhos de Ferro)
- Destreza: 2
- Vigor: 4 (Resistente)

Atributos - Sociais (3)

- Carisma: 2
- Manipulação: 2
- Aparência: 2

Atributos - Mentais (5)

- Percepção: 3
- Inteligência: 2
- Raciocínio: 3

Habilidades:

Habilidades - Talentos (13)

Prontidão: 2
Esporte: 1
Briga: 3
Esquiva: 2
Empatia: 1
Expressão:
Intimidação: 2
Instinto Primitivo: 2
Manha:
Lábia:

Habilidades – Perícias (9)

Empatia com Animais: 1
Ofícios:
Condução:
Etiqueta:
Armas Fogo:
Armas Brancas: 2
Liderança: 1
Performance:
Furtividade: 2
Sobrevivência: 3

Habilidades - Conhecimentos (5)

Computador:
Enigmas: 3
Investigação:
Direito:
Lingüística:
Medicina:
Ocultismo: 2
Política:
Ritos:
Ciências:

Antecedentes: (5 + 6 PB)

Raça Pura: 5
Profecia: 5 (5 PB) - Irá reunir uma matilha com alguns dos melhores Garou do mundo e serão uma Matilha de Prata.
Rituais: 1 (1 PB)

Dons:

- Tribo = Força da Dor
- Raça = Garras-Esporas
- Augúrio = Garras Afiadas

Rituais:

Saudação à Lua
Spoiler:
Este rito é uma exuberante peã para Luna. Durante este ritual, o Garou uiva uma elaborada saudação à lua. Essa saudação varia de acordo com a fase da lua.

Sistema: Celebrar este ritual todas as noites, ao nascer da lua, no decorrer de uma fase inteira do astro, capacita o personagem a acrescentar um dado a todos os testes que envolvam interações sociais com os Garous do augúrio correspondente àquela fase na próxima noite em que a lua atingir a fase em questão.

Visão Lunar
Spoiler:
Por meio desse rito o Garou usa dos olhos de Luna para guiar-se na escuridão noturna. O ritual consiste em um uivo ao começo de cada noite para provar a dedicação do Garou com Luna.

Sistema: Ao início de cada noite o Garou sela sua afinidade com as trilhas da mãe noite, uivando em sua forma Crinos durante uma hora ininterrupta para contemplar Luna. O feitio desse ritual dá ao executor uma visão noturna perfeita. Até o nascer do dia são ignoradas todas as penalidades por ausência de luminosidade. O ritual deve ser executado com contato visual com a lua, logo não pode ser executado sob a lua nova, e se a visão do Garou da lua for interrompida, deve-se recomeçar o ritual.

Manobra Especial:

Incapacitar
Spoiler:
Com este ataque violento, o lobisomem enterra as presas na parte inferiorr da perna de seu alvo e arranca os tendões. Se tiver sucesso, o ataque tolherá severamente os adversários quadrúpedes e aleijara os bipedes (diminua pela metade as taxas de movimentação dos adversários quadrúpedes). Também é possivel executar este ataque com as garras, embora isso pareça menos natural. Dano provocado por este ataque é agravado, em geral, um lobisomem solitário usa esta manobra para retardar o oponente até que sua matilha possa se juntar à batalha.
Empregável por: Crinos, Hispo e Lupinos
Teste: Destreza + Briga Dificuldade: 8 Danos: Força + Aleijamento
Ações: 1


FÚRIA: 5
GNOSE: 3
FORÇA DE VONTADE: 5 (1 PB)
POSTO: 1 - Cliath

RENOME:
- Glória Permanente: 2
- Honra Permanente: 1
- Sabedoria Permanente:

Vantagem Tribal - Pele de Fenris
Spoiler:
Os Crias de Fenris são alguns dos guerreiros mais duros de todas as Tribos. Uma razão para isto é a pele espessa deles/delas. Um Crias de Fenris ganha um nível de vitalidade adicional Escoriado e tem dificuldade para absorver dano diminuída em 1.

Fraqueza Tribal - Intolerância
Spoiler:
Covardia - Por sua criação, acabou entendendo que o poder é dado como uma responsabilidade, e é dever dos providos de força proteger os abaixo deles. A vida é uma via de mão dupla, e todos são importantes em seus devidos lugares.

Qualidades:

Marte Ascendente (Mars Rising) (6 pontos)
Spoiler:
O fogo da batalha corre por suas veias e se comunica por todos os aspectos do seu ser. Os seus olhos brilham com a ferocidade da águia, e sua postura demonstra que você está sempre pronto para o combate. Os Crias de Fenris celebram o nascimento de qualquer membro de sua tribo nascido quando Marte está Ascendente — particularmente Ahrouns, Galliards ou Philodoxes. Você ganha um dado extra em suas rolagens em todos as ações ofensivas em combate; você pode adicionar este bônus para o sua rolagem de ataque ou de dano a cada turno. Esse bônus não se aplica a ações defensivas ou a rolagens de absorção.


Ligado á Lua (2 Pontos)
Spoiler:
Você é mais ligado ao seu augúrio que a maioria dos Garou. Quando Luna estiver na fase crescente de seu augúrio, você recebe um dado extra em todos os seus testes. Correspondentemente, quando Luna estiver minguando em seu augúrio, você perde um dado em todos os seus testes.

Auspício/Aparência da Lua/Fase da lua/Duração em dias Ragabash / Completamente escura / Nova/ 1 dia Theurge /Menos de metade clara, o resto escura /Crescente ou Minguante /6 dias crescente, 6 dias minguante Philodox / Metade clara, metade escura / Crescente ou Minguante /1 dia crescente, 1 dia minguante Galliard / Mais de metade clara, com uma parte escura / Crescente ou Minguante /6 dias crescente, 6 dias minguante Ahroun / Completamente clara / Cheia / 1 dia

Ragabash e Ahroun recebem um dado extra em todos os testes, mais apenas em um dia. Ele não perde 1 dado pois não tem lua minguando.

Corpo Grande (4 Pontos)
Spoiler:
Você alcança uma altura próxima a 2,10m de altura e pode pesar algo em torno de 180kg em sua forma Hominídea; suas outras formas são proporcionalmente grandes. Essa Qualidade confere um nível extra de vitalidade, que age como um Nível de Vitalidade Escoriado extra para fins de dano e penalidades por ferimentos. Claro que, com seu imenso tamanho vem alguns problemas (se misturar numa multidão, encontrar roupas que sirvam, procurar assento num avião)...

Brigão (1 ponto)
Spoiler:
Sua aparência é bárbara o suficiente para inspirar medo ou pelo menos inquietação naqueles que o vêem. Embora não seja necessariamente feio por si, você irradia uma espécie de ameaça silenciosa, ao ponto de fazer com que as pessoas atravessem a rua para não passar a seu lado. A dificuldade de todos os seus testes de Intimidação contra pessoas que ainda não lhe demonstraram superioridade física fica reduzida em 1.

Físico Impressionante (2 pontos)
Spoiler:
Um Garou com essa qualidade pode adicionar um dado a todos os testes que envolvam intimidação. O Cria parece perigoso tanto no comportamento quanto na aparência e exala uma aura de autoconfiança que ajuda a impressionar seus oponentes.


Defeitos:

Transformação Amaldiçoada - Durante o Dia (5 pontos)
Spoiler:
Alguma circunstância, evento ou situação inibe sua habilidade de mudar de formas, exceto em caso de retornar a sua forma racial. Superar esse fator restritivo exige o gasto de um ponto de Força de Vontade e um teste com dificuldade de 8.

Transformação Forçada - Lua Cheia o Força a Mudar Para Crinos (2 Pontos)
Spoiler:
Certas circunstâncias forçam você a experimentar uma incontrolável mudança de forma. Você pode resistir gastando um ponto de Força de Vontade, mas uma vez que tenha mudado de forma forçosamente, você não pode mudar de volta até que a situação que a provocou tenha terminado.

Bens Possuídos:
Sobretudo (Ritualmente Dedicado)
Mudas de Roupa
Mochila de Viagem
Kit Básico de Sobrevivência (composto de faca militar, saco de dormir, cantil de 1L e 10m de corda)


Prelúdio:

"Do pecado surgirá a Redenção
Do amor se fará o Ódio
Da desgraça tomará forma a Glória
Da dor nascerá a Força
Da incerteza aparecerá o Caminho
Da escuridão virá a Luz"

Esse foi o meu legado, minha desgraça abençoada, um ponto de equilíbrio entre Gaia e Luna. Sobre o meu destino foi pregado que eu seria aquele que atentaria contra a mácula da Wym de forma impiedosa, liderando um grupo Garou de poder sem precedentes, viria de baixo mais minha ascenção seria rápida, e sobre o comando da abençoada matilha realizaria feitos de importância crucial em meio ao Apocalipse.

Criado em um Caern no sul canadense, cresci com pouco contato com a civilização humana, e sinceramente nunca me agradei muito dela. Os ares naturais sempre me fascinaram apesar de tudo.

A profecia que rege minha vida foi recebida e orada por um Theurge Portador da Luz Interior que ocupava o cargo de Ancião que levava o nome de "Olhos de Falcão" por suas conhecidas visões do futuro. Em qualquer outra circunstância esse fato seria praguejado, mas pelo posto que o profeta possuia, minha vinda ao mundo foi glorificada por todos de minha seita.

Olhos de Falcão dizia: "Ele virá da vergonha, e como tal pagará o preço: Seus olhos serão vermelhos como o sangue, mas não se enganem pela marca de Gaia. Este será a mão de Luna sobre o mundo, e sua alma será intimamente ligada a dela. Trará consigo a força e o ódio que serão necessários para a busca da paz por seus irmãos. Quando Luna encobrir o fogo do céu para lhe trazer conforto e Marte ascender para contemplá-lo com sua ira, o Santo Demônio virá." E assim foi feito.

Em uma tarde de clima quente e sol forte, ao meio-dia, um eclipse solar total teve início sobre o Caern, os ventos sopraram fortemente, o céu se fechou de nuvens negras e densas trazendo uma chuva forte e raios desenfreados, e assim nasci.

Fui criado por Olhos de Falcão no Caern, recebi educação e treinamento especial. Esse aspecto faria de muitos Garou antropólogos e filósofos, no entanto, fora o mínimo para controlar o temperamento abusivo que provavelmente criaria não fossem meus ensinamentos. Apesar de ser Impuro, um Ahorun Cria de Fenris de Raça Pura e Destino crucial na guerra apocaliptica naturalmente tenderia a se fechar em arrogância profunda, ainda assim, o mais longe que consegui chegar não passou nem perto de se poder chamar de sabedoria.

Inevitavelmente sempre me preocupei com meus familiares sanguíneos, mas a sabedoria de Olhos de Falcão aplacou minhas dúvidas e ansias com o tempo, ele costumava dizer: "Seus pais são Marte e Luna meu pequeno, deles surge o fogo que queima em sua alma e por isso sua vinda foi louvada, tudo que faço é pra tornar seu destino real."

Tudo o que sei de meus pais é que estão mortos e que em vida, salvo por terem me gerado, foram grandiosos. Meu pai morreu em uma missão suicida, semelhante às quais estava habituado a ir e voltar, esta por sua vez era para tentar se redimir do pecado de ter me gerado e minha mãe morreu durante meu parto, e até o dia de sua morte cumpriu com a obrigação de shamã no Caern. Descendo de uma linhagem pura, o sobrenome hominídeo que carrego é fruto da junção dos nomes das famílias de meus pais.

A família de minha mãe, Silver, era tradicionalista, e recebera esse nome por sua afinidade com Klaives, seus parentes eram forjadores excepcionais, e os Garou usavam com maestria tais armas, os bardos entoam por vários locais seus feitos de longa data. Já minha família paterna, Moon, foi dotada desse nome por seus frênesis sem precedentes, mesmo para Garous, a mão de Luna sempre fora pesada sobre eles, a Fúria brotava de forma assustadoramente natural em suas veias por longas gerações.

Sempre tive uma ligação extreita com Luna. Apesar de ser um fator restritivo, entendo a dificuldade em me transformar durante o dia como um ato de amor, afinal, é como uma mãe que tenta impedir seu filho de se expor à riscos enquanto não está por perto. Ainda nessa linha de pensamento, vejo as cobranças de minha mãe sobre a força diária que me dá: Enquanto ela está em sua aparência perfeita, me mostra o sentido de minha vinda ao mundo, abraçando-me a minha forma Crinos.

Os anos se passaram, nunca pude me queixar da vida que possuia, minhas únicas obrigações eram com o Caern, mas meu futuro não havia me reservado algo de pacato como vida. Os boatos sobre a profecia em torno de mim chegaram aos ouvidos do mal e geraram um ataque em massa de agentes da Wyrm ao Caern. Ao fim de um fervoroso combate, o único a restar vivo dos dois lados da batalha era eu.

As cenas do combate após só restarem corpos e sangue ao chão ecoavam em minha mente, sem mais rumo após perder tudo oque conhecia, abandonei o Caern atormentado, posto de pé somente pela fé em Luna, minha mãe protetora.

Muito da sabedoria de Olhos de Falcão me acompanha nas andanças recentes e solitárias que a poucos meses venho tendo como vida, mas a luta nasceu para imperar em meu ser, e após velo morrer tomei convicção de que apenas os fortes permanecem de pé, apesar de uma vida dedicada ao auto-controle, uma única noite foi o suficiente pra fazer de mim o guerreiro que Luna esperava; contudo, meus aprendizados me livraram de tornar-me uma aberração irracional.

Atualmente não tenho paradeiro, vivo somente por saber que Luna tem um propóito grande em mim, e eu devo ser sua lança sobre a Terra. Em busca de respostas, sob minha intermiável missão de ajudar na guerra contra a Wyrm, me dirijo à Vancouver, o reduto urbano dos Garou.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum