Bryan "Grande Lobo" Wood - O Quarto Reicht

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Bryan "Grande Lobo" Wood - O Quarto Reicht

Mensagem  Daniel Ramone em Seg 3 Fev 2014 - 15:29

- Tá de sacanagem, moleque? Há quantos anos nos conhecemos? Dezoito? E mesmo assim você vem até aqui com essa cara de filhote desmamado me pedindo pra te ensinar um dom assim sem mais nem menos. Você é um Cria, vai ter que fazer por merecer. – Disse “O Velho”.

Bryan já esperava por aquela reação, principalmente após importuná-lo enquanto o velho polia pela segunda vez na semana a sua Tommy Gun – Arma muito comum na segunda guerra. Como sempre, Bryan foi impaciente e protestou, mas ao contrário de qualquer mentor bundão das outras tribos, o velho sorriu. Gostava quando o garoto demonstrava gana.

- Moleque seboso. Se enche de anabolizantes e acha que pode falar alto comigo. Muito bem, o negócio é o seguinte: Eu nunca te contei isso, mas fiz parte de uma Matilha/Esquadrão durante os eventos da segunda guerra. Não é o que você está pensando, eu não lutei em nome de Hitler. Como poderia me submeter aos caprichos de um ditador que se esconde atrás de sua mesa enquanto seus homens perdiam as vidas lá fora? – Disse o velho, colocando a Tommy Gun em seu devido lugar. – Meu objetivo na Segunda Guerra era eliminar os Crias que envergonhavam o nome de nossa tribo seguindo as ordens daquele bigodudo ridículo. Devo dizer que eu e meus praças tivemos muito êxito, mas somente eu sobrevivi. O que causou nossa ruína você deve estar se perguntando, pois digo. Foi um pária Fenrir que vivia se exibindo com uma Suástica marcada à fogo nas costas, mas que hoje dança com os Espirais. – Contava ele.

Bryan se surpreende ao ouvir o velho tão reservado dando algumas pistas de seu passado, assim, ouve tudo com muita atenção.

- O canalha ganhava a vida torturando soldados inimigos, e fazia por merecer cada vintém. Soube que está tão vivo quanto eu, pois um espírito da guerra me informou que ele anda pervertendo outros espíritos às suas causas mesquinhas. Eis o que iremos fazer: Nós vamos até a Umbra Profunda caçar esse bandido, to muito velho pra fazer isso sozinho. Se Gaia permitir que a gente saia vivo dessa, daí eu posso ver o que faço por você. É pegar ou largar.
avatar
Daniel Ramone
Senhores das Sombras
Senhores das Sombras

Mensagens : 443
Data de inscrição : 29/12/2013
Idade : 29
Localização : Pet Sematary

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bryan "Grande Lobo" Wood - O Quarto Reicht

Mensagem  Joselito em Ter 4 Fev 2014 - 6:12

Ouvia tudo que o velho dizia, era algo tão raro que chegava a me pegar desprevenido quando ele começava a falar de seu passado, então me atentava a cada detalhe tentando conhecer o cara que me ensinou quase tudo que sei, tentando buscar algo de seu passado até então sombrio para mim.

Era inacreditável, cria contra cria, não conseguia imaginar isso, mais sabia que isso fora necessário, se um dos meus me traísse eu seria o primeiro a rancar sua cabeça, ouvia a proposta do velho e devo admitir que um cala frio subiu por minha espinha, já tinha ouvido falar muitas coisas sobre a umbra, na maioria das vezes absurda e isso porque falavam de umbra rasa, mais na profunda, la a realidade quase não existia, lá praticamente não tinha semelhança com o mundo da qual viviamos, sabia disso não por já ter ido, apenas boatos que na maioria das vezes pensavar ser boatos, mais a chance de entrar lá me fez tremer, não de medo, mais de anciedade.

-Por que ainda estamos aqui velho? Vamos logo!

Falava animado, entrar na umbra já seria muito bom, mais na profunda, isso era algo que não conseguia imaginar, não em minha juventude, a anciedade corria por minhas veias e já estava de pé olhando para o velho com uma cara de "o que ta fazendo que já não estamos lá?".
avatar
Joselito
Crias de Fenris
Crias de Fenris

Mensagens : 252
Data de inscrição : 02/10/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bryan "Grande Lobo" Wood - O Quarto Reicht

Mensagem  Daniel Ramone em Qua 5 Fev 2014 - 9:04

O velho riu da atitude de seu aluno, provavelmente pensando que o garoto mal sabia no que estava se metendo. Bryan estava prestes a dizer mais alguma coisa, quando o corpo do velho começou a se desvanecer, a perder suas cores e tornar-se transparente. De início aquilo foi confuso para Grande Lobo, mas logo ele compreendeu que o velho atravessou a película para a penumbra.

[Caso queira realizar alguma ação ou organizar alguma coisa antes, fique a vontade, apenas me diga o que está levando consigo antes de seguir seu mentor. Como vocês então em uma cabana em área selvagem e a ação é passiva, considerarei que a película é fraca e não vou exigir nenhum teste]  

Do “outro lado” a sombria floresta ganha detalhes mais intimidadores. As árvores estão mais velhas e decrépitas, livres de suas folhagens os galhos secos se assemelham a braços que rogam misericórdia ao céu. Uma tormenta recai sobre a floresta, derrubando os troncos mais podres com seu vento e trazendo luz ao ambiente com relâmpagos que recriam os mais profanos desenhos no horizonte negro. A água gelada da chuva gera um grande desconforto para a pele humana.

- O que foi, moleque? Não trouxe seu casaquinho? – Questionou o velho.

A mata ao redor é soturna e a todo instante é possível ouvir o chapinhar das moitas indicando que algo se movia por detrás delas. O luzir dos trovões denuncia silhuetas estranhas entre os nichos das árvores, apenas observando o avanço dos dois Garou.

- A floresta aqui já fui muito castigada pelos homens com queimadas e caçadas. Os espíritos que a habitam não gostam muito das nossas caras de macaco, por isso é aconselhável mudar. – Alertou o velho, passando imediatamente para sua forma Hispo. (Um lobo gigantesco de pelos de um cinza desgastado pela idade)

Aos poucos Bryan começa a notar que os espíritos que os cercam não passam de Wildlings que vivem ali para proteger a área selvagem, e que não atacarão, a não ser que os dois tragam emanações da Weaver ou da Wyrm para o local.

- Há um lago aqui perto, vamos usar sua água e cruzar para a Umbra rasa com mais facilidade. Espero que se lembre como se faz, garoto. – Explicou o velho.

Os dois cruzam mais meio quilômetro de floresta, e num trecho dele, nota que as silhuetas que os observavam na escuridão já não estão mais por perto. Descem uma ladeira encoberta com folhagem morta, e quando alcançam a base, encontram o tal lago, mas em um estágio de poluição que surpreende até mesmo o austero velho. Ao redor, espíritos moribundos descansam a espera da morte sobre chão negro e úmido. Troncos bóiam sobre a água e logo afundam graças à sujeira.

- A água aqui ta mais preta do que piche. Isso é ruim, ruim. Espere! Quem é vem lá? – Pergunta o velho, apontando para um trecho do lago.

Ao olhar, Bryan percebe que dá água emergiu o que parece um homem duas vezes maior do que ele. Veste uma máscara feita de lama e detritos e possui uma pele cinzenta revestindo músculos duros como pedra. Para cobrir as partes íntimas, usa apenas uma tanga feita de pele, e caminha na direção dos dois de maneira curvada, igual aos homens das cavernas que Bryan provavelmente viu em algum filme. Não resta dúvidas. Aquilo é um lacaio da Wyrm, cuja ramificação não se sabe.
         Enquanto Bryan ainda observa a aproximação da Criatura, o velho se escora numa árvore próxima e se deita em suas quatro patas.


- Deixo nosso progresso em suas mãos, garoto. Use o que lhe ensinei e conquiste para nós o direito de passarmos através do lago. Se você perder, eu mesmo o mato. – Declarou o velho.

[A criatura é lenta ao sair da água pegajosa, a primeira ação é sua. Boa sorte]
avatar
Daniel Ramone
Senhores das Sombras
Senhores das Sombras

Mensagens : 443
Data de inscrição : 29/12/2013
Idade : 29
Localização : Pet Sematary

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bryan "Grande Lobo" Wood - O Quarto Reicht

Mensagem  Joselito em Qui 6 Fev 2014 - 7:00

Via o velho atravessa a película, nossa cabana no meio do nada a tornava mais fina, acredito que é por isso que ela fica aqui, pegava apenas uma espada e dois cantis com agua e atravessava junto com ele.

A visão do outro lado era perturbadora, aqui parecia um futuro do mundo em que vivíamos, as arvores seca, a terra mais infértil, tudo aqui parecia estar morrendo, até mesmo o clima parecia entregar o inevitável fim, raios cortava o céu e trovões quebravam o silencio sombrio, a chuva tocava minha pele que imediatamente se arrepiava.

- O que foi moleque? Não trouxe seu casaquinho? – Questionou o velho.

A cada passo parecia que uma nova criatura se movia em algum arbusto próximo, instintivamente me colocava em alerta, ouvira muitas historias sobre a umbra e não queria ser vitima de um descuido.

- A floresta aqui já fui muito castigadas pelos homens com queimadas e caçadas. Os espíritos que a habitam não gostam muito das nossas caras de macaco, por isso é aconselhável mudar.

Apesar de velho ele parecia manter a boa forma, respirava fundo e também me transformava só que em glabro, creio que senão maior do mesmo tamanho, não me chamava grande lobo à toa, após nossa mudança realmente os pequenos Wildlings não mais nos seguia, acompanhava o velho em direção a um lago que ele dizia ter próximo e quando chegava era frustrante, uma agua suja, tão poluída que era mais espessa que piche.

- A água aqui ta mais preta do que piche. Isso é ruim, ruim. Espere! Quem é vem lá?

Olhava imediatamente e via um homem com quase 5 metros, uma mascara de lama cobria seu rosto e coberto com detritos do lago, sua pele cinzenta aparentava morta há anos e “vestia” apenas pedras para cobrir suas partes, sem duvida um lacaio da wyrm, ele vinha lentamente em nossa direção.

- Deixo nosso progresso em suas mãos, garoto. Use o que lhe ensinei e conquiste para nós o direito de passarmos através do lago. Se você perder, eu mesmo o mato.

Não pretendia perder, não esperava muito, imediatamente sacava minha espada e partia para cima daquilo, minha primeira investida vinha na diagonal da direita para esquerda, já o segundo na horizontal da esquerda para direita.

Estava ansioso, era meu primeiro combate na umbra e não pretendia perder.

*Gasto 1 de fúria. Ação extra
avatar
Joselito
Crias de Fenris
Crias de Fenris

Mensagens : 252
Data de inscrição : 02/10/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bryan "Grande Lobo" Wood - O Quarto Reicht

Mensagem  Daniel Ramone em Sex 7 Fev 2014 - 0:07

[Bem, você decidiu levar consigo dois cantis com água e uma espada, mas eles não são dedicados e você precisará cruzar a película. Você também não deixou claro de onde tiraria esses objetos. Sendo assim, considerei que como você possui o ritual da dedicação ao talismã e a espada pode ser útil pra você no decorrer da quest, você a dedicou e até o final da missão conta com Gnose 3. Como um bom Cria, seu velho mentor a tinha guardada em algum canto. Suas roupas também não estão marcadas como dedicadas, então seu mentor as dedicou para você há muito tempo. Já os cantis não serão muito úteis e se perderam na película.]

Bryan caminhava ao lado de seu mentor em sua forma Glabro – uma criatura bípede, com pelos abundantes por todo o corpo e uma face carrancuda. Os dentes pontudos não eram grande coisa, principalmente naquele lugar hostil, mas o tamanho... Até mesmo os espíritos observadores se intimidaram. O velho esperava que seu aluno passasse para uma forma mais animalesca do que humanóide, mas não disse nada. A fera ao seu lado daria para o gasto.

Cruzaram a floresta até o lago. Nada lhes atormentou até se depararem com aquela criatura de formas humanas que brotou da água poluída como se aquele fosse seu habitat natural. Com uma ordem de seu mentor, Bryan avança sobre ela empunhando a espada que trouxe junto consigo. A presença de um agente da Wyrm faz a fúria queimar em seu peito, e no desejo de acabar de uma vez com aquele lacaio cuja mera respiração é uma ofensa para a Mãe, desfere dois ataques muito rápidos com a lâmina. Porém, a mundana espada atravessa o corpo da criatura sem nem mesmo tocá-la. Nenhum arranhão! E graças ao ataque falho a criatura adquire a chance de revidar o ataque. Junta as duas mãos sopre sua cabeça encoberta pela máscara de lama e as desce sobre Bryan numa espécie de ataque maciço.


Ataque:
A criatura rolou seis D10 com dificuldade 7 para um ataque com os braços: 9, 2, 6, 5, 10, 8. = 3 sucessos.

Bryan rolou cinco D10 com dificuldade 6 para absorção: 6, 1, 9, 3, 9, 4. = 3 sucessos. (Resultados 1 não anulam sucessos em teste para absorção ou dano)


Quando os braços da criatura descem com força sobre Bryan, o Garou se mostra perfeitamente capaz de contê-los e se defender do ataque. Ele experimenta pela primeira vez a força descomunal do lacaio, e nota que se estivesse em sua forma humana, talvez tivesse sido esmagado.

- Posso estar velho, mas não sou caduco. Tenho certeza de que já lhe falei sobre os espíritos, mas se é preciso repetir para que a sua cabeça dura assimile, tudo bem. Espíritos só podem ser atingidos por objetos de cunho místico, portanto, largue esta espadinha ridícula e lute com as armas que a Mãe lhe deu! –  Disse o velho da árvore onde repousava, seus latidos na forma Hispo soando de uma maneira quase demoníaca.

A criatura não é muito rápida com os braços, e com as pernas é quase estática. Já Bryan é um guerreiro nato, raciocina com rapidez. ENQUANTO USA AS MÃOS PARA CONTER OS BRAÇOS DO LACAIO, vislumbra o dorso do inimigo totalmente exposto a um ataque indefensável.
avatar
Daniel Ramone
Senhores das Sombras
Senhores das Sombras

Mensagens : 443
Data de inscrição : 29/12/2013
Idade : 29
Localização : Pet Sematary

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bryan "Grande Lobo" Wood - O Quarto Reicht

Mensagem  Joselito em Seg 10 Fev 2014 - 6:57

Meus golpes passavam pelo ar, droga, sabia que espíritos não podiam ser golpeados com coisas mundanas, e meus erros o deu oportunidade de revidar, como um martelo vejos seus braços virem em minha direção, e instintivamente cruzo os braço acima da cabeça e sinto a pancada, era imensamente forte, chego a curvar um pouco as pernas para absorver o impacto e então vejo o velho quase irônico comentar sobre o que viu.

- Posso estar velho, mas não sou caduco. Tenho certeza de que já lhe falei sobre os espíritos, mas se é preciso repetir para que a sua cabeça dura assimile, tudo bem. Espíritos só podem ser atingidos por objetos de cunho místico, portanto, largue esta espadinha ridícula e lute com as armas que a Mãe lhe deu!

O Bicho era lento, e com o ataque deixou seu torso totalmente livre e não pensava duas vezes, com uma das mãos expunha minhas garras e gravava em seu torso o mais forte e fundo que conseguisse, vamos ver o que ele acharia disso agora.
avatar
Joselito
Crias de Fenris
Crias de Fenris

Mensagens : 252
Data de inscrição : 02/10/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bryan "Grande Lobo" Wood - O Quarto Reicht

Mensagem  Daniel Ramone em Seg 10 Fev 2014 - 8:29

Bryan vislumbra uma boa oportunidade de ferir seu inimigo sem muita dificuldade, ergue um dos braços que usava para sua defesa e desfere um ataque com suas garras na forma Glabro. Devido às circunstâncias, atingir a criatura não é dificuldade alguma para um Fenrir de sua categoria.

Ataque de unhas:
Bryan rolou seis D10 com dificuldade 6 para causar dano: 1, 9, 1, 4, 4, 5 = 1 sucesso (Resultados 1 não anulam sucessos em teste para absorção ou dano)

A Criatura rolou seis D10 com dificuldade 6 para absorver o dano: 8, 3, 4, 6, 9, 3 = 3 sucessos

O ataque de Bryan finalmente atinge a criatura, mas foi um ataque desajeitado e o lacaio parece ter uma pele grossa demais para ser ferido com as unhas de um Glabro. Mas infelizmente o infortúnio de Bryan não para por aí. Como ele soltou um dos braços que continham o ataque da criatura, a mesma novamente ganhou a oportunidade de atacá-lo. Com a proximidade, Bryan só pode esquivar-se ou se defender.

[Logo após sua defesa ou esquiva você ganha a ação e pode atacar ou fazer o que bem entender. Mais sorte e atenção dessa vez]
avatar
Daniel Ramone
Senhores das Sombras
Senhores das Sombras

Mensagens : 443
Data de inscrição : 29/12/2013
Idade : 29
Localização : Pet Sematary

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bryan "Grande Lobo" Wood - O Quarto Reicht

Mensagem  Joselito em Qui 13 Fev 2014 - 6:14

Era hora de acabar com a brincadeira, sabia que poderia vencer isso até mesmo como humano mais não queria perder tempo aqui, me transformava em crinos diminuindo a diferença de tamanho que existia entre a gente, agora estava em minha forma de combate, agora tinha garras, era mais forte e iria massacrar esse ser, colocava novamente meus braços para bloquear seu ataque tentando me firmar para evitar qualquer tipo de queda, e logo tentava investir agora com minhas garras tentando aplicar um gancho fazendo ela atravessar sua cabeça, vamos ver do que isso é feito.

*Gasto 1 de furia para atacar apos defender ou não o ataque dele.
avatar
Joselito
Crias de Fenris
Crias de Fenris

Mensagens : 252
Data de inscrição : 02/10/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bryan "Grande Lobo" Wood - O Quarto Reicht

Mensagem  Daniel Ramone em Qui 13 Fev 2014 - 8:08

O lacaio tenta um soco baixo no estômago de Bryan, mas ao invés de tentar se defender como deveria o Cria menospreza o ataque de seu inimigo e passa para a Crinos. Nesta forma o tamanho de Bryan quase dobra, assim como sua força física e sua resistência. Mesmo assim o lacaio não perde a coragem, e seu soco vai na direção do estômago de Bryan.

[Transformar-se leva um turno. Como você declarou que se transformaria antes de se defender, usei a regra da divisão de para de dados. Então como você fez duas ações entre transformação e defesa sem gastar fúria, sua ação de defesa terá dois dados a menos]

Soco:
O lacaio rolou seis D10 com uma dificuldade 7 para um soco: 10, 7, 10, 2, 5, 6 = 3 sucessos.

Bryan rolou cinco D10 com dificuldade 6 para uma defesa: 4, 3, 8, 3, 8 = 2 sucessos.

Bryan contém o soco da criatura por alguns segundos, mas como sua defesa foi mais por reflexo do que por uma válida tentativa, a força do lacaio desfaz a defesa do Cria e o atinge.

Dano:
O lacaio rolou seis D10 com dificuldade 6 para dano: 6, 1, 8, 2, 6, 1 = 3 sucessos. (Resultados 1 não anulam sucessos em teste para absorção ou dano)

Bryan rolou seis D10 com dificuldade 6 para absorção: 4, 7, 2, 5, 9, 1 = 2 sucessos. (Resultados 1 não anulam sucessos em teste para absorção ou dano)

O ataque da criatura atinge Bryan superficialmente, mas deixa uma bela ferida sobre o abdômen do Cria. Bryan cambaleia um passo para trás na água pútrida, sentindo um leve embrulho no estômago, mas está novamente pronto para o combate.

Vitalidade:
Escoriado - Agravado
Escoriado
Escoriado
Machucado -1
Ferido -1
Ferido Gravemente -2
Espancado -2
Aleijado -5
Incapacitado

[Aqui, como você declarou que gastaria fúria durante a defesa para um ataque em seguida, e sua defesa já ocorreu durante uma divisão de dados durante a transformação, vou considerar que seu dispêndio de fúria ocorrerá para dois ataques]

Bryan se aproveita de sua posição curvada logo após receber o ataque, e desfere um ataque com garras debaixo para cima contra o lacaio.

Ataque com garras:
Bryan rolou sete D10 com dificuldade 6 para um ataque com garras: 6, 7, 10, 2, 6, , 2, 4 = 4 sucessos.

Bryan rolou oito D10 com dificuldade 6 para causar dano: 3, 2, 6, 8, 3, 6, 6, 5, 10 = 6 sucessos.

O lacaio rolou seis D10 com dificuldade 6 para absorção: 2, 3, 10, 5, 9, 8 = 3 sucessos.

As garras de Bryan atravessam o queixo da criatura, deixando-a aturdida por alguns segundos, e o sofrimento dela faz com que sua fúria cresça o suficiente para um segundo golpe.

Segundo ataque com garras:
Bryan rolou sete D10 com dificuldade 6 para um ataque com garras: 8, 9, 2, 9, 8, 10, 9 = 6 sucessos.

O lacaio rolou seis D10 com dificuldade 6 para se defender: 1, 2, 1, 4, 6, 1 = falha crítica.

Bryan rolou oito D10 com dificuldade 4 para causar dano: 5, 5, 5, 10, 3, 1, 2, 10 = 7 sucessos. (Resultados 1 não anulam sucessos em teste para absorção ou dano)

O lacaio rolou seis D10 com dificuldade 6 para absorção: 1, 8, 2, 5, 9, 5 = 2 sucessos (Resultados 1 não anulam sucessos em teste para absorção ou dano)


Com dois ataques seguidos com as garras, Bryan causa um belo estrago na criatura, e agora ela grita em agonia, exibindo os rasgos que as garras do Cria fizeram em seu corpo. O velho em sua forma Hispo entoa um uivo zombando do urro de dor do lacaio.

[Você novamente ganhou a iniciativa, a ação é sua]
avatar
Daniel Ramone
Senhores das Sombras
Senhores das Sombras

Mensagens : 443
Data de inscrição : 29/12/2013
Idade : 29
Localização : Pet Sematary

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bryan "Grande Lobo" Wood - O Quarto Reicht

Mensagem  Joselito em Sex 21 Fev 2014 - 19:27

OFF> Desculpe a demora

Um fraco, era isso que aquela criatura era, seu golpe era insignificante e mesmo me transformando em meio ao seu ataque consegui defender seu golpe, ela so tinha tamanho e era muito lenta, então me desvincilhava de seu corpo e desferia dois golpes com minhas garras certeiros, a criatura não tem chances, seu urro de dor deveria ter cruzado a penumbra, o velho parecia em êxtase com o urro de dor daquele ser, os ferimentos em seu corpo eram profundos e pela primeira vez via a fraqueza de meu inimigo e não iria perdoar aquele amaldiçoado e o mandaria para o inferno de onde não deveria ter saído.

Tentava cravar minhas garras em seu peito, pelo estado dele com certeza seria seu fim, mais so iria me contentar quando visse seu corpo inerte caído em meus pés.
avatar
Joselito
Crias de Fenris
Crias de Fenris

Mensagens : 252
Data de inscrição : 02/10/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bryan "Grande Lobo" Wood - O Quarto Reicht

Mensagem  Daniel Ramone em Sex 21 Fev 2014 - 20:40

Ataque com Garras:
Bryan rolou sete D10 com dificuldade 7 para um ataque com garras: 6, 9, 6, 4, 4, 9, 10 = 3 sucessos.

Bryan rolou oito D10 com dificuldade 6 para causar dano: 9, 4, 5, 10, 7, 4, 7, 7 = 6 sucessos.

O lacaio rolou seis D10 com dificuldade 6 para absorver o dano: 7, 5, 3, 3, 5, 9 = 2 sucessos.


Embalado pelo uivo de seu mentor, Bryan desfere mais um ataque com suas garras sobre a lenta criatura, atingindo-a do ombro esquerdo até a região umbilical. Suas garras cortam o que parece carne, mas no meio do golpe o lacaio se torna translúcido, o que indica que perdeu toda a sua essência. Enfim a criatura é derrotada, e o alívio que Gaia sente ao ver seu cerne livre de mais uma criatura impura é compartilhado por Bryan.
Aos seus pés, Grande Lobo nota a espada que carregava ficada ao solo de lama. No reflexo da lâmina, ele percebe de relance uma criatura nadando ao longe no lago, mas quando pensa em se alarmar, percebe que se trata de um cardume de Espiritos-Salmões.


- Relaxa, moleque. A presença deles é um bom sinal. Veja, estão purificando a água. Logo este lago estará tão puro e calmo que poderemos ver nosso reflexo e passar para a Umbra. Descanse e regenere este ferimento em seu peito. E tire este sorrisinho da cara, deveria ter derrotado esta criatura patética com um só golpe. Vejo que ainda tenho muito a ensiná-lo. – Diz o velho mestre.

Depois de algum tempo, Bryan e seu mentor atravessam a superfície do lago purificado em direção à Umbra Rasa. A sensação de se aprofundar no mundo espiritual nunca será algo com que se acostume. A pancada líquida é quase como atingir um muro de pedra, a água entrando nos pulmões o desespera, e a experiência de boiar a deriva em um lugar escuro é sempre terrível. O único ponto positivo é que a coisa é rápida. Logo Bryan consegue sentir o ar preenchendo-o e seu corpo novamente seco e aquecido. Grande Lobo e seu mentor estão agora em uma floresta escura, mas não escura como a Penumbra. Na Penumbra a coisa era mais fantasmagórica, já nesta floresta a sensação é a mesma de estar de volta ao mundo material, mais precisamente em um lugar selvagem sobre o período da noite. Bryan pode ouvir o zumbido dos insetos, sentir o cheiro dos animais mais próximos que fogem diante de sua visão... E perceber que seus olhos que tanto seu mentor quanto ele estão na forma Lupina! Quando isso aconteceu? Por quê? Essas são as perguntas que passam por sua mente.

[Com o tempo se descanso, você regenerou a ferida que a figura deixou em você. Seu personagem está perfeitamente sadio]
avatar
Daniel Ramone
Senhores das Sombras
Senhores das Sombras

Mensagens : 443
Data de inscrição : 29/12/2013
Idade : 29
Localização : Pet Sematary

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bryan "Grande Lobo" Wood - O Quarto Reicht

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum