Yuri Brachiev - O Corruptor. -- CONCLUIDO

Página 3 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Yuri Brachiev - O Corruptor. -- CONCLUIDO

Mensagem  Daniel Ramone em Dom 22 Fev 2015 - 10:08

Rainha-dos-Loucos o escuta com atenção, sempre analisando você com aqueles olhos de coruja sábia. Você nota que em suas conversas ela não faz questão de deixar claro seu posto muito mais avançado, trata você com toda educação, mas sempre esperando a mesma gentileza e respeito de sua parte.

- Não há de quê, Sangue-do-Dragão. Ajudando você estarei ajudando toda a tribo. - Ela responde aos seus agradecimentos.

Quanto as suas informações, ela se mostra um pouco surpresa.

- Louvado seja o nome de Mãos-do-Macaco. Morreu em combate como se espera de um bom Presa de Prata. - Ela diz subitamente.

Quando você fala em enfrentar a criatura, ela se mostra um pouco receosa, como alguém que recua diante de uma situação apavorante. Mas nada diz sobre isso, apenas atende ao seu pedido por informação.

- Segundo as lendas, Acalantis é um maldito em que foram baseada a lenda sobre a Medusa, que era capaz de transformar em pedra aqueles que a olhavam nos olhos. Mas Acalantis é diferente, com ela não basta você fechar os olhos e nem bancar o Perseu. Basta ela pôr os olhos em você para que se transforme em mais uma escultura de gelo a enfeitar a caverna dela pela eternidade.  Isso é tudo que sei.


off: Devido aos descansos, qualquer ferida ou dispêndios foram totalmente recuperados.


- Vincenzo

- Gaspard

- Miranda

Ação
Fala
Off
Pensamento
avatar
Daniel Ramone
Senhores das Sombras
Senhores das Sombras

Mensagens : 443
Data de inscrição : 29/12/2013
Idade : 29
Localização : Pet Sematary

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Yuri Brachiev - O Corruptor. -- CONCLUIDO

Mensagem  Midnight em Seg 23 Fev 2015 - 2:09

A forma como reagia ao que eu falava, o jeito que se dirigia à mim, e mesmo a transparente consciência de que sua posição significava um intermédio para cumprir seu dever com Gaia cada vez mais me faziam nutrir respeito por Anastázia. Definitivamente a forma como a mulher agia me deixava confortável. Sua educação refinada só fazia das coisas ainda mais fáceis para mim, como se a todo tempo conservasse sua sabedoria como Anciã que era, mas pudesse olhar as coisas do ponto de vista pelo qual eu enxergava. Talvez o reforço de minha admiração por ela tenha sido o fator diferencial quando ela engrandece a morte de Mãos do Macaco: "Há um bom tempo que não vejo a morte como um ato digno de muita glória, mas acho que preciso ser menos insensível quanto a isso. Em alguns momentos tal ato pode não representar nada menos que o necessário a se fazer, como foi com Isaiah Morningkill, que teve que se sacrificar para acabar com a Devoradora de Tempestades. Talvez tenha sido assim com Mãos do Macaco também, talvez sua morte estivesse intimamente ligada a possibilidade da Klaive ser forjada, e esta tenha um poder grande ao ponto de justificar sua perda... Seja como for, terei que ir atrás dessas respostas, e ela me esperam naquela caverna. É cedo demais para pensar na morte como uma alternativa, ao menos para mim." Diante disso, mostrei aprovação em meu semblante após as palavras de exaltação à Mãos do Macaco proferidas por ela.

Não demonstrei reação ao vê-la sem muito ânimo com a possibilidade de eu enfrentar a criatura que me aguardava na caverna. Após uma reprovação tão categórica dos Andarilhos do Asfalto diante do mesmo fato, não esperava encorajamento partido de alguém tão sábia quanto ela e me dei por satisfeito em não ser repreendido. Ouvi com muita a atenção e visível interesse as informações que ela me apresentou, mas no final das contas o saldo não era dos mais positivos, para meu entusiasmo. Realmente parecia um adversário difícil de ser enfrentado, mas a criatura não deveria dar muito trabalho caso conseguisse alcançá-la. No entanto essa era justamente a maior dificuldade que encontraria. E é claro, por mais que eu julgasse as palavras de Rainha dos Loucos como informações verídicas e úteis, ela havia se baseado em lendas para argumentar, e isso inevitavelmente representava um risco. De qualquer forma, eu não tinha alternativas melhores do que acreditar piamente no que tinha em mãos até então, e me despedi após a confirmação de que aquilo era tudo o que ela podia me contar:
-Sem dúvida suas instruções me serão de grande valia, Jarl Anastázia-rhya.- Contive a palavra "Ansiã" no último instante, presumindo que uma dama poderia não gostar do termo, mas continuei sem maiores problemas: -Logo terei de partir para concluir a missão que assumi e por isso preciso me despedir de sua companhia agora. Novamente lhe agradeço por ter me recebido e compartilhado de sua sabedoria comigo. Farei o que for possível para honrar vossa confiança e trazer a Klaive de volta. Até mais.- Após ter me despedido me dirigi ao ponto de encontro com os Andarilhos do Asfalto, pensando em como poderia matar a criatura que havia tirado a vida de meu antepassado.
avatar
Midnight

Mensagens : 136
Data de inscrição : 09/01/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Yuri Brachiev - O Corruptor. -- CONCLUIDO

Mensagem  Daniel Ramone em Qua 25 Fev 2015 - 7:47

Hora de partir. Pela terceira vez em menos de uma semana você retorna à Praça Vermelha, mas não encontra ninguém no ponto onde Ivana costumava esperá-lo. No entanto você ouve uma buzina ao longe, e de dentro de uma Land Rover prateada você vê uma mão para fora da janela chamando-o. Não havia do que suspeitar, a mão delicada e fina pertencia à Ivana. Quando você se aproxima, ela abre a porta do carona da frente para você. Ela estava ao volante, enquanto os gêmeos se mantinham calados no banco de trás.

- Extremamente pontual, isso é bom. - Diz Ivana, pisando pisando levemente no acelerador.

O carro começa a partir, ganhando mais velocidade gradualmente.

- E então, preparado para isso tudo? - Ela pergunta para puxar assunto.


- Vincenzo

- Gaspard

- Miranda

Ação
Fala
Off
Pensamento
avatar
Daniel Ramone
Senhores das Sombras
Senhores das Sombras

Mensagens : 443
Data de inscrição : 29/12/2013
Idade : 29
Localização : Pet Sematary

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Yuri Brachiev - O Corruptor. -- CONCLUIDO

Mensagem  Midnight em Qua 25 Fev 2015 - 15:41

Encarei a ausência aparente de Ivana sem surpresa, em todos nossos encontros anteriores ela havia se posto em um ponto de observação privilegiado para aguardar minha aparição antes de se revelar, provavelmente chegando com antecedência no local para garantir isso, e com uma breve olhada nos arredores confirmo minhas expectativas quanto a isso. Sem pensar duas vezes comecei a caminhar até o carro, sem muito interesse no mesmo, me perguntando como seriam aqueles dias de viajem e como estaria o clima depois da última conversa tensa que havíamos tido.

Fechei a porta do carro trazendo para meu colo, e posteriormente pondo na minha frente sob o porta-luvas, a mochila na qual trazia minhas coisas. Ao encontrar o olhar dos irmãos, sabia que não tinha muito o que dizer, mas fiz questão de demonstrar educação com uma mensura com a cabeça para ambos, cumprimentando-os. Quanto ao comentário sobre minha pontualidade de Ivana respondi sem muito interesse:
-Quanto antes terminarmos isso, melhor será para todos os envolvidos.- Ainda estava incerto de como ela estava posicionada com o resultado da conversa da madrugada anterior, mas eu certamente não havia saído confortável daquilo. Deixei que o silêncio pairasse, com olhos fixos na estrada até que ela voltasse a falar. A pergunta dela me fez refletir um pouco, como se ainda precisasse esclarecer aquilo pra mim mesmo, mas procurei responder da forma mais sincera possível: -Consegui mais informações sobre o maldito que habita a caverna... Uma especificação de seus poderes. Parece que a criatura foi quem inspirou a lenda da Medusa, mas é ainda pior. Somente de olhar para seus alvos ela consegue os congelar. No entanto, ainda que tenha tomado consciência disso, não iria me dispor a cumprir uma tarefa na qual julgasse ser incapaz. E é por isso mesmo que irei enfrentá-la, porque sei que posso derrotá-la.- Tomei o olhar diretamente pra mulher, mesmo sabendo que este não deveria ser retribuído por ela estar dirigindo, e disse: -Você fez alusão a eu estar querendo "bancar o herói". Talvez seja natural para você olhar as coisas pra esse lado, mas lutarmos em uma guerra perdida... Não é disso que guerras perdidas precisam? De heróis?- Minhas palavras eram idealistas e deveriam soar com certa arrogância, mas não me sentia no direito de agir como menos que isso. Eu sairia vitorioso daquela caverna. Com o corpo de Mãos dos Macacos nos braços, a Klaive perdida em minha cintura, e o sangue fresco da besta cobrindo meu corpo.
avatar
Midnight

Mensagens : 136
Data de inscrição : 09/01/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Yuri Brachiev - O Corruptor. -- CONCLUIDO

Mensagem  Daniel Ramone em Qui 26 Fev 2015 - 8:40

Quando você cumprimenta os dois, Makar retribui com uma mensura de cabeça, e enquanto Andrei sorri de maneira estranha por detrás da máscara. Os dois nunca dizem nada, deixando as tratativas exclusivamente para Ivana, sua irmã mais velha.

Ao revelar a ela que conseguiu informações sobre a criatura, um sorriso animado e charmoso nasce naquele rosto de expressões tão frias, mas quando você reitera sua vontade de combater a criatura, o sorriso morre, ela balança a cabeça novamente e volta a ficar séria, porém nada diz. Só volta a falar alguma coisa quando você pede a ela sua opinião.

- Você está certo, precisamos de heróis nesta guerra... O único problema é que a minha concepção de heróis é muito diferente da sua. Heróis, para mim, não precisam deter balas ou caçar monstros, devem agir colocando seu povo e seus irmãos em primeiro lugar. O que você está fazendo é agir como um tolo Fenrir agiria, usando a Litânia como desculpa para um ato inconsequente. Creio que você ainda não entende a gravidade do que vai acontecer se você falhar, mas eu não o culpo, é geralmente assim que agem os Garou de sua idade e seu posto. O plano que lhe propus é o mesmo que exigir uma humildade que a nobreza nunca demonstrou. - Ivana comenta.

Você percebe que Ivana não foi crítica e nem ácida em sua declaração, foi apenas direta naquilo que pensava. Embora a posição dela naquela situação fosse extremamente segura, ela parecia preocupada, mas nunca admitiria.


- Vincenzo

- Gaspard

- Miranda

Ação
Fala
Off
Pensamento
avatar
Daniel Ramone
Senhores das Sombras
Senhores das Sombras

Mensagens : 443
Data de inscrição : 29/12/2013
Idade : 29
Localização : Pet Sematary

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Yuri Brachiev - O Corruptor. -- CONCLUIDO

Mensagem  Midnight em Sex 27 Fev 2015 - 6:33

Observei e ouvi a mulher atenciosamente, dava mais crédito agora a suas palavras. Era uma forma que enxergava para compensar a maneira dura e desproporcional como havia agido na madrugada anterior. Após ela terminar, virei o rosto em direção a janela do carro, apoiando o queixo em minha mão, deixando assim a cabeça um tanto inclinada na direção da estrada ao meu lado, deixando um olhar perdido ao longe enquanto refletia sobre tudo o que ela havia dito, tentando ver as coisas de um ponto menos egoísta do que o que sentia ter naquele momento. Mas, no final das contas, eu só buscava palavras mais amenas, e formas mais brandas de expressar aquilo que pulsava em mim, pois eu era irredutível quanto aos princípios que me levariam até o combate da criatura. Eu não precisava insultar ninguém por conta disso.

Tive a sensação de que deixei o silêncio pairar por tanto tempo no carro que as palavras de Ivana não seriam retrucadas por mim, mas ainda assim falei de forma calma, demonstrando compreensão:
-Talvez você tenha razão. Talvez seja suicídio. Talvez mais sangue seja derramado pela minha decisão e talvez esse simplesmente não seja o método certo para se resolver a questão. Mas ludibriar a criatura é apenas uma possibilidade, no final das contas. Entenda isso como uma mera observação, não é onde eu quero chegar.- Tomei novamente o olhar para ela e continuei: -De fato temos visões diferentes de heróis. Isso é natural. Cientistas idolatram vencedores do Nobel e artistas aclama ganhadores do Oscar... Claro que trata-se de um exemplo raso, mas mesmo Garous são metade homens. Vivemos metade de nossa existência em função de nossos desejos, e minha vida jamais seria completa sem o ardor da batalha, porque sei que luto pelo que é certo. Entrar naquela caverna negando-me a lutar significaria a morte pra mim, pois eu deixaria de ser eu mesmo.- Minhas próximas palavras pesaram, e eu pude sentir meu olhar se desviando e minha cabeça abaixando levemente: -Enquanto eu me chamar Yuri Brachiev, precisarei me provar para mim mesmo. Enquanto eu me chamar  Sangue do Dragão, precisarei me provar para a Nação. Enquanto eu for um Ahroun, precisarei me provar para Gaia. Morrer significa falhar com Ela, e por isso eu simplesmente não o farei.- Ergui a cabeça e olhei em frente, sabendo que tudo aquilo eram nada menos do que verdades absolutas.
avatar
Midnight

Mensagens : 136
Data de inscrição : 09/01/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Yuri Brachiev - O Corruptor. -- CONCLUIDO

Mensagem  Daniel Ramone em Sab 28 Fev 2015 - 8:46

Ivana suspira ao volante, sentindo-se derrotada e cansada.

- Tudo bem, faça como você quiser. - Disse, novamente sem aquele tom de crítica que se esperava dela.

A viagem seguiu com um clima um pouco tenso dentro do carro. Nada de conversa ou música no rádio, apenas algumas trocas de palavras casuais entre Ivana e seus irmãos ou Ivana e você. Após o tempo previsto, finalmente chegaram a Irkutsk, uma cidadezinha Siberiana muito movimentada por turistas. No entanto já era bem tarde da noite, e aqueles que permaneciam nas ruas já estavam a rumar para suas casas.

Chegaram ao ponto em que queriam sem nenhum tipo de contratempo. Normalmente o Lago Baikal era um recanto de beleza, principal interesse para aqueles que visitavam a cidade.



Mas a escuridão e temperatura trataram de torná-lo um ambiente soturno, que lhe obriga a olhar para todos os lados graças aos sons suspeitos que o vento gélido faz. Um pouco ao longe você teve a impressão de ter visto uma mulher retorcida em uma pose de angústia, mas ao se aproximar, viu que era apenas uma pobre árvore congelada. Vocês quatro haviam deixado o carro para trás, e agora caminhavam por uma estrada tomada pelo gelo, que era cercada pelas águas congeladas do lago. A frente, havia a conhecida formação rochosa do lago, que a noite e o vento faziam parecer o grotesco castelo de um monstro.

Ivana vestia um grosso casaco de pele, enquanto seus irmãos se contentavam em manter-se na forma Hispo. Estava frio, muito frio. Com um aparelho tecnológico nas mãos, a garota vai se aproximando da formação rochosa, fazendo um scanner dela em busca de alguma coisa.

- Achei! - Disse Ivana bem alto, com sua voz se perdendo no sopro da ventania.

Quando a parente indica um ponto da formação rochosa, os dois Hispos se aproximam, e começam a retirar pedras soltas e cheias de camadas de gelo. Assim, se abre uma passagem pequena e congelada, onde cabe apenas um agachado.

- E então, Perseu, ainda pensa em matar a medusa? Se sim, boa sorte. Lavo as minhas mãos. - Diz a parente.


- Vincenzo

- Gaspard

- Miranda

Ação
Fala
Off
Pensamento
avatar
Daniel Ramone
Senhores das Sombras
Senhores das Sombras

Mensagens : 443
Data de inscrição : 29/12/2013
Idade : 29
Localização : Pet Sematary

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Yuri Brachiev - O Corruptor. -- CONCLUIDO

Mensagem  Midnight em Dom 1 Mar 2015 - 2:58

Não disse mais nada após as últimas palavras dela, aquele parecia um desfecho razoável para ambos. No final das contas ela parecia aceitar, após muita insistência, que eu não deixaria de combater a criatura, talvez estivesse apenas convencida de que a morte me aguardava, e pensando em seu próximo passo após confirmar isso. Eu só não tinha tanta confiança nessa possibilidade dela pelo tom que usava... Mas haviam coisas mais importantes a serem pensadas no momento. Independentemente do ponto de vista que ela pudesse ter de minhas ações, seus resultados dependeriam apenas de mim, e era nisso que eu procurava ter foco enquanto tentava montar um plano de combate: "Definitivamente eu preferia enfrentar uma matilha inteira de Dançarinos da Espiral Negra do que essa coisa. Contra aqueles bastardos minha força e determinação iriam compor toda a medida necessária para chegar aos resultados, mas com esse maldito é completamente diferente. Eu precisarei ser furtivo e preciso, terei de adentrar seu esconderijo com a maior cautela possível, caso seja notado estarei com um pé na cova, dai para ela conseguir colocar os olhos em mim será apenas questão de tempo. Mas houveram sobreviventes após enfrentá-la afinal, talvez seja possível resistir a esse poder diabólico. Ainda assim, tenho que estar preparado para encarar a pior hipótese. Creio que, diante das possibilidades e sabendo do que tenho em mãos, minha melhor chance é tentar saltar da Umbra para o mundo real e tentar desferir o maior número de golpes possível antes que a criatura possa olhar para mim. Contudo, algo ainda me intriga nessa história... O que levou Mãos do Macaco até justamente aquele lugar, sendo tão distante de sua Seita? Haver tal criatura ali seria mera coincidência? Não consigo acreditar nisso, irei buscar a resposta lá dentro." Me mantive focado durante o restante do percurso até alcançarmos nosso destino tentando encontrar uma estratégia melhor do que a que tinha até então, o que no final das contas se mostrou em vão.




Ao chegarmos no local previsto, estava inegavelmente ansioso. Havia dormido pouco e mal ao longo dos dias de viajem, ficar confinado tampo tempo em carro era uma experiência ruim por si só, e o constante questionamento feito por mim mesmo acerca da eficácia do "plano" que tinha em mente não havia tornado os dias mais agradáveis. No entanto, ali estávamos, logo eu estaria diante da criatura que havia tirado meu sono nas noites recentes. O frio do lugar não era exatamente acolhedor, mas era nostálgico. Me lembrava as terras mais ao norte nas quais havia passado um trecho denso de minha vida, e isso tirou parte da tensão que me cobria. Quase que inconscientemente, abri o zipe frontal do casaco que vestia para sentir melhor o clima do local enquanto Ivana fazia suas buscas com o equipamento estranho que tinha em mãos. Quando o frio já começava a lembrar-me da má ideia que havia sido abrir o casaco, olho em direção ao local em que Ivana havia gritado sem entender inicialmente do que se tratava. Não agi até que os irmãos da garota houvessem terminado de retirar as pedras que obstruíam e ocultavam a passagem que a garota tinha encontrado, pois só quando o trabalho estava próximo a terminar me dei conta do que se tratava. Com o serviço completo, olhei fixamente para a entrada do local e permaneci em silêncio após as palavras de Ivana. Eu já havia feito muitos discursos, tinha falado demais, era hora de agir. Me aproximei do lago e tentei atravessar a película após me deparar com meu reflexo, para só então adentrar a caverna.
avatar
Midnight

Mensagens : 136
Data de inscrição : 09/01/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Yuri Brachiev - O Corruptor. -- CONCLUIDO

Mensagem  Daniel Ramone em Seg 2 Mar 2015 - 9:58

Por ser uma área natural ligeiramente dominada pela Wyrm, a película era bem fácil de se romper, e quando Yuri o fez, ouviu Ivana perguntar "Para onde você vai?". Mas era tarde para se virar e responder. O Presa de Prata estava agora na penumbra, e todas as impressões ruins que ele tinha do lugar se agravaram. O frio tornou-se muito maior, tanto que o vento gélido era visível, e rostos se formavam nele para rir do Garou. Daquele lado a existência a passagem era a mesma, exceto pelo maior sinal de decadência do cenário. A entrada da caverna está bem à sua frente, e como ele planejava desde o início está completamente sozinho em meio a escuridão.


- Vincenzo

- Gaspard

- Miranda

Ação
Fala
Off
Pensamento
avatar
Daniel Ramone
Senhores das Sombras
Senhores das Sombras

Mensagens : 443
Data de inscrição : 29/12/2013
Idade : 29
Localização : Pet Sematary

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Yuri Brachiev - O Corruptor. -- CONCLUIDO

Mensagem  Midnight em Seg 2 Mar 2015 - 11:22

O único arranhão que sinto no fluxo enquanto atravessava a película era a última frase dita por Ivana antes de estar do outro lado. Algo estranho percorreu minhas entranhas naquele instante, a dispendido de todo o cenário agravado que agora me circundava, como se eu devesse ter explicado o que estava prestes a fazer, mesmo sabendo que ela inevitavelmente descobriria. Talvez tenha sido o frio extremo ou, mais provavelmente, os rostos zombeteiros que agora se formam em virtude do clima extremo que tenham me retomado ao foco. Eu estava de volta a realidade, e ela era fria. Tão fria quanto eu pudesse me lembrar da definição final de frio. Olhei ao redor, me familiarizando com o ambiente e me perguntei se a temperatura seria menos agressiva dentro da caverna. Nutri essa esperança, ainda que já tivesse como certo que não teria essa satisfação.

Me espremi enquanto adentrava o lugar, e logo fui abraçado pela escuridão total. Era parte do elemento surpresa, no final das contas, mas isso não me serviria caso não pudesse identificar meu alvo. As influências da Wyrm no local me faziam descartar a possibilidade de contar com a ajuda de espíritos naquela tarefa, então procurei alternativas para poder prosseguir com meu plano:
"Creio que, inicialmente, o que tenho a disposição são minhas outras formas. Talvez consiga enxergar aqui em Lupus, além do quê, essa forma é compacta o suficiente para prosseguir enquanto o caminho permaneça estreito. No entanto, a escuridão pode não ser natural, ou mesmo suficiente para impedir que eu consiga ver de qualquer maneira, mas terei meus outros sentidos ampliados para me guiar. Ir novamente para o mundo físico é minha última alternativa, teria que voltar minha estratégia a partir da estaca zero." Tentei assumir minha forma lupina para continuar o trajeto, sempre alerta, com passos cautelosos mas constantes. Estava determinado e totalmente focado.
avatar
Midnight

Mensagens : 136
Data de inscrição : 09/01/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Yuri Brachiev - O Corruptor. -- CONCLUIDO

Mensagem  Daniel Ramone em Seg 2 Mar 2015 - 22:51

Yuri tenta passar para a forma Lupina e seu corpo tomba em quatro patas, assumindo pelos que pouco lhe protegia do frio opressor. Corajosamente ele entra na passagem escura, tendo como guias apenas seus sentidos mais apurados. No entanto seus olhos não são tão inúteis quanto ele pensava. Yuri consegue ver as paredes congeladas da passagem estreita e alguns metros adiante de um solo coberto de neve. Não, não há nenhuma fonte de luz naquele lugar, é só uma pequena ausência de trevas calculada por aquele mundo hostil.

Ao chegar ao fim da passagem, Yuri se depara com degraus esculpidos no gelo que levam a uma câmara um pouco mais abaixo. Nesta câmara ele consegue enxergar meia dúzia de silhuetas na escuridão, todas elas em posições estranhas. Do outro lado da câmara, Yuri pode ver uma nova passagem.


- Vincenzo

- Gaspard

- Miranda

Ação
Fala
Off
Pensamento
avatar
Daniel Ramone
Senhores das Sombras
Senhores das Sombras

Mensagens : 443
Data de inscrição : 29/12/2013
Idade : 29
Localização : Pet Sematary

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Yuri Brachiev - O Corruptor. -- CONCLUIDO

Mensagem  Midnight em Ter 3 Mar 2015 - 6:18

A gratidão breve por ter conseguido enxergar após trocar de forma fez com que eu ficasse um pouco menos tenso, ainda que igualmente alerta. Aliviado por ainda ter o fio do plano que havia elaborado em mãos, prossegui, agora um pouco mais confiante, mesmo com os músculos retesados pelo frio desproporcional a camuflagem própria de minha forma Lupus. Eu estava acostumado com esse tipo de clima -mesmo que em proporções um razoavelmente menores- e a atmosfera não me era exatamente estranha, me mantive centrado em continuar a incursão até me deparar com as figuras que tinha pela frente, na sequência do caminho que seguia. Inicialmente entrei em alerta, mas logo cheguei a conclusão do que seriam as silhuetas, e me aproximei delas, descendo os degraus com cuidado. Procurei primeiro me certificar de que a área estava segura, sendo bastante prudente antes de me aproximar das formas estranhas, para só então confirmar se tratava-se do que eu imaginava: as vítimas da criatura.

Sentia que meu alvo se aproximava, mas ainda não estava ali. No entanto, para me certificar, investigaria a câmara em busca de qualquer coisa que fosse estranha ou suspeita e, caso fossem seis vítimas da criatura os habitantes daquele local, tentaria ver a forma como haviam sido petrificados, se olhavam para uma direção específica, suas expressões e etc. Qualquer informação poderia me ajudar a safar-me de um destino similar. Independentemente de conseguir ou não alguma coisa de útil ali, caso nada de inesperado acontecesse, prosseguiria para a próxima passagem, continuando em minha forma Lupus a menos que sentisse a necessidade de coletar ou acionar algo
avatar
Midnight

Mensagens : 136
Data de inscrição : 09/01/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Yuri Brachiev - O Corruptor. -- CONCLUIDO

Mensagem  Daniel Ramone em Qua 4 Mar 2015 - 8:25

Em sua forma Lupina você se aproxima sorrateiramente das silhuetas, e a proximidade vai tornando mais fácil identificá-las. São todos homens e mulheres congelados em posição de defesa, verdadeiras estátuas de gelo fitando o nada com faces apavoradas. Enquanto você os analisa, de repente um deles volta a cabeça em um movimento mecânico em sua direção.

- Ela vai te matar! Vai encontrar você e transformá-lo em um de nós! - Ele brada exaltado, gargalhando loucamente em seguida.

Logo todas aquelas meia dúzia de pessoas congeladas começam a gargalhar também, risadas desconexas, expressando a loucura causada pelo o que viram naquele lugar. Mas, de súbito, todos param e o silêncio volta.

- Não! Nós vamos matá-lo! - Um homem congelado em um ponto distante anuncia.

Então todos eles começam a se mover, todos juntos em movimentos lentos e espasmódicos. Lascas de gelo se despedaçavam de seus corpos a cada movimento. Todos caminhavam passo a passo em sua direção com um sorriso diabólico no rosto.


- Vincenzo

- Gaspard

- Miranda

Ação
Fala
Off
Pensamento
avatar
Daniel Ramone
Senhores das Sombras
Senhores das Sombras

Mensagens : 443
Data de inscrição : 29/12/2013
Idade : 29
Localização : Pet Sematary

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Yuri Brachiev - O Corruptor. -- CONCLUIDO

Mensagem  Midnight em Qua 4 Mar 2015 - 8:52

Eu já esperava por aquilo, mas ter a certeza de que tratavam-se de pessoas congeladas me deu um aperto no coração. Era triste contemplar aquelas pobres criaturas, confinadas em seus caixões congelados, sepultados naquele lugar maculado. A ideia de dar o descanso final aos seus corpos e almas e vingá-los começava a queimar em mim ainda mais forte, quando um rosnado instintivo sai de minha garganta ao notar o movimento de uma das criaturas. Quase dei um salto para trás, tão inesperado foi o ato, quando uma das criaturas congeladas falou. Assim que me dei conta do que acontecia, repudiei com todas minhas forças o destino que a besta havia dado aquelas criaturas, meu ódio só aumentava e eu não podia esperar por ter as entranhas do maldito responsável por aquela obra nefasta diante de mim.

Não me deixei levar pelas palavras dos seres congelados, eles eram agora lacaios da besta que dominava o lugar, o que não me fazia esquecer de quem um dia deveriam ter sido: Garous lutando em nome de Gaia, e que agora estavam cegos e confinados, mas eu seria a porta da libertação daquela escravidão gélida para eles. Assumi rapidamente minha forma Crinos
[1 Ponto de Fúria] conforme os passos lentos se dirigiam à mim, com a voz bárbara que assumia naquela forma disse o mais afetivamente que consegui: -Irmãos, deixarei que o calor de minha Fúria descongele suas almas.- E me pus a iniciar a redenção deles, atacando quatro vezes [Ação Padrão + 3 Pontos de Fúria] com as garras os alvos que estivessem mais próximos. Procuraria me posicionar de forma estratégica no local, deslocando-me de modo em que pudesse manter certa distância daqueles que estivessem mais longe, impedindo-os assim de me atacar diretamente enquanto cuidava das ameaças que estivessem imediatamente a minha frente.



-OFF:
Spoiler:
Distribuiria os ataques visando derrubar cada alvo que atacasse. Sendo assim, se o primeiro golpe derrubasse a criatura alvejada, passaria a atacar a próxima, se ela permanecesse de pé, atacaria uma vez mais, e assim sucessivamente.
avatar
Midnight

Mensagens : 136
Data de inscrição : 09/01/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Yuri Brachiev - O Corruptor. -- CONCLUIDO

Mensagem  Daniel Ramone em Sex 6 Mar 2015 - 10:14

As criaturas são lentas. Você passa para a sua forma Crinos e elas ainda estão distantes. Num primeiro instante você achou que aqueles fossem os Garou congelados pelo maldito, mas logo viu que aquelas pessoas nada tinham a ver com os irmãos com que você conviveu. Eram pessoas comuns, vestindo roupas comuns e que um dia tiveram vidas comuns. O que faziam naquela caverna? Talvez eles fossem pesquisadores ou exploradores, mas Garou, isso eles não foram de modo algum.

Suas palavras não fazem efeito sobre eles, apenas faz com que eles gargalhem ainda mais loucamente, transformando sua promessa verdadeira em uma mera piada. Quando eles se aproximam, você os ataca com toda a sua fúria. Não é necessário nenhuma rolagem ou teste, você é um grande guerreiro e eles não passam de paródias do que já foram um dia. Quatro deles caem diante de suas garras, e os oito que sobraram continuam se aproximando com lentidão, rindo apesar de o destino que lhes espera em suas mãos seja o extermínio.

Atrás de você uma leve corrente de ar muito gelado surge da passagem até as profundezas da caverna, e logo depois sussurros incompreensíveis da voz de uma mulher. Uma nova e mais alta gargalhada é entoada por um daqueles seres congelados.

- Ela tá vindo. Ela ta vindo! - Ele diz excitado.


- Vincenzo

- Gaspard

- Miranda

Ação
Fala
Off
Pensamento
avatar
Daniel Ramone
Senhores das Sombras
Senhores das Sombras

Mensagens : 443
Data de inscrição : 29/12/2013
Idade : 29
Localização : Pet Sematary

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Yuri Brachiev - O Corruptor. -- CONCLUIDO

Mensagem  Midnight em Sab 7 Mar 2015 - 8:05

A criaturas riam como hienas, insanas da forma que estavam. A morte não deveria de fato lhes preocupar, suas vontades foram roubadas, e fiquei aliviado em poder concluir que não eram Garous, não por tornar a luta mais fácil, mas por acreditar que meus irmãos puderam se recusar a serem escravizados de tal forma. Mantive a cabeça no lugar conforme minhas garras atravessavam um a um. Chegava a ser decepcionante ter que erguer os punhos contra criaturas de força tão patética, mas era meu trabalho, isso era motivo mais do que o suficiente para seguir em frente com os ataques.

Por um instante, tendo o foco em acabar o serviço com os humanos congelados, cheguei a esquecer de meu real adversário ali, mas o maldito parece mandar lembranças. A brisa gélida me arrepia, e meus dentes rangem enquanto olho em direção aos sussurros que começam a vir das profundezas do lugar. Meu tempo estava ficando escaço, eu não tinha mais o fator surpresa, meu inimigo parecia ter consciência exata de minha posição:
"Droga! O que eu faço agora?" Sentia que o grande momento se aproximava enquanto avançava atacando as criaturas que aparecessem a minha frente, me dirigindo ao ponto de saída do corredor que se aprofundava na caverna. Meu plano era ficar com as costas encostada em uma das paredes ao lado da saída que parecia ser usada pela criatura, tentaria deixar que minha audição captasse sua aproximação para então atacá-la com tudo o que tinha. Sabia que seus lacaios podiam denunciar minha posição, mas aquele parecia o único ponto do lugar onde eu poderia investir um ataque antes de ser capturado pelo olhar congelante do maldito. Meu coração palpitava de forma frenética: "Eu não posso morrer aqui!"
avatar
Midnight

Mensagens : 136
Data de inscrição : 09/01/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Yuri Brachiev - O Corruptor. -- CONCLUIDO

Mensagem  Daniel Ramone em Ter 10 Mar 2015 - 8:29

Sem a mínima dificuldade, você destrói aqueles seres patéticos, mas ao invés de lamentar a dor que suas garras causavam ao dilacerá-los, eles riam, e alguns deles diziam "Ela está vindo. Está vindo!"

Então você se escora na parede próxima ao túnel que adentrava o interior da caverna, mas era inteligente o bastante para saber que aquele, talvez, não seria um bom plano. "Basta ela pôr os olhos em você para que congele." A lembrança do aviso surge em sua mente. Você começa a ouvir passos se aproximando. Eles eram amaciados pela neve que encobria o chão, mas você os ouvia muito bem. Junto a eles, ecos de um sussurro feminino que vai se tornando mais alto, mais alto... Não havia nenhuma saída naquele lugar além da entrada ou cruzando a película. A situação pode ficar desesperadora, e a fúria começa a cantar dentro de você.


- Vincenzo

- Gaspard

- Miranda

Ação
Fala
Off
Pensamento
avatar
Daniel Ramone
Senhores das Sombras
Senhores das Sombras

Mensagens : 443
Data de inscrição : 29/12/2013
Idade : 29
Localização : Pet Sematary

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Yuri Brachiev - O Corruptor. -- CONCLUIDO

Mensagem  Midnight em Ter 10 Mar 2015 - 11:18

As rizadas irritantes foram caladas por minhas garras, e talvez isso tenha permitido que eu analisasse melhor a situação. Olhar a forma como planejava agir, estando agora encostado naquela parede, me fez sentir-me ridículo. Eu teria que aceitar que aquele não era um momento para tentar vencer com pura força bruta, precisava engolir meu orgulho, do contrário seria sepultado com ele. O eco dos passos da criatura e as lembranças que remexiam minha cabeça deixam isso bem claro. Parei para analisar a situação com o pouco tempo que me restava: "Tudo bem, tudo bem. As coisas não saíram exatamente como planejado, mas meus planos geralmente tomam esse rumo, a questão é saber reagir diante das adversidades. Agora estou na Umbra e ela sabe que há alguém no lugar... Mas creio que não sabe quem está aqui, e por isso atravessou a película para averiguar. Eu posso recuar ou tentar inverter o jogo que já havia planejado, indo para o mundo físico enquanto ela passeia na Penumbra. Bem, não é como se eu tivesse escolha."

Limpei a mente e me determinei a atravessar a película para voltar ao mundo físico. Quão logo houvesse feito isso, avançaria correndo pelo corredor que dava acesso as profundezas da caverna. Os avisos de Ivana me vem à mente, a fala desesperançosa de Silêncio-do-Inverno, a expressão assustada de Anastázia... Naquele momento, tive medo. Não pela minha vida, pois ela inevitavelmente, em algum momento, seria tirada de mim, mas por todos eles, e por todos como eles que deixaria desamparados, ou decepcionados caso falhasse. Eu não podia ser derrotado ali, eu iria seguir adiante, e daria um jeito de matar o maldito que dominava o lugar.
avatar
Midnight

Mensagens : 136
Data de inscrição : 09/01/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Yuri Brachiev - O Corruptor. -- CONCLUIDO

Mensagem  Daniel Ramone em Qui 12 Mar 2015 - 11:20

Yuri rola três dados com dificuldade 4 para tentar romper a película: 4, 5, 8 = 3 sucessos.

A película tem a densidade de uma parede de água para você. Você a cruza, e embora tenha a sensação de um líquido frio banhando seu corpo, seus pelos estão totalmente secos do outro lado. No mundo físico, a caverna não era tão sinistra. Era bem escura, claro, mas ali você não se sentia tão ameaçado e vigiado quanto sentiu-se na Penumbra.

O caminho agora estava totalmente livre para você, e graças a Gaia ele era único, sem bifurcações. Você passou por lugares congelados como antessalas, corredores e abismos. Superou a todos com algumas dificuldades, mas o importante era que chegou.

Em uma destas salas você finalmente vê... Tratava-se de um lobisomem congelado em sua forma Crinos, numa postura de pavor e surpresa. Olhar para ele fez seu coração estremecer ao invés de pulsar. Uma lágrima involuntária escorre de um de seus olhos e você precisa conter uma louca vontade de lançar um uivo de tristeza. Não havia dúvidas, aquele era seu ancestral, e aos pés dele havia uma Klaive quase soterrada por neve. Como diziam as lendas, era uma obra prima muito bem trabalhada. Seu fio era finíssimo e tinha bastante resistência, o que significava um belo corte. Aquela era uma Klaive de Gelo.


- Vincenzo

- Gaspard

- Miranda

Ação
Fala
Off
Pensamento
avatar
Daniel Ramone
Senhores das Sombras
Senhores das Sombras

Mensagens : 443
Data de inscrição : 29/12/2013
Idade : 29
Localização : Pet Sematary

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Yuri Brachiev - O Corruptor. -- CONCLUIDO

Mensagem  Midnight em Sex 13 Mar 2015 - 10:54

Não me surpreendeu ter facilidade em atravessar a película após já ter me certificado da densidade da mesma anteriormente, mas aquilo era uma evidência clara da presença da Wyrm no local. Era quase como se o mundo físico e a Penumbra estivessem a um passo de virarem um só novamente, como fora nos tempos primordiais. A real emoção que tive foi a de alivio ao percorrer os caminhos que tinha a frente sem dificuldade, mas aquilo era apenas uma parte do que eu viera fazer ali. A cada passo que eu conscientemente me distanciava da criatura, sabia que teria que refazer aquele caminho, dessa vez para matá-la.



Ao finalmente chegar ao local o qual me destinava, me contive em não cair de joelhos, mas o mesmo não se deu quanto a minhas lágrimas. Aquela visão me atormenta, e tinha certeza de que seria um ingrediente a mais em meus eternos pesadelos. Um turbilhão de sentimentos toma conta de mim e sentia que estava a um passo de entrar em frenesi, mas sabia que aquilo significaria minha ruína também, eu precisava cumprir meu trabalho ali, tinha de vingá-lo. Olhei para a Klaive, ciente de sua beleza ainda que não pudesse admirá-la diante do estado emocional em que me encontrava, mas procurei pôr a cabeça no lugar para pensar na melhor forma para dar cabo da criatura responsável por aquela atrocidade. Inicialmente, tentaria me lembrar de locais passivos de uma emboscada bem sucedida, em seguida, tentaria atravessar a película
[1 Ponto de Força de Vontade] para ver o cenário do local, e tentar identificar quais objetos tinham reflexo ali. Caso fosse possível, tentaria me concentrar [Empregando Gnose] em uma tentativa de manter um sentido consciente em ambos os lados. Caso me certificasse de que não haviam armadilhas aparentes ali, tomaria posse da Klaive.
avatar
Midnight

Mensagens : 136
Data de inscrição : 09/01/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Yuri Brachiev - O Corruptor. -- CONCLUIDO

Mensagem  Daniel Ramone em Seg 16 Mar 2015 - 10:52

Sem dificuldade, você novamente atravessa a Película. Do outro lado a estátua de gelo de Mãos-do-Macaco também estava ali, mas diferente do mundo físico, ela fora decapitada. A cabeça na forma crinos estava aos seus pés, livre de todo o gelo, mas os olhos já haviam sido comidos.

Procurando e tentando se lembrar do caminho que você havia traçado até ali, você sabia não haver lugares para emboscadas. A caverna era apenas um longo corredor de paredes congeladas, chão coberto pela neve e o teto repleto de intimidadoras estalactites.

Superfícies refletoras não havia muitas. Apenas algumas paredes de gelo liso e a lâmina da adaga.


- Vincenzo

- Gaspard

- Miranda

Ação
Fala
Off
Pensamento
avatar
Daniel Ramone
Senhores das Sombras
Senhores das Sombras

Mensagens : 443
Data de inscrição : 29/12/2013
Idade : 29
Localização : Pet Sematary

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Yuri Brachiev - O Corruptor. -- CONCLUIDO

Mensagem  Midnight em Ter 17 Mar 2015 - 18:03

Me aproximei com passos firmes da Klaive, a visão do reflexo flagelado de Mãos do Macaco me despertou uma ira ainda maior: "Eu vou arrancar sua cabeça fora. Desgraçada!" Tomei a arma em mãos, segurando-a com força. A vida de meu ancestral havia sido empregada naquele artefato, suspirei pesadamente, envolto pela emoção do momento. Meus olhos fechados escondiam o fogo que neles brotava, e eu abruptamente me virei em direção ao caminho o qual acabara de percorrer, reabrindo os olhos, prestando bastante atenção ao que meus ouvidos conseguissem captar. Certamente era um sentido mais seguro do que a visão naquela ocasião, caso eu chegasse a ter contato visual da criatura, provavelmente a reciproca também seria verdadeira, e ser sepultado vivo em um caixão de gelo profano não estava em meus planos.

Conforme avançava, algo me chamou a atenção. Não algo concreto, mas sim uma ideia: onde estavam os Garous que tinham perdido as vidas nas incursões para tentar recuperar a Klaive?  Afinal, deveria haver ali outros congelados, do contrário, como haveriam testemunhas dos poderes do maldito que vivia naquele lugar? A possibilidade de seus reflexos não existirem na Umbra, e eles estarem no começo da caverna, me ocorreu rapidamente, mas precisaria confirmar isso. Decidi tentar algo arriscado: a cada poucos passos, tentaria atravessar a película, indo e voltando da Penumbra para o Mundo Físico. Permaneceria executando tais movimentos na esperança de certificar-me em qual lado a criatura estava, para só então agir:
"Eu não posso trocar contato visual com ela, e a Klaive denunciaria minha posição em ambos os lados por ter um poder espiritual forte, como já notei. Mas poderia também denunciar a posição dela, caso eu faça as coisas do jeito certo."
avatar
Midnight

Mensagens : 136
Data de inscrição : 09/01/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Yuri Brachiev - O Corruptor. -- CONCLUIDO

Mensagem  Daniel Ramone em Qui 19 Mar 2015 - 9:45

Você havia traçado seu plano, mas quando estava prestes a atravessar a Película mais uma vez, viu algo que lhe chamou a atenção na parede a frente. A parede era mais uma daquelas de gelo liso, que lhe apresentava reflexos disformes. Porém aquela parede lhe mostrava um reflexo perfeito, mas não era o seu reflexo.

O homem no reflexo diante de você era bem mais velho, estava abatido e cansado. Só pelo olhar dele você sabia estar olhando para um Garou. Ele usava roupas grossas de frio em estado maltrapilho, e seus cabelos brancos estavam desgrenhados.

- Obrigado por ter recuperado a minha adaga... - Diz ele. - Você tem os olhos da minha irmã.


- Vincenzo

- Gaspard

- Miranda

Ação
Fala
Off
Pensamento
avatar
Daniel Ramone
Senhores das Sombras
Senhores das Sombras

Mensagens : 443
Data de inscrição : 29/12/2013
Idade : 29
Localização : Pet Sematary

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Yuri Brachiev - O Corruptor. -- CONCLUIDO

Mensagem  Midnight em Qui 19 Mar 2015 - 11:33

Eu havia sido pego de surpresa, e isso ficou claro em minha reação. Um rosnado involuntário é produzido por mim enquanto redireciono o corpo instintivamente, ficando de frente para o local da origem da voz. Minhas postura , que transparecia prontidão para o combate, agora desmoronava. Minha forma física vai cedendo, até eu alcançar uma vez mais a forma hominídea. Tentado alcançar com a mão livre a parede de gelo, ainda impactado com o que julgava estar vendo: -Mãos do Macaco? Eu... Eu mal sei o que dizer. Nem mesmo fazia ideia de que tinha uma irmã.- Era uma ideia no mínimo estranha. Provavelmente ela deveria ser mais velha, ou ao menos não seria Impura também. Olhei por um breve momento para a figura física de Mãos do Macaco, cedendo ao momento, esquecendo dos perigos que me cercavam enquanto deixava a emoção tomar conta de mim.

"Um espírito." Pensei ao tentar entender a manifestação dele. Procurei não ir muito além dessa conclusão, falando de forma respeitosa: -É uma honra para mim poder ter contato com você, afinal o mesmo sangue que corre sob suas veias habita as minhas. Estou aqui para honrar sua promessa, para polir seu nome, para armar nossa Nação. Tenho muito à lhe dizer, e mais ainda à perguntar, mas o tempo não está a nosso favor. A criatura responsável por sua queda ainda vaga por esta caverna, e irei matá-la antes de dar à você um ritual fúnebre apropriado a sua grande vida, no Caern o qual sempre habitou. Mas uma dúvida me corrói profundamente demais para adiá-la... Quais fatos levaram-no a ter seu fim aqui?- Eu podia tranquilamente ser esfaqueado pelas costas naquele momento, estava profundamente envolvido com a cena, e não considerava a hipótese de ter caído em uma armadilha.
avatar
Midnight

Mensagens : 136
Data de inscrição : 09/01/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Yuri Brachiev - O Corruptor. -- CONCLUIDO

Mensagem  Daniel Ramone em Sex 27 Mar 2015 - 8:31

Quando você toca a superfície congelada, Mãos do Macaco faz o mesmo, porém você não sente calor, sente o frio da placa de gelo refletora.

- Sim, eu tive. Foi uma parente honrada que deu origem aos Brachiev. - Ele explica.

Você fala, demonstrando seu respeito e honrando o nome de seu ancestral. Ele parece paciente e solícito com suas palavras e ao fim lhe responde.

- Eu morri porque mesmo como ancião munido de uma bela adaga como esta que tem em mãos, não fui capaz de derrotar essa criatura. Para derrotá-la, será necessário uma matilha inteira de Garous de alto posto. Ela possui sentidos aguçados que impedem que seja pega desprevenida, e o simples mirar de seus olhos é capaz de congelar a alma mais quente. - Conta Mãos-do-Macaco. - Esta arma que você tem em mãos é um objeto valiosíssimo, mas eu não a fiz para ser entregue àqueles Andarilhos, fiz para que meus descendentes a empunhassem contra os Garou traidores que jogaram as tribos uma contra a outra.

Ele para de falar quando vocês dois escutam novamente os passos da criatura e seus murmúrios sibilantes.

- Não temos mais tempo, você precisa sair desta caverna o quanto antes com a adaga em mãos. Só peço que me ouça. Não entregue esta arma àqueles que a requerem. São traidores que entregam seus parentes a Dançarinos. Você precisa destruí-los e encontrar um jeito de provar que eles se ajoelharam perante a Wyrm. Só assim as duas tribos ficarão em paz novamente! - Mãos do Macaco diz por fim.

A imagem dele desaparece, e os passos da criatura parecerem mais próximos, cada vez mais próximos.


- Vincenzo

- Gaspard

- Miranda

Ação
Fala
Off
Pensamento
avatar
Daniel Ramone
Senhores das Sombras
Senhores das Sombras

Mensagens : 443
Data de inscrição : 29/12/2013
Idade : 29
Localização : Pet Sematary

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Yuri Brachiev - O Corruptor. -- CONCLUIDO

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 3 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum