Toronto - Estado de Alerta

Página 1 de 8 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8  Seguinte

Ir em baixo

Toronto - Estado de Alerta

Mensagem  LeoPrata em Qui 2 Jan 2014 - 9:20

Toronto - Estado de Alerta



Toronto, um nome que alguns querem esquecer, outros nem ouviram menção. Quem sabe os deixados de fora foram os mais felizes, pois, quem viveu, viu e sentiu a morte de perto tem muito a pesar. O inimigo dividiu a força combalida dos defensores e pode ver como eles se saem mal, algumas vezes de certo tem ajuda divina ou de outros mais sensatos. Contudo, o fato é que nada grandioso foi perdido para as linhas inimigas até agora.




#####################Caern Visão Digital - Sexta 20 Março 2014,23hrs#####################




Soco Inglês, Vigia do Caern - Alguma coisa enfraqueceu o espírito do Caern, não estamos conseguindo delimitar um perímetro. Equipes de reconhecimento relatório do entorno do prédio, matilha Batedores de Toronto e Defesa Hi-Tech quero verificação no mundo espiritual agora.



Bravo 1 - Senhor posicionamos equipes na rua assim que foi dado o alerta de segurança, estamos recebendo reforços mais até agora nada foi avist....O quê é isto???? Por Gaia...Ahaaa!!!!!! (Som de tiros)


Soco Inglês - Droga alguém informe o que está acontecendo? Equipe 2 na escuta?



Equipe 2 - Sr. fomos atacados por um tipo de máquina perfuratriz, parece algo saído de filmes de ficção, mais ela consegue destruir o concreto rapidamente e descer fundo. Está equipada com....Protejam-se aí ve....Ahaaaa!!!!(Som de Tiros).



Soco Inglês - Eco dos Becos, Dentes de Titânio estão vendo algo? Parece que um tipo de máquina está atacando no mundo físico?



Dentes de Titânio - Então tem seus próprios problemas, não sei com o que estamos lidando. Parece um tipo de espírito que controla máquinas e está lançando as aranhas padrão contra nós. Além disso outros espíritos da cidade ficaram hostis e estão atacando nosso Caern com tudo. O Olho Digital está resistindo mais sabe-se lá até quando.



Soco Inglês - Mais que Merda!!!(um estrondo é ouvido e gritos) Desligo parece que a droga da máquina estranha entrou no prédio.




######################Toronto News, Sábado 21 de Março 2014,9hrs#######################




Um prédio próximo ao centro econômico Bay Street foi atacado ontem à noite. O governo suspeita de ataque terrorista e isolou o entorno. Somente a policia e funcionários do alto escalão da empresa WWP estão autorizados a trafegar pelo local, não se sabe ao certo a extensão dos danos e nem o número de feridos durante este ato.




Narrador: LeoPrata
Número de Jogadores: Klauss Krugger, Daniel Ramone, Passolargo, X-Fox, Alexyus, Tony.Zefs
Localidade: Toronto
Tema: Ação, Investigação


Última edição por LeoPrata em Sex 16 Maio 2014 - 17:20, editado 1 vez(es)


Shape shift, nose to the wind; Shape shift, feeling I have been; Move swift, all senses clean; Earth's gift; Back to the meaning of wolf and man. "Metallica - Of Wolf and Man".

Ficha de JJ Silver
avatar
LeoPrata
Admin
Admin

Mensagens : 1333
Data de inscrição : 06/08/2012
Idade : 38
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Toronto - Estado de Alerta

Mensagem  LeoPrata em Qua 15 Jan 2014 - 16:40

Prelúdios

Vincenzo “Vinnie” Cavallieri - Canção das Trevas - Prelúdio:


Depois de sua chegada em Toronto, Vincenzo preferiu se assentar em Etobicoke, um dos distritos que compõe Toronto e fica mais a leste do antigo centro. Ele poderia ter escolhido o glamour de viver em construções mais modernas e imponentes as margens do rio Ontário, mais preferiu rumar mais adentro do território e escolheu uma casa antiga em um bairro residencial, aliás, um dos poucos existentes já que o distrito abriga fábricas de tecidos e fábricas de peças automobilísticas, além de prédios comerciais imponentes. A casa é antiga e bem conservada, alguns moradores diziam que o espírito do antigo proprietário vagava pela casa por não aceitar ter morrido ainda tão jovem (40 anos). Vincenzo nunca viu nada de estranho em seu lar e se manteve discreto no bairro, poucos o veem mais quando ocorre um contato naturalmente as pessoas evitam até memso cruzar olhares com o Garou. Vincenzo soube por alto de um problema com pessoas desaparacidas faz alguns meses, mais preferiu observar dos noticiários, afinal, alguns membros de sua tribo já tomaram conhecimento de sua estada na cidade e se precisarem poderão pedir sua ajuda, mais os problemas se foram e Vincenzo manteve sua postura até agora.

(Toque da Campainha de forma Ansiosa) Após ser quase que obrigado a atender Canção da Trevas vê um rosto já conhecido, trata-se de Paco Rumenig - Herdeiro do Trovão. Um Cliath de linhagem pura e com capital para investir nos negócios que a tribo tem na cidade, foi o mesmo que falou com Vincenzo logo após sua chegada...

Sei que provavelmente estarei incomodando mais temos umas prioridades por aqui (ele entrega um jornal do dia 21/03/14). A imprensa graças aos nossos esforços acha que foi um ataque terrorista, mais tivemos problemas com algo bem desconhecido. Um tipo de espírito que manipula os poderes de seres e criações da Weaver nos atacou e enfraqueceu e muito nosso Caern, também perdemos alguns dos nossos. Sendo direto queremos que você vá ao Caern e se prepare para um rápido ritual para ser aceito em uma das matilhas do Caern, será uma medida provisória já que estamos de alerta e futuramente se for do seu interesse poderá tomar outro rumo. Vou esperar você pegar algumas coisas que julgue útil e partiremos sem demora.


Alain Bourbon D´Órleans - Triunfo de Gaia - Prelúdio:


Alain esteve em Toronto para auxiliar no caso dos desaparecidos, mais sua família (parentes) falou mais alto e ele pouco pode fazer. Sorte sua, pois, a acompanhante da Rainha dos Presa de Prata na região estava corrompida. Alain chegou a conhecer a parente Letícia Labbevve e foi ela que iniciou as tratativas para ele ir à Toronto, quem sabe não teria a parente maculado um plano para culpá-lo de algum de seus crimes? Por sorte ela foi desmascarada e morta, por outro lado a reputação da tribo não ficou muito boa depois disso. Mesmo assim as irmãs de Alain ganharam uma bolsa na Ryersson University de Toronto e atualmente ele voltou a cidade, agora com uma estadia mais longa. Seu contato com os Garou local foi mínimo, ele até soube da perda de um valoroso membro da tribo em uma batalha sangrenta no parque de armazéns próximo ao "litoral", mais foi só até agora.

Um dos empregados de Alain avisa que ele tem uma visita, em vez de um luxuoso prédio Alain preferiu as casas próximas as luxuosas marinas de Toronto, além da vista belíssima do lago Ontário ainda está em uma das poucas áreas arborizadas da localidade. A pessoa que o procura é Adam Lokwar - Golpe Invisível, não é um Garou muito importante apesar de ser membro de sua tribo, o que se diz dele é que seus pais cometeram erros horríveis pagos com a morte e que o certo seria o peso desses erros ter recaído também sobre Adam, uma vez que ele é um mulo. De qualquer maneira e por ser "novo" na cidade Alain prefere manter a discrição, além do fato que o Tio de Adam é um parente muito influente em alguns locais como: Coney Island e na pátria mãe dos Presas, a Rússia...

Adam - Saudações nobre irmão, venho lhe convocar para uma Assembléia de nosso povo. A rainha Helena Porto Leal solicita a presença de todos.

Alain fica curioso para saber o tom da conversa mais parece que para descobrir terá que ir ao encontro da Anciã.

Ronny Romeiro - Passolargo - Prelúdio:


Transpiração, paixão e trabalho intenso de todos os músculos corporais, mesmo com um sentimento não compreendido quando está fazendo amor com sua esposa qualquer pensamento é jogado à normalidade e a ansiedade por uma prole Garou algo plausível. Ao término do ato sublime e selvagem é possível voltar a sentir a brisa fria da noite novamente, a tenda do Caern do Urso Pardo e sua cama de peles é confortável e quente mais as noites da Columbia Britânica em certas épocas é um tanto drástica. O que o dia reservaria para o Peregrino que mesmo depois de tudo teimava em não dormir? Pela manhã Passolargo ouvi um certo murmurinho que o faz ver o que é, surpresa não seria a palavra adequada, afinal, seu povo está em todos os cantos do mundo, mais era um pequeno grupo (3 peregrinos com armas e símbolos conhecidos). Alguns Peregrinos seguem uma cultura antiga e são devotos de Rá (o Sol) e como  tal veem criaturas avessas ao poder do sol com indignas. Passolargo já havia escutado falar em um número relevante de Peregrinos estabelecidos em Niagara, só que isso era um tanto longe de Vancouver.

Venho apresentar a mim e meus companheiros a seita (Equilíbrio das Estações está presente), sou Omar Vergh - Enxerga na Escuridão, nascido entre os homens - Galliard - Adren, Servo de Rá e Alfa da Matilha do Deus Sol Hyperion, este são Canto da Alma, minha beta - nascida entre os lobos, Theurge - Adren e por fim nosso conselheiro Zefir Amin, também nascido entre os homens, Filodox - Fostern. Nossa propósito aqui foi revelado por nosso espírito guia e gostaríamos da sua permissão para falar com um dos Cliaths do Caern, ele se chama Passolargo.

Nesta hora Ronny só escuta, seria algo relacionado ao seu campo? Quem sabe mais eles pareciam distintos e o próprio Equilíbrio das Estações lhes ofereceu uma tenda para conversarem sem incômodos. Passolargo nunca havia escutado falar em um totem de matilha relacionado diretamente ao Sol, mais se existe eles devem ter feito algo importante para merecer. Após tomar as devidas precauções para se apresentar formalmente (pode interpretar essa parte se quiser), o Alfa da matilha de Rá fala para Passolargo...

Vivemos bem longe do seu território, mais sabemos que já esteve perto de onde alguns poucos de nossa tribo chamam de casa. Teve uma passagem rápida por Toronto, conseguiu ter feitos importantes na cidade e ganhou uma certa simpatia de um Ancião dos Senhores das Sombras. Aquele lugar não é uma casa para nós e sabemos que os Garou de lá tem seu jeito próprio de resolver algumas questões, mais agora aconteceu uma coisa estranha verdadeiramente. Um tipo de espírito manipulador dos artifícios da Weaver atacando a cidade e em especial o Caern Urbano dos Andarilhos e Senhores das Sombras. Não íamos nos meter com essa questão, mais ninguém fez segredo sobre o ataque e o causador, logo nosso pensamento é não ser pego desprevinido se isso chegar até outros lugares. Quando digo outros lugares também incluo Vancouver, um espírito desconhecido é mais imprevisível que o próprio curso da vida, então temos sua ajuda?


Última edição por LeoPrata em Sex 16 Maio 2014 - 17:22, editado 4 vez(es)


Shape shift, nose to the wind; Shape shift, feeling I have been; Move swift, all senses clean; Earth's gift; Back to the meaning of wolf and man. "Metallica - Of Wolf and Man".

Ficha de JJ Silver
avatar
LeoPrata
Admin
Admin

Mensagens : 1333
Data de inscrição : 06/08/2012
Idade : 38
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Toronto - Estado de Alerta

Mensagem  LeoPrata em Qua 15 Jan 2014 - 16:45

Prelúdios


Chepi Nuna - Cicio Ecoante - Prelúdio:


Chepi passou a viver no Caern da seita Guarda Banido e mesmo com pouco tempo já conseguiu uma posição menor na seita auxiliando o Mestre de Desafios em alguns afazeres. A paisagem e o poder da Wyld naquele território é exuberante, porém, toda aquela beleza guarda algo perturbador no ventre da terra, não é permitido aos mais novos saberem do que se trata, mais é algo que mesmo o irmão menor (Wendigos) não conseguiu aplacar com sua tenacidade e fúria. De tempos em tempos alguns membros do povo Wendigo vão até o Caern falar com os Anciões Uktena, toda conversa é muito reservada. Alguns dias atrás eles estiveram no Caern e se mostraram bem inquietos ao ponto dos Anciões Flor do Vale e Bom Jardineiro convocarem uma Assembléia com todos os membros (mesmo os mais jovens)...

Malaia Flor do Vale - Vejo que até nossas matilhas atenderam o chamado, fico feliz e serei o mais breve possível. Precisamos saber o que aconteceu em uma terra distante, uma cidade de nome Toronto. Nosso irmão menor possui um Caern antigo naquela região e com temor passou a informação que um tipo estranho de espírito servo da Grande Fiandeira (Weaver) atacou um Caern localizado na cidade. Não seria do feitio de nosso irmão mais novo se preocupar com tal fato, mais são ambos: o espírito estranho e o Caern regidos pela mesma força, então porque a inimizade e o que esse espírito esconde. Nossa tribo não tem força na cidade de Toronto, mais temos um membro de nosso povo correndo em uma respeitada matilha e ele poderia nos ajudar, mais para isso preciso de um de vocês com talentos para situações que podem exigir um pouco de diplomacia, já que vamos tratar com Senhores das Sombras e Andarilhos do Asfalto.

Bom Jardineiro - Os Urrah´s nunca enxergaram o pior que rodeava a Aranha e agora um de seus males incontroláveis saiu da teia. Nosso povo é preparado para tratar com coisas desconhecidas e temos que intervir. Um Caern foi atacado em um lugar distante, mais daqui a luas próximos o cheiro do inimigo pode pairar em nosso território. Temos que ser rápidos e concordo com a Flor do Vale que o mais indicado para ir seja um Medewinwin (Juiz).


Klauss Krugger - Justiça de Prata - Prelúdio:


O jovem Justiça de Prata estava devotando sua atual estada em Toronto para reconstrução da Seita Garra na Pedra, grande parte do terrtório já havia sido purificado. Entretanto, poucos Theurges estavam presentes e não tinha ainda sido possível recolher uma força espiritual suficiente para realizar o Ritual para novamente fazer florescer o antigo Caern dos Cria. Muitos achavam que Fenris não iria ajudar seus filhos depois da vergonha da queda do Caern e seus antigos protetores, porém, um dos jovens Lua Crescente teve uma visão e nela viu uma criatura imponente, nativa da terra e sábia. Todos aguardam ansiosos a vinda de mais Lua Crescentes para Seita e enquanto isso aqueles que estão no território cuidam da segurança do mesmo, espantando curiosos e mantendo vigília para nenhum espírito inimigo se aproximar. Klauss já pode presenciar nesses dias a caça a um maldito, ele não era muito forte mais foi caçado com voracidade e sangue nos olhos de quem fez uma promessa aquela terra, a promessa de nunca mais deixá-la cair em desgraça. A convivência com seus irmãos e vez ou outra com alguns Fianna de localidades próximas tem sido tranquila (a maneira Fenris).

Há exatos 3 dias atrás um fato tem alarmado os Garou de Toronto e mesmo distantes do centro da velha cidade, os Cria tomaram conhecimento que um Caern Urbano, considerado o mais forte da cidade, sofreu um ataque bem estranho. Não foi feito segredo sobre o ocorrido e o que chega é que tudo foi orquestrado por um espírito desconhecido até então e que utiliza espíritos e artifícios da Weaver para atacar. O Véu não foi rompido por pouco e a humanidade acredita que o ocorrido foi uma ataque terrorista, duas matilhas protetoras do Caern tiveram perdas e parentes que ajudavam na guarda de faxada (2 unidades de segurança) foram dizimadas. O Ancião dos Cria em Toronto, Lustro Cinzento, fez um pedido para que todos estivessem presentes na área da Seita e o tom com que as conversas foram iniciadas a luz das fogueiras demonstraram preocupações devidas...

Lustro Cinzento - Deixamos de prestar atenção em luas atrás quando esta terra sofria, sofria por ver parentes dos Garou sendo sacrificados, sofria porque nossos faros foram inúteis e também nossos olhos e orelhas. Preferimos deixar cada um com suas dores e proteger o que era mais valioso e aí esquecemos desta terra. Nosso inimigo ataca nossa fraqueza e usa o medo mais escondido no coração de cada guerreiro e isso nos cega, fomos cegos quando não vimos nossos irmãos caírem em desgraça e chegamos muito tarde para salvar o Caern. Não quero isso dessa vez e devemos saber mais sobre tudo que está acontecendo.

Nesse momento alguns falam baixo entre si mais existe um senso comum a favor das palavras do Ancião. É possível ver a tristeza do velho lupino ao falar dos caídos, Klauss teve contato com 2 deles e nem desconfiou que estavam maculados: Duirg - Marreta Pesada, um impuro que não caiu nas graças da Fostern Caminhos Sangrentos que acompanhou Klauss de Vancouver para Toronto e o outro caído que Justiça de Prata encontrou foi a Adren Nerta - Mordida Ferrenha, essa ao que parece foi a que causou mais espanto à todos até pelo fato de ser uma lupina.

Lustro Cinzento - Dos presentes aqui seu que dois jovens estiveram mais atentos aos acontecidos passados, então, eles irão primeiro ver e nos trazer o que aconteceu de verdade.

Joseph - Servo da Justiça, nascido entre os homens, Filodox - Fostern, membro da matilha do Tornado. Estou as ordens meu Alfa.

Justiça de Prata percebe que alguns olhares recaem sobre ele e ao que parece terá mais uma missão em solo Torontoniano.


Neal Schmitt - Domador de Aranhas - Prelúdio:



Um dia comum de trabalho para Neal, pelo menos ele pensava assim, logo pela manhã recebeu um e-mail de uma empresa de nome WWP, antes de mais nada ele procurou se informar sobre a empresa e se não era algum idiota amador tentando passar um spam. A WWP (World Without Pollution) atua em Toronto com preservação ambiental, seus trabalhos recentes são os programas de despoluição e maior preservação do lago Ontário, além dos acordos para venda do lixo produzido pela cidade. Também participou de algumas resoluções para criação de parques e jardins e preservação de áras naturais na cidade e distritos componentes. Depois de tudo verificado Neal percebe que o e-mail trás um cartão com nome de Damian Paul, telefone e horário para entrar em contato. De início Neal pensa em descartar aquilo, mais Ariadne estranhamente se manifesta para que Neal não apague a informação, certo que havia algo importante ali o Garou segue as orientações do e-mail e faz a chamada de um número que não seja seu (público), logo uma voz fria atende...

Damian Paul - Mesmo sendo um número estranho creio que seja o Sr. Neal. Este número é muito restrito.

Neal sabe pelo menos que está falando com uma linha de segurança e isso o intriga mais ainda.

Damian Paul - Não posso estender muito nossa conversa mais a palavra andarilho deve deixá-lo mais confortável. Não está falando com estranhos amigo, procure pessoas de sua confiança e faça uma busca para ter mais informações sobre um ataque terrorista à Toronto. Claro que nem tudo que achar é a realidade, mais é um começo, sinceramente espero que depois apareça por aqui, seus serviços e aptidões tecnológicas seram muito úteis.

O telefone desliga e Neal fica com uma interrogação sobre o que fazer. Tem uma direção mais será que deve seguí-la?























Preludio para Aleck:


Mais um dia em que o hálito puro da mãe Gaia invade seus pulmões, uma noite sem pesadelos e Aleck consegue acordar melhor e mais bem disposto. Já fazia um tempo que o jovem lupino estava no Caern do Urso Pardo, seus primeiros passos de vida foram difíceis e com desfecho cruel. Até hoje a imagem da bela loba de pêlos quase brancos e olhos azulados tendo uma faca cravada em seu peito e olhando para Aleck como que pedindo desculpas por não mais poder acompanhá-lo atormenta suas noites e o debilita emocionalmente. Engraçado que ele já escutou de muitos que os lupinos só se preocupam com emoções quando o lado "homem" aflora depois da primeira mudança. Para Aleck este lado homem já está disperto a muito tempo e graças a ajuda dos anciões do Caern do Urso Pardo ele tem conseguido dominar muitos sentimentos estranhos aos seus instintos, o próprio Terras do Norte uma vez lhe disse...

Terras do Norte - Você deve ignorar o medo e seguir seu caminho até encontrar seu destino. O que vê em seus sonhos e o que faz sua fúria aumentar um dia chegará, mais até lá Lua Cheia se demosntrar ao inimigo sua fraqueza vai ser derrotado.

Foi falado para Aleck que um servo da Wyrm , um esguio, atacou ele e sua mãe. Ao que parece o maldito tinha rixa com a mãe de Aleck e ele a matou e quer fazer o mesmo com ele. Aleck ficou sabendo também que o pingente que possui tem haver com um esguio, porém, todos o aconselharam a não procurar o espírito malígno até que estivesse pronto. Terras do Norte também falou sobre isso com Aleck...

Terras do Norte - O destino só vem a quem deixa seu curso seguir, aqueles que perseguem seu destino como loucos perecem sem cumprí-lo. Quando chegar a hora vai reconhecer seu inimigo e ele a você.

Aleck demorou a "digerir" estas palavras mais elas tiraram a pressão vivida pelo jovem e isto o ajudou a evoluir e aprender dentro do Caern, além de diminuir a quantida de de pesadelos que sofria. Os membros do seu povo no Caern do Urso Pardo são de posto mais alto e o contato com eles não é muito, além disso, Aleck passou um bom tempo na segurança das divisas e teve pouco contato com as alcatéias da região, com isso acabou aprendendo mais com os macacos. Estranho no início mais o jovem lupino aprendeu algumas coisas como: se vestir, falar razoavelmente o idioma nativo (inglês) e até andou em um veículo certa vez (caminhonete). Atualmente disseram que ele deveria tentar aprender a leitura, isso o ajudaria mais no mundo dos macacos e Aleck tem tentado.

Parece haver alguma agitação no Caern e logo um uivo muito longo é ouvido...

??? - Aos anciões me apresento conforme as tradições...Vingador da Lua Cheia - Ahroun - Presa de Prata - Filho de Phoebe e membro da Casa do Coração Irrompível, descendente da linhagem dos Clifford - Athro - Alfa da matilha dos Filhos da Mãe de Prata.

Um homem jovem trajando calça preta e um manto branco de pele adentra no Caern, é possível ver em suas costas a bainha transpassada com uma Grande Klaive. Ao seu encontro se dirige Terras do Norte e Equilíbrio das Estações, eles levam o jovem Garou até uma das casas na área comum do Caern e logo depois convocam Ocelot Olhos do Nobre Falcão, a fama do Adren é de ser bem arrogante e cruel com aqueles por quem ele não nutre simpatia. Todos voltam a suas tarefas, incluindo o lupino. Um tempo depois Aleck é chamado ao mesmo local onde estão os anciões e os Presa de Prata, assim que entra Terras do Norte e Equilíbrio das Estações deixam o recinto. Aleck entende que o assunto é somente para sua tribo, logo Ocelot lhe fala de forma seca e direta...

Olhos do Nobre Falcão - Está aqui faz um tempo e não o vi por enquanto participando de nada de grande utilidade, sendo assim, escolhi você jovem guerreiro para acompanhar Daniel Vingador da Lua Cheia.

Dito isto Ocelot deixa o recinto, só ficando o Athro de aparência e olhar intimidadores e Aleck. O Nobre Presa então fala...

Vingador da Lua Cheia - Se tiver alguma coisa vá pegar filhote e fale com algum parente seu que ficará alguns dias longe. Partiremos ainda hoje para Toronto, fará um serviço em prol de sua tribo, existem locais onde alguns falsos Garou que se dizem líderes devem aprender como cuidar de sua terra.


Última edição por LeoPrata em Sex 16 Maio 2014 - 17:21, editado 2 vez(es)


Shape shift, nose to the wind; Shape shift, feeling I have been; Move swift, all senses clean; Earth's gift; Back to the meaning of wolf and man. "Metallica - Of Wolf and Man".

Ficha de JJ Silver
avatar
LeoPrata
Admin
Admin

Mensagens : 1333
Data de inscrição : 06/08/2012
Idade : 38
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Toronto - Estado de Alerta

Mensagem  The Grand Wizard [Passo] em Qua 15 Jan 2014 - 18:39

Trilha:

Meu corpo envolve o de Alba, o dela envolve o meu. Rolamos em meio a paixão primitiva, ambos os corpos já cobertos de suor. Ela ofega, os lábios próximos de mim, montada em cima com determinação feroz. Ela me prende. Não que eu vá fugir dela nesse momento, mas vá saber o que ela pensa. Sei bem que ela desejar ter um filho meu o quanto antes. Ela mostra toda sua capacidade, sua destreza e músculos tímidos e bem feitos de uma artista como ela. Quase um corpo de uma bailarina, penso. Sua pele branca que contrasta com a minha, coloco minhas mãos em volta da cintura dela enquanto ela aumenta o ritmo...
Em meio a tanta merda, ao menos sei que Alba está sempre disposta aliviar minhas tensões. Uma esposa que não tive escolha, sendo forçado casar jovem demais. Quantas outras mulheres já tinha provado além dela? Uma quantidade respeitável.
Sou um maldito cão, já olhei até mesmo para fêmeas Garou. Nem sei ao certo se amo ela, nunca falei isso para ela, mesmo que ela me ama com todas suas forças. O casamento com ela mesmo com nossos pais mortos tem utilidade. Esse é um pensamento quase sempre presente no lado mais escuro de minha mente. Ela é capaz de ajudar minha subida entre os Garou, seja nessa Seita ou outra. Os casados com Parentes por tanto tempo são honrados. Mas sei que gosto de estar perto dela nos momentos mais simples da vida, isso conta, não é?


Agora sentindo o ar frio, posso de fato pensar. Meu corpo vai resfriando, minha mente aquietando e tomando forma. Sei que não irei dormir, penso sobre o passado. Relembro o que já passei seja como um Garou ou como um simples garoto que viajava de um lado para o outro, tentando aprender com o pai e a mãe. Fico ali por um tempo, então deixo Alba sozinha na cama. Caminho do jeito que estou para fora da cabana, encontro uma boa árvore e deito em baixo, procurando talvez encontrar um sono mais... o quê? Digno não. Talvez mais profundo e nobre. Olho para o céu, pois tem horas que sinto que sou um maldito homem preso em uma caixa. Luna, irá mostrar sua face para mim? Minha doida amante.
Levando e vou me banhar, volto para nosso quarto, observo ela dormir, sua respiração, procuro não acordar ela, então deito com ela esperando o sol surgir. De manhã escuto um murmúrio, entendido e curioso visto uma camisa e uma calça qualquer e vou em direção aos sons. Encontro três sujeitos, fico surpreso pois deduzo e sinto que são Peregrinos Silenciosos, sem ser boçal sei bem que eles não são de Vancouver, talvez vieram de outro lugar no Canadá, pouco me importo, pois sinto surpresa pois vejo que eles tem algo especial, tal como Matilha do Escaravelho. Escuto então um deles falando, com admiração.

Venho apresentar a mim e meus companheiros a seita (Equilíbrio das Estações está presente), sou Omar Vergh - Enxerga na Escuridão, nascido entre os homens - Galliard - Adren, Servo de Rá e Alfa da Matilha do Deus Sol Hyperion, este são Canto da Alma, minha beta - nascida entre os lobos, Theurge - Adren e por fim nosso conselheiro Zefir Amin, também nascido entre os homens, Filodox - Fostern. Nossa propósito aqui foi revelado por nosso espírito guia e gostaríamos da sua permissão para falar com um dos Cliaths do Caern, ele se chama Passolargo.

Hyperion como Totem de três Garou? Respeitável pra caralho. Admito. Mas virem até mim? Ahhhh, Gaia, que porra é essa agora? Sempre tem alguém em minha cola.

Há algum tempo entrei com mérito nos Espadas da Noite, os admiráveis matadores de sanguessuga que existem na Tribo que supostamente não tem guerreiros. Sei que eles são do Campo. Simplesmente sei. Antes de me apresentar corro e pego meus fetiches, todos conquistados quando conheci meu Mentor e entrei no Campo. Depois disso vou ao encontro dos recém chegados, parece que uma cabana foi liberada para conversamos, assim que tenho condições faço minha apresentação na voz mais calma que tenho.

Ronny - Prazer em conhecer três Peregrinos Silenciosos tão admiráveis como vocês, que tem a bênção de Rá. Sou Ronny Romeiro, conhecido entre os Garou como Passolargo e como Anpu-Supera-a-Escuridão pelos meus irmãos de Tribo. Imagino que sejam de Niágara, certo?

Ofereço minha mão em comprimento para cada um e abaixo a cabeça em respeito. Não falo mais nada no momento, deixo o Alfa falar. Ganhei a simpatia de um Ancião dos Senhores das Sombras? Coruja, proteja minhas costas! Na verdade proteja eu de todos os ângulos imagináveis. Não fico surpreso ao saber que ocorreu um ataque ao tal Caern, estive nele e não gostei muito do que vi. A Weaver era muito forte no lugar e os Garou de lá pareciam totalmente dependentes dela e de seus modos. Quando ele termina de falar, sem nenhuma expressão em minha face expiro o ar dos pulmões e digo lentamente.

Ronny - Ajudo, apesar da primeira vez que fui lá não ter conseguido nada. Eu falhei. - Olho nos olhos do Alfa e falo de modo mais estoico. - O lugar todo já parecia pertencer a Weaver. Os Garou também. Sanguessugas tomando todas as liberdades e pelo que descobri algo mais agia no lugar, um maldito poderoso penso eu, mas parecia que a política predominava, alertei alguns mas não fui ouvido. Vou novamente para lá, mas desejo saber mais Enxerga na Escuridão-rhya. O que mais mudou na cidade de Toronto?

[Escuto o que mais ele for falando, detalhes do que mudou desde saí da cidade e puxo na memória os acontecimentos da crônica anterior, vou adiantar um pouco.]

Ronny - Certo lá não está, continua ruim, mas podemos tentar resolver. Partimos talvez com uma Ponte da Lua? Da outra vez fui empurrado para dentro de um avião.

Após saber como iremos para lá, reúno mais uma vez minhas coisas. Tudo de útil, fetiches, algumas roupas dedicadas extras e minha mochila. Caso ainda falte algumas horas para partida vou até Alba e gasto algum tempo com ela, conversando e explicando que tenho que partir e espero um filho dessa vez.





Frases de Ronny
- Você não deve esperar de mim nada além de escárnio, lisonja e mentiras. E jamais dê as costas para mim, filho da puta!
- Eu sou tolo por dizer que você é um idiota de primeira e apontar seus erros? Não há tolice maior do que ficar contra mim, é justamente isso que você fez, tolo.
- Inimigos suficientemente perfurados, mordidos, partidos ou explodidos, ou seu dinheiro de volta.
- Eu perguntei se eles queriam resolver tudo de um modo fácil. Fácil para mim.
- "Totalmente" é o meu modo favorito de FUDER as coisas!


Narração
- Minha Fala -
Pensamento
[Sobre a Rolagens de dados e detalhes do Sistema]
avatar
The Grand Wizard [Passo]
Admin
Admin

Mensagens : 1891
Data de inscrição : 24/12/2010
Idade : 27
Localização : Pra lá de Além Paraiba

Ver perfil do usuário http://lobisomemoapocalipse.livreforum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Toronto - Estado de Alerta

Mensagem  Daniel Ramone em Qua 15 Jan 2014 - 18:54

Vincenzo se encontrava sentado sobre o umbral da janela mais alta do casarão. Aproveitava a luz do dia para ler Memórias do Subsolo, de Dostoiésvki. Mas apesar do livro e do autor serem seus favoritos, tinha dificuldades para se concentrar em sua leitura. O caso dos desaparecidos não lhe saía da cabeça...

As pessoas continuam sumindo... Sei que minha tribo já está a par de tudo, mas por que não me contam nada? Será que duvidam de minha capacidade de resolver este problema? Será que duvidam de minha linhagem? Senhores das Sombras... Quando iremos aprender a compartilhar informações importantes sem antes manipulá-las?

Tão absorto em seus pensamentos, Vincenzo se sobressalta com o toque da campainha. Não esperava ninguém, por isso se irrita com os toques ansiosos. Se pergunta se será capaz de controlar sua natureza se for algum dos vizinhos. Quando chega ao primeiro andar fica surpreso ao ver Paco Rumenig, contém a pequena vontade distratá-lo em respeito a sua linhagem e aos negócios que poderiam fazer no futuro.

- Paco




Sei que provavelmente estarei incomodando mais temos umas prioridades por aqui (ele entrega um jornal do dia 21/03/14). A imprensa graças aos nossos esforços acha que foi um ataque terrorista, mais tivemos problemas com algo bem desconhecido. Um tipo de espírito que manipula os poderes de seres e criações da Weaver nos atacou e enfraqueceu e muito nosso Caern, também perdemos alguns dos nossos. Sendo direto queremos que você vá ao Caern e se prepare para um rápido ritual para ser aceito em uma das matilhas do Caern, será uma medida provisória já que estamos de alerta e futuramente se for do seu interesse poderá tomar outro rumo. Vou esperar você pegar algumas coisas que julgue útil e partiremos sem demora.


Vincenzo apanha o jornal e e lê a matéria que o Garou indica.

- Não atrapalhou nada. Na verdade, já estava sentindo falta de um pouco de ação. Não o convidarei a entrar já que tem pressa. Espere aqui, eu não demoro.

Vincenzo entra, veste suas roupas dedicadas e trás consigo algum dinheiro caso tenha que bancar a condução. Ao reencontrar Paco, tranca as portas de sua casa e o acompanha até o caern.


off
Ação
Pensamento
Fala
avatar
Daniel Ramone
Senhores das Sombras
Senhores das Sombras

Mensagens : 443
Data de inscrição : 29/12/2013
Idade : 30
Localização : Pet Sematary

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Toronto - Estado de Alerta

Mensagem  Alexyus em Qui 16 Jan 2014 - 7:25

Alaín via seus assuntos familiares irem bem enquanto os tribais eram bastante preocupantes. Ele desejava reforçar a boa imagem da tribo perante as demais, mas os acontecimentos estavam atrapalhando demais. Mas ele ainda não estava familiarizado o bastante com a cidade para agir, então restava-lhe estudar o ambiente para aprender.

E agora recebia a visita de outro Presa de Prata. era triste que houvesse mulos com histórias tão ruins entre os Presas de Prata, mas não havia nada que Alaín pudesse fazer sobre isso. Então, tratou-o com a máxima etiqueta e cortesia devia a sua posição:

Adam - Saudações nobre irmão, venho lhe convocar para uma Assembléia de nosso povo. A rainha Helena Porto Leal solicita a presença de todos.

- Você é bem-vindo, irmão. Posso lhe oferecer algo para beber ou comer? É certo que eu atenderei à convocação da rainha, mas não há mais informações? Quando e onde se dará a reunião, nem o teor das questões a serem discutidas?
avatar
Alexyus
Presas de Prata
Presas de Prata

Mensagens : 1783
Data de inscrição : 14/09/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Toronto - Estado de Alerta

Mensagem  X-Fox em Qui 16 Jan 2014 - 20:41

Chepi estava satisfeito com o tempo que passava na Seita Guarda Banido. Os afazeres que lhe eram incumbidos no auxílio do Mestre de Desafios eram o suficiente para ele se sentir útil, no entanto, apesar do convívio mais próximo com aqueles de sua raça e do contato direto com a Wyld e seus frutos, no fundo ainda faltava-lhe algo. Talvez sua sede por conhecimento o impelisse a sempre buscar novos meios de mostrar sua importância e tornar-se digno de confiança para aqueles acima dele. No fim, o Philodox almejava apenas reconhecimento daqueles ao seu redor e ansiava o dia em que ele poderia fazer por merecer.
Com o tempo, Chepi nota as constantes visitas do povo Wendigo à Caern para ter com os Anciões. Certamente era algo comum, mas tamanho é o sigilo do encontro que o jovem lobisomem passa a estranhar. A convocação de uma Assembleia incluindo toda a seita dias depois de uma dessas visitas confirma suas suspeitas.

Malaia Flor do Vale - Vejo que até nossas matilhas atenderam o chamado, fico feliz e serei o mais breve possível. Precisamos saber o que aconteceu em uma terra distante, uma cidade de nome Toronto. Nosso irmão menor possui um Caern antigo naquela região e com temor passou a informação que um tipo estranho de espírito servo da Grande Fiandeira (Weaver) atacou um Caern localizado na cidade. Não seria do feitio de nosso irmão mais novo se preocupar com tal fato, mais são ambos: o espírito estranho e o Caern regidos pela mesma força, então porque a inimizade e o que esse espírito esconde. Nossa tribo não tem força na cidade de Toronto, mais temos um membro de nosso povo correndo em uma respeitada matilha e ele poderia nos ajudar, mais para isso preciso de um de vocês com talentos para situações que podem exigir um pouco de diplomacia, já que vamos tratar com Senhores das Sombras e Andarilhos do Asfalto.

Bom Jardineiro - Os Urrah´s nunca enxergaram o pior que rodeava a Aranha e agora um de seus males incontroláveis saiu da teia. Nosso povo é preparado para tratar com coisas desconhecidas e temos que intervir. Um Caern foi atacado em um lugar distante, mais daqui a luas próximos o cheiro do inimigo pode pairar em nosso território. Temos que ser rápidos e concordo com a Flor do Vale que o mais indicado para ir seja um Medewinwin (Juiz).


Chepi escuta as palavras dos Anciões com atenção. Ele certamente acredita em sua capacidade e percebe que suas habilidades são perfeitas para esta ocasião. Seria a hora de tentar mostrar seu valor. Ele espera alguns segundos, não gostaria de parecer impulsivo ou tomar a palavra de algum companheiro de posto maior, e então se pronuncia.

- Flor-do-Vale-rhya, Bom-Jardineiro-rhya. Sou Chepi Nuna, Cício Ecoante. Meia-Lua. Gostaria de ter a honra de representar nossa tribo nas terras de Toronto. Tenho experiência com diplomacia e poderei ser útil, dada a situação, então peço seus consentimentos.
avatar
X-Fox
Uktena
Uktena

Mensagens : 75
Data de inscrição : 05/10/2012
Idade : 24
Localização : ???

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Toronto - Estado de Alerta

Mensagem  Klauss Krugger em Sab 18 Jan 2014 - 5:53

*  Novamente em Toronto, Klauss sente-se um pouco nostálgico, sente falta da convivência com sua matilha, apesar do pouco tempo de existencia ,  sentia-se estranho estando afastado tanto tempo dos demais, vez ou outra ia para umbra e concentrava-se em seu Totem para tentar saber como estão os demais, porém seu vinculo não é tão forte ainda para conseguir informações detalhadas.*

*Aproveitando ao máximo a convivência com outros fenris e principalmente o contato com os fianna, afinal de contas sabia que era um dos poucos fenris a utilizar uma klaive, todos seus irmãos preferem armas maiores e mais imponentes, mas Klauss já conhecia o poder da Presa de /Fenrir, e como os fianna são os melhores mestre duelistas  procurou aprender o máximo que pode durante esse tempo, até mesmo colocando panos quentes nas discussões mais acaloradas de seus irmãos.*

* Quando um theurge começou a ter visões Klauss mantinha-se calado, afinal de contas foi  uma visão que o levou a Toronto a primeira vez e o pior até hoje não sabe se a moça da visão Mailina, como ficou sabendo que se chamava,  foi salva ou se morreu ou ainda que tipo de atrocidades sofreu, principalmente com a queda de Druig e Nerta, até que todos são chamados a área da Seita por Lustro Cinzento e o tom com que as conversas foram iniciadas a luz das fogueiras demonstraram preocupações devidas.*

Código:
Lustro Cinzento - Deixamos de prestar atenção em luas atrás quando esta terra sofria, sofria por ver parentes dos Garou sendo sacrificados, sofria porque nossos faros foram inúteis e também nossos olhos e orelhas. Preferimos deixar cada um com suas dores e proteger o que era mais valioso e aí esquecemos desta terra. Nosso inimigo ataca nossa fraqueza e usa o medo mais escondido no coração de cada guerreiro e isso nos cega, fomos cegos quando não vimos nossos irmãos caírem em desgraça e chegamos muito tarde para salvar o Caern. Não quero isso dessa vez e devemos saber mais sobre tudo que está acontecendo.

( E principalmente aproveita em quanto nos perdemos em joguinhos de poder e principalmente em nossa própria arrogância ...)

Código:
Lustro Cinzento - Dos presentes aqui seu que dois jovens estiveram mais atentos aos acontecidos passados, então, eles irão primeiro ver e nos trazer o que aconteceu de verdade.

( Ja imaginava que não ficaria apenas no caern... um pouco de ...)

*Klauss é interrompido em seus pensamentos por Servo da Justiça.*

Código:
    Joseph - Servo da Justiça, nascido entre os homens, Filodox - Fostern, membro da matilha do Tornado. Estou as ordens meu Alfa.

    Justiça de Prata percebe que alguns olhares recaem sobre ele e ao que parece terá mais uma missão em solo Torontoniano.

* Klauss levanta-se e faz uma pequena reverencia com a cabeça para o ancião em sinal de respeito.*

Klauss -- Klauss Krugger, Justiça de Prata, Modi, cliath, nascido entre os homens, alfa da matilha do Camaleão de Vancouver, estou a sua disposição e pronto a receber suas ordens.

*Após assumir perante a todos a missão juntamente com Servo da Justiça, Klauss volta a sentar aguardando as ordens de Lustro Cinzento, procurando prestar atenção nas conversas de seus irmãos mais próximos.*


Citação
Ação
Pensamento
Narração
Fala

"Leões e Tigres são fortes... mas lobos não trabalham em circo."

ficha Klauss Krugger
avatar
Klauss Krugger
Crias de Fenris
Crias de Fenris

Mensagens : 2494
Data de inscrição : 18/04/2011
Idade : 38

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Toronto - Estado de Alerta

Mensagem  LeoPrata em Sab 18 Jan 2014 - 21:52

Passolargo

Os 3 peregrinos da matilha de Rá sentam-se ao lado de Ronny, eles mesmo sendo de posto mais alto demonstram simplidade e são cordiais tanto em cumprimento quanto em tradições. Cada um também carrega uma arma diferente consigo, Enxerga na Escuridão possui um tipo de espada bem incomum, Canto da Alma um arco com adornos tipicamente africanos e Zefir possui um tipo de maça feita de madeira bruta e com símbolos inerentes ao sol...

Enxerga na Escuridão - Somos de Niágara sim irmão Anpu e soubemos por nosso espírito guia que você era um dos nossos, um caçador que leva o poder da grande mãe e extermina aqueles amaldiçoados que traem o ciclo natural da vida.

Ronny comenta alguns fatos sobre sua primeira estada em Toronto e Enxerga na Escuridão os pondera....

Enxerga na Escuridão - Houveram mudanças sim em Toronto, em especial na dignidade de cada Garou daquela região, eles viram que seu território não é tão seguro assim e perderam mais do que ganharam. Os Garou urbanos ainda se acham a voz de ordem, mais duvido que depois deste ataque eles estejam tão certos disso, os intitulados reis estão mal vistos já que uma parente descendente direta do Garou que instalou a tribo na cidade estava trabalhando para forças inimigas e ajudando em todos os sequestros e mortes de parentes. Ela estava tendo ajuda de alguns Roedores que se bandiaram para lado da Wyrm, Crias de Fenris de um condado próximo e de malditos sanguessugas interessados em retomar suas antigas posses. Se não fossem os Wendigos e ação de alguns jovens as coisas teriam sido piores.

Passolargo se recorda da batalha contra os Fomoris em Atha Road, o local onde a trupe de ciganos sumiu e a parente que lhe pediu ajuda foi morta. Lembra também que alguns Garou morreram e que tiveram que combater alguns Crias corrompidos.


Enxerga na Escuridão - Você não falhou Anpu, fez mais do que muitos naquela cidade que só observaram tudo ruir. Quanto ao maldito que você falou não era bem isso. Existia um tipo de empresa de genética na cidade, quem estava no controle eram lacaios daWyrm e de um ancião vampiro, eles queriam criar um tipo de fomori muito poderoso através de misturas de vários tipos de DNA. Não sei muito sobre assunto mais eles conseguiram criar seres muito poderosos, só que eles morriam em 2 dias no máximo. Foram eles que atacaram o Caern dos Roedores, Crias e tentaram tombar o dos Garras, mais esse último não tiveram êxito. Quanto aos sanguessugas da cidade aniquilamos uma boa parte, a outra fugiu mais estamos em seu encalço e o ancião sabemos que voltou para Cidade do Cabo na África.

Passo escuta a tudo com atenção e alguns fatos são surpreendentes, mais seus pensamentos são interrompidos quando Enxerga na Escuridão lhe fala...

Enxerga na Escuridão - Um ponte da lua será aberta até o Caern do Wendigos em Toronto, os membros da seita do Rio Sagrado irão nos receber bem. Sendo um Galliard se me permite em outro momento gostaria de conhecer a história de como conseguiu seus fetiches.

Passo pensa o mesmo dos objetos carregados pelos seus irmãos, mais o momento era de se preparar para a nova jornada.

Enxerga na Escuridão - Não sabemos ao certo o que ocorreu desta vez, mais como bem disses a Weaver se tornou forte demais em Toronto e sabe Gaia que mal se soltou de sua teia.


 


Shape shift, nose to the wind; Shape shift, feeling I have been; Move swift, all senses clean; Earth's gift; Back to the meaning of wolf and man. "Metallica - Of Wolf and Man".

Ficha de JJ Silver
avatar
LeoPrata
Admin
Admin

Mensagens : 1333
Data de inscrição : 06/08/2012
Idade : 38
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Toronto - Estado de Alerta

Mensagem  LeoPrata em Sab 18 Jan 2014 - 21:55

Canção das Trevas

Paco caminha quase lado a lado com Vincenzo e até olha com certo desdém para algumas pessoas que passam rapidamente pelo outra lado da calçada. Bem perto um carro prateado, um Corolla novo e bem conservado, Paco pega as chaves e destranca as portas e logo os dois Garou estam acomodados e se põe em direção ao Caern...

 " />

Paco - Algumas matilhas jovens tem se formado para ajudar a vigiar o entorno da cidade e Caerns menores, achamos que nos atacaram primeiro como aviso. Acreditamos que o próximo passo do inimigo podem ser Caerns mais fracos, são mais fáceis de sugar seu poder e com menos protetores.

A viagem de carro transcorre sem problemas, Paco prefere uma rota que passa próximo ao litoral e é normalmente mais rápida. Na chegada ao Caern, Vincenzo se depara com um prédio negro e alto, sua fachada está interditada com fitas e existe um grande buraco na rua. Paco faz a volta e Vinnie nota que algumas ruas ao redor também tem buracos grandes, as paredes dos imóveis ao redor também tem buracos menores, talvez de tiros. A entrada dos Garou no prédio é feita pelos fundos do prédio, ao que parece não houve nenhum distúrbio naquela área. Após estacionarem e deixarem o veículo um elevador de carga leva os dois até o 16º andar, de lá eles tem que mudar de elevador e utilizam um que parece "privativo", ele só sobe um andar e ao sair existe uma porta grande de metal e detectores infra-vermelhos. Na porta os símbolos tribais de Andarilhos e Senhores das Sombras, após a porta ser aberta um grupo armado os recebe e um homem com aparência rústica (Leste Europeu) os chama para acompanhá-lo, após entrarem em uma ante-sala ele fala...

??? - Já estava na hora Paco, seja bem vindo Canção das Trevas, sou Charada Mortal - Athro - Theurge - Senhor das Sombras, nascido entre os homens e mestre de rituais deste Caern. Me diga com sinceridade: O que te move a nos ajudar e o que pretende em troca?


Shape shift, nose to the wind; Shape shift, feeling I have been; Move swift, all senses clean; Earth's gift; Back to the meaning of wolf and man. "Metallica - Of Wolf and Man".

Ficha de JJ Silver
avatar
LeoPrata
Admin
Admin

Mensagens : 1333
Data de inscrição : 06/08/2012
Idade : 38
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Toronto - Estado de Alerta

Mensagem  LeoPrata em Sab 18 Jan 2014 - 21:57

ALAIN BOURBON

Adam agradece a cordialidade de Alaín, mais diz em tom educado...

Adam - Não se preocupe irmão, só vim convocá-lo. A reunião com a rainha é as 20hrs, o local fica perto é uma casa antiga dentro do parque Kuda e o vigilante vai deixá-lo passar. Quanto ao teor da conversa e informações o que posso adiantar é que a Rainha Helena quer a todo custo apagar a péssima impressão que nos marca aqui, parecemos traidores quando éramos para guiar o povo nestas terras. Não prestaremos solidariedade a outra tribo, mais ao que parece nos prontificaremos para buscar informações e tentar identificar um tipo de espírito da Weaver que está fora de controle.

Alaín nunca teve que lhe dar com um espírito hostil da Weaver e isso o deixa preocupado. Adam se despede e logo a hora passa até a chegada da reunião. Como indicado a casa velha de madeira rústica fico escondida no meio do parque Kuda, próximo uns 40 minutos de onde Alaín mora atualmente. Apesar de antiga a casa internamente tem uma tapeçaria fina e uma sala ampla onde pelo menos 15 indivíduos se encontram sentados em volta a uma mesa de pedra rústica marcada com os símbolos do Falcão. Também pode ser vista uma klaive disposta no centro da mesa, em menção da herança da Rainha Helena. Após meia hora da chegada de Alaín a rainha se pronuncia...

Helena - Aos presentes nesta noite eu agradeço profundamente e serei breve nas minhas palavras. Cansamos de ser vistos como loucos e sermos chutados nesta cidade inundada de pactos e atrocidades que são ditas para manter a ordem. Convoca nossa tribo para se erguer e quero contar com o esforço de todos para mostrar do que os filhos do Falcão são feitos. Aqueles eloquentes e políticos ficaram de olho nos lobos urbanos e lordes das sombras. Aqueles que nasceram para batalhas devem procurar os Fenris para realizar investidas mais incisivas. No fim todos verão que sem nossa ajuda a cidade iria ruir.

Alaín percebe que as palavras da Anciã estão carregadas de amargura, mais ao que parece todos concordam com a postura radical dela...


Helena - Um espírito hostil da Weaver atacou o Caern Urbano dos lobos da cidade e lordes das sombras, este espírito pode ter sido pego pela Wyrm e com certeza atacará outros lugares, vamos precisar de estratégia e conhecimento para o que nos aguarda. Espero que todos possam ajudar, vocês formaram matilhas para este evento e deveram estar trocando informações com seus irmãos sempre que possível. Alguém tem alguma pergunta?


Shape shift, nose to the wind; Shape shift, feeling I have been; Move swift, all senses clean; Earth's gift; Back to the meaning of wolf and man. "Metallica - Of Wolf and Man".

Ficha de JJ Silver
avatar
LeoPrata
Admin
Admin

Mensagens : 1333
Data de inscrição : 06/08/2012
Idade : 38
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Toronto - Estado de Alerta

Mensagem  LeoPrata em Sab 18 Jan 2014 - 21:59

Chepi Nuna

Malaia e Bom Jardineiro olham para o jovem Cicio Ecoante...

Bom Jardineiro - A magia dos jovens é forte e sendo um Medewinwin (Filodox) tem minha aprovação para jornada.

Flor do Vale - Terá perigos e o desconhecido a sua espera Cicio Ecoante, saiba que onde estará não poderemos lhe ajudar.

Chepi sabe que estará distante da seita e contando com apenas um irmão de tribo no local, porém, a palavra desconhecido aguça seu íntimo e ele pode aprender coisas que jamais aprenderia ali. Logo Bom Jardineiro dispersa a todos...

Bom Jardineiro - Cicio Ecoante deve arrumar suas coisas para vir comigo até a seita Mão de Gaia, o irmão menor sempre mantém contato com seus locais sagrados mais poderosos e uma ponte da lua irá levá-lo até a terra dos Wendigos no lugar de nome Toronto. Você será recebido na seita do Rio Sagrado por Caminha na Noite, ele é um Lua Nova Adren e corre com uma matilha respeitada no Caern.

[off: você decide o que vai levar]

Depois de pegar seus objetos pessoais e tomar outras providências que tenha julgado justas, Chepi parte com Bom Jardineiro para a seita dos Wendigo Mão de Gaia, apesar de ficarem próximas geograficamente, existe um respeito precioso de território por parte dos Wendigos e todo um "respeito" deve ser mantido ao adentrar o território da Seita Mão de Gaia. Logo Bom Jardineiro e Chepi são cercados por lobos, um deles rosna e se apresenta...

??? - Flecha Fantasma - Iah-Pae (Guerreiro) do povo Wendigo - Adren e alfa dos arautos da tempestade. Harmonia com o Todo-rhya deseja falar com vocês antes que um vá para terra de Wasichus (homem-branco).


Shape shift, nose to the wind; Shape shift, feeling I have been; Move swift, all senses clean; Earth's gift; Back to the meaning of wolf and man. "Metallica - Of Wolf and Man".

Ficha de JJ Silver
avatar
LeoPrata
Admin
Admin

Mensagens : 1333
Data de inscrição : 06/08/2012
Idade : 38
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Toronto - Estado de Alerta

Mensagem  LeoPrata em Sab 18 Jan 2014 - 22:02

Justiça de Prata

Lustro Cinzento - Muito bem. Temos poucos aliados espirituais nesta terra, mais os Fianna conhecem os espíritos e os Garou certo, eles ampliaram suas visões e agora acabam sendo de valia. Os Presas de Prata irão nos apoiar assim como os Fianna se descobrirmos que o mal da Weaver que atacou o Caern dos lobos da cidade foi solto por obra deles próprios ou se algum dos urrah que vivem impregnados o tempo inteiro nas construções da Aranha o fizeram.

Muito se fala, de forma respeitosa para não interromper o Ancião, mais um dos Garou que está ali de nome Thorn Ira de Månen tagarela baixo para Jsutiça de Prata...

Ira de Månen - O ancião-rhya é lupino e pode não enteder o que se passa na cidade grande. Se alguma coisa foi solta não foi pelos idiotas da seita vigília urbana, eles só se preocupam com sua política e isso inclui a humana e conversas de maricas.

Klauss nota que seu irmão de tribo fala com firmeza como se realmente soubesse algo e antes que ele possa titubear qualquer coisa, Servo da Justiça pede para ser ouvido pelo ancião. O velho lupino o encara e consente...

Servo da Justiça - Lustro Cinzento-rhya, peço sua permissão para que Ira de Månen acompanhe a mim e a Justiça de Prata, ele parece conhecer bem a cidade e faz parte da uma jovem matilha formada para proteger os arredores da velha toronto até os armazéns.

Os armazéns soam familiar para Klauss, quase perdeu a vida lá. Ainda testemunhou a morte do Fostern Presa de Prata, Leão de Algarve e o mistério da morte de Mailina nunca saiu de sua mente. Ela foi um dos parentes desaparecidos e grande parte não foi encontrada, pelo menos é o que ele sabe.

Lustro Cinzento - Ira de Månen pode ir com vocês, mais como corre com uma matilha deve ser fortalecido pela mesma. Sendo um Fenris é seu dever ajudar a tribo. Juntem seus pertences e tão logo estejam prontos devem ir ao Caern dos Fianna.

Servo da Justiça fala para Klauss que os Fianna compraram a maior parte dos armazéns e "expulsaram" os Roedores que protegeram pessimamente o lugar. Para alguns Fianna os Roedores podem ter descoberto alguma coisa errada na fronteira de Etobicoke com Vaughan, onde criaram a pouco um Caern modesto, e ter lançado como vingança contra a cidade. O primeiro lugar visitado na missão pelo jeito será um Caern do Rato.


Shape shift, nose to the wind; Shape shift, feeling I have been; Move swift, all senses clean; Earth's gift; Back to the meaning of wolf and man. "Metallica - Of Wolf and Man".

Ficha de JJ Silver
avatar
LeoPrata
Admin
Admin

Mensagens : 1333
Data de inscrição : 06/08/2012
Idade : 38
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Toronto - Estado de Alerta

Mensagem  Daniel Ramone em Dom 19 Jan 2014 - 0:08

Vincenzo caminha pensativo ao lado do outro Senhor das Sombras.

"Acho que finalmente estão me dando a participação que eu tanto queria no caso dos desaparecidos. Vou mostrar a eles... Vou mostrar que a casa dos Cavallieri ainda pode contribuir muito para a nossa tribo e por Gaia, vou provar com minhas ações ao invés de minha aparência e nome que a linhagem de Sangue-na-Neve continua em mim."

A vida um tanto reclusa faz com que os vizinhos estranhem a presença de Vincenzo, e sobre tudo a de Paco. Excêntrico como é, Vincenzo lança um olhar satânico para todas as pessoas que ele percebe estarem olhando em sua direção a fim de intimidá-las. Logo ele nota que Paco o conduzia a um belíssimo automóvel estacionado, e enquanto o companheiro destranca a porta, Vincenzo olha para todos os lados com muita atenção para ter certeza de que não estão sendo observados ou seguidos. Logo entra no carro sem fazer qualquer menção de suas suspeitas a Paco. Acomodado ao banco, procura transparecer serenidade e guardar para si suas expectativas sobre a visita ao caern.

Paco - Algumas matilhas jovens tem se formado para ajudar a vigiar o entorno da cidade e Caerns menores, achamos que nos atacaram primeiro como aviso. Acreditamos que o próximo passo do inimigo podem ser Caerns mais fracos, são mais fáceis de sugar seu poder e com menos protetores.

Vincenzo pensa um pouco sobre as informações antes de responder.

”Estariam tentando intimidá-los? Ou são mesmo fortes o bastante para lidar com um Caern de poder considerável como o de Paco? Seja como for, é preciso tomar providências. Estanho como ele parece tranqüilo com esta situação. Se estiver certo e os Caerns menores forem os próximos alvos, não podemos permitir que nenhum deles caia ou seja afetado. O que os espíritos pensarão se formos levianos com nossos lugares sagrados, por menores que sejam?”

Há mais detalhes sobre o espírito que você não tenha me contado? Vocês o viram com seus olhos? O que exatamente fez para enfraquecer o Caern? Estou disposto a resolver este problema junto a vocês, Paco, mas ajude-me a ajudá-los, dê-me mais detalhes.

Vincenzo não espera por muitas informações novas, afinal Paco é apenas um cliath, mas qualquer detalhe a mais que o companheiro deixe escapar pode ser de grande valia. Entre Senhores das Sombras nenhuma informação é descartável. Vincenzo aprecia a rapidez com que chegam ao prédio onde se localiza o Caern, porém, qualquer boa sensação que o lugar lhe traga se desfaz quando ele nota os anormais buracos que foram feitos nas ruas. Os pequenos buracos nas paredes também lhe deixam abismado, e ele perde ao menos um minuto analisando toda a situação.

Léo, poderia me informar o tamanho dos buracos na rua e se são iguais também em forma? Nesse minuto em que meu personagem analisa tudo, procuro por resíduos tanto químicos quanto espirituais. Obrigado.

Apesar de ainda estar intrigado pelos buracos que viu do lado de fora, Vincenzo encontra espaço em sua mente para se surpreender com a modernidade que cerca o Caern. Acha esplêndido que o acesso não seja por vias selvagens como em muitos outros, mas ao mesmo tempo achava que os apetrechos tecnológicos fizessem com que o tecido por ali não fosse dos mais finos que viria a encontrar. Vê muitos aparelhos pelo caminho, contudo pouco entende para o que servem, e ao se deparar com uma porta onde nota os rabiscos dos Andarilhos do Asfalto ao lado do orgulhoso símbolo dos Senhores das Sombras, teme pelo quão afetados seus irmãos canadenses estejam pelas filosofias dos guardiões dos homens. Quando a porta é aberta, se assusta e se sente ofendido ao ser recebido por um grupo brandindo armas no que se trataria de uma assembléia. Mas logo se sente mais tranqüilo quando é recepcionado por figura mais de acordo com suas características.  

Charada Mortal  - Já estava na hora Paco, seja bem vindo Canção das Trevas, sou Charada Mortal - Athro - Theurge - Senhor das Sombras, nascido entre os homens e mestre de rituais deste Caern. Me diga com sinceridade: O que te move a nos ajudar e o que pretende em troca?
 

”Para um Theurge Senhor das Sombras de posto mais alto ele parece precipitado e lhe falta um pouco de tato ao falar. Deve estar desesperado. Devo me aproveitar disso?”

- Por favor, não culpe Paco, a culpa da demora foi minha. Saio pouco na rua e o quando faço não admito estar menos do que impecável. Meus respeitos por sua posição, senhor, fico lisonjeado que saiba meu nome. Já que quer resposta, eu lhe darei.

Vincenzo caminha ao redor da sala, olha atenciosamente para cada um dos presentes e procura detalhes peculiares no lugar.

- Sangue-na-Neve visita meus sonhos às vezes, e bom avô como é, me deixa alguns conselhos. O melhor de todos eles é: “A melhor maneira de subir ao poder é sempre estar por perto quando a tribo precisar”. Mas o que realmente pretendo é ter uma nova história para contar, e que maneira melhor de fazer isso  do que estando nela?


off
Ação
Pensamento
Fala
avatar
Daniel Ramone
Senhores das Sombras
Senhores das Sombras

Mensagens : 443
Data de inscrição : 29/12/2013
Idade : 30
Localização : Pet Sematary

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Toronto - Estado de Alerta

Mensagem  Klauss Krugger em Dom 19 Jan 2014 - 11:35

Código:
Lustro Cinzento - Muito bem. Temos poucos aliados espirituais nesta terra, mais os Fianna conhecem os espíritos e os Garou certo, eles ampliaram suas visões e agora acabam sendo de valia. Os Presas de Prata irão nos apoiar assim como os Fianna se descobrirmos que o mal da Weaver que atacou o Caern dos lobos da cidade foi solto por obra deles próprios ou se algum dos urrah que vivem impregnados o tempo inteiro nas construções da Aranha o fizeram.

Muito se fala, de forma respeitosa para não interromper o Ancião, mais um dos Garou que está ali de nome Thorn Ira de Månen tagarela baixo para Jsutiça de Prata...

Ira de Månen - O ancião-rhya é lupino e pode não enteder o que se passa na cidade grande. Se alguma coisa foi solta não foi pelos idiotas da seita vigília urbana, eles só se preocupam com sua política e isso inclui a humana e conversas de maricas.

*Klauss sussurra para Ira.*

Klauss -- Estive numa assembleia lá antes de iniciarmos as buscas pelos parentes desaparecidos e concordo plenamente e ainda acrescento que deixam qualquer um abrir a boca e ser desrespeitoso...

*Klauss para sua fala para ouvir Servo da Justiça.*

Código:
Servo da Justiça - Lustro Cinzento-rhya, peço sua permissão para que Ira de Månen acompanhe a mim e a Justiça de Prata, ele parece conhecer bem a cidade e faz parte da uma jovem matilha formada para proteger os arredores da velha toronto até os armazéns.

*Klauss olha para Servo da Justiça em seguida para Lustro Cinzento torcendo por uma resposta positiva do ancião, afinal de contas toda ajuda é sempre bem-vinda.*

Código:
Lustro Cinzento - Ira de Månen pode ir com vocês, mais como corre com uma matilha deve ser fortalecido pela mesma. Sendo um Fenris é seu dever ajudar a tribo. Juntem seus pertences e tão logo estejam prontos devem ir ao Caern dos Fianna.

*Klauss estende a mão cumprimentando Ira de Mânen.*

Klauss -- Bem vindo ao barco meu amigo, como já ouviu sou Klauss, chamado Justiça de Prata, ja deve ter ouvido os rumores que estivemos em batalha na região que hoje você protege, estive presente na morte de Leão de Algarve, graças a ajuda dos roedores salvamos os parentes vivos


Código:
Servo da Justiça fala para Klauss que os Fianna compraram a maior parte dos armazéns e "expulsaram" os Roedores que protegeram pessimamente o lugar. Para alguns Fianna os Roedores podem ter descoberto alguma coisa errada na fronteira de Etobicoke com Vaughan, onde criaram a pouco um Caern modesto, e ter lançado como vingança contra a cidade. O primeiro lugar visitado na missão pelo jeito será um Caern do Rato.

Klauss -- Vou apenas pegar minha jaqueta com alguns trocados que ainda tenho e estou pronto a partir, deixarei o resto dos meus equipamentos aqui, Presa de Fenrir é dedicada a mim.

*Após pegar sua jaqueta Klauss dirige-se aos limites do caern esperando seus companheiros de missão.





Citação
Ação
Pensamento
Narração
Fala

"Leões e Tigres são fortes... mas lobos não trabalham em circo."

ficha Klauss Krugger
avatar
Klauss Krugger
Crias de Fenris
Crias de Fenris

Mensagens : 2494
Data de inscrição : 18/04/2011
Idade : 38

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Toronto - Estado de Alerta

Mensagem  Alexyus em Dom 19 Jan 2014 - 18:57

Alaín aceitou as informações de bom grado e preparou-se para comparecer à convocação.

Quando chegou a hora e ele já estava no local, Alaín não se sentia à vontade. O vexame da tribo e o desconhecimento dele sobre a política da região somavam-se para deixá-lo desconfortável.

Quando a Rainha Helena chegou, com ordens já preparadas e nenhuma solução aparente, Alaín calou-se. De qualquer modo, teria que seguir as ordens e tentar fazer algo por conta própria.
avatar
Alexyus
Presas de Prata
Presas de Prata

Mensagens : 1783
Data de inscrição : 14/09/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Toronto - Estado de Alerta

Mensagem  The Grand Wizard [Passo] em Seg 20 Jan 2014 - 16:09

off: Apaguei sem querer a aba com o post quase pronto... tive que escrever tudo novamente.


Reparo nas armas que eles carregam, já ouvi várias vezes que nossas melhores armas são naturais, mas nada impede que alguns possuam fetiches que são tão bons ou melhores do que qualquer garra ou presa. Escuto o Adren e escuto novidades ou na verdade seria coisas que aprendi em Toronto e esqueci? Não sei ao certo. Escuto que houve mudanças, algumas até que boas, já outras foram tremendas bostas. Não recordo se pensava que os podres de Toronto tinham tal magnitude. Pensava que existiam Garou traidores por lá, mas até esse ponto? Crias de Fenris e Roedores de Ossos no mesmo pote? Dá para acreditar nisso? Não sei se fico mais surpreso com traição de um ou do outro, apenas que de agora em diante vou ser mais desconfiado com ambos. E foram os peles-vermelhas que salvaram o dia em Toronto? Talvez eles estejam realmente certos nesses discursos de que essas são as terras dos Puros e apenas Puros como eles sabem cuidar das coisas. Acho que vou ter muita besteira para falar para os branquelos de lá.

Recordo que minha principal missão lá era descobrir o que ocorreu com os Parentes, um especial que veio me assombrar, descobri algumas coisas mas não fui muito à fundo. Imaginei em participação de sanguessugas, talvez um grande maldito por trás além de algo fedendo a Weaver contaminada, mas nada assim. Escuto o Adren falando, sei que não sou culpado de nada que aconteceu por lá, mas sei que sou culpado por não ter pegado os culpados. Não perco uma oportunidade debocho eu mesmo.

Ronny - O bonzão aqui não conseguiu pegar nenhum culpado. Se não consegui perceber que os Roedores estavam tão desesperados para fazerem uma bosta dessa e que os burros dos Crias tinham um plano escondido acho que não sou um dos Peregrinos Lua-nova mais espertos. -

Resta então o que para mim lá? Apenas espíritos da Weaver? Aposto que deram um belo prejuízo para os Andarilhos e Senhores, afinal existia muitas tv's e aparelhos eletrônicos caros naquele caern...

Coloco os fetiches a mostra, tanto o machado como a estaca. Uso o Brinco da Verdade no momento em minha orelha esquerda. Suspiro e digo com calma para o Adren. - Deseja ouvir agora? Posso ir falando enquanto andamos.

[Caso afirmativo, prossigo falando, continuo contanto enquanto organizamos nossa partida se for o caso. Caso contrario não falo nada e organizo o que vou levar comigo para Toronto, sigo eles.]

Ronny - Não sou um Galliard, mas vou tentar contar mesmo assim. - Narro com minha voz mais natural, falando detalhadamente com um bom ritmo. - Uma aparição veio até mim no momento mais inesperado da noite, era uma noite chuvosa. Eu e minha esposa estávamos voltando para estalagem de um Parente Fianna para passar a noite, mas antes disso esse fantasma veio, assumindo forma e conversando até mesmo com ela. O nome dele é Roland, um velho policial justo daqui mesmo, Vancouver. Ele investigava um traficante influente que sempre escapava das mãos da policia, ele decidiu agir fora do sistema mas descobriu da pior maneira que o traficante era um ancião Sanguessuga. Não preciso dizer que ele dançou legal, teve uma morte fudida mas antes viu sua esposa sendo ferrada pelo maldito morto-vivo, uma velha serpente do Culto de Sutekh.
Dez anos depois de sua morte ele veio até mim, buscando alguém capaz de deter o ser que tirou sua vida. Não sei se eu era o único Peregrino Silencioso burro o bastante ou chamativo o suficiente para atrair ele, mas ouvi sua historia e pensei em ajudar, mas não sou um Lua-cheia, nem estava com uma matilha na época, falei para ele que para enfrentar esse inimigo eu precisava de algo. Nesse caso era um fetiche. Como mortal, ele não tinha notado anos atrás que um machado que ele encontrou e apreendeu era um fetiche, mas como uma aparição ele sabia que tinha algo especial naquela arma e levou eu até a delegacia em questão e ajudou-me a recuperar o item. Travei uma conversa com o espírito dentro do machado, era um bom cão de caça, criado por algum Garou há séculos, ele me aceitou como seu novo dono. Agora eu tinha como ajudar Roland. -


Seguro o machado com ambas as mãos e mostro ele, sua lâmina bem afiada e cuidada, coisa que trato pessoalmente. Continuo.

Ronny - Descobri que realmente o bastardo tinha influencia forte na policia, inclusive comandava o antigo parceiro de Roland como um lacaio. Quando peguei um dos lacaios que trabalhava na policia apareceu uma matilha muito interessante, era a Matilha das Patas Douradas, seguidores do velho Escaravelho, todos Peregrinos Silenciosos dedicados e honrados. O Alfa e meu mentor Mansin conhecido como Anúbis do Ébano ajudou daí em diante. Bolamos um plano para acabar com o Culto, pois além dos lacaios humanos o Vampiro de Sutekh tinha crias. Iríamos pela Penumbra e atacaríamos o refugio dos desgraçados. Mas antes disso Anúbis do Ébano fez questão de testar minha capacidade em uma luta usando o novo fetiche, consegui passar no teste dele mesmo ficando um pouco retalhado... mas que passei eu passei.
Juntamos uma boa turma, eu e outros seis Peregrinos além da Matilha de Mansin. Já perto do refugio vimos presença da Wyrm, ervas máculadas que atacavam quem chegava próximo e malditos menores. Eu e mais dois entramos no galpão onde o desgraçado matou Roland e usava como seu refugio, não sei há quanto tempo ele prosperou no lugar, mas um grande e poderoso Maldito vivi ali, alimentando e crescendo com os atos do Sanguessuga ou talvez fosse o contrario. Derrotei ele antes de partimos para o Mundo Físico, o lugar estava lotado de lacaios, por sorte os planos deram certos e sua munição de prata e suas melhores armas estavam indisponíveis graças ao truques que empregamos no lacaio que capturei na delegacia.  Mato alguns dos humanos corrompidos, mas meu pacto com Roland era trazer para baixo o Sanguessuga que liderava tudo, Sanguessugas em formas de homens-serpentes tentam lutar contra nós quando os lacaios humanos caíram. Derrotei mais deles, tentando abrir caminho e chegar no chefão. Era óbvio que essas criaturas eram máculadas e a Wyrm é seu deus, até serpentes de verdade existiam no lugar e eram controladas por essas bestas.
Quando vê que perdeu, o grande ancião vampiresco sugere um tipo de acordo. Mansin iria escolher um de nós para enfrentar o campeão do Culto, uma batalha um contra um. Mansin aceita tal oferta sabendo bem o que o vampiro tem em mente, ele deseja testar mais uma vez eu e me envia como representante contra a cria mais poderosa. O desgraçado tentou usou algum truque, querendo me paralisar enquanto chegava próximo de mim e ia se transformando naquela coisa "homem-serpente", quase era um conto de Conan, o Bárbaro contra Thulsa Doom, feiticeiro de Set. Olhos dourados de serpente. Mas procuro usar minha força interior para quebrar o encanto da serpente e consigo. A Coruja guia meus golpes, acerto com o machado o peito do monstro, a carne e pele dele tinha a aparência de escamas verdes escuras. Desço outro golpe de machado, o inimigo caí e acerto ele nas costas enquanto ainda está no chão, não tenho piedade contra esses inimigos e não precisava de Mansin para saber que não devo lutar justo contra algo da Wyrm. Como uma serpente ele foge pelo chão com rapidez e erro meus ataques, ele então fica em pé pronto para dar um bote em mim, mas meu machado vai parar bem no meio do peito do desgraçado, os ossos e nem suas escamas da Wyrm aguentam esse golpe meu, ele caí no chão, mais morto do que morto-vivo.
Os servos do Culto vendo sua derrota atacam novamente com tiros, espadas de bronze e presas. Finalizo com o inimigo caído. Roland decide aparecer mais uma vez e usou algum tipo de arma fantasmagoria, ele atirou próximo de mim e quando vejo ali estava o maldito líder do Culto usando algum poder para tentar passar despercebido. Acho que o desgraçado iria tentar me matar no meio da confusão, alguma vingança por todas essas merdas que acabei trazendo até ele. Devo admitir que me atrapalhei um pouco, quase cortei minha própria mão com o machado, não tinha nenhuma habilidade com armas na época. O figurão de alguma forma virou dois, correndo para lados opostos obrigando escolhermos qual perseguir. A Coruja dá força aos meus instintos e uivo apontando para todos qual era o verdadeiro inimigo e corro atrás dele junto com alguns outros. Ele tenta fugir por um alçapão, lá existia um túnel sinistro onde na Penumbra o grande maldito fez seu refugio. A escuridão era profunda e vida no lugar, cheia de uma malícia desumana. Sinto um perigo emitente, estávamos agora mais do que nunca na toca da serpente das trevas. Parecia que os que entraram no subsolo estavam lutando uns contra os outros e eu estava sozinho, sem ver nada longe do restante deles. Escuto um grito, é Roland alertando que foi tudo um truque. Barulhos de garras, ganidos e ruídos mais estranhos são ouvidos com ecos. Farejo na escuridão e percebo que um de nós na realidade não era um Garou. Existia duas Atormentada-Pelos-Invisíveis no lugar e uma tinha o cheiro disfarçado de um morto-vivo. Um uma voz poderosa ergue-se na escuridão, o bastardo de Set me ameaça e depois tenta me encantar com seus truques sujos e mágia vil. Ele queria fazer com que eu atacasse os demais. Quase deixo sua voz me levar para tragédia. Penso em como nós, os Peregrinos Silenciosos somos desprezados por alguns... muito passou por minha cabeça naquele momento.
Enquanto isso ele ia fugindo. Ele corre, corre e continua correndo, quase tão rápido como um de nós. Encontro minha resolução interna, resisto e corro atrás dele sabendo que não podia deixar ele fugir, me passar para trás? Nunca! Coruja, nosso totem guia eu na escuridão e ataco a serpente do submundo. Atacou ele com o machado várias vezes, acerto alguns, outros eu erro, mas ele era poderoso, suas escamas eram poderosas. Jogo o machado nele quando ele procura afastar-se, mas não causa dano algum nele. Então uso o que Gaia me deu, minhas garras. Não estava em Frenesi, mas juro que Luna pensou que tinha enganado sobre o que eu era, pois atacava como um Ahroun cheio de fúria justa. Quase arranquei fora a cabeça do Sanguessuga com uma patada. Ele caí no chão e ataca com sua afiada língua, nem mesmo eu tenho uma língua afiada como aquela. Ataco ele novamente ao mesmo tempo, o cheiro do horrível sangue dele é sentido. A língua dele corta meu pescoço e permanece grudado, talvez ele fosse me enforcar. Acerto mais uma vez a cabeça dele, com força. O último golpe meu foi no estômago dele, o golpe faz um som horrível como se uma grande abóbora podre tivesse sido quebrada. Um cheiro horrível, talvez o pior que já senti espalha rapidamente por todo o túnel escuro. Ele virou pó depois disso. -


Suspiro mais uma vez, cansado de falar e sei que com minha falta de talento eles estão cansados de ouvir, talvez pensei que menti em tudo. Mas termino de maneira mais curta. - Roland ficou agradecido por eu ter destruído o vampiro. Mansin ficou satisfeito o bastante para depois do meu feito convocar todos os Peregrinos que fizeram parte da batalha e anunciar meu novo nome, ele fez na verdade um belo discurso.  Pelo que fiz contra o Culto de Sutekh, ele me fez parte dos Espadas da Noite e me entregou essa estaca dourada na qual todos os membros da matilha dele carregam, Hélios teria reconhecido o que fiz assim como ele e por isso deveria levar comigo a estaca com um espírito solar dentro para mostrar aos outros um caminho e luz mesmo na escuridão. - Dou um sorriso cansado, pisco meus olhos lentamente, eles estão secos. Procuro ficar próximo deles, mas assim que vamos partir digo adeus para Alba, com minha mochila nas costas. Guardo a estaca de maneira improvisada no casaco caso seja possível e seguro o machado com as duas mãos.
avatar
The Grand Wizard [Passo]
Admin
Admin

Mensagens : 1891
Data de inscrição : 24/12/2010
Idade : 27
Localização : Pra lá de Além Paraiba

Ver perfil do usuário http://lobisomemoapocalipse.livreforum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Toronto - Estado de Alerta

Mensagem  X-Fox em Seg 20 Jan 2014 - 20:39

Chepi se sente feliz com o consentimento dos Anciões. Chegava a hora de ele mostrar o seu valor. Além disso, a busca pelo conhecimento e pelo desconhecido era uma das coisas que alimentava a vontade do jovem Garou, e certamente Toronto, uma cidade que aparentemente escondia tantas coisas, lhe proporcionarei esse contato. Apesar das dificuldades a serem enfrentadas, essa jornada era uma oportunidade única para ele.

- Cicio Ecoante deve arrumar suas coisas para vir comigo até a seita Mão de Gaia, o irmão menor sempre mantém contato com seus locais sagrados mais poderosos e uma ponte da lua irá levá-lo até a terra dos Wendigos no lugar de nome Toronto. Você será recebido na seita do Rio Sagrado por Caminha na Noite, ele é um Lua Nova Adren e corre com uma matilha respeitada no Caern.

Chepi escuta as palavras de Bom Jardineiro com atenção e agradece com um gesto. Ele se dirige então à cabana onde pernoita, para reunir seus pertences. Ele já havia visitado a “civilização” várias vezes, mesmo antes de sua transformação, então já sabia como se portar e o que levar. Ele prepara uma mochila com mantimentos, como água e frutas, um cobertor de pele e uma roupa extra. Ele se veste com suas calças jeans, sandálias de couro, uma camisa branca de tecido e uma jaqueta de couro sobre ela. À sua cintura ele prende uma algibeira bordada e sob sua jaqueta ele guarda uma faca tribal indígena. Seu colar de ossos e um lenço preso à cabeça completam seu equipamento. Feito isso, ele dirige-se ao encontro do Mestre de Desafios.
Durante o tempo em que passara na Seita, ele foi um dos mais próximos do Philodox, o qual julga importante se despedir formalmente dele. Por fim, ele vai até Bom Jardineiro.

- Bom-Jardineiro-rhya, estou pronto para ir até a seita Mão de Gaia.


Os dois Garou se dirigem para a seita do irmão menor e logo são cercados por seus semelhantes.

- Flecha Fantasma - Iah-Pae (Guerreiro) do povo Wendigo - Adren e alfa dos arautos da tempestade. Harmonia com o Todo-rhya deseja falar com vocês antes que um vá para terra de Wasichus (homem-branco).

- Cício Ecoante. Medewinwin do povo Uktena. Cliath. - responde ele com cortesia.

Chepi espera até ser levado a Harmonia com o Todo. Provavelmente ele(a) teria mais considerações a fazer sobre o fato ocorrido em Toronto e sobre a própria cidade.
avatar
X-Fox
Uktena
Uktena

Mensagens : 75
Data de inscrição : 05/10/2012
Idade : 24
Localização : ???

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Toronto - Estado de Alerta

Mensagem  Tony.Zefs em Ter 21 Jan 2014 - 9:26

O dia corre tranquilo pela manhã, ao verificar os email percebo um vindo de uma empresa, para evitar spans, faço uma busca sobre a mesma e encontro algumas coisas ligadas a sua atuação em Toronto no campo de preservação ambiental.

”Bom… Provavelmente apenas mais um daqueles email disparados para arrecadar dinheiro…”

Quando vou excluir, Ariadne me informa que devo entrar em contato, que ela identificou alguns traços de importancia na mensagem.

”Bom… Se vc acredita… Vamos dar um credito…”

Pego na minha pasta o celular com bloqueio, para evitar que peguem o meu numero e faço a ligação. O telefone toca poucas vezes e uma voz masculina atende, provavelmente o Damian.

Damian Paul - Mesmo sendo um número estranho creio que seja o Sr. Neal. Este número é muito restrito.

Estranho a maneira direta como ele se dirige, e respondo de forma calma.

”Sim, aqui é o Neal, recebi um email seu, pedindo para entrar em contato, sobre o que seria ?”

Damian Paul - Não posso estender muito nossa conversa mais a palavra andarilho deve deixá-lo mais confortável. Não está falando com estranhos amigo, procure pessoas de sua confiança e faça uma busca para ter mais informações sobre um ataque terrorista à Toronto. Claro que nem tudo que achar é a realidade, mais é um começo, sinceramente espero que depois apareça por aqui, seus serviços e aptidões tecnológicas seram muito úteis.

Ele fala apressadamente, e com poucas palavras ele chama a minha atenção… Ele sabe quem eu sou… ou melhor O que eu sou… O telefone desliga antes mesmo que eu possa esboçar uma resposta...

Abaixo o celular na mesa e continuo atônito olhando para a tela...

"Ataque terrorista em Toronto... Ouvi algo no jornal, mas nessa época estava em nova York e as notícias foram bem escassas... Não me interessei em saber mais... Preciso saber também de fato quem é esse Damian. Ele deve ou ser um Garou ou um Parente... Mas inimigo ou amigo ?"

Procuro começar com o básico, acesso os sites dos jornais locais de Toronto e procuro as informações mais simples como data, local e registros fotográficos do local do atentado.

"Bom, essas informações ja me ajudaram a enxergar a situação de forma geral... Preciso apenas me informar sobre a verdade por traz disso tudo."

Peço para Ariadne conseguir o máximo de informações sobre Damian. Principalmente informações dúbias ou que pareçam esconder algo, sobre origem e atividades.

Após, pego o celular de liga para Katherine... Ela é a mais confiável para se questionar isso...

Assim que ela atende:

"Bom dia Senhorita... Como esta essa amanhã ? Recebi uma ligação hoje a pouco tempo, me deixou curioso.... Um cara de uma empresa ambiental de Toronto, pediu para eu investigar sobre um ataque terrorista recente, além de me chamar de Andarilho... Ficou sabendo de algo desse atentado ?"

Eu passo as informações básicas que consegui.


TESTES:
Spoiler:
computação para verificar sobre o ataque terrorista



OFF:
Spoiler:
MAL A DEMORAAA!!


Narração
Minha Fala
Pensamento


                                                                                                         

Neal Schmitt -  Domador de Aranhas - Andarilho do Asfalto - Hominideo - Ragabash

Presa de Sangue - Garra Vermelha - Lupino - Arhoun

Oliver Queen - Parente Fianna - Socio da Alpha Moon
avatar
Tony.Zefs
Moderador
Moderador

Mensagens : 540
Data de inscrição : 25/09/2012
Idade : 29
Localização : Casa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Toronto - Estado de Alerta

Mensagem  LeoPrata em Ter 21 Jan 2014 - 17:31

Canção das Trevas

Off: Vou voltar um pouco na postagem para a análise que seu personagem fez do ambiente.

Vincenzo analise as marcas na parede e olha o buraco feito na entrada do prédio. Na frente do prédio existe uma cratera em formato arredondado e ao que parece o asfalto foi "cortado" e não explodido. Na parede são buracos grandes, talvez um calibre de derrubar helicóptero, mais Vinnie não sabe precisar. Quanto a resíduos nada químico, porém, existe um leve cheio parecido com óleo de máquina. Após entrar no prédio e ser recebido por um Athro nada típico, Canção das Trevas fala...

"Sangue-na-Neve visita meus sonhos às vezes, e bom avô como é, me deixa alguns conselhos. O melhor de todos eles é: “A melhor maneira de subir ao poder é sempre estar por perto quando a tribo precisar”. Mas o que realmente pretendo é ter uma nova história para contar, e que maneira melhor de fazer isso do que estando nela?"

Charada Mortal está na sala acompanhado por Paco e 2 seguranças que estão à porta de entrada, com um gesto ele manda todos saírem, menos Vincenzo...

Charada Mortal - Sabe meu jovem, confiança exige legado e sangue, isto é bem raro nos dias de hoje que as linhagens se diluem em sangue fraco. Admiro você e Herdeiro do Trovão, possuem nobreza.

Depois que ele fala Vincenzo percebe que Charada Mortal também possui um pedigree e alto. O theurge continua a falar...

Charada Mortal - Vou lhe apresentar sem mais delongas para um grupo distinto. Eles poderam lhe passar maiores detalhes sobre o "problema" que passamos.

Vincenzo é conduzido por um corredor penumbre até uma outra sala onde encontra 3 pessoas, um deles se levanta e se apresenta...

??? - Tico Eco dos Becos, Nascido entre os homens - Adren - Galliard da tribo dos Andarilhos do Asfalto e alfa da matilha Batedores de Toronto. Perdi dois irmãos de matilha no ataque e espero que possa nos ajudar na ingrata tafera de tentar rastrear o estranho Metallus.


Shape shift, nose to the wind; Shape shift, feeling I have been; Move swift, all senses clean; Earth's gift; Back to the meaning of wolf and man. "Metallica - Of Wolf and Man".

Ficha de JJ Silver
avatar
LeoPrata
Admin
Admin

Mensagens : 1333
Data de inscrição : 06/08/2012
Idade : 38
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Toronto - Estado de Alerta

Mensagem  LeoPrata em Ter 21 Jan 2014 - 17:37

Justiça de Prata

Ira de Månen cumprimenta Klauss, entretanto, olha de cara bem feia para Servo da Justiça. Ao saírem da presença do ancião o Fostern interpela de maneira até agressiva o jovem Lua Nova e com garras apontadas para garganta do mesmo fala...

Servo da Justiça - Tem sorte de saber algo útil, até hoje não engoli o fato de não ter percebido que seus irmãos de seita tinham se corrompido. Vou ficar atento a qualquer movimento seu.

Ira de Månen - Pode ficar mais vai perder seu tempo. Já me encheram o saco com rituais e perguntas, nada foi encontrado. Saber que o inimigo estava a porta e não ter feito nada é pior que morte ou suas ameaças Meia Lua.

O clima fica tenso, mais o Fostern sai de cena assim como o Lua Nova, ambos saem direções opostas afim de buscar seus pertences para missão. Justiça de Prata faz o mesmo e os encontra na divisa, assim que chega Servo da Justiça fala...

Servo da Justiça - Vamos cruzar a cidade praticamente e vamos fazer isso em uma noite de Lua Crescente. Para nossa felicidade teremos um Theurge para nos guiar nas trilhas umbrais, ele é o alfa da matilha de Ira, um Fianna de nome Andy Trago Espiritual, também um Fostern. Só espero que ir até um Caern de filhos do Rato valha à pena.

O grupo se põe a caminhar pela Highway 52 voltando para velha Toronto, o Caern dos Fianna não é tão longe do território Fenris e 10 minutos depois os 3 Garou avistam um homem branco de aparência Inglesa (Irlandesa) a beira da estrada...

Trago Espiritual - Saudações, não os convido para beber, comer e festejar pois sei que tem pressa e meu contato disse que o membro dos Roedores de outra cidade não vai ficar muito tempo no Caern.

Justiça de Prata pensa que o "alvo" é esse Garou e Ira que parece ter "ido" mais com a cara de Klauss fala...

Ira de Månen - Tem um Roedor que chegou da América do Sul faz pouco tempo, parece que ele viu algo parecido em um dos países de lá. O problema é que o puto ficou com a informação e só soltou para o povinho dele, enquanto isso os outros se fodem.

Todos usam a superfície de águas escuras do rio Rouge para atravessarem a película, a paisagem ainda possui alguns aspectos naturais como vegetação rasteira, espíritos plantas e da água, além de árvores medianas que mantiveram sua forma enfraquecida na Penumbra, porém, ao longe já é possível avistar o emaranhado de teias e espíritos estranhos pairando na cidade e mesmo enfraquecida a forma espiritual do Caern Urbano dos Andarilhos e Senhores das Sombras ainda é vista.



As trilhas mesmo para o Theurge parecem confusas e algumas vezes ele pede orientação para um forma abstrata de um espírito cabra que o acompanha, a viagem é demorada e Trago espiritual dá preferência por passar por fora da cidade seguindo as margens do lago Ontário. Quando estam se aproximando do Caern do Rato ao longe luzes de cores estranhas e um cheiro muito forte de plástico queimado faz todos os 4 Garou ficarem em alerta.


Shape shift, nose to the wind; Shape shift, feeling I have been; Move swift, all senses clean; Earth's gift; Back to the meaning of wolf and man. "Metallica - Of Wolf and Man".

Ficha de JJ Silver
avatar
LeoPrata
Admin
Admin

Mensagens : 1333
Data de inscrição : 06/08/2012
Idade : 38
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Toronto - Estado de Alerta

Mensagem  LeoPrata em Ter 21 Jan 2014 - 17:38

Alain Bourdon

Sem opções Alain fica só de ouvinte e até é de se esperar a atitude desesperada da Anciã, ninguém faz perguntas mais é colocada em questão a formação das matilhas, pois, muitos correm com outros Garou da cidade e quando este ponto é levantado a Anciã fala apenas...

Helena - Aqueles que correm em uma matilha continuem com suas ações mais não deixem de me avisar se descobrirem algo estranho, assim, não seremos pegos de surpresa.

Adam que havia chamado Alain para reunião se aproxima e fala...

Adam - Poderia ajudar a minha matilha nobre irmão. Já temos algumas informações e poderíamos deixa-lo mais ambientado com todo o problema. O que me diz?


Shape shift, nose to the wind; Shape shift, feeling I have been; Move swift, all senses clean; Earth's gift; Back to the meaning of wolf and man. "Metallica - Of Wolf and Man".

Ficha de JJ Silver
avatar
LeoPrata
Admin
Admin

Mensagens : 1333
Data de inscrição : 06/08/2012
Idade : 38
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Toronto - Estado de Alerta

Mensagem  LeoPrata em Ter 21 Jan 2014 - 17:40

Passolargo

Os membros da matilha de Rá se mostram impressionados com Ronny, Canto da Alma a beta da matilha estampa um sorriso de orgulho e fala...

Canto da Alma - É bom saber que somos uma tribo que cumpre seus deveres. Ajudamos e guerreamos na mesma medida, gostamos da paz mais sabemos que não conseguiremos nada ficando parados. Talvez por isso as outras tribos não nos compreendam e até nos temam. Você logo será um posto mais alto nobre irmão e poderá guiar sua matilha no caminho correto.

Em pensamento Ronny não sonha com a liderança e até certo ponto também não sabe o quão bem as outras tribos entendem sua visão sobre tudo que acontece.

Enxerga na Escuridão - Não é a toa que o Deus sol nos trouxe até aqui. Todo aquele que vence as trevas é digno de sua confiança e merece a estima de seus filhos.

Ronny arruma seus pertences e se despede mais uma vez de uma relutante Alba, afinal, um parente nem sempre sabe qual o momento que um Garou deve responder a um chamado. De qualquer forma é chegada a hora novamente de estar em um território nada agradável e dessa vez em uma outra situação. Quando o Vigia chama a todos é possível ver do outro lado da ponte mística um tipo de reserva e um rio de águas claras passando próximo a choupanas rústicas de madeira e pedra. A medida que avançam é possível sentir a energia do Caern Wendigo para qual estão indo, perguntas e perguntas pairam a mente em jogos mentais e enigmas antigos. Ao chegarem, o Vigia cumprimenta a Enxerga na Escuridão falando em um dialeto estranho e depois se dirige a Passolargo...

??? - É bom ter um irmão de tribo por aqui, Brisa Leve no Rosto, Galliard Peregrino - Adren, sou impuro e vigia do portão do Caern Rio Sagrado. Vocês estão devem ir a casa de reuniões, outro Garou de terras distantes já chegou.

Os Wendigos podem não estar ligando para o Caern Urbano, mais com certeza se preocupam com o território que um dia já foi seu na totalidade. Mesmo cercado pela força da Wyld é possível sentir que seu pulso é enfraquecido pelos emaranhados da Weaver. Ronny e os membros da matilha de Rá vão até uma choupana de pedras adornada com a imagem do Salmão, lá Ronny avista um rosto conhecido, trata-se de Chepi membro da tribo Uktena e seu companheiro de matilha sentado entorno de uma grande mesa (tábua) de madeira expessa junto com outros Garou do Caern.

OFF:
Depois mando a história de como os Peregrinos da matilha de hyperion conseguiram as armas que você viu


Última edição por LeoPrata em Ter 21 Jan 2014 - 17:46, editado 1 vez(es)


Shape shift, nose to the wind; Shape shift, feeling I have been; Move swift, all senses clean; Earth's gift; Back to the meaning of wolf and man. "Metallica - Of Wolf and Man".

Ficha de JJ Silver
avatar
LeoPrata
Admin
Admin

Mensagens : 1333
Data de inscrição : 06/08/2012
Idade : 38
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Toronto - Estado de Alerta

Mensagem  LeoPrata em Ter 21 Jan 2014 - 17:41

Chepi Nuna

Cicio Ecoante é levado a presença do Ancião Wendigo Harmonia com o Todo. O local é um tipo de tenda feita de madeira leve (resistente) e folhas grandes para cobrir o teto, é um abrigo bem primitivo e o chão coberto com folhas. O vento pode ser escutado soprando de maneira tênue dentro da cabana o que torna o ambiente mais místico. Cicio se sente muito bem, na verdade parece sentir a respiração da prória terra que está a sua volta. Harmonia com o Todo está presente em sua forma lupina, seu pelo cinzento já apresenta marcas brancas e uma pelugem gasta da idade, ele se senta sobre as patas traseira e diz...

Harmonia com o Todo - Medewinwin do povo Uktena, irmão mais velho do povo Wendigo, você estará indo para uma terra que já foi dos ancestrais de meu povo e agora está tomada pela insanidade da Aranha e os sonhos estranhos dos macacos. Nem mesmo os Garou que vivem naquelas terras louvam mais a Wyld, somente alguns poucos veem seu rosto pedindo ajuda. Uma grande parte vive junto as construções da Aranha e prefere viver a vida dos macacos a estar fazendo o que a Grande Avó (Gaia) designou. Meus ancestrais revelaram que os Wasichus (homem branco) terão tempos difíceis, mais esse tempo nos afetará e também afetará aos puros, todos vamos pagar pela Insanidade da Aranha e seus seguidores.

Cicio escuta atentamente o Ancião e percebe o motivo da intervenção da tribo (wendigos) em uma questão urbana. Harmonia com o Todo termina dizendo...

Harmonia com o Todo - A magia do irmão mais velho e forte e sendo um Medewinwin sua voz tem mais chance de ser ouvida por aqueles amarrados a teia da Aranha. Estará em um lugar bem diferente daqui jovem Uktena, mais a Grande Avó parece lhe enviar um alento.

Cicio não entendeu a última parte, mais como a chegada dele já era prevista uma ponte da lua para o Caern Wendigo de Toronto já estava para ser aberta e no exato momento do término da conversa ele é chamado para sua jornada...

Bom Jardineiro - Boa sorte! Que Gaia e o Uktena lhe tragam sabedoria para enfrentar os desafios que estão por vir.

A ponto da lua está aberta e é possível ver do outro lado da ponte mística um tipo de reserva e um rio de águas claras passando próximo a choupanas rústicas de madeira e pedra. A medida que Chepi avança é possível sentir a energia do Caern Wendigo, perguntas e perguntas pairam a mente em jogos mentais e enigmas antigos. Ao sair do que parece a área comum do Caern o Vigia do Portão se apresenta...

??? - Brisa Leve no Rosto, Galliard Peregrino - Adren, sou impuro e vigia do portão do Caern Rio Sagrado. Estamos esperando outro Visitante, mais creio que seu irmão de tribo irá levá-lo para casa de reuniões.

Chepi se virá depois que o vigia termina de falar com ele e vê um homem de pele parda, ele destoa do restante dos presentes por ter olhos sem vida (totalmente albinos) e exalar um leve cheiro de morte. Ele veste uma calça branca de pano e um tipo de colete de pele com alguns adornos típicos de povos indígenas (apaches)...

??? - Você deve ser Cicio Ecoante, sou Caminha na Noite, Uktena Ragabash Adren e nascido impuro como seus olhos podem ver. Devemos ir até a casa de reuniões.

Mesmo sendo um irmão de tribo até seu jeito de falar é mórbido e com toda certeza Chepi acha que ele deve ter inúmeros segredos, porém, agora não é a melhor hora. O lugar onde estão é a película relativamente baixa, aliada com seus talentos naturais faz Chepi vislumbrar espíritos em forma de peixes que nadam pelo ar livremente em torno da casa de reuniões, é possível também sentir a atmosfera carregada de misticismo. Ele e Caminha na Noite tomam um lugar envolta da mesa (tábua) de madeira expessa e veem outros Garou da Caern tomando seus lugares, logo um rosto familiar adentra a tenda e Chepi avista seu companheiro de matilha Ronny Passolargo e mais 3 pessoas.


Shape shift, nose to the wind; Shape shift, feeling I have been; Move swift, all senses clean; Earth's gift; Back to the meaning of wolf and man. "Metallica - Of Wolf and Man".

Ficha de JJ Silver
avatar
LeoPrata
Admin
Admin

Mensagens : 1333
Data de inscrição : 06/08/2012
Idade : 38
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Toronto - Estado de Alerta

Mensagem  LeoPrata em Ter 21 Jan 2014 - 17:43

Neal Schmitt

Neal vasculha a internet atrás de informações e encontra a seguinte matéria no Toronto News...


###############Toronto News, Sábado 21 de Março 2014,9hrs##################

Um prédio próximo ao centro econômico Bay Street foi atacado ontem à noite. O governo suspeita de ataque terrorista e isolou o entorno. Somente a policia e funcionários do alto escalão da empresa WWP estão autorizados a trafegar pelo local, não se sabe ao certo a extensão dos danos e nem o número de feridos durante este ato. O Presidente da Empresa afeta, senhor Andrea Masquiratti não quis comentar o assunto, mais estima-se o prejuízo patrimonial foi muito além da fachada do prédio.

##################################################################

Neal então entra em contato com sua aliada Katherine de La Rosa, pode-se dizer que ela é mais do que uma aliada, seria uma tutora que sempre ajuda o jovem Andarilha em uma necessidade como a que está a sua frente...

"Bom dia Senhorita... Como esta essa amanhã ? Recebi uma ligação hoje a pouco tempo, me deixou curioso.... Um cara de uma empresa ambiental de Toronto, pediu para eu investigar sobre um ataque terrorista recente, além de me chamar de Andarilho... Ficou sabendo de algo desse atentado ?"

Loba dos sonhos Negros que só tinha dito um rápido alô parece ter ficado atônita, mais logo em seguida fala...

Loba dos sonhos Negros - Não sei porque foram te envolver nisso. Sei algumas coisas por alto sobre o ocorrido, mais eles deveriam lidar com os próprios problemas. Conversamos quando você for para casa, creio que seja mais apropriado.

Após o dia de trabalho Neal e sua "mentora" se encontram em sua residência e com calma depois de Neal passar as informações que descobriu ela fala...

Loba dos sonhos Negros - Damian Paul é um nome fictício para um Andarilho frio e perigoso de nome Dentes de Titânio, é membro de uma seita de nome Vigília Urbana composta de Andarilhos do Asfalto e Senhores das Sombras. É um Caern Urbano muito poderoso e ao que parece sofreu um ataque de escala destrutiva impressionante. Não sei bem o que foi perdido, mais eles dizem ter sido atacados por uma entidade tecnológica desconhecida. Pelo menos foi o que fiquei sabendo.

Com receio ele fala baixo para Neal...

Loba dos sonhos Negros - Com certeza alguém está ajudando esta tal entidade se é que existe e aí está um jogo bem perigoso, nele você não conhece os rostos e só lida com coisas abstratas. Sinceramente se decidir participar disso tudo não tenho como lhe dizer o que o aguarda.

As palavras da Adren são pesadas, mais Neal está realmente curioso em especial com a parte "entidade tecnológica desconhecida".


Última edição por LeoPrata em Sex 16 Maio 2014 - 17:35, editado 1 vez(es)


Shape shift, nose to the wind; Shape shift, feeling I have been; Move swift, all senses clean; Earth's gift; Back to the meaning of wolf and man. "Metallica - Of Wolf and Man".

Ficha de JJ Silver
avatar
LeoPrata
Admin
Admin

Mensagens : 1333
Data de inscrição : 06/08/2012
Idade : 38
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Toronto - Estado de Alerta

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 8 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8  Seguinte

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum