Seita da Última Chance - Caern dos Filhos de Gaia

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Seita da Última Chance - Caern dos Filhos de Gaia

Mensagem  LeoPrata em Sex 11 Abr 2014 - 18:40

O Recomeço

Os Filhos de Gaia em Vancouver tiveram muito a perder, começando por sua reputação. Passaram de pacificadores e responsáveis pela união das tribos a fracos, traidores e ingênuos demais ao ponto de serem ouvidos. A confiança que até o mais cauteloso dos Wendigos e Garras Vermelhas teria na figura de um Filho de Gaia foi por água abaixo e a tribo pagou o preço do desprezo, mais isso só foi pouco. Os espíritos também viram a falha dos Filhos de Gaia e mesmo seu Totem, misericordioso e tranquilo partiu depois que seus filhos falharam. Uma boa parte da tribo saiu das terras da Columbia Britânica se estabelecendo mais a Leste, em cidades como Ottawa (capital do Canadá) e Quebec.

A situação da tribo que parecia ostracizada em Vancouver começou a mudar, isso graças a chegada recente de alguns membros da tribo com pensamento mais ousado, mais incisivo no seu papel de Garou diriam alguns Lupinos de tribos mais afeitas à Guerra. Sem alarde alguns poucos membros da tribo dos Filhos de Gaia reconquistaram contatos com alguns velhos parentes da tribo, estes não deixaram Vancouver e apenas se absteram da sociedade Garou por medo de represálias. Um deles foi peça chave para o renascimento de um Caern da Tribo em Vancouver, seu nome Dolan Russel, membro do corpo Acadêmico da Universidade da Columbia Britânica e um dos mais antigos da instituição. Há tempos a Universidade da Columbia Britânica realizou doações na área de Port Grey, a oeste de Vancouver e criou o Pacific Spirit Regional Park às margens do Estreito de Geórgia no Oceano Pacífico. Todo o parque é uma reserva natural destinada ao lazer da população, entretanto, existe uma reserva ecológica criada em 1975 com aproximadamente 90 Hectares que não é aberta ao público. Uma parte deste local restrito é para pesquisa florestal e outra possui animais selvagens vivendo livremente tais como: ursos, alces, lobos e passáros. Dolan teve o primeiro contato com os "novos" Filhos de Gaia que vieram a Vancouver e lhes indicou o local restrito da reserva como um local onde não seriam importunados e poderiam erguer um novo Caern da tribo, uma missão nada fácil para os jovens membros da tribo, porém, teriam perseverança para alcançar seu ideal e reerguer os Filhos de Gaia em Vancouver.


Conhecendo o ambiente

Sabendo que se tratava de uma área natural, mesmo não sendo de grandiosa dimensão ainda assim se tratava de um ótimo espaço e com certeza poderiam encontrar até outra tribo já residente ali. Entretanto, o que encontraram foram apenas poucos parentes lupinos, possivelmente das tribos Garra Vermelha e Wendigos, do mais somente os animais residentes na área preservada. A primeira providência dos Filhos de Gaia no local foi se harmonizar com os espíritos e lhes pedir permissão para erguer um lugar sagrado, depois com calma começaram a preparar a terra com cuidado para atrair os espíritos aliados de outrora. Esse processo foi lento e os Garou da tribo contaram com a ajuda de seus poucos parentes ainda residentes em Vancouver para se manter anônimos, alguns poucos Filhos de Gaia que ainda corriam em matilhas de Vancouver também foram importantes, mesmo sem marcar uma presença mais significativa na área do Pacific Spirit Regional Park. Foram pouco mais de um ano para que tudo fosse preparado, os Filhos de Gaia revezavam na lida e cuidado da terra para o ritual que criaria o novo Caern, sempre 3 ficavam de olho em tudo e em caso de alguma movimentação estranha entravam em contato com seus irmãos que mantinham uma seita mais povoada em Kelowna, (Cidade próxima a Vancouver). Alguns Theurges que cuidaram dos preparativos da terra creem que aquele local em épocas remotas possa ter abrigado outro Caern, os espíritos pediram que os Filhos de Gaia expiassem seus erros e após o sucesso mostraram "generosidade" para com os Garou.


Reparando os Erros    

Para serem agraciados novamente pelos espíritos os Filhos de Gaia deveriam provar seu valor e principalmente uma mudança de atitude que fez a tribo cair em desgraça outrora. A cidade sempre se mostrou eficiente para rechaçar a investida de Vampiros à região, porém, os mortos vivos vinham conseguindo se fixar em regiões com maior população humana e as tribos urbanas estavam tendo problemas em extirpá-los. A pedido dos ancestrais da terra os Filhos de Gaia deveriam encontrar o ponto seguro de "encontro" dos Vampiros, alertar as outras tribos locais para que confiassem no seu julgamento e liderassem o povo Garou contra os inimigos. O preço a ser pago era justo pelo os erros anteriores e os Filhos de Gaia aceitaram, levaria tempo mais eles agiriam de forma incisiva e acreditavam na vitória. Foram 2 meses investigando de forma discreta os locais mais badalados e mais sombrios da cidade até encontrar um antigo bar fora da grande Vancouver, próximo a uma antiga catedral na fronteira com Merritt. O bar era para atrair viajantes e a catedral o refúgio dos Vampiros, os Filhos de Gaia após localizarem seus inimigos iniciaram seus primeiros contatos com os Garou de Vancouver e puderam perceber o rancor e receio de seus irmãos. Para alguns localizar os Vampiros foi até mais simples do que seria convencer seus irmãos, nesse momento foi fundamental a participação de um Ancião sensato dos Filhos de Gaia, seu nome Lucian Luz de Luna, um Ahroun Hominídeo de boa reputação vindo de Quebec com o propósito de ajudar na proteção do novo Caern. Ele se propôs a falar tudo que vinha acontecendo com os Anciões da cidade e os alertou quanto ao perigo dos sanguessugas tão próximos, também explicou os motivos para seu povo se manter anônimo até aquele momento e disse que o que faziam era para tentar reparar o erro cometido por outros membros da tribo. As palavras verdadeiras do guerreiro fizeram os Anciões darem uma última chance aos Filhos de Gaia que liderados por Luz de Luna e com ajuda de seus irmãos extirparam os Vampiros da fronteira de Vancouver com sucesso, os espíritos viram que os Garou da tribo eram merecedores novamente de ajuda e não iriam impedí-los de erguer um novo Caern onde queriam.


A Busca pelo Totem

Com os espíritos apaziguados era chagada a hora do Caern ter as bençãos de um protetor, os Filhos de Gaia convocaram seus irmãos de tribo oriundos de Kelowna para ajudar. Ungido pela Sabedoria Ancestral, um Lupino Ancião Theurge foi quem conduziu os preparativos finais, uma grande festividade foi realizada para clamar pelas bençãos de um espírito e os Filhos de Gaia foram agraciados pelo raro Golfinho Cinzento, um Totem de Sabedoria, porém, decidido em suas atitudes fossem elas bruscas ou não. Diferente de seus primos o Golfinho Cinzento é mais selvagem preferindo locais puros e caso enxerguem uma ameaça não exitarão em atacar com ferocidade. De certa forma isso agradou a maioria dos membros do novo Caern.


A Seita da Última Chance

Fortalecidos pelas bençãos de um espírito Totem os Filhos de Gaia tinham agora a missão de proteger as terras da reserva onde viveriam e guardar a área litorânea de onde estavam e para tal feito alguns "ajustes" deveriam ser realizados. O primeiro deles foi a vinda de parentes, tanto hominídeos quanto lupinos, para região de Vancouver. Os hominídeos seriam auxiliados pelos parentes da tribo já estabelecidos e Garous hominídeos da tribo que ainda viviam em Vancouver, já os lupinos poderiam ficar na reserva junto com os lobos da região. Para não terem problemas tudo foi informado aos anciões da cidade, alguns não ficaram muito felizes com a volta da tribo isso é bem verdade mais devido aos últimos fatos acabaram engolindo temporariamente a tribo, claro que um novo deslize e eles sofreriam graves consequências. O segundo passo a ser dado contou com a colaboração novamente do Sr. Russel, tratava-se de alocar alguns parentes e Garous hominídeos como voluntários no trabalho de pesquisa florestal realizada em parte da reserva onde a tribo vivia agora, foi algo lento mais pelo menos o Centro de Pesquisa do Pacific Spirit Park conta com 5 voluntários pertencentes aos Filhos de Gaia. Esse fato ajuda ao Caern, afinal alguns pesquisadores são desviados do caminho da seita para o próprio bem deles. O terceiro e último passo foi trazer alguns Garou jovens da tribo para formar as fileiras de guardiões do Caern, uma boa parte veio do Leste (Quebec e Ottawa) e alguns de regiões próximas.


Campo Tribal

A maior parte da seita tem forte influência do campo tribal conhecido como o Ataque Iminente, são membros da tribo mais radicais que desejam unir as tribos no combate contra a Wyrm, porém, deixaram os fracos de lado e diferente da misericórdia usual dos Filhos de Gaia, não estenderão a mão para protege-los se não se juntarem as fileiras de batalha na guerra contra os inimigos de Gaia.


Descrição do Caern

Nível 2

Película: 4

Ponte da Lua: 3000 KM. Exemplo da distância (distância entre Palmas (TO – BR) para Recife (PE – BR))

Tipo: Força de Vontade

Benefícios: O Mestre de rituais ao abrir tal Caern pode recuperar Força de Vontade.

Tipo de Espíritos: Guerra, Ancestrais (Caerns de Força de Vontade se manifestam em locais onde grandes tarefas são realizadas, com sofrimento e perseverança)


Membros

Vigia do Portão: Tellanie Woodgate, Inabalável Fé em Gaia - Hominídea, Ahroun - Adren - Camp: Ataque Iminente

Vigia da Terra: Véu da Noite - Lupino, Theurge - Fostern

Guardiões: Matilha do Golfinho Cinzento

Inimigos da Wyrm: Matilha do Terremoto

Mestre do Desafio: Chamado da Vitória - Lupino, Galliard - Adren - Camp: Ataque Iminente

Mestre do Ritual: Alfonse Cervant, Arauto do Unicórnio - Hominídeo, Filodox - Adren

Vigia: Malcom "Caçada Fantasma" Reeves - Hominídeo, Ragabash - Adren - Camp: Ataque Iminente

Conselho de Anciões: Lucian, Luz de Luna - Hominídeo, Ahroun - Ancião - Camp: Ataque Iminente e Ungido pela Sabedoria Ancestral - Lupino, Theurge - Ancião



Matilha do Golfinho Cinzento: Força das Marés

Matias Lunder, Amigo do Elemental da Água - Hominídeo, Theurge - Adren - Alfa - Camp: Ataque Iminente

Almiron, Mordida Voraz - Lupino, Ahroun - Fostern - Beta - Camp: Ataque Iminente

Vanessa Bert, Pêlo Azulado - Hominídea, Filodox - Fostern

Brisa na Mata - Lupino, Ragabash - Cliath - Camp: Ataque Iminente

Dora, Canção dos Mares - Impura, Galliard - Cliath - Ômega



Matilha do Terremoto: Dilacera a Wyrm (todos pertencem ao campo tribal do ataque iminente)

Frank Dior, Corteja a Guerra - Hominídeo, Galliard - Athro - Alfa

Aron, Guerreiro Sábio - Lupino, Ahroun - Adren - Beta

Maia Dior, Equilíbrio das Decisões - Hominídea, Filodox - Fostern

Hodger, Marcas da Morte - Impuro, Ragabash - Fostern

Essência da Terra - Lupino, Theurge - cliath


Além de seus protetores a seita conta também com a ajuda de parentes (hominídeos e Lupinos) e dos Garou Filho de Gaia que permaneceram em Vancouver mesmo após todo o problema com a tribo. Ao todo são 26 Garou na seita e mais 20 parentes, sendo que os parentes lupinos vivem nos arredores da reserva, enquanto os hominídeos em locações o mais próximas possíveis ao parque. Alguns Garou da tribo também preferiram ficar nos arredores para qualquer "eventualidade"


Notas Finais

Este cenário é um apoio aos narradores, aqueles que desejarem podem incrementar o cenário ou mesmo criar novos Npcs. Bom jogo a todos.


Shape shift, nose to the wind; Shape shift, feeling I have been; Move swift, all senses clean; Earth's gift; Back to the meaning of wolf and man. "Metallica - Of Wolf and Man".

Ficha de JJ Silver
avatar
LeoPrata
Admin
Admin

Mensagens : 1333
Data de inscrição : 06/08/2012
Idade : 38
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum