Presa de Sangue - Pecados Herdados

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Presa de Sangue - Pecados Herdados

Mensagem  kausBR em Seg 30 Set 2013 - 19:57

Presas de sangue decidiu procurar pistas sobre o desaparecimento de seu pai e se embrenhou nas zonas desconhecidas da floresta. Após muito tempo de viagem, quando já estava com fome, ele encontrou uma javali grávida atolada num lamaçal e decidiu libertá-la. A suína saiu correndo e Presas de Sangue seguiu o caminho que ela havia feito Durante algum tempo, ele encontrou coelhos e outras presas mortas pelas patas de um javali, que lhe serviram de comida para prosseguir viagem. Quando chegou ao rio, teve que abandonar a trilha do javali e seguir investigando mais áreas desconhecidas. ao se deparar com um grande rochedo no meio da mata, ele descobriu glifos de seu pai e dos guhral gravados na rocha, mas foi abordado por uma gata metamorfa que o colocou pra dormir e o deixou perto de seu ponto de partida.

--X--X--X--X--X--X--X--X--X--X--X--X--X--X--X--X--X--X--X--X--X--X--X--X--X--X--X--X--

Presa de Sangue, desperta no começo de sua jornada, ele não entende como aconteceu. Mas definitivamente os cheiros não o traem, ele regressou, e seu corpo também é honesto a viagem não foi só um sonho.
Está exausto, e com fome, mas a ideia de mais um dia sem alcançar seu pai o irrita, ele se pega em duvida, se volta ao Caern ou desafia mais um dia na floresta. No Caern ele poderá saber melhor sobre o povo gato, pois é certo que aqui não o território deles. Mas a menção do Bastet é clara, ele não foi o primeiro.
avatar
kausBR
Peregrinos Silenciosos
Peregrinos Silenciosos

Mensagens : 319
Data de inscrição : 23/09/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Presa de Sangue - Pecados Herdados

Mensagem  Tony.Zefs em Qua 2 Out 2013 - 19:33

Acordo desnorteado e percebo que estou novamente no inicio da minha trilha...

"Aquela Gata... O que ela esconde... E se fosse uma inimiga teria me matado ao invés de me colocar desacordado. Preciso descobrir mais sobre os gatos, mas se me demorar muito, ela pode desaparecer... O melhor é ver se a alcanço. Tenho que confiar em Erimant para me ajudar na jornada."

Levanto e sacudo o corpo... Me harmonizo com o ambiente a volta [pequeno ritual] e procuro algum cheiro de presa a volta.

"Preciso encontrá-la... Ela pode me fornecer informações sobre meu pai..."

Após me alimentar e saciar a sede retorno a trilha... Me encaminho para o local onde a Bastet estava... Como agora tenho um local para ir, não me atento a paradas desnecessárias, apenas para caçar e descansar.


Narração
Minha Fala
Pensamento


                                                                                                         

Neal Schmitt -  Domador de Aranhas - Andarilho do Asfalto - Hominideo - Ragabash

Presa de Sangue - Garra Vermelha - Lupino - Arhoun

Oliver Queen - Parente Fianna - Socio da Alpha Moon
avatar
Tony.Zefs
Moderador
Moderador

Mensagens : 540
Data de inscrição : 25/09/2012
Idade : 28
Localização : Casa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Presa de Sangue - Pecados Herdados

Mensagem  kausBR em Sex 4 Out 2013 - 18:57

[Presa de sangue rolou 5 dados de 10 lados com dificuldade 3 para caça que resultou 6, 3, 1, 4, 4 - Total: 3 Sucessos]

Como Presas de Sangue estava em território conhecido foi fácil para ele achar 2 carneiros, se embrenhando na mata pegou-os facilmente, após se banquetear, já estava anoitecendo, ele então segui caminho até a Gata novamente.

[Presa de sangue rolou 5 dados de 10 lados com dificuldade 4 para percepção que resultou 2, 10, 2, 9, 2 - Total: 2 Sucessos]

Por não ser natural é fácil para Presas de sangue perceber o silêncio anormal na floresta, nem mesmo grilos, durante toda a noite ele se sente vigiado, seguido, mas não consegue detectar quem ou o que o está espreitando, e isso continua até o amanhecer, seus nervosos já estão tensos e sua mandíbula rija pela do bote que não veio, quando Hélios se apresenta, ele chega até o rio.

[Presa de sangue rolou 5 dados de 10 lados com dificuldade 8 para rastrear que resultou 5, 2, 2, 1, 8 - Total: 0 Sucessos]

Por estar tentando seguir seu próprio cheiro, Presa de sangue não detecta nada através do olfato e vê claramente que tentaram apagar a trilha que ele seguiu. Porem ele é um lobo, um predador e sabe ter paciência.

[Presa de sangue rolou 5 dados de 10 lados com dificuldade 8 para rastrear que resultou 5, 8, 3, 9, 5 - Total: 2 Sucessos]

Após mais um tempo ele encontra novamente o caminho, a gata ou quem quer que seja, fez um trabalho quase tão bom quanto esperava, deixando vestígios de pelo da Javalina prenha. Com hélios após o meio céu já beijando seu flanco direito, Presas está próximo da marca dos guhral, porem sabe que se for da mesma forma não terá nenhum resultado novamente.


-A coragem alimenta as guerras, mas é o medo que as faz nascer..
--Somos todos campos de batalha, nos quais se digladiam deuses...
---Você não morre pela sua matilha. Você vive por ela! Levante-se! Se tem tempo para pensar em uma morte bela, porque não vive belamente até o fim?
avatar
kausBR
Peregrinos Silenciosos
Peregrinos Silenciosos

Mensagens : 319
Data de inscrição : 23/09/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Presa de Sangue - Pecados Herdados

Mensagem  Tony.Zefs em Seg 7 Out 2013 - 12:01

É fácil achar caça e posso me refazer. Continuo o meu caminho, a noite sinto estar sendo vigiado, porem não consigo identificar quem ou o que esta me seguindo.

Meu corpo se mantem rígido ante a possibilidade de batalha, Hélios sobe aos céus e retomo o meu caminho alcançando o rio e após um tempo sei que estou próximo da marca do Guhral.

Paro para poder retomar o folego e pensar mais claramente.

”Não posso agir como antes, porem sei que inicialmente não é intenção da Fera me matar, pois poderia ter feito isso no momento em que me deixou desacordado. Sinto que algo está me seguindo desde que retomei o caminho até aqui, pode ser ela novamente, porem tenho que me manter alerta. Sei que meu pai, ou alguem relacionado a ele no minimo, já esteve por aqui. Tenho que jogar o jogo dela…”

Me levanto e sabendo que estou entrando no território da Bastet uivo, informando que estou no local e a convocando a minha presença, me encaminho para o local onde a vi pela ultima vez. Me mantenho alerta para qualquer ataque vindo dela ou de qualquer outra criatura. Caso seja possível vou tentar identificar quem está me seguindo.

---------
Caso a veja, vou me sentar e me comunicar com ela.

”Peço desculpas por adentrar o seu território, mas a minha busca é Nobre, apenas preciso que me conte uma historia e partirei do seu território e não mencionarei a existência deste local. Sou Presa de Sangue, Arhoun dos Garras Vermelhas, não tenho intenção de lutar, apenas busco por aquele que deixou a marca na parede, Sombra Vermelha, meu pai. O nome lhe é familiar ? Ajude-me e poderei lhe ajudar no que precisar.”


Narração
Minha Fala
Pensamento


                                                                                                         

Neal Schmitt -  Domador de Aranhas - Andarilho do Asfalto - Hominideo - Ragabash

Presa de Sangue - Garra Vermelha - Lupino - Arhoun

Oliver Queen - Parente Fianna - Socio da Alpha Moon
avatar
Tony.Zefs
Moderador
Moderador

Mensagens : 540
Data de inscrição : 25/09/2012
Idade : 28
Localização : Casa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Presa de Sangue - Pecados Herdados

Mensagem  kausBR em Ter 8 Out 2013 - 11:00

Após poucos minutos, você a vê se aproximando, ela está na forma de quadrúpede e fala:

-- Novamente você por aqui. Pelo menos dessa vez parece mostrar respeito, diga, o que quer?

”Peço desculpas por adentrar o seu território, mas a minha busca é Nobre, apenas preciso que me conte uma historia e partirei do seu território e não mencionarei a existência deste local. Sou Presa de Sangue, Arhoun dos Garras Vermelhas, não tenho intenção de lutar, apenas busco por aquele que deixou a marca na parede, Sombra Vermelha, meu pai. O nome lhe é familiar ? Ajude-me e poderei lhe ajudar no que precisar.”
Você percebe uma mudança de postura clara, e reconhece, ela está contendo sua fúria, algo não parece ter dado muito certo por aqui, entre seu pai e ela. Ela emite um som claro de chamado e grita em fúria:

--- Você é filho daquele..Daquele!...Daquele assassino! Ele invadiu nosso território matou meu irmão e minha mãe! Você ira me acompanhar, se diz ser honrado, vou leva-lo para julgamento e faze-lo pagar pelos erros de seu pai!


-A coragem alimenta as guerras, mas é o medo que as faz nascer..
--Somos todos campos de batalha, nos quais se digladiam deuses...
---Você não morre pela sua matilha. Você vive por ela! Levante-se! Se tem tempo para pensar em uma morte bela, porque não vive belamente até o fim?
avatar
kausBR
Peregrinos Silenciosos
Peregrinos Silenciosos

Mensagens : 319
Data de inscrição : 23/09/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Presa de Sangue - Pecados Herdados

Mensagem  Tony.Zefs em Dom 13 Out 2013 - 21:55

Uivo e logo a vejo se aproximando.

Quando menciono o nome do meu pai, percebo ela conter a sua fúria.

Ela fala que ele e um assassino e que aniquilou dois membros da família dela e cobra que eu a acompanhe para responder pelos seus crimes.

"Meu pai um assassino? Ele com certeza teria motivos para tal."

Observo a sua postura e procuro ver se é alguma farsa.

Caso sinta sinceridade em sua voz, falo.

"Primeiro fale-me o seu nome! Seguirei vc e iremos falar sobre meu pai! Se ele atacou existiu alguma razão! Vou ver um jeito de poder reparar as suas atitudes.

Assim que ela se apresentar vou segui-la, porém sempre mantenho uma vigilância e pronto para me defender.


Narração
Minha Fala
Pensamento


                                                                                                         

Neal Schmitt -  Domador de Aranhas - Andarilho do Asfalto - Hominideo - Ragabash

Presa de Sangue - Garra Vermelha - Lupino - Arhoun

Oliver Queen - Parente Fianna - Socio da Alpha Moon
avatar
Tony.Zefs
Moderador
Moderador

Mensagens : 540
Data de inscrição : 25/09/2012
Idade : 28
Localização : Casa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Presa de Sangue - Pecados Herdados

Mensagem  kausBR em Ter 15 Out 2013 - 12:08

Tony.Zefs escreveu:Caso sinta sinceridade em sua voz, falo..
[Presa de sangue rolou 5 dados de 10 lados com dificuldade 4 para detectar que resultou 5, 3, 1, 2, 3 - Total: 0 Sucessos ]

Mesmo a raiva dela transbordando, Presas de Sangue não sabe dizer se é sincera, por não conhecer muitos felinos.

Tony.Zefs escreveu:"Primeiro fale-me o seu nome! Seguirei VOCÊ e iremos falar sobre meu pai! Se ele atacou existiu alguma razão! Vou ver um jeito de poder reparar as suas atitudes.
--- Sou Lenna dos Bagheera, Impura, Akaa! Razão? Que razão há em invadir nossa casa e matar minha mãe e irmão!

Ela para depois dessa explosão, fecha os olhos e respira por 2 min para se acalmar e com a voz normal diz:

-- Vamos, direi a você as 3 regras que deve respeitar, elas são. Respeite seu anfitrião, meu Pai, Wepmose ; Respeite os habitantes, nossa família; e Respeite a terra.

Após ele concordar com as regras ela o toca e ele sente como se tivesse cruzado a película. Ele se sente sufocado, a película é muito forte lá [Dif:10], mesmo assim Lenna o levou facilmente.

--Presas de sangue, você está em nosso território, você não é forte igual seu pai e estamos cientes de você, portanto não aja tolamente, sua vida será tomada facilmente aqui, e não discuta com meu pai, ele sabe ler as verdades em tudo mas está cansado por causa de ter banido seu pai. Se meu pai quiser responderá suas perguntas.

Presas, agora no território dela, pensa se seu julgamento foi correto, ela demonstra uma sensação de força e confiança, ele não é uma Cliath.

[Presa de sang rolou 5 dados de 10 lados com dificuldade 6 para se localizar que resultou 8, 4, 9, 4, 10 - Total: 3 Sucessos]

Essa área é a Umbra rasa, isso presas tem certeza, mas não é nada do que ele saiba, na verdade presas nunca veio até a umbra rasa, isso nunca foi necessário, mas dizem que deveria ser um vácuo sem nada, porem ele está de frente para um grande monumento levantado que parece ser feito de pedras amarelas, e está pisando em areia muito fina, quase como a beirada de algum lago, porem não á água em lugar nenhum. No céu não vê Hélios mas sente seu calor e luz tambem não a sombras alem das deles 2.

Spoiler:


--X--X--X--X--X--X--X--X--X--X--X--X--X--X--X--X--X--X--X--X--X--X--X--X--X--X--X--X--  

Eles entram naquele lugar, e andam tanto que Luna já deveria ter aparecido, mas lá ainda parece ser ensolarado, o lugar tem varias imagens de macacos(homens) nas paredes, sempre reverenciando um ser com corpo de macaco e cabeça de gato. E finalmente chegam até grandes portas duplas, Lenna toca nas portas e elas se abrem, sem emitir nenhum rangido, lá dentro existem varias almofadas, vários gatos magros, por volta de ums 50, metade parente, metade Bastet. No centro tem um tecido cobrindo um grande volume de almofadas e algo que fede horrivelmente nelas, quando Lenna se aproxima uma voz diz:

-- Lenna por que trouxe, o filho daquela besta aqui? Se é filho daquilo, com certeza serve a Cahlash.

Lenna fica horrorizada e diz:

--- Pai ele veio por conta própria para ser julgado por ti! Peço que as emoções não turvem seu julgamento pai. E por favor também devemos respeitar nossos hóspedes.

-- Oh! Então veio para pagar pelos crimes de seu pai? Bem venha aqui lobo e se apresente a mim.

Assim que se aproxima o cheiro é mais pungente é cheiro de morte, quando abre a cortina, o que vê faz ficar feliz por estar com o estomago vazio. O corpo de uma amalgama entre humano e felino, como um Crinus, cheio de cicatrizes todas com pus e bordas negras, ele está sem uma perna e sem alguns dedos da mão, no rosto tem a pior cicatriz de todos, que rasgou o rosto dele de orelha a orelha, cegando-o. Após as devidas formalidades Wepmose  Diz:

-- Seu pai invadiu meu território, sem autorização, só isso já é punível, não satisfeito trouxe consigo uma horda de espíritos da Cahlash, Eu fui forçado a bani-los me maculando no processo! Eu e minha companheira, lutamos contra ele, eu o decapitei-o, ele simplesmente continuou a morder, e arrancou a minha perna *Mostra o toco enegrecido e podre*, então ele colocou a cabeça no lugar novamente e atacou e matou minha companheira e meu filho mais velho. Então ele simplesmente foi embora com o corpo de minha companheira na boca! Ela nem vai ter o direito de se reerguer, o seu Khu ainda está preso no corpo! Ela foi perdida para sempre! Então jovem me diga como poderia eu aceitar menos do que a sua vida como punição pelas ações de seu pai! Mas por mil inundações eu não quero a vida de ninguém, eu quero a minha preciosa Karoma. O que você pensa que pode fazer sobre isso?

E então depois desse rompante ele, volta a conter sua respiração pesada e sofrida. Mais calmo e controlado ele continua:

-- minha tola filha não entende que a justiçanão gera nada e é cega. Mas por que se atirou aqui, isso foi suicídio jovem, você é um protetor de Gaia e o que fez não leva sua missão como meta...


-A coragem alimenta as guerras, mas é o medo que as faz nascer..
--Somos todos campos de batalha, nos quais se digladiam deuses...
---Você não morre pela sua matilha. Você vive por ela! Levante-se! Se tem tempo para pensar em uma morte bela, porque não vive belamente até o fim?
avatar
kausBR
Peregrinos Silenciosos
Peregrinos Silenciosos

Mensagens : 319
Data de inscrição : 23/09/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Presa de Sangue - Pecados Herdados

Mensagem  Tony.Zefs em Qua 16 Out 2013 - 21:09

Ela fala com sinceridade, mesmo estando tomada pela raiva. Porem ela respira e fecha os olhos se acalmando. E me passa as regras que tenho que respeitar em seu território.

Ela me toca e eu sinto cruzar a pelicula, a sensação de sufoco é grande.

”A pelicula é muito densa aqui… Nem proximo das habitações dos simios costumo sentir uma pelicula assim forte… Onde exatamente estou ?

Ela me alerta para não fazer nada que ameaçe a eles.

Seguimos um longo caminho, sinto o calor de Helios mesmo sem ve-lo no ceu. E mesmo Luna não aparece no ceu depois de um tempo. É como se andasse em meio ao deserto, um grande monumento se apresenta a minha frente. As figuras dos homens com cabeças de animais estão em todo o local.

[color=orange]”Estou na Umbra rasa com certeza… Mas pelas historias que ouvia, isso seria apenas um grande vacuo entre os mundos.

Seguimos até a entrada, duas grandes porta bloqueiam o nosso caminho, porem a gata toca na porta e a mesma se abre facilmente.

No interior vejo cerca de uns 50 gatos, vejo refletido nos olhos de alguns a furia de Gaia, porem em outros apenas o calor que sinto nos lobos das matilhas.

”Companheiros e Feras… Tal qual uma matilha de lobos… Talvez não sejamos tão diferentes.

Ao centro um grande pano negro, envolve algo que fede horrivelmente. Ao nos aproximarmos ouço uma voz sair do que quer que seja embaixo do pano.

Assim que Lenna me apresenta ao seu pai, me aproximo. Meu focinho doi com o cheiro que sai do corpo da criatura.

”Morte… Simplesmente ela chegando aos poucos.

Observo a criatura, ela está na sua forma de batalha, porem seu corpo está dilacerando com cicatrizes e partes faltando. Além de ver a podridão se espalhar pelo corpo.

Me apresento de forma cortez ante a presença do pai de Lenna.

”Sou Presa de Sangue, Filho de Sombra Vermelha, Arhoun, Cliath dos Garras Vermelhas. Venho ouvir e ser escutado por vós e poder redimir ou ao menos aliviar os pecados cometidos pelo meu pai. Contem-me o que houve.
Assim que ele relata o acontecido, meu coração acelera e meus pelos se arrepiam.

”Meu pai… Um Espiral… Custo a acreditar e a aceitar…

Me controlo um pouco, e volto a falar. Procuro me expressar da forma mais convincente e majestosa possível.

”Sim, Sou um Guardião de Gaia, porem vcs são seus olhos e seus vigias… A muitas luas nossos ancestrais batalharam uns contra os outros, porem a corruptora se levanta cada vez mais forte, devemos nos unir. Meu pai é um Phylodox dos Garras, nosso sangue é puro desde os primeiros lobos. O relato que me conta é assustador, porem vejo a verdade com meus olhos e o lobo que esteve por aqui antes é um caído, não sei se é meu pai ou alguém se passando pelo seu nome. Meu pai desapareceu em missão a algumas luas, e desde então venho seguindo o caminho traçado por ele, na esperança de encontra-lo, vivo ou morto, mas encontra-lo. A primeira pista que achei foi a sua marca na parede, junto a marca dos urso. Se foi de fato meu pai quem decaiu a ser uma fera da corrupção, vou caça-lo e honrar o seu nome dando-lhe um fim. Por isso lhe peço permissão para buscar e salvar o corpo da sua esposa e trazer justiça a sua terra. Sou apenas um Cliath, facilmente vcs poderiam me matar aqui e agora, mas isso não traria a sua esposa e nem traria sossego a nossa mãe Gaia. Se for da sua escolha, alguns gatos poderiam me acompanhar, caso eu me desviasse do caminho assumido perante vós, eles poderiam me trazer de volta morto. Mas me comprometo a investigar e buscar trazer a paz e a sua esposa, ou ao menos

Assim que termino de falar, mantenho a postura e aguardo a sua decisão.


Narração
Minha Fala
Pensamento


                                                                                                         

Neal Schmitt -  Domador de Aranhas - Andarilho do Asfalto - Hominideo - Ragabash

Presa de Sangue - Garra Vermelha - Lupino - Arhoun

Oliver Queen - Parente Fianna - Socio da Alpha Moon
avatar
Tony.Zefs
Moderador
Moderador

Mensagens : 540
Data de inscrição : 25/09/2012
Idade : 28
Localização : Casa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Presa de Sangue - Pecados Herdados

Mensagem  kausBR em Dom 20 Out 2013 - 8:23

Tony.Zefs escreveu:”Sim, Sou um Guardião de Gaia, porem vcs são seus olhos e seus vigias… A muitas luas nossos ancestrais batalharam uns contra os outros, porem a corruptora se levanta cada vez mais forte, devemos nos unir. Meu pai é um Phylodox dos Garras, nosso sangue é puro desde os primeiros lobos. O relato que me conta é assustador, porem vejo a verdade com meus olhos e o lobo que esteve por aqui antes é um caído, não sei se é meu pai ou alguém se passando pelo seu nome. Meu pai desapareceu em missão a algumas luas, e desde então venho seguindo o caminho traçado por ele, na esperança de encontra-lo, vivo ou morto, mas encontra-lo. A primeira pista que achei foi a sua marca na parede, junto a marca dos urso. Se foi de fato meu pai quem decaiu a ser uma fera da corrupção, vou caça-lo e honrar o seu nome dando-lhe um fim. Por isso lhe peço permissão para buscar e salvar o corpo da sua esposa e trazer justiça a sua terra. Sou apenas um Cliath, facilmente vcs poderiam me matar aqui e agora, mas isso não traria a sua esposa e nem traria sossego a nossa mãe Gaia. Se for da sua escolha, alguns gatos poderiam me acompanhar, caso eu me desviasse do caminho assumido perante vós, eles poderiam me trazer de volta morto. Mas me comprometo a investigar e buscar trazer a paz e a sua esposa, ou ao menos
Com grande sofrimento o velho, destruído diz:
--E como olhos digo a ti, mesmo que não queiras ouvir, isso era teu pai, disso eu sei, alem disso eu o estou rastreando, meus olhos vão longe jovem lobo. Lenna, de a ele a Catnip, quando você o encontrar, nos chame, esfregando essa planta nas mãos, mas mesmo todos nos aqui talvez não sejamos paleos para ele, ele não está sozinho, e quanto ao Guhral, a muitas luas eles se foram, mas talvez haja algo para ti lá, e finalmente digo que precisa de mais ajuda filhote, Lenna vão com ele nessa peregrinação, será sua missão para se tornar uma Tilau.
E então seus olhos se fecham e seu peito para, porem ninguém se impressiona,k presas estranha porem, e rapidamente sai um escaravelho, que rapidamente voa até a boca de um dos parentes felinos e como se fosse algo normal ele toma a forma hominídeo, sendo que este possui a mesma presença do lobo que jaz a seu lado e só agora presas percebe quem nenhum dos gatos ali parece com o anfitrião, nem cor, nem porte fisico. Agora com uma voz poderosa e presença majestosa, o Bastet fala:
-- Não tema, lobo, isso é apenas um dom nos dado pela mãe, sou imortal, e você Lenna, mesmo sendo superior a ele deve trata-lo como Alpha, pois a missão é dele. Agora se não há mais duvidas, parta jovem lobo. E Lenna, você também será a porta voz dos bastet, pelo menos por enquanto.
A gata um pouco transtornada diz com cautela:
-- Sim pai, honrarei nossa tribo!

Após entregar a erva, o ancião felino os transporta para fora de seu território e Presas se vê próximo da pedra marcada.

Catnip:


-A coragem alimenta as guerras, mas é o medo que as faz nascer..
--Somos todos campos de batalha, nos quais se digladiam deuses...
---Você não morre pela sua matilha. Você vive por ela! Levante-se! Se tem tempo para pensar em uma morte bela, porque não vive belamente até o fim?
avatar
kausBR
Peregrinos Silenciosos
Peregrinos Silenciosos

Mensagens : 319
Data de inscrição : 23/09/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Presa de Sangue - Pecados Herdados

Mensagem  Tony.Zefs em Ter 22 Out 2013 - 22:43

A voz do gato a minha frente está cada vez mais sofrida. Ele me revela que o caído que esteve aqui, era sim o meu pai.

”Raios… Por Gaia… O que pode ter levado meu pai a cair tanto ? Tenho que encontra-lo e por fim a sua vida, em memoria do Lobo que fora um dia.

Ele pede que me entreguem uma planta que deve ser usada pra chama-los quando for a hora da batalha, que será necessária toda a força disponível para combate-lo.

”No momento certo os convocarei e junto iremos por um fim a esse caído e honraremos a memoria do que um dia foi meu pai. Não posso permitir que ele viva na forma de um caído.

Ele me fala que devo buscar informações na toca do Guhral, mesmo que ele tenha desaparecido a muitas luas e ordena que Lenna me acompanhe na missão. Por um breve tempo ele para de respirar. Observo assustado, temendo que ele tenha morrido, mas nenhum dos outros gatos demonstra preocupação. Vejo um escaravelho saindo da sua boca e entrando em um dos gatos presentes e como se não fosse nada demais, ele assume a forma hominidea. Observo que ele difere dos Gatos presentes no local, em cor e porte físico.

Com uma voz majestosa ele fala sobre a sua imortalidade ser um Dom da Mãe e para irmos em nossa missão.

”Obrigado pelas palavras e pela missão. Vou honrar a minha palavra e traremos justiça a sua casa e novamente restaurar a honra da minha matilha.”

Assim que somos transportados novamente, me vejo proximo ao local em que encontrei a marca. Caminho até estar em frente as marcas. Viro-me para Leena e pergunto.

”Meu pai gravou o seu simbolo nesta rocha, provavelmente quando Gaia ainda estava em seu coração. Sabe onde é a entrada para toca do Guhral ?


Narração
Minha Fala
Pensamento


                                                                                                         

Neal Schmitt -  Domador de Aranhas - Andarilho do Asfalto - Hominideo - Ragabash

Presa de Sangue - Garra Vermelha - Lupino - Arhoun

Oliver Queen - Parente Fianna - Socio da Alpha Moon
avatar
Tony.Zefs
Moderador
Moderador

Mensagens : 540
Data de inscrição : 25/09/2012
Idade : 28
Localização : Casa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Presa de Sangue - Pecados Herdados

Mensagem  kausBR em Sex 25 Out 2013 - 10:00

Tony.Zefs escreveu:”No momento certo os convocarei e junto iremos por um fim a esse caído e honraremos a memoria do que um dia foi meu pai. Não posso permitir que ele viva na forma de um caído.
O "novo" anfitrião diz, com a cabeça erguida:
--Que assim seja.

Tony.Zefs escreveu:”Obrigado pelas palavras e pela missão. Vou honrar a minha palavra e traremos justiça a sua casa e novamente restaurar a honra da minha matilha.”
O gato abre um sorriso malicioso e diz:
--Você não tem escolhe lobo, você irá honrar o que fo idito aqui, olhe em seu braço. Existe uma marca negra que se move no braço do Presa de Sangue, tal qual um verme Isso garantirá seus serviços a nós, eu sei bem como vocês são, entenda, estou ti tratando cordialmente pois sou o anfitrião, mas o ódio entrte nossas raças não acabou e não irá acabar!

Tony.Zefs escreveu:Assim que somos transportados novamente, me vejo proximo ao local em que encontrei a marca. Caminho até estar em frente as marcas. Viro-me para Leena e pergunto.

”Meu pai gravou o seu simbolo nesta rocha, provavelmente quando Gaia ainda estava em seu coração. Sabe onde é a entrada para toca do Guhral ?
Lenna olha para ele sem expressão e diz:
--Não, sou muito nova para saber sobre eles, eles sumiram na época da guerra da furia, quando VOCÊS os estavam caçando.


-A coragem alimenta as guerras, mas é o medo que as faz nascer..
--Somos todos campos de batalha, nos quais se digladiam deuses...
---Você não morre pela sua matilha. Você vive por ela! Levante-se! Se tem tempo para pensar em uma morte bela, porque não vive belamente até o fim?
avatar
kausBR
Peregrinos Silenciosos
Peregrinos Silenciosos

Mensagens : 319
Data de inscrição : 23/09/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Presa de Sangue - Pecados Herdados

Mensagem  Tony.Zefs em Ter 29 Out 2013 - 21:32

Quando falo que honrarei as minhas palavras, o Gato abre um sorriso e me mostra uma marca negra no meu braço, que irá fazer com que eu cumpra a minha palavra.

Observo a marca, mas retorno a encarar o gato.

"Faça como quiser... Vou por Honra ao meu nome e a minha Raça! Vou pelo dever de reparar o mal cometido e não por obrigação de prisioneiro, mas faça como quiser"

Ao chegar a frente da marca dos Ursos, Lenna de forma ríspida me responde que não sabe onde é a entrada. Ignoro as suas palavras e me encaminho para onde vi a marca do meu pai. Quero avaliar o tempo e as condições da marca, pois a mesma foi feita enquanto meu pai ainda servia a Gaia.

Procuro sinais de outras marcas e também de algum sinal da entrada da caverna. Caso no mundo físico não encontre nada, vou a Umbra verificar, pois na ultima vez ui interrompido por Lenna.


Narração
Minha Fala
Pensamento


                                                                                                         

Neal Schmitt -  Domador de Aranhas - Andarilho do Asfalto - Hominideo - Ragabash

Presa de Sangue - Garra Vermelha - Lupino - Arhoun

Oliver Queen - Parente Fianna - Socio da Alpha Moon
avatar
Tony.Zefs
Moderador
Moderador

Mensagens : 540
Data de inscrição : 25/09/2012
Idade : 28
Localização : Casa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Presa de Sangue - Pecados Herdados

Mensagem  kausBR em Qua 30 Out 2013 - 15:15

Presa examina a marca do Urso, ela está bem velha, mas não a ponto de chegar na época da guerra da fúria, a do seu pai é bem frequente, ela parece estar tomada por mofo em alguns lugares, e mais desgastada que do urso, olhando mais perto presa percebe que existe um liquido amarelo saindo da marca de seu pai, ele não entende aquilo e decide seguir para a umbra.

Após 1 min ele perfura a película, essa foi a primeira vez que a viagem foi tão fácil fora do caern, a penumbra surpreende presas, a pedra é muito maior que no mundo real e muito mais cheia de marcas, existem varias marcas para ele desconhecidas, parecem ser varias raças metamórficas que deixaram seus símbolos, mas as únicas que ainda tem luz e não estão negras são as de seu pai e do gurahl, sendo a desse ultimo uma marca com uma luz suave, porem forte que não parece que ira sumir nunca, já a de seu pai está com uma luz roxa e em algumas partes verde doentio, na umbra ela também está deformada, parece que está se tornando uma espiral, isso alarma presa ao mesmo tempo que lhe dá esperanças, afinal talvez seu pai ainda não tenha caído totalmente. Próximo Lenna passa os dedos sobre uma marca de gato, os olhos dela estão embarcados, presas se sente estranho, sua curiosidade parece estar sendo tomada por um sentimento humano, talvez vergonha? Ele nunca se sentiu assim antes...Lenna diz para ninguém em especial, como se disse-se para si mesma.

-- Está é a marca da minha mãe, isto me deixa um pouco feliz e triste ao mesmo tempo, minha mãe morreu limpa, mas assim mesmo, ela ainda morreu, isso me dói muito...


-A coragem alimenta as guerras, mas é o medo que as faz nascer..
--Somos todos campos de batalha, nos quais se digladiam deuses...
---Você não morre pela sua matilha. Você vive por ela! Levante-se! Se tem tempo para pensar em uma morte bela, porque não vive belamente até o fim?
avatar
kausBR
Peregrinos Silenciosos
Peregrinos Silenciosos

Mensagens : 319
Data de inscrição : 23/09/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Presa de Sangue - Pecados Herdados

Mensagem  Tony.Zefs em Ter 5 Nov 2013 - 21:11

A marca do Urso é velha, mas não tão velha a ponto de ter desaparecido com a Guerra da Fúria. A do meu pai é recente porem tem alguns traços de mofo e podridão.
Na umbra vejo que diversas marcas existem na pedra, porem só as marcas do urso e de meu pai possuem algumas luz.

Com pesar vejo que meu pai realmente está se tornando um espiral, mas um fio de esperança de poder ainda salva-lo se aquece no meu coração.

[color=green]”Essa marca prova que meu pai está caindo em direção a corrupção. Talvez eu ainda possa salva-lo, mesmo que seja pra enterra-lo ainda como um guerreiro de Gaia.

Vejo Lenna examinando uma marca, e sinto as emoções fluírem por mim… Ouço-a dizer com grande pesar sobre a mãe.

Me aproximo dela e de forma respeitosa falo:

”Não posso voltar no tempo ou mudar os fatos, mas posso honrar a memoria de sua mãe e seu irmão, não só em vingança mas em espirito, após encontrarmos o meu pai, vamos a Umbra em busca do espirito de sua mãe e guia-la para seu lar. Mas antes, ajude-me a encontrar a entrada da gruta, meus instintos me indicam que algo nessa pedra pode ser a chave. Se eu tivesse um pouco da sabedoria dos Theurges da minha raça seria mais fácil.


Narração
Minha Fala
Pensamento


                                                                                                         

Neal Schmitt -  Domador de Aranhas - Andarilho do Asfalto - Hominideo - Ragabash

Presa de Sangue - Garra Vermelha - Lupino - Arhoun

Oliver Queen - Parente Fianna - Socio da Alpha Moon
avatar
Tony.Zefs
Moderador
Moderador

Mensagens : 540
Data de inscrição : 25/09/2012
Idade : 28
Localização : Casa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Presa de Sangue - Pecados Herdados

Mensagem  kausBR em Qui 14 Nov 2013 - 18:06

Tony.Zefs escreveu:A marca do Urso é velha, mas não tão velha a ponto de ter desaparecido com a Guerra da Fúria. A do meu pai é recente porem tem alguns traços de mofo e podridão.  
Na umbra vejo que diversas marcas existem na pedra, porem só as marcas do urso e de meu pai possuem algumas luz.

Com pesar vejo que meu pai realmente está se tornando um espiral, mas um fio de esperança de poder ainda salva-lo se aquece no meu coração.

”Essa marca prova que meu pai está caindo em direção a corrupção. Talvez eu ainda possa salva-lo, mesmo que seja pra enterra-lo ainda como um guerreiro de Gaia.

Vejo Lenna examinando uma marca, e sinto as emoções fluírem por mim… Ouço-a dizer com grande pesar sobre a mãe.

Me aproximo dela e de forma respeitosa falo:

”Não posso voltar no tempo ou mudar os fatos, mas posso honrar a memoria de sua mãe e seu irmão, não só em vingança mas em espirito, após encontrarmos o meu pai, vamos a Umbra em busca do espirito de sua mãe e guia-la para seu lar. Mas antes, ajude-me a encontrar a entrada da gruta, meus instintos me indicam que algo nessa pedra pode ser a chave.  Se eu tivesse um pouco da sabedoria dos Theurges da minha raça seria mais fácil.


Lenna balança a cabeça, para clarear a mente e diz em tom de duvida.

-- Eu nunca ouvi falar que isso era uma gruta, esse paredão mostra uma aliança antiga, uma tentativa dos Gurahl para desfazer o ódio que vocês fizeram *ela mostra a rocha toda e diz em um tom irônico* pelo visto eles falharam... Mas se você estiver certo precisamos de algo que represente a vida para abrir isso, afinal estamos, no mínimo, diante de uma gruta de um deles...Agora como?


-A coragem alimenta as guerras, mas é o medo que as faz nascer..
--Somos todos campos de batalha, nos quais se digladiam deuses...
---Você não morre pela sua matilha. Você vive por ela! Levante-se! Se tem tempo para pensar em uma morte bela, porque não vive belamente até o fim?
avatar
kausBR
Peregrinos Silenciosos
Peregrinos Silenciosos

Mensagens : 319
Data de inscrição : 23/09/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Presa de Sangue - Pecados Herdados

Mensagem  Tony.Zefs em Seg 25 Nov 2013 - 19:50

Ouço as palavras pronunciadas pela Gata...

"Algo que represente a vida... Talvez....

Eu observo a parede um pouco e logo arranho com a minha garra minha pele, deixando um pouco do meu sangue escorrer e banhar a minha pata... Assim que o sangue cobre a minha pata, estendo em direção a parede...

"Acredito que o Sangue seja a melhor representação de vida que possuímos... Afinal, até mesmo os mortos que andam precisam dele...

Assim que esfrego a pata, aguardo algum sinal...


Narração
Minha Fala
Pensamento


                                                                                                         

Neal Schmitt -  Domador de Aranhas - Andarilho do Asfalto - Hominideo - Ragabash

Presa de Sangue - Garra Vermelha - Lupino - Arhoun

Oliver Queen - Parente Fianna - Socio da Alpha Moon
avatar
Tony.Zefs
Moderador
Moderador

Mensagens : 540
Data de inscrição : 25/09/2012
Idade : 28
Localização : Casa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Presa de Sangue - Pecados Herdados

Mensagem  kausBR em Sex 17 Jan 2014 - 17:40

Enquanto Presa está aproximando a mão do paredão Lenna diz:

--Não sei se dev...

Assim que toca na pedra ele deixa de ouvir Lenna e não mais está na frente da gruta agora está dentro de uma caverna iluminada.
Teto:

Então presas ouve uma voz, animada, porem não é o timbre de um jovem:

--Finalmente, o purificador! O estive aguardando por eras!

Ao procurar a origem da voz os olhos do Garra Vermelha rapidamente se adaptam ao ambiente sombrio e ele consegue distinguir que as fontes de luz são as marcas que estavam por fora da rocha. No que parece ser o centro do local ele avista um homem com um saco sobre si.

--Desculpe garoto por não ter tempo para conversar com você, mas me resta pouca força, apenas receba esse presente...

Presa se sente tragado pela pedra e quando pisca ele está num dia ensolarado numa selva claramente intocada pela humanidade. Após andar por alguns minutos ele se depara com uma clareira e um grupo misto de metamorfos (lobisomem, tubarão, gato, urso e réptil) lutando contra um garou de pelo branco antes de ele ter tempo para pensar o combate termina, todos retornam a forma de hominídeo inclusive o garou derrotado no chão, olhando mais de perto ele vê claramente a marca da Wyrm no derrotado, e o que mais choque Presa é que ambos os garous parecem com seu pai.
A imagem congela e somente o Gurahl olha para ele e diz sorrindo:
Gurahl:

--Se aproxime garoto, você precisa ver bem essa memória, ela ti dará inúmeras respostas.
Assim que o Garra começa a se aproximar, a imagem volta a fluir.
O Rokea diz:
Rokea:
-- É agora Cura-o-Rio? Após 3 dias nós finalmente o detemos, é a nossa chance!
O Gurahl lhe diz exausto:
--Sim, está pronto? Sombra do passado?
O Garou parte do grupo diz:
--Sim, se o pecado de meu pai é assim tão deplorável, mas ainda posso salvar o máximo dele que puder, assim farei! Mesmo que temporariamente.
Já o garou derrotado, todo coberto de sangue seco e  diz:
--Meu filho como pode se unir com essas criaturas sujas! Deixe de tolices! Minha alma é imortal e através da verdadeira mãe me tornei imortal, venha comigo e não volte suas costas a sua família! E aos outros, vos amaldiçôo que tenham uma vida de tristeza infinita e que vejam suas linhagens perecerem antes de vós!
A gata diz com visível ódio dilacerando o maxilar do lobo, além disso, ela é idêntica a Lenna:
--Cala-te, lobo sujo, vos abandonastes sua mãe apenas por poder! E urso! Faça logo sua mágica, este é o ultimo dos malditos instigadores dessa guerra!
Cura-o-Rio diz já incomodado:
--Já estou fazendo isso! E Sombra do Passado, não se esqueça, isso só ira dete-lo até que novamente vocês se tornem pai e filho ai essa “vida” estará livre para corromper novamente esse herói de Gaia!
E Sombra do passado diz:
--Sei bem disso e aceitei os termos a muito tempo...

Então Presa de Sangue se vê novamente na frente do homem carregando a pedra e olhando agora ele vê que estão chorando negro e por instinto Presa da um salto para trás, no mesmo instante que o rosto trinca, escapando por um triz de ser esmagado pelo saco, no momento que o saco cai, antes dele tocar ao chão ele vislumbra ossos de vários animais caindo por terra. Nisso ele está “saltando” de uma cama... A sua cama! Do seu lado está Lenna, dormindo em paz e do outro um amigo seu um Garra vermelha theurge, chamado Caminha-com-a-lua.

Caminha com a lua:
--Ela veio correndo e chorando com você nas costas e não o deixou desde que começamos a tratá-lo, e isso já faz 3 noites, parece que você andou ocupado, não?


-A coragem alimenta as guerras, mas é o medo que as faz nascer..
--Somos todos campos de batalha, nos quais se digladiam deuses...
---Você não morre pela sua matilha. Você vive por ela! Levante-se! Se tem tempo para pensar em uma morte bela, porque não vive belamente até o fim?
avatar
kausBR
Peregrinos Silenciosos
Peregrinos Silenciosos

Mensagens : 319
Data de inscrição : 23/09/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Presa de Sangue - Pecados Herdados

Mensagem  Tony.Zefs em Dom 26 Jan 2014 - 7:38

Assim que coloco a pata coberta de sangue na rocha, sou tragado para o interior da caverna... As luzes brilham e ouço uma voz vindo do fundo da caverna... Assim que consigo enxergar um homem carregando um saco enorme, ele rapidamente fala que não tem tempo que tem algo a me mostrar.

O que acontece a seguir são imagens fortes e como se estivessem sendo gravadas na minha alma.

Salto e me descubro desperto junto a minha cama, vejo Lenna repousando ao meu lado. Estranho a situação, pois não coincidia com o local onde estávamos.

Observo o Lobo ao meu lado e reconheço como Caminha com a Lua, um Theuge do meu Caern.

"Como Vim parar aqui ?"

Caminha com a Lua: --Ela veio correndo e chorando com você nas costas e não o deixou desde que começamos a tratá-lo, e isso já faz 3 noites, parece que você andou ocupado, não?

Observo assombrado que já se passaram 3 dias desde aquele momento... As lembranças retornam forte ao meu pensamento, fazendo com que arqueje...

"O que teria sido aquilo ? Passado ou futuro ? Preciso de ajuda para decifrar... As feras lutando juntas e ao que parece, contra o ultimo dos caídos..."

Sacudo o meu corpo para esticar os musculos, olho Lenna dormindo e falo ao Theuge.

"Não houve problemas em aceitarem a presença dela aqui ? Ela te contou algo do que aconteceu ?"

"Vou precisar de conselhos sobre Gaia, se possível dos mais sábios e de maior hierarquia... Mas antes Lenna precisa saber primeiro."

Ao falar com ele, me aproximo de Lenna e vendo que dorme tranquilamente, acaricio-a com o focinho, para que desperte de forma devagar.

Off:
Spoiler:
Sendo o meu Caern, como é a ideia deles sobre as outras Feras ?


Narração
Minha Fala
Pensamento


                                                                                                         

Neal Schmitt -  Domador de Aranhas - Andarilho do Asfalto - Hominideo - Ragabash

Presa de Sangue - Garra Vermelha - Lupino - Arhoun

Oliver Queen - Parente Fianna - Socio da Alpha Moon
avatar
Tony.Zefs
Moderador
Moderador

Mensagens : 540
Data de inscrição : 25/09/2012
Idade : 28
Localização : Casa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Presa de Sangue - Pecados Herdados

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum