UNIVERSIDADE DE LOBOS

Página 4 de 6 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: UNIVERSIDADE DE LOBOS

Mensagem  Cetza em Qua 16 Dez 2015 - 8:13

- Boa idéia. Eu também acho que nesse mato tem coelho. – respondeu Jamile – O bom é que o seu biotipo tem mais a ver com o grupo do que o meu, ainda que as religiões afro não estejam limitadas aos descendentes de africanos. De qualquer forma, você chamaria menos atenção do que eu, com esse nariz libanês que tenho. Mas se quiser ajuda com o idioma, eu posso ir com você. Aí a gente se equilibra. Vê aí o que prefere fazer.
-- Ai que bom, sua ajuda seria mais do que bem vinda!. Então está marcado, nessa sexta iremos até o grupo de tradições africanas! !!!
Shaira batia umas palmas de felicidade, pois com Jamile ao seu lado o idioma não seria mais uma enorme barreira. Dandara saíra da aula, como sempre sozinha, as duas ragabash a seguem e ao chegarem num ponto de ônibus as duas veem Dandara confraternizando com outras pessoas. Shaira da uma cutucada em Jamile e falava baixinho para ela.
- Parece que sim, é bem estranho ela não ter amigos na turma, mas sim fora dela... Tem algo nisso ai! Olha aquela van... Jamile eu tenho um plano, mas preciso que aja naturalmente... vem comigo e apenas a cumprimente...
[color=#0066ff] Shaira saía de onde estava e caminhava com Jamile, segurando-a pela mão. Shaira mantinha seu olhar fixo na mulher com a prancheta ( Transmitir Ideias do Maroto )
" Somos do grupo, mas nossos nomes não está na lista por sermos novatas"
Shaira reforçava a transmissão da ideia acenando para Dandara, para indicar que ela conhecia um dos membro do grupo.
-- Guardate lì a Dandara... ( Olhe ali a Dandara).
" Espero que isso dê certo... qualquer coisa é só não dar muito na telha, como dizem os Brasileiros..."


Ação
Pensamento
Fala
avatar
Cetza

Mensagens : 695
Data de inscrição : 07/09/2015
Idade : 32

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: UNIVERSIDADE DE LOBOS

Mensagem  Lua em Qui 17 Dez 2015 - 16:34

ARIANA:

- Bom, no meu caso, qualquer carro feio também funcionaria. Mas já tentou conversar com uma garota pra ver se adianta?
- Ãããhhh… não. Não gosto muito de conversar. As pessoas são ilógicas, mentirosas e contraditórias. Se tem jeitos de atrair garotas sem ter que conversar, melhor. Não me interesso pelos assuntos de vocês.

- Puxa, seu trabalho deve ser mesmo muito importante...!

- Sim… - disse Luiz com um sorriso estranho.

***

Luiz se encheu ainda mais de tiques e movimentos espasmódicos ao tocar a mão de Ariana para ajudá-la a sair do carro.  

- Eu non conheço bien São Paulo ainda. Que bairro é esse?

- Jardim Bonfiglioli. Não rodamos muito. Levou algum tempo pelo tráfego, mas estamos bem perto do Instituto Butanta e também da USP, onde eu estudo. Antes eu ia caminhando.

Entraram na casa. Assim como o carro, estava perfeitamente limpa e arrumada. A decoração era ao mesmo tempo correta e impessoal. Parecia o show room de uma loja de decoração ou o cenário de uma série de televisão.

Luiz pediu que sentasse. Depois ofereceu-lhe nervosamente “uma água ou uma bebida”. Imediatamente depois disse que fossem ver seus dioramas. Parecia indeciso entre seguir um roteiro do que ele imaginava ser receber uma garota e a ansiedade de mostrar-lhe suas maquetes e dioramas.

- Venha, aqui estão. – disse finalmente.

Ariana caminhou pela casa atrás dele até chegarem a um escritório igualmente sem graça e organizado. A única bagunça eram algumas plantas de engenharia espalhadas sobre uma mesa.

As maquetes e dioramas - cenas representadas com miniaturas sobre um pequeno cenário com fundo pintado - estavam organizados em uma estante.

Os que pareciam mais antigos representavam batalhas históricas. Havia outros mais recentes e elaborados, que eram macrabras representaçoes de cenas de massacres famosos.

Ariana era o tipo de garota que podia inspirar em um homem de personalidade fraca como Luiz tanto um desejo irresistível de servi-la, quanto um forte ódio, como reação a esse mesmo desejo:

rolagem:
ARIANA rolou 6 dados de 10 lados com dificuldade 6 para Manobra Especial e obteve: 6 6 7 5 9 8 
ARIANA obteve 5 sucessos!

Luiz sucumbiu à subserviência e expôs sua alma:

- Comecei com este. Representa o massacre na escola de Columbine, EUA. Não sei se ouviu falar, tem um filme e documentários a respeito. É um dos meus prediletos. Antes eu reproduzia batalhas, cenas de guerra, etc. Mas não era tão fascinante quanto isso. Veja estes dois sujeitos – disse apontando os bonequinhos que representavam os assassinos – Acabaram com todos aqueles atletas imbecis e vadiazinhas populares que os oprimiam.

Começou a empolgar-se:

- Antes desse tipo de ataque, ninguém se importava com os caras inteligentes humilhados nas escolas. Depois dos massacres, a sociedade começou a discutir o bullying. Agora em todos os colégios americanas onde há gênios maltratados, paira a dúvida: e se eles se vingarem atirando em nós? A as pessoas foram obrigadas a discutir o assunto. Esse é o legado desses mártires!

Mostrou outro diorama.

- Este mostra o único caso que ocorreu em uma escola brasileira. Você sabe, somos atrasados, as coisas chegam tarde aqui. Aqui está o mártir, e estas são as cadelinhas que riam deles! Moldei-os todos eu mesmo. Construí cada uma delas, pesquisei suas aparências, seus nomes… e quando estava prontas, deitei-as no chão da cena e respinguei tinta vermelha em cima delas!

Apontou para uma cena mais estilizada, em estilo Lego.

- Também gosto muito deste: o atentado com gas sarin no metrô de Tóquio. Shoko Asahara reuniu um grupo de jovens cientistas brilhantes e planejou ataques com armas biológicas. Inscreveu seu nome na história. Sempre que se fala em gas sarin, seu nome aparece. Eu sei porque sou fascinado por armas biológicas.

Sabia que eles também tentaram usar antraz? Antes do ataque via cartas, em 2001. Você mal era nascida, acho. Mas o caso é que a seita de Asahara poderia ter sido a primeira, se não tivessem adquirido bactérias inócuas. Uma pena… Bem, do ponto de vista científico, é claro. Pense só, nada de tiros, bombas e outras coisas manjadas, só a elegância das armas biológicas… Tudo… natural, hahaha. Os analfabetos científicos sempre confundem natural com inofensivo. Imagine suas caras…


Riu de um jeito insano. Depois seguiu:

- A verdade é que até agora ninguém pôde usar o antraz eficientemente em um ataque terrorista. É complicado produzi-lo em grandes quantidades. Uma espécie de Santo Graal dos atentados - disse quase suspirando – O  primeiro a conseguir também fará história.

Agora, com certeza não será um desses estúpidos fanáticos religiosos que só sabem recitar escrituras. Esse feito é para um verdadeiro homem de ciência!


Então Luiz se recompôs e, como se saísse de um transe, disse de uma forma mais sensata:

- Claro que é melhor entrar para a história usando a inteligência para ficar milionário, como Gates ou Zuckerberg.

"Bem, está ficando tarde e você ia para algum lugar, não é mesmo? Vamos, vou levá-la."


Luiz voltou à sala e pegou a chave do carro. Ariana ficou entre tentar descobrir mais coisas e garantir sua segurança, já que lá fora começava a escurecer e Luiz podia dar-se conta de que tinha falado demais.


EDWARD:
Edward viu o carro atravessar o portão eletrônico e entrar na garagem.

Todo nervoso, Luiz havia tomado a mãozinha estendida de Ariana para ajudá-la a sair do carro. Em seguida entraram na residência.

Não foi difícil para Edward observá-los. A casa era cercada por grades que, embora altas e encimadas por pontas de lanças, como era costume no Brasil, não impediam a visibilidade. Infelizmente eram estreitas demais para atravessar, mesmo para ele.

Havia uma grande janela, através da qual Edward viu Luiz e Ariana indo em direção a outro cômodo. Na frente da janela, um pequeno jardim formado por grama milimetricamente aparada e uma única roseira, que parecia de plástico tão perfeita que era.

O resto da fachada era de piso cerámico,  limpíssimo e brilhante.

Edward não viu câmaras nem nada que dificultasse uma invasão. Além das grades, a única proteção aparente era uma plaquinha de vigilância noturna. Mas ainda era dia, embora já estivesse começando a escurecer.

Uns vinte minutos depois, viu Luiz voltar com Ariana ao living e pegar a chaves do carro.  Eles sairiam novamente, o que dava a Edward duas alternativas: voltar a perseguir o carro, garantindo que Luiz deixaria Ariana sã e salva em algum lugar ou tentar entrar furtivamente na casa e investigá-la à vontade enquanto o dono estivesse fora.

Que faria?


KLAUSS:

-- Assim que os outros cheguem pedirei que Raul ou Jamile liguem para Anton ou Laura e vejam se alguma vez eles ja compraram algum animal de lá...
- Não precisamos esperar por eles. Eu tenho o telefone da casa sede de Fonte Fria. – Virna sorriu– Você sabe como eles são…Deixaram o número junto com um moooonte de recomendações quando nos mudamos a esta cidade da perdição.

Virna ligou para o número em seu celular e pediu para chamarem Laura.
-- ... o que me deixa intrigado foi o frenesi da nerd na festa e a forma como a controlaram... sabe porque perguntei a Jamile se ela conseguiria identifica-la pela forma guerreia??? Simples... senhores das sombras… (…)

- O Khalil também estava na festa quando a garota teve o frenesi. Talvez possa nos ajudar. Vou ligar para ele também.

E assim fez.

Pouco tempo depois, Virna recebeu a ligação de Laura. Perguntou-lhe sobre a compra de animais da fazenda do Butantan e pôs o aparelho em alta voz:

- Nossos animais são comprados de outros criadores de andaluz. Não creio que os cavalos do Butantan sejam de raça. Eles estão lá para que se inocule pequenas doses de venenos ou outras substâncias, a fim de que seus organismos produzam anticorpos. Depois se coleta uma parte do sangue deles e se obtém o soro contendo os anticorpos, que neutralizam o veneno ou substância originalmente inoculado. Pensem no soro como um antídoto.

Virna falou da suspeita sobre Luiz.

- Eu vejo duas hipóteses para ele se interessar pela fazenda. Eles podem estar usando alguns cavalos de lá para os experimentos com o antraz, como Cristiano fazia com os nossos; ou ele pode estar interessado em aprender a produzir soro. Imagina se eles têm um antraz capaz de matar garous e também o seu antídoto. Lembra-se quando Nádia estava infectada e você “de quarentena”, Klauss? Então, pense se vocês tivessem respirado os esporos da bactéria, o que é quase 100% fatal. O que a seita não teria feito para obter o antídoto?!

É um plano ambicioso, esta bactéria não é fácil de se lidar. Mas daria um imenso poder a quem conseguisse.


Depois falaram com Khalil.

Ao ser perguntado sobre a aparência de Larissa em crinos, disse que ela era grande, forte e com uma pelagem lustrosa e completamente negra.

- Ah… - disse ainda antes de despedir-se. - Por que vocês não vem todos almoçar no meu apartamento este fim de semana? O bixo cozinha que é uma beleza! E posso ajudar vocês com a parte “médica” do que tiverem descoberto. Que tal?


SHAIRA:
Shaira caminhou levando Jamile pela mão, enquanto olhava para a jovem com a prancheta e ativava o dom Transmitir Ideias do Maroto.

rolagem:
Shaira rolou 4 dados de 10 lados com dificuldade 4 para Ativar Dom e obteve: 7 6 8 5 
Shaira obteve 4 sucessos!

Moça com prancheta rolou 3 dados de 10 lados com dificuldade 3 para Ativar Dom e obteve: 1 4 2 
Que pena, Moça com prancheta não obteve sucesso!

Shaira ouviu a jovem com a pracheta dizer alguma coisa para Jamile com simpatia. Em seguida, esta disse o nome de ambas, que a jovem anotou em sua lista. O dom havia sido exitoso!

Já o aceno para Dandara nem tanto, a garota ficou rígida e com cara de “te conheço?” Mas as duas ragabashs entraram no veículo e foram cumprimentando a todos alegremente e se sentando com o descaramento típico do augúrio. A van partiu logo após.

Shaira ouviu Jamile dizer algo em português aos demais, indicando-a. Os olhares se voltaram para Shaira e imediatamente um debate começou. Jamile parecia satisfeita; de quando em quando dizia uma frase que parecia por mais lenha na fogueira. Dandara estava atônita.

- Na reunião te explico. – cochichou Jamile, que observava atentamente a situação.

A van parou em um local onde havia muitos moradores de rua reunidos. Em seguida, o grupo começou uma distribuição de sanduíches, acompanhados de um copo de café com leite e um cobertor para cada um dos moradores. Elas participaram.

Em dado momento, Shaira viu que Dandara entregava discretamente um cartãozinho junto ao “kit”. Ninguém mais o fazia, só ela. Jamile também havia percebido a manobra e sussurrou para Shaira.

- Vou distrair Dandara. Dá um jeito de saber o que está escrito no cartão, ok?

Então Jamile se aproximou de Dandara e puxou conversa com ela.

Shaira olhou ao redor, procurando um dos cartões. Ao que parecia a maioria dos moradores de rua ou tinha guardado o cartão, ou o havia jogado em um lugar que não estava à vista. Shaira finalmente encontrou um homem que o deixara despreocupadamente a seu lado, enquanto comia o sanduíche. Era a chance de descobrir o que dizia.


Virgínia:
Virgínia e Lobo Negro chegaram à seita.

- Não se preocupe. – disse ele. – Esta cidade imensa sempre perturba aos lupinos. Eu mesmo não a suporto. Como se sente? Preparada para voltar à missão ou prefere ajudar-nos aqui na seita?



*Rodrigo*Alexey    *Mitzuki  


ação pensamento fala   /   narração diálogo

Esta é uma obra de ficção. A menos que você seja um lobisomem, qualquer semelhança com nomes, pessoas, fatos ou situações da vida real terá sido mera coincidência.
avatar
Lua
Admin
Admin

Mensagens : 1775
Data de inscrição : 28/07/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: UNIVERSIDADE DE LOBOS

Mensagem  Alexyus em Qui 17 Dez 2015 - 20:52

- Ãããhhh… não. Não gosto muito de conversar. As pessoas são ilógicas, mentirosas e contraditórias. Se tem jeitos de atrair garotas sem ter que conversar, melhor. Não me interesso pelos assuntos de vocês.

"Ok, isso não é só grosseria, ele é tantã mesmo. Vamos descobrir o que ele anda fazendo!"

- Jardim Bonfiglioli. Não rodamos muito. Levou algum tempo pelo tráfego, mas estamos bem perto do Instituto Butanta e também da USP, onde eu estudo. Antes eu ia caminhando.

"Trés bien, não estamos longe. Qualquer coisa, posso voltar andando."

Ariana recusou a água e seguiu Luiz para ver os tais dioramas. As cenas eram detalhadas, e assustadoras.

"Mon Dieu, ele está planejando um atentado! Com antraz! Será que ele está sozinho ou os outros da pesquisa também querem fazer um atentado? Não posso investigar mais sozinha, preciso de cobertura."

"Bem, está ficando tarde e você ia para algum lugar, não é mesmo? Vamos, vou levá-la."

Ariana esforçou-se para parecer despreocupada e perguntou:

- O metrô está longe daqui?
avatar
Alexyus
Presas de Prata
Presas de Prata

Mensagens : 1783
Data de inscrição : 14/09/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: UNIVERSIDADE DE LOBOS

Mensagem  Fergus-Kennedy em Sex 18 Dez 2015 - 8:25

Edward depois de rondar  envolta da casa chegava a conclusão que poderia existir uma outra forma de "proteção" em pensar aquele paranoico com a Ariana ainda remexia sua fúria interior, e toda aquela limpeza e organização já deixava claro para Ed que o homem era mesmo um louco com vários tiques e TOC obsessivo e compulsivo que deixava-o intrigado.
"Duas coisas ao mesmo tempo..." retornou a bicicleta e procurou ficar próximo para aguardar o que iriam fazer, com olhos e ouvidos atentos a qualquer coisa.


"ciùinich... vai dar tudo certo"

Depois dos 20min

tentava relaxar os músculos tensos no escuro, observava o retorno de ambos. atento as ações de Luiz enquanto passava a língua pelo lábios  e depois esboçava um sorriso de canto
"Tha mi leag leig"


"Pensamentos"
-Falas
*Ações*




"I Hate My Life"

avatar
Fergus-Kennedy
Peregrinos Silenciosos
Peregrinos Silenciosos

Mensagens : 184
Data de inscrição : 15/09/2015
Idade : 26
Localização : RJ

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: UNIVERSIDADE DE LOBOS

Mensagem  Cetza em Sex 18 Dez 2015 - 11:19

Já o aceno para Dandara nem tanto, a garota ficou rígida e com cara de “te conheço?” Mas as duas ragabashs entraram no veículo e foram cumprimentando a todos alegremente e se sentando com o descaramento típico do augúrio. A van partiu logo após.
" Perfeito! Agora na sexta feira quando ela me ver... com certeza puxará assunto ou ao menos sentirá vontade de falar comigo... Assim espero...
Shaira ouviu Jamile dizer algo em português aos demais, indicando-a. Os olhares se voltaram para Shaira e imediatamente um debate começou. Jamile parecia satisfeita; de quando em quando dizia uma frase que parecia por mais lenha na fogueira. Dandara estava atônita.

- Na reunião te explico. – cochichou Jamile, que observava atentamente a situação
- Tudo bem...
Shaira falava baixinho com Jamile, a jovem odiava ficar naquela situação totalmente dependente de uma tradutora. Mas se continha, sempre sorrindo para as demais pessoas mesmo sem entender o que diziam.
A van parou em um local onde havia muitos moradores de rua reunidos. Em seguida, o grupo começou uma distribuição de sanduíches, acompanhados de um copo de café com leite e um cobertor para cada um dos moradores. Elas participaram.
Por um momento Shaira se desligava da sua missão, a jovem parecia apreciar aquela ajuda que eles prestavam aos mais necessitados pois a fazia relembrar o tempo em que fora refugiada.
Em dado momento, Shaira viu que Dandara entregava discretamente um cartãozinho junto ao “kit”. Ninguém mais o fazia, só ela. Jamile também havia percebido a manobra e sussurrou para Shaira.
- Vou distrair Dandara. Dá um jeito de saber o que está escrito no cartão, ok?
Shaira olhou ao redor, procurando um dos cartões. Ao que parecia a maioria dos moradores de rua ou tinha guardado o cartão, ou o havia jogado em um lugar que não estava à vista. Shaira finalmente encontrou um homem que o deixara despreocupadamente a seu lado, enquanto comia o sanduíche. Era a chance de descobrir o que dizia
- Que estranho... Não se preocupe...

Shaira falava baixinho para Jamile enquanto observava Dandara. Shaira observava o homem que deixara o cartão ao seu lado enquanto comia um dos sanduíches dados, ela se aproximava lentamente por detrás do homem usando o seu dom do Silêncio, ela se esforçava para ver o conteúdo do cartão sem levantar muitas suspeitas.
" Vamos ver o que está acontecendo...o que será que Dandara quer com esses moradores de rua...



Ação
Pensamento
Fala
avatar
Cetza

Mensagens : 695
Data de inscrição : 07/09/2015
Idade : 32

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: UNIVERSIDADE DE LOBOS

Mensagem  Klauss Krugger em Sab 19 Dez 2015 - 8:34


- Nossos animais são comprados de outros criadores de andaluz. Não creio que os cavalos do Butantan sejam de raça. Eles estão lá para que se inocule pequenas doses de venenos ou outras substâncias, a fim de que seus organismos produzam anticorpos. Depois se coleta uma parte do sangue deles e se obtém o soro contendo os anticorpos, que neutralizam o veneno ou substância originalmente inoculado. Pensem no soro como um antídoto.

Virna falou da suspeita sobre Luiz.

- Eu vejo duas hipóteses para ele se interessar pela fazenda. Eles podem estar usando alguns cavalos de lá para os experimentos com o antraz, como Cristiano fazia com os nossos; ou ele pode estar interessado em aprender a produzir soro. Imagina se eles têm um antraz capaz de matar garous e também o seu antídoto. Lembra-se quando Nádia estava infectada e você “de quarentena”, Klauss? Então, pense se vocês tivessem respirado os esporos da bactéria, o que é quase 100% fatal. O que a seita não teria feito para obter o antídoto?!

É um plano ambicioso, esta bactéria não é fácil de se lidar. Mas daria um imenso poder a quem conseguisse.

-- Isso que me preocupa Laura-rya, pois pela descrição que recebemos de uma das integrantes do grupo de pesquisa de Mysiats ... *respiro fundo* não quero acusar nenhuma tribo de estar encabeçando nada, mas como você descreveria a relação dos Andarilhos do Asfalto com Senhores das Sombras ... *espero ela responder e prossigo.* pois quando fui me apresentar ao vigia Zimbar deixou escapar que Dante Palmino manobrou para que a USP comprasse um terreno maculado para a construçao da USP Leste desde então os andarilhos estão preocupados em cuidar do local e Dante vai colocando mais sua gente no caern. E suspeito que pelo menos uma dentro do grupo de Mysiats é uma senhor das sombras.


-----------------------------

Ao ser perguntado sobre a aparência de Larissa em crinos, disse que ela era grande, forte e com uma pelagem lustrosa e completamente negra.

- Ah… - disse ainda antes de despedir-se. - Por que vocês não vem todos almoçar no meu apartamento este fim de semana? O bixo cozinha que é uma beleza! E posso ajudar vocês com a parte “médica” do que tiverem descoberto. Que tal?

-- É muito importante Khalil... se você fosse dizer que ela pertence a uma tribo... seria Fúria Negra, Senhores das Sombras ou qual??? Considere combinado o almoço então... pelo menos Virna e eu vamos.


Citação
Ação
Pensamento
Narração
Fala

"Leões e Tigres são fortes... mas lobos não trabalham em circo."

ficha Klauss Krugger
avatar
Klauss Krugger
Crias de Fenris
Crias de Fenris

Mensagens : 2494
Data de inscrição : 18/04/2011
Idade : 37

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: UNIVERSIDADE DE LOBOS

Mensagem  Lua em Ter 22 Dez 2015 - 9:55

ARIANA E EDWARD:

O metrô está longe daqui?
- Não. A uns 15 minutos, se não houver muito tráfego.

Luiz e Ariana entraram novamente no carro e saíram da casa.

Edward seguiu-os novamente, alcançando ver quando Luiz deixou Ariana próximo à estação Butantã.

Como não havia metrô mais próximo ao endereço da república, tomaram um taxi até lá.


KLAUSS:

- Isso que me preocupa Laura-rya, pois pela descrição que recebemos de uma das integrantes do grupo de pesquisa de Mysiats ... *respiro fundo* não quero acusar nenhuma tribo de estar encabeçando nada, mas como você descreveria a relação dos Andarilhos do Asfalto com Senhores das Sombras ...

- Os andarilho ainda têm o poder na USP. Os senhores das sombras tentam tomá-lo há décadas mas é um caern tão complexo do ponto de vista da interação com humanos que os andarilhos simplesmente têm se saído melhor. Zimbar se alinha com os Senhores das Sombras. Senti uma tensão muito grande quando fui para lá recentemente. Parece que os SS estão pondo mais pressão e Zimbar é favorável a eles.

- pois quando fui me apresentar ao vigia Zimbar deixou escapar que Dante Palmino manobrou para que a USP comprasse um terreno maculado para a construção da USP Leste desde então os andarilhos estão preocupados em cuidar do local e Dante vai colocando mais sua gente no caern. E suspeito que pelo menos uma dentro do grupo de Mysiats é uma senhor das sombras.

- É bem possível, Klauss. Mas pelo que sei de conversas com Aleksandr, a liderança da equipe é dos Presa de Prata, o que não é nenhum orgulho para nós. Pode haver um senhor das sombras no grupo, claro. Da mesma forma que pode haver um andarilho do asfalto, pois são as tribos mais representadas na seita.

"Os senhores das sombras conspiram como os peixes nadam. Não me surpreende que estejam usando um modo sujo, para dizer o mínimo, de alcançar o poder na seita. Mas isso não necessariamente está ligado à ação da equipe de Misyats. Como sempre digo, na ficção não há pontas soltas, mas na vida real nem tudo está relacionado."


-- É muito importante Khalil... se você fosse dizer que ela pertence a uma tribo... seria Fúria Negra, Senhores das Sombras ou qual???

- Qualquer uma Klauss. Ultimamente têm chegado fúrias negras por causa dos estupros e casos de misoginia no campus. Mas elas ainda são bem poucas. Os senhores das sombras são mais frequentes. Eu diria que ela era um deles, ainda que não tivesse a aparência tétrica e os olhos amarelados que muitos possuem.

Mais tarde chegou Jamile, que se lembrou da pergunta feita anteriormente por Klauss.

- Pela aparência em crinos, ela poderia ser tanto fúria quanto senhor das sombras. Mas olha a cara dela em hominídeo! Não consigo imaginar um senhor das sombras com esse cabelinho e esses óculos de hipster… Para mim ela é andarilha do asfalto. Não tinha algum brinquedinho tecnológico? Mesmo que “vintage”. – riu.


SHAIRA:

Shaira falava baixinho para Jamile enquanto observava Dandara. Shaira observava o homem que deixara o cartão ao seu lado enquanto comia um dos sanduíches dados, ela se aproximava lentamente por detrás do homem usando o seu dom do Silêncio, ela se esforçava para ver o conteúdo do cartão sem levantar muitas suspeitas.
" Vamos ver o que está acontecendo...o que será que Dandara quer com esses moradores de rua...


Rolagem:
Shaira rolou 6 dados de 10 lados com dificuldade 6 para Ativar Dom e obteve: 1 1 1 2 5 10 
Shaira obteve -2 negativo!

Shaira tentou aproximar-se em silêncio, mas enroscou seu pé no cobertor velho do homem e acabou derrubando um monte de latas velhas que estavam a seu lado. O homem olhou para trás assustado e começou a gritar com ela em português.

rolagem:
Shaira rolou 6 dados de 10 lados com dificuldade 6 para Manobra Especial e obteve: 5 5 9 4 4 10 
Shaira obteve 2 sucessos!

Mesmo aturdida, Shaira teve a presença de espírito de olhar para o cartão. Estava escrito: “Depois de amanhã, nesta mesma hora e lugar, haverá médicos e remédios grátis.”

Na volta, Jamile explicou o que havia ocorrido antes, na van.

- Quando entramos na van eu queria criar uma polêmica para que eles debatessem entre si em vez de ficarem fazendo perguntas para nós. Como parecia que vinham da FFLCH, procurei um assunto que opusesse duas idéias progressistas. Então inventei que você tinha escapado de um país onde mutilavam mulheres e disse que, nesses casos, os demais países deveriam intevir. Proteção às mulheres x respeito às culturas. Bingo, começou o detabe. Mas esqueça o tema; o que nos interessa é a reação da Dandara, que me surpreendeu.

Como era esperado, parte das pessoas ficou de um lado, parte do outro, e muitas tentaram uma posição conciliadora. Mas a Dandara queria radicalizar dos dois lados e quando não conseguiu, ficou atônita, como se seu cérebro entrasse em curto-circuito.

Eu acho que ela está acostumada a aderir às idéias que são consenso em seu meio sem nem pensar a respeito. E quando essas idéias de alguma forma se opõem, ela não sabe raciocinar sozinha como os demais. Vai esperar algum autor lhe dizer o que pensar.

Infelizmente, mesmo em cursos como o meu, há pessoas que preferem os dogmas
.


TODOS:
A meia noite chegou e todos estavam reunidos na república.

O living era grande, com uma boa varanda, e decorado ao gosto dos moradores anteriores. Grandes sofás de cor creme, tapete branco, poltronas de palha trançada um tanto quanto antiquadas e uma mesa com tampo de vidro e cadeiras de madeira. O grande televisor e o móvel branco abaixo dele eram novos.

Alguns ainda mastigavam pedaços de pizza e tomavam coca-cola. Houve protestos de que aquilo era “comida da weaver” ou “para roedores de ossos” mas ainda era a refeição mais rápido nas noites metropolitanas.

Virna contou-lhes que tinham um convite para almoçarem todos no apartamento de Khalil no próximo fim de semana. Bruno tinha talento para chef e cozinharia para eles.

A reunião começou e todos contaram sobre suas investigações (façam um pequeno resumo se quiserem).

Ao fim Lobo Negro disse:

- O Luiz sabe que faz uma arma biológica. Não tenho dúvidas, podemos executá-lo.

- A Dandara já não sei. – disse Jamile –. Por várias coisas que vi, penso que é uma pessoa anti-social, inflexível e dogmática. Por outro lado faz parte de uma ong que ajuda moradores de rua.

Conseguimos acompanhá-la em seu trabalho na ong e vimos que entregou um cartão para os moradores de rua dizendo que depois de amanha vai haver uma distribuição de remédios e auxílio médico. Deveríamos dar uma olhada. Eu e Shaira também combinamos de segui-la na sexta-feira até o culto que ela frequenta.


Alguém bocejou de cansaço. O dia chegava ao fim e era preciso planejar as próximas ações
.


*Rodrigo*Alexey    *Mitzuki  


ação pensamento fala   /   narração diálogo

Esta é uma obra de ficção. A menos que você seja um lobisomem, qualquer semelhança com nomes, pessoas, fatos ou situações da vida real terá sido mera coincidência.
avatar
Lua
Admin
Admin

Mensagens : 1775
Data de inscrição : 28/07/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: UNIVERSIDADE DE LOBOS

Mensagem  Alexyus em Ter 22 Dez 2015 - 10:41

ARIANA E EDWARD

Ariana ficou contente de que Luiz não tenha desconfiado de nada e a deixou na estação do metrô como ela queria. Não foi preciso esperar muito depois que ele sumiu até Edward aparecer.

- Edward! Aqui! - ela acenou quando o viu.

- Edward, o Luiz é um deles. Ele é muito esquisito, tem problemas com garotas, faz um monte de dioramas de massacres escolares, tem trauma de bullying e está mexendo com antraz! Vamos encontrar os outros e falar que ele pode ser eliminado, ele está nisso até o pescoço.


TODOS

Ari não estava feliz de estar naquela república. A recusa das outras em ficar com ela e Adele na cobertura ainda não tinha sido digerida, e ela não era nem de longe uma pessoa que esquecia fácil. Abriu mão de comer piza e coca-cola, impaciente para ir embora, e ficou perto da Del até eles resolverem falar de coisas sérias. Pelo menos o convite para almoçar com Khalil era uma coisa que ela não tinha como recusar: sendo primo da futura cunhada delas, ele era praticamente da família já, e Bruno querendo cozinhar pra ela (bom, não era só pra ela, mas era quase como se fosse) deixava Ariana lisonjeada.

Finalmente a reunião começou, e Ariana foi a primeira a fazer seu relato:

- Eu e Edwarrd encontrramos Luiz saindo do campus de carrro, e então eu pedi uma carrona pra ele e Edwarrd nos seguiu de bicicleta. Luiz pensou que eu estava a fim dele porr causa do carrro, começou a falarr sozinho sem darr muita imporrtância prro que eu dizia, ele falou que não gosta da converrsa das garrotas, que eu só serrvia para darr status prra ele. Eu fui dando corrda e ele começou a falarr do trrabalho dele, dizendo que erra secrreto e que não podia darr detalhes. De uma horra pra outrra, ele me convidou pra verr a coleção de diorramas dele, e nem me deu chance de recusarr. Ele morra em Jarrdim Buonfiglioli, aqui perrto do campus. Na casa dele, tudo parrece extrremamente orrganizado e limpo, ele deve terr alguma fobia com isso. Os diorramas dele são todos sobrre massacrres escolarres, ele considerra os atirradorres de cada um deles como márrtirres contra o bullying. Enquanto falava deles, ele mencionou um atentado no metrrô de Tóquio, e disse que eles pensavam em usarr antrraz, mas tinham errado na fórrmula. Ele falou que pesquisava esse assunto e que o prrimeirro que conseguisse usarr isso num atentado serria um herrói. Tenho cerrteza que ele falava dele mesmo. Aí parrece que ele perrcebeu que tinha falado demais e me levou até a estação do metrrô.

Ao fim Lobo Negro disse:

- O Luiz sabe que faz uma arma biológica. Não tenho dúvidas, podemos executá-lo

Ariana assentiu com a cabeça, concordando. Sentia-se confiante naquela decisão.

- A Dandara já não sei. – disse Jamile –. Por várias coisas que vi, penso que é uma pessoa anti-social, inflexível e dogmática. Por outro lado faz parte de uma ong que ajuda moradores de rua.

Conseguimos acompanhá-la em seu trabalho na ong e vimos que entregou um cartão para os moradores de rua dizendo que depois de amanha vai haver uma distribuição de remédios e auxílio médico. Deveríamos dar uma olhada. Eu e Shaira também combinamos de segui-la na sexta-feira até o culto que ela frequenta.

Ariana questionou Jamile, não sem um certo prazer:

- Acha que essa ong dela é legítima? Que esses rremédios que eles distrribuem não são uma forrma de experrimento com cobaias dispensáveis? A perrsonalidade e o perrfil dela são os que estamos prrocurrando nos terrorristas biológicos. Vocês prrecosam conseguirr mais inforrmações, até desse culto dela, mas acho que já sabemos que ela tem que serr eliminada.
avatar
Alexyus
Presas de Prata
Presas de Prata

Mensagens : 1783
Data de inscrição : 14/09/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: UNIVERSIDADE DE LOBOS

Mensagem  Fergus-Kennedy em Ter 22 Dez 2015 - 13:57

Freneticamente Edward pedalava até avistar Ariana só. acalmando-se, aproximava da jovem olhando envolta para ter certeza que não eram vigiados.
- Edward! Aqui! - ela acenou quando o viu.

- Edward, o Luiz é um deles. Ele é muito esquisito, tem problemas com garotas, faz um monte de dioramas de massacres escolares, tem trauma de bullying e está mexendo com antraz! Vamos encontrar os outros e falar que ele pode ser eliminado, ele está nisso até o pescoço.

-Como tinha pensado. ele concordou em voltar para falar com os outros
-Sua casa nae parece ser algum sistema de vigilancia.. isso me preocupa por que pode ter armadilhas..


--------------------------------------------------

Como de costume, ficou quieto enquanto os demais falavam de reunir em local para almoçar e alguém iria cozinhar no meio burburinho, nortará a infelicidade de Ariana quando ficava perto de sua irmã. E ao fim ouvira a mesma dá seu relato.

Ariana escreveu:- Eu e Edwarrd encontrramos Luiz saindo do campus de carrro, e então eu pedi uma carrona pra ele e Edwarrd nos seguiu de bicicleta. Luiz pensou que eu estava a fim dele porr causa do carrro, começou a falarr sozinho sem darr muita imporrtância prro que eu dizia, ele falou que não gosta da converrsa das garrotas, que eu só serrvia para darr status prra ele. Eu fui dando corrda e ele começou a falarr do trrabalho dele, dizendo que erra secrreto e que não podia darr detalhes. De uma horra pra outrra, ele me convidou pra verr a coleção de diorramas dele, e nem me deu chance de recusarr. Ele morra em Jarrdim Buonfiglioli, aqui perrto do campus. Na casa dele, tudo parrece extrremamente orrganizado e limpo, ele deve terr alguma fobia com isso. Os diorramas dele são todos sobrre massacrres escolarres, ele considerra os atirradorres de cada um deles como márrtirres contra o bullying. Enquanto falava deles, ele mencionou um atentado no metrrô de Tóquio, e disse que eles pensavam em usarr antrraz, mas tinham errado na fórrmula. Ele falou que pesquisava esse assunto e que o prrimeirro que conseguisse usarr isso num atentado serria um herrói. Tenho cerrteza que ele falava dele mesmo. Aí parrece que ele perrcebeu que tinha falado demais e me levou até a estação do metrrô.

Ao fim Lobo Negro disse:

- O Luiz sabe que faz uma arma biológica. Não tenho dúvidas, podemos executá-lo

Edward saia dos fundos ficando visível para todos.

-Concordo mais devemos levar em consideração algumas coisas nae? Mata-lo agora poderia fazer o pessoal aliado dele notar que tem algo de errado. sua propriedade não tem segurança o que me faz pensar que possa ter armadilha químicas ou biológicas. respirava um pouco antes de continuar. -sobre que Ariana disse ele parece um maniaco fisgado em massacre e sua arrogância só acentua isso.. combinado de suas fobias ele deve seguir alguns rituais como levantar sempre na mesma hora, de um lado da cama e assim por diante, que algo parecer diferente em sua rotina, pode desencadear um excesso de fúria destrutiva ... mais temos um dilema, ele pode usar isso a qualquer momento já que parece está bem familiarizado com isso...

Calou-se por um momento pensando do que lia dos livros de seu amigo. até coagitava está errado sobre isso, então se afastou enquanto ouvira Jamile falar e em seguida Ariana novamente, procurou ficar agora em local que possa ver os outros membros.

"Puts... todos são bem altos...nasci zoado.."


"Pensamentos"
-Falas
*Ações*




"I Hate My Life"

avatar
Fergus-Kennedy
Peregrinos Silenciosos
Peregrinos Silenciosos

Mensagens : 184
Data de inscrição : 15/09/2015
Idade : 26
Localização : RJ

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: UNIVERSIDADE DE LOBOS

Mensagem  Cetza em Ter 22 Dez 2015 - 22:10

Shaira e Jamile escreveu:Shaira tentou aproximar-se em silêncio, mas enroscou seu pé no cobertor velho do homem e acabou derrubando um monte de latas velhas que estavam a seu lado. O homem olhou para trás assustado e começou a gritar com ela em português.
Shaira acabava se atrapalhando toda e derrubava algumas latas velhas... era uma grande vergonha para uma ragabash ser pega no flagra daquele jeito. Ao ouvir o homem gritando numa língua desconhecida, Shaira levantava as mãos e sem se dar conta se desculpava em árabe. Porém aproveitava a sua distração para olhar o cartão
-- asf! lm 'akun 'urid 'an tudayiqah ( Desculpa! Eu não queria incomoda-lo)
" Droga! é claro que ele não entendeu nada!!! Como sou desligada... "
Mesmo aturdida, Shaira teve a presença de espírito de olhar para o cartão. Estava escrito: “Depois de amanhã, nesta mesma hora e lugar, haverá médicos e remédios grátis.”
" Mas que estranho... Não acho que Ongs marcariam encontros assim... parecem que essas pessoas foram selecionadas... devemos voltar aqui para ver de perto o que está havendo..."
Com Jamile escreveu:- Quando entramos na van eu queria criar uma polêmica para que eles debatessem entre si em vez de ficarem fazendo perguntas para nós. Como parecia que vinham da FFLCH, procurei um assunto que opusesse duas idéias progressistas. Então inventei que você tinha escapado de um país onde mutilavam mulheres e disse que, nesses casos, os demais países deveriam intevir. Proteção às mulheres x respeito às culturas. Bingo, começou o detabe. Mas esqueça o tema; o que nos interessa é a reação da Dandara, que me surpreendeu.

Como era esperado, parte das pessoas ficou de um lado, parte do outro, e muitas tentaram uma posição conciliadora. Mas a Dandara queria radicalizar dos dois lados e quando não conseguiu, ficou atônita, como se seu cérebro entrasse em curto-circuito.

Eu acho que ela está acostumada a aderir às idéias que são consenso em seu meio sem nem pensar a respeito. E quando essas idéias de alguma forma se opõem, ela não sabe raciocinar sozinha como os demais. Vai esperar algum autor lhe dizer o que pensar.

Infelizmente, mesmo em cursos como o meu, há pessoas que preferem os dogmas.
-- Então, parece que ela age mais como uma adepta do que uma mente criminosa... A pobrezinha infelizmente tem uma mente frágil... Viu o que dizia no cartão... médicos e remédios... e essas duas coisas podem ser procuradas na universidade e rastreadas... devemos ficar atentas.

Reunião escreveu:A meia noite chegou e todos estavam reunidos na república.

O living era grande, com uma boa varanda, e decorado ao gosto dos moradores anteriores. Grandes sofás de cor creme, tapete branco, poltronas de palha trançada um tanto quanto antiquadas e uma mesa com tampo de vidro e cadeiras de madeira. O grande televisor e o móvel branco abaixo dele eram novos.

Alguns ainda mastigavam pedaços de pizza e tomavam coca-cola. Houve protestos de que aquilo era “comida da weaver” ou “para roedores de ossos” mas ainda era a refeição mais rápido nas noites metropolitanas.
Shaira chegava na reunião, preocupada com o horário que tinha que voltar para casa, como morava de favor o mínimo que podia fazer era não deixar sua tia Nadirah preocupada. A jovem se sentava numa das cadeiras de madeira, com suas pernas cruzadas mantinha-se atenta ás descobertas de cada um. Shaira evitava a 'comida da Weaver' não por que achasse errada mas sim pela simples falta de costume de comer tais comidas, se contentando apenas com um copo de água.
Após ouvir seus companheiros, Shaira tomava a frente sendo a terceira à falar, A jovem se mantinha na cadeira e com toda a calma começava o seu relato um tanto que engraçado com Jamile...
-- Bem...eu e Jamile seguimos Dandara após ela sair do curso. A jovem nos pareceu de inicio bem isolada dos seus companheiros de turma... mas para a nossa surpresa ela estava esperando companhia no ponto de ônibus, uma van de uma estranha Ong chamada: Humanizando as Ruas. Nós duas demos um jeito de nos enfiar naquela van mesmo não sendo convidadas...durante a viagem Jamile lançou um debate dentro da van e para a nossa surpresa Dandara fez o típico papel de uma radical, porém quando suas ideias não foram bem... aceitas ela pareceu que se viu perdida... Acho que ela é uma pessoa facilmente sugestionável...só precisamos encontrar o mentor por trás das ideias dela. Bem, quando chegamos o grupo começou a distribuir comida para os moradores de rua, porém um bilhete fora entregue para alguns.. e ele marcavam um novo encontro para depois de amanhã, com um suposto engodo de médicos e remédios grátis. A salamo a-leikom ( A paz esteja com vocês)..
Shaira após ouvir o relato de Edward e de Ariana concordava com eles.
-- Concordo com o Edward, precisamos ser cautelosos... não sabemos quantos estão envolvidos diretamente... Não podemos focar somente as migalhas e deixar o pão, precisamos descobrir se há alguém maior por trás disso tudo. Isso pode ser verdade Ariana, precisamos voltar e ver do que realmente se trata essa ong e sua 'causa' humanitária...
Shaira olhava preocupada para o relógio...
" Ai ai ai... Nadirah vai me matar..."



Ação
Pensamento
Falas
avatar
Cetza

Mensagens : 695
Data de inscrição : 07/09/2015
Idade : 32

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: UNIVERSIDADE DE LOBOS

Mensagem  Klauss Krugger em Qua 23 Dez 2015 - 7:00

- Os andarilho ainda têm o poder na USP. Os senhores das sombras tentam tomá-lo há décadas mas é um caern tão complexo do ponto de vista da interação com humanos que os andarilhos simplesmente têm se saído melhor. Zimbar se alinha com os Senhores das Sombras. Senti uma tensão muito grande quando fui para lá recentemente. Parece que os SS estão pondo mais pressão e Zimbar é favorável a eles.

-- Não foi o que senti na conversa com Zimbar... ele até pode estar do lado dos senhores, mas ele me disse que os senhores das sombras estão colocando quem eles querem dentro do caern, e logo trocarão o vigia também. Ele não me pareceu feliz com isso...

- É bem possível, Klauss. Mas pelo que sei de conversas com Aleksandr, a liderança da equipe é dos Presa de Prata, o que não é nenhum orgulho para nós. Pode haver um senhor das sombras no grupo, claro. Da mesma forma que pode haver um andarilho do asfalto, pois são as tribos mais representadas na seita.

"Os senhores das sombras conspiram como os peixes nadam. Não me surpreende que estejam usando um modo sujo, para dizer o mínimo, de alcançar o poder na seita. Mas isso não necessariamente está ligado à ação da equipe de Misyats. Como sempre digo, na ficção não há pontas soltas, mas na vida real nem tudo está relacionado."

-- Isso que quero dizer Laura-rya , se existem senhores das sombras dentro do grupo de Mysiats ela talvez não seja tão culpada quanto pensamos, ela pode ter sido induzida.

- Qualquer uma Klauss. Ultimamente têm chegado fúrias negras por causa dos estupros e casos de misoginia no campus. Mas elas ainda são bem poucas. Os senhores das sombras são mais frequentes. Eu diria que ela era um deles, ainda que não tivesse a aparência tétrica e os olhos amarelados que muitos possuem.

- Pela aparência em crinos, ela poderia ser tanto fúria quanto senhor das sombras. Mas olha a cara dela em hominídeo! Não consigo imaginar um senhor das sombras com esse cabelinho e esses óculos de hipster… Para mim ela é andarilha do asfalto. Não tinha algum brinquedinho tecnológico? Mesmo que “vintage”. – riu.

-- Devo estar ficando paranoico mesmo... deixe pra la, se ela está no grupo independente da tribo tem grande chance de ser culpada e em breve executada.

--------------------------------------

Ariana escreveu:- Eu e Edwarrd encontrramos Luiz saindo do campus de carrro, e então eu pedi uma carrona pra ele e Edwarrd nos seguiu de bicicleta. Luiz pensou que eu estava a fim dele porr causa do carrro, começou a falarr sozinho sem darr muita imporrtância prro que eu dizia, ele falou que não gosta da converrsa das garrotas, que eu só serrvia para darr status prra ele. Eu fui dando corrda e ele começou a falarr do trrabalho dele, dizendo que erra secrreto e que não podia darr detalhes. De uma horra pra outrra, ele me convidou pra verr a coleção de diorramas dele, e nem me deu chance de recusarr. Ele morra em Jarrdim Buonfiglioli, aqui perrto do campus. Na casa dele, tudo parrece extrremamente orrganizado e limpo, ele deve terr alguma fobia com isso. Os diorramas dele são todos sobrre massacrres escolarres, ele considerra os atirradorres de cada um deles como márrtirres contra o bullying. Enquanto falava deles, ele mencionou um atentado no metrrô de Tóquio, e disse que eles pensavam em usarr antrraz, mas tinham errado na fórrmula. Ele falou que pesquisava esse assunto e que o prrimeirro que conseguisse usarr isso num atentado serria um herrói. Tenho cerrteza que ele falava dele mesmo. Aí parrece que ele perrcebeu que tinha falado demais e me levou até a estação do metrrô.

Edward escreveu:-Concordo mais devemos levar em consideração algumas coisas nae? Mata-lo agora poderia fazer o pessoal aliado dele notar que tem algo de errado. sua propriedade não tem segurança o que me faz pensar que possa ter armadilha químicas ou biológicas. respirava um pouco antes de continuar. -sobre que Ariana disse ele parece um maniaco fisgado em massacre e sua arrogância só acentua isso.. combinado de suas fobias ele deve seguir alguns rituais como levantar sempre na mesma hora, de um lado da cama e assim por diante, que algo parecer diferente em sua rotina, pode desencadear um excesso de fúria destrutiva ... mais temos um dilema, ele pode usar isso a qualquer momento já que parece está bem familiarizado com isso...

Lobo Negro escreveu:
- O Luiz sabe que faz uma arma biológica. Não tenho dúvidas, podemos executá-lo

*Caso Viriginia esteja presente.*

-- Aurora da Esperança o poder moderador é seu... concorda que Luiz seja executado ou ainda precisa de mais provas?

*Dou um tempo a ela e prossigo.*

-- Após o fim da reunião Lobo Negro, Falcão de Aço, Sombra da Noite, Ariana e eu vamos combinar a melhor maneira de executa-lo e como nos livraremos do corpo.

-- Pois bem ficou para eu vigiar Larissa, encontra-la não foi dificil, nem segui-la, mas ela foi para o estacionamento e pegou um taxi, não tive tempo de chegar a moto para segui-la, para não ficar sem fazer nada fui a biblioteca onde encontrei Adele e pesquisamos sobre os trabalhos publicados de todos os membros do grupo de Mysiats.


*Pego as copias impressas com os trabalhos e vou repassando a todos.*

Spoiler:
Dra. Misyats: inúmeros trabalhos e alguns livros publicados. O interesse pelo Bacillus anthracis e outros agentes de guerra biológica vinha desde antes dela imigrar para o Brasil. Havia alguns trabalhos dela referenciados por outros autores, mas que foram impossíveis de localizar e pareciam ter sido publicados em russo. Ela também se interessava moderadamente por soros e vacinas. Tinha um livro considerado referência para cultivos de bactérias. Alguns trabalhos sobre vírus e seu uso biotecnológico e uns artigos antigos sobre influência de radiação em seres vivos.

Dr. Jaguaribe: sua carreira parecia haver se iniciado pelo estudo do folclore. Mais tarde focou-se no folclore brasileiro, tendo publicado uma tese que se transformou em livro. Mais tarde parecia ter se especializado no estudo antropológico das religiões com particular interesse em cultos e rituais ameríndios. Publicou uma espécie de dicionário de rituais xamânicos e poções curativas brasileiros que, ao que parecia, estava esgotado há muito tempo. Esse livro era citado em vários sites de ocultismo. Recentemente seu interesse tinha migrado para os cultos de origem africana.

Dra. Silversword: médica com especialização em genética humana. Parecia ter se dedicado mais ao trabalho docente que ao científico. Uma pesquisa em um mecanismo de busca comum mostrou que tinha uma clínica famosa de aconselhamento genético. Nos últimos anos, porém, parecia ter desenvolvido um especial interesse pelo estudo da resistência a doenças infecciosas propiciada por fatores genéticos. Publicou uma extensa revisão bibliográfica sobre o assunto, que incluia referências a símios e canídeos.

Larissa: seu trabalho de iniciação científica era sobre zoonoses transmitidas por canídeos. Grosso modo, ela investigava os mecanismos que levam uma doença a adaptar-se tanto ao organismo humano quanto aos de cachorros, lobos e outros canídeos selvagens.

Luiz: seu nome aparecia como colaborador em um trabalho recente da Dra. Misyats envolvendo a produção em grande escala de bactérias, visando a produção de soros e vacinas.

Dandara: seu trabalho de iniciação científica, orientado pelo professor Jaguaribe, tratava de cirurgias espirituais e outras técnicas de cura relacionadas a crenças. Recentemente havia publicado um artigo virulento em uma revista de antropologia, defendendo o uso de animais ameaçados de extinção para a produção de amuletos e poções de cura. Nele criticava o que chamava de “ecofascismo”, que, em nome da preservação dos animais, ameaçava a cultura popular. O artigo chamava-se “O Olho do Boto é Nosso”.

-- Sugiro que os demais já deem uma olhada nos seus horários e nos horários das vitimas e ja escolham quem querem investigar amanhã e me passem.

*Apenas com os executores.*

-- Edward e Ariana precisamos de um relato detalhado da casa de Luiz e seu comportamento.


Citação
Ação
Pensamento
Narração
Fala

"Leões e Tigres são fortes... mas lobos não trabalham em circo."

ficha Klauss Krugger
avatar
Klauss Krugger
Crias de Fenris
Crias de Fenris

Mensagens : 2494
Data de inscrição : 18/04/2011
Idade : 37

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: UNIVERSIDADE DE LOBOS

Mensagem  Lua em Qua 23 Dez 2015 - 8:04

Para vocês organizarem seus horários:

HORÁRIOS DE TERÇA-FEIRA:
LARISSA
08:00 às 12:00 na Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ)
14:00 as 18:00 no Instituto de Ciências Biomédicas (ICB) (aula)
18:00 às 19:00 no ICB (laboratório dra. Misyats)

LUIZ
08:00 até 18:00 Instituto Butantan

DANDARA
19:30 até 23:00 FFLCH

GAROUS E PARENTES
Ariana: 08:00 às 12:00 FFLCH
Raul: aula de 08:00 às 18:00
Jamile: 19:30 até 23:00 FFLCH
Virna: 10:00 até 12:00  Instituto de Química (IQ)
Demais: livre


*Rodrigo*Alexey    *Mitzuki  


ação pensamento fala   /   narração diálogo

Esta é uma obra de ficção. A menos que você seja um lobisomem, qualquer semelhança com nomes, pessoas, fatos ou situações da vida real terá sido mera coincidência.
avatar
Lua
Admin
Admin

Mensagens : 1775
Data de inscrição : 28/07/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: UNIVERSIDADE DE LOBOS

Mensagem  Natalie em Sex 25 Dez 2015 - 8:09

Virgínia passou um bom tempo explorando a Umbra local e procurando sinais de ligação com as experiências que aqueles alvos estavam fazendo com a situação do caern. Mas até agora não achou nada e tinha que se reunir com os outros garous pra falar do rastreamento dos alvos.

Aquela comida ruim de humanos da cidade não despertou nela a menor fome, e ela ignorou a aparência de festinha até os assuntos sérios começarem de verdade.

Os relatos eram preocupantes, parecia que todos tinham algum tipo de corrupção em diferentes graus. Virgínia ficou analisando se tinham chance de salvar alguns deles antes que fossem corrompidos sem volta.


*Caso Viriginia esteja presente.*

-- Aurora da Esperança o poder moderador é seu... concorda que Luiz seja executado ou ainda precisa de mais provas?

Aurora da Esperança disse:

- Eu concordo em executá-lo, mas só depois de descobrirmos tudo que ele sabe. As informações que ele tem podem inocentar os outros ou nos revelar os segredos de toda a operação.


*Ações*
- Falas
"Pensamentos"
avatar
Natalie
Filhos de Gaia
Filhos de Gaia

Mensagens : 792
Data de inscrição : 15/04/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: UNIVERSIDADE DE LOBOS

Mensagem  Klauss Krugger em Sex 25 Dez 2015 - 16:36

-- Por esse motivo precisamos Ariana no grupo de execução, se Luís se afeiçoou a ela talvez ele revele algo a ela sem precisar ser torturado ou coisa do gênero.


Citação
Ação
Pensamento
Narração
Fala

"Leões e Tigres são fortes... mas lobos não trabalham em circo."

ficha Klauss Krugger
avatar
Klauss Krugger
Crias de Fenris
Crias de Fenris

Mensagens : 2494
Data de inscrição : 18/04/2011
Idade : 37

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: UNIVERSIDADE DE LOBOS

Mensagem  Lua em Seg 28 Dez 2015 - 10:54

Virna era uma parente talentosa, mas a paciência não estava entre suas virtudes.
Quando viu que os demais hesitavam em escolher quem vigiariam, tomou um papel e começou a rabiscar ela mesma uma distribuição de horários.

- Bem, pelo que entendi, Klauss, Lobo Negro, Falcão de Aço, Sombra da Noite e Ariana estarão a cargo do Luiz. Sobram Larissa e Dandara, então. Quem prefere o que?

Alguns se manifestaram, lembrando suas limitações de horários, idioma e conhecimentos e Virna aperfeiçoou seu diagrama. Ao fim disse:

- Se ninguém tiver mais sugestões e Klauss aprovar, poderia ser assim:

Larissa: Adele é quem mais entende de biologia, então ela se encarregou de segui-la na aula na Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, pois é um departamento mais específico e, pensamos, com menos alunos que o ICB, por exemplo. Ela disse que pode tentar se infiltrar como uma aluna transferida de Veterinária. De lá, pode seguir com a turma até a aula no ICB. Ali Shaira se soma a ela, talvez dando cobertura ou fazendo outra investigação paralela. Para evitar que reconheça Adele, eu e Shaira a seguiremos na volta para a casa, ou seja lá onde ela vai depois das aulas.

Dandara: Jamile se prontificou a investigar junto a FFLCH que trabalhos Dandara faz durante o dia. Se ela descobrir algo, nos juntaremos eu e Virgínia para investigá-la. Na volta para a casa, Adele e Virgínia a seguirão, pois Jamile tem aula.

Ficaria assim então:

Spoiler:
LARISSA
Manhã: Adele
Tarde: Adele, Shaira
Seguir até a casa: Virna e Shaira

LUIZ
Lobo Negro, Raul, Edward, Ariana, Klauss

DANDARA
Manhã: Jamile
Tarde: Virna, Virgínia
Seguir até a casa: Adele, Virgínia

É só uma sugestão. O que vocês acham?



off:
Como disse a Virna, é só uma sugestão. para a história não estagnar. Podem mudar a distribuição à vontade e alterar completamente se desejarem. A palavra final é do Klauss, o líder do grupo.


*Rodrigo*Alexey    *Mitzuki  


ação pensamento fala   /   narração diálogo

Esta é uma obra de ficção. A menos que você seja um lobisomem, qualquer semelhança com nomes, pessoas, fatos ou situações da vida real terá sido mera coincidência.
avatar
Lua
Admin
Admin

Mensagens : 1775
Data de inscrição : 28/07/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: UNIVERSIDADE DE LOBOS

Mensagem  Cetza em Ter 29 Dez 2015 - 9:28

Ali Shaira se soma a ela, talvez dando cobertura ou fazendo outra investigação paralela
-- Acho que uma investigação paralela seja o ideal, Larissa pelo tem aula no ICB e depois no laboratório da Dr. Misyats... Posso dar uma investigada no laboratório no início da tarde, talvez obter algumas informações sobre o trabalho dela e de Misyats...
" Talvez sabendo algo a respeito do trabalho dela seja uma forma de me aproximar dela...
Adele, eu e Shaira a seguiremos na volta para a casa, ou seja lá onde ela vai depois das aulas.
-- Perfeito! Vamos ver o que ela apronta durante a noite... Bem amanhã estarei livre na parte da manhã, se precisarem de alguma ajuda podem contar comigo...
Shaira olhava novamente para o relógio preocupada com a que horas chegaria em casa já imaginando a bronca que levaria de sua tia...



Ação
Pensamento
Falas
avatar
Cetza

Mensagens : 695
Data de inscrição : 07/09/2015
Idade : 32

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: UNIVERSIDADE DE LOBOS

Mensagem  Klauss Krugger em Ter 29 Dez 2015 - 12:19

- Bem, pelo que entendi, Klauss, Lobo Negro, Falcão de Aço, Sombra da Noite e Ariana estarão a cargo do Luiz. Sobram Larissa e Dandara, então. Quem prefere o que?

Alguns se manifestaram, lembrando suas limitações de horários, idioma e conhecimentos e Virna aperfeiçoou seu diagrama. Ao fim disse:

- Se ninguém tiver mais sugestões e Klauss aprovar, poderia ser assim:

Larissa: Adele é quem mais entende de biologia, então ela se encarregou de segui-la na aula na Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, pois é um departamento mais específico e, pensamos, com menos alunos que o ICB, por exemplo. Ela disse que pode tentar se infiltrar como uma aluna transferida de Veterinária. De lá, pode seguir com a turma até a aula no ICB. Ali Shaira se soma a ela, talvez dando cobertura ou fazendo outra investigação paralela. Para evitar que reconheça Adele, eu e Shaira a seguiremos na volta para a casa, ou seja lá onde ela vai depois das aulas.

Dandara: Jamile se prontificou a investigar junto a FFLCH que trabalhos Dandara faz durante o dia. Se ela descobrir algo, nos juntaremos eu e Virgínia para investigá-la. Na volta para a casa, Adele e Virgínia a seguirão, pois Jamile tem aula.

Ficaria assim então:
LARISSA
Manhã: Adele
Tarde: Adele, Shaira
Seguir até a casa: Virna e Shaira

LUIZ
Lobo Negro, Raul, Edward, Ariana, Klauss

DANDARA
Manhã: Jamile
Tarde: Virna, Virgínia
Seguir até a casa: Adele, Virgínia

É só uma sugestão. O que vocês acham?

*Olho para Virna sorrio e pisco para ela.*

Ctza escreveu:-- Acho que uma investigação paralela seja o ideal, Larissa pelo tem aula no ICB e depois no laboratório da Dr. Misyats... Posso dar uma investigada no laboratório no início da tarde, talvez obter algumas informações sobre o trabalho dela e de Misyats...

-- Perfeito! Vamos ver o que ela apronta durante a noite... Bem amanhã estarei livre na parte da manhã, se precisarem de alguma ajuda podem contar comigo...

-- Já que mais ninguém opinou a respeito VOCÊS seguirão a sugestão de Virna, combinem os detalhes entre si e nos encontraremos amanhã após as aulas aqui na republica novamente... continuamos então Edward e Ariana precisamos de um relato detalhado da casa de Luiz e seu comportamento.

-------------------------------------

*Após o fim da reunião chamo Virna a meu quarto, sento na cama e chamo-a para sentar a meu lado.*

-- Virna sabe porque deixei as opções em aberto para todos???

--... faço parte do campo dos Crias de Fenris chamados Presas de Garm, apesar de ter sido convidado pelos Mãos de Tyr, dei preferencia aos Presas por um motivo, nós inspiramos e fazemos os demais agir por conta própria, podemos lidera-los, mas valorizamos a opinião de cada um e sua forma de agir, apesar da palavra final ser sempre nossa... gostei do que fez durante a reunião, assim eles puderam perceber que podem se manifestar sem que eu arranque a cabeça de qualquer um deles... obrigado.


Citação
Ação
Pensamento
Narração
Fala

"Leões e Tigres são fortes... mas lobos não trabalham em circo."

ficha Klauss Krugger
avatar
Klauss Krugger
Crias de Fenris
Crias de Fenris

Mensagens : 2494
Data de inscrição : 18/04/2011
Idade : 37

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: UNIVERSIDADE DE LOBOS

Mensagem  Fergus-Kennedy em Ter 29 Dez 2015 - 16:59

Edward cruzara-os braços sorrindo enquanto fechava os olhos, ao ouvir a Virna expressa-se, então mostrava-se de acordo

Klauss escreveu:-- Já que mais ninguém opinou a respeito VOCÊS seguirão a sugestão de Virna, combinem os detalhes entre si e nos encontraremos amanhã após as aulas aqui na republica novamente... continuamos então Edward e Ariana precisamos de um relato detalhado da casa de Luiz e seu comportamento.

-Sua casa não mostra ter bem vigiada o que me faz pensar que seja apenas para ele descansar e tal, sobre sua personalidade acredito que tem sérios problemas com paranoia, complexo de grandeza e principalmente TOC. mais é bom olhar mais uma vez, Nae? (não?)

Virava-se para Ariana

-Claro que você estiver disposta ir lá novamente


"Pensamentos"
-Falas
*Ações*




"I Hate My Life"

avatar
Fergus-Kennedy
Peregrinos Silenciosos
Peregrinos Silenciosos

Mensagens : 184
Data de inscrição : 15/09/2015
Idade : 26
Localização : RJ

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: UNIVERSIDADE DE LOBOS

Mensagem  Natalie em Ter 29 Dez 2015 - 20:13

A parente Virna impôs uma organização ao grupo disperso e houve um aceitamento tácito de sua proposta.

"Klauss está com problemas para exercer a liderança, não sei se por inépcia ou insegurança. Um alfa que hesita ou demonstra insegurança será rapidamente desafiado e substituído. Os garous homideos escolheram o alfa baseado apenas no posto, mas talvez isso tenha sido um erro e mude com o tempo. Por sorte, quem desafiou a lideraça dele foi uma parente, que não pode ser alfa, mas preciso avisá-lo para tomar cuidado."

Virgínia se atentou apenas para seu papel no arranjo, vendo que teria que vigiar Dandara a tarde junto com Virna.

- Por mim, está bem.

Isso lhe daria tempo para assistir as aulas do idioma local e comer algo decente pela manhã.


*Ações*
- Falas
"Pensamentos"
avatar
Natalie
Filhos de Gaia
Filhos de Gaia

Mensagens : 792
Data de inscrição : 15/04/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: UNIVERSIDADE DE LOBOS

Mensagem  Alexyus em Qua 30 Dez 2015 - 14:34

Ariana ficou ouvindo as considerações e decisões de todos. Ela estava contendo sua personalidade para não atrapalhar as coisas, mas quando todos saíram e Klauss ficou com ela e Edward para decidir como pegariam Luiz, ela pôde falar livremente:

- Não vi nada importante na cada dele, mas deve ser fácil entrar lá e vasculhar tudo, ele mantém tudo muito bem organizado. Só que é melhor fazer isso quando ele não estiver lá. E sobre uma abordagem direta nele, acho que não adianta mais ser sutil. Ele não se encantou comigo, ele gostaria até de uma boneca inflável que desse atenção pra ele. E quando começou a falar demais, ele percebeu e se fechou. Ele não é burro. Acho até que poderia ser perigoso ou agressivo comigo se ele desconfiasse de alguma coisa. Acho melhor a gente capturar e interrogar Luiz do jeito mais forte.
avatar
Alexyus
Presas de Prata
Presas de Prata

Mensagens : 1783
Data de inscrição : 14/09/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: UNIVERSIDADE DE LOBOS

Mensagem  Lua em Seg 4 Jan 2016 - 15:53

SHAIRA:
Shaira chegou a casa de sua tia e, como esperava, encontrou-a com cara de sono e preocupada. A mulher fez uma breve prece agradecendo sua chegada e então começou a disparar palavras:

- Isso é hora de chegar? E sem avisar nada? Onde você estava não tinha telefone, por acaso? E por falar nisso, onde você estava, menina? Esta cidade é perigosa. E não é porque aqui os costumes são mais frouxos que você vai se comportar mal. Já basta a Cristina! Segunda-feira e ela já está na rua“com amigos”. Pelo menos ela avisou… E você? Serão duas agora! E eu que pensei que você fosse me ajudar com Cristina…

E continuou queixando-se, com as mão na cabeça, com um certo histrionismo. Não fazia por mal, só expressava seu desespero.

***

No outro dia de tarde Shaira chegou ao ICB e encontrou-se com Adele, que já havia assistido aula de Fisiologia da Reprodução com a turma de veterinária.

ROLAGEM ADELE:
Adele rolou 5 dados de 10 lados com dificuldade 7 para Manobra Especial e obteve: 4 3 1 1 2 
Adele obteve -2 crítico!

Adele estava lívida.

- Merde alors !Sentei no lugar mais discreto possível mas o professor pediu para que me apresentasse e começou a fazer perguntas sobre como era o curso de veterinária no Canadá. Eu tentei enrolar mas foi um desastre. Perguntou seu tinha certeza que estudava veterinária. Quelle honte! Os demais riram mas Larissa ficou desconfiada. Agora nem sei o que vai gerar mais desconfiança, assistir a próxima aula arriscando outro fiasco ou nem entrar mais?

Normalmente Adele era autoconfiante e decidida mas a experiência deveria ter sido bem dura, pois ela olhava a ragabash aflita, na expectativa de um bom conselho.

Após ajudar Adele, Shaira explorou cuidadosamente o lugar. Tinham-lhe passado a localização do laboratório da Dra. Mysiats, para onde Larissa iria às 18:00, depois da aula. Shaira foi para lá. A porta estava aberta e o trabalho parecia transcorrer em tranquilidade, sem nada que ocultar. Dando uma espiadinha, Shaira viu que estavam a própria dra. Misyats, a dra Silversword e o técnico Rafael Kim. Era uma oportunidade de ouro e também um grande risco, sobretudo depois do fracasso de Adele. Shaira estava pensando no que faria para obter informações quando Rafael saiu do laboratório  e passou por ela apressado, equilibrando um suporte cheio de provetas com líquidos, e entrou no laboratório ao lado.
De onde estava, Shaira via tanto o laboratório da dra. Misyats, quanto aquele em que agora estava Rafael, colocando as provetas em uma máquina, com sua cara lisa e inexpressiva de robô japonês.


ARIANA, KLAUSS, EDWARD:
Klauss, Lobo Negro, Raul, Edward e Ariana discutiam o plano para o dia seguinte.
FERGUS-KENNEDY escreveu:-Sua casa não mostra ter bem vigiada o que me faz pensar que seja apenas para ele descansar e tal, sobre sua personalidade acredito que tem sérios problemas com paranoia, complexo de grandeza e principalmente TOC. mais é bom olhar mais uma vez, Nae? (não?)

Virava-se para Ariana

-Claro que você estiver disposta ir lá novamente


ALEXYUS escreveu:- Não vi nada importante na cada dele, mas deve ser fácil entrar lá e vasculhar tudo, ele mantém tudo muito bem organizado. Só que é melhor fazer isso quando ele não estiver lá. E sobre uma abordagem direta nele, acho que não adianta mais ser sutil. Ele não se encantou comigo, ele gostaria até de uma boneca inflável que desse atenção pra ele. E quando começou a falar demais, ele percebeu e se fechou. Ele não é burro. Acho até que poderia ser perigoso ou agressivo comigo se ele desconfiasse de alguma coisa. Acho melhor a gente capturar e interrogar Luiz do jeito mais forte.


Raúl sorriu como se tivesse treze anos quando Ariana disse “boneca inflável”. Depois assumiu um ar sério e disse:

- É f*oda, mas vou poder ajudar bem pouco amanhã, tenho aula de 08:00 às 18:00. Mas depois disso estou para o que você mandar, Klauss. Também posso emprestar a moto, se alguém mais souber conduzir e vocês acharem útil.

- Às suas ordens, Klauss. – disse Lobo Negro. Mas aparentava uma certa inquietação. Klauss intuiu que deixar o território da USP o deixava desconfortável.

Ariana teria aula de 08:00 às 12:00, depois estaria livre.

Havia contratempos, mas essa era a equipe que Klauss dispunha para ir ao encalço de Luiz no dia seguinte. E todos o olhavam esperando um plano.


ARIANA:
Na manhã seguinte, Ariana apanhou seu material e foi para a primeira aula de Técnicas de Redação.

ROLAGEM QUALIDADE DO PROFESSOR:

Uma irritação foi tomando conta de Ariana durante a aula. A professora era bem medíocre e, em alguns momentos, ela teve vontade de levantar-se e começar a ensinar ela mesma.

Foi uma manhã ruim, mas nada estava perdido. O material didático era bom e Ariana inteligente. Apenas teria que contar um pouco mais consigo mesma do que os companheiros que tiveram mais sorte na distribuição dos professores.

Agora era o momento de seguir as ordens dadas por Klauss e concentrar-se na missão.

KLAUSS:

*Após o fim da reunião chamo Virna a meu quarto, sento na cama e chamo-a para sentar a meu lado.*

-- Virna sabe porque deixei as opções em aberto para todos???

--... faço parte do campo dos Crias de Fenris chamados Presas de Garm, apesar de ter sido convidado pelos Mãos de Tyr, dei preferencia aos Presas por um motivo, nós inspiramos e fazemos os demais agir por conta própria, podemos lidera-los, mas valorizamos a opinião de cada um e sua forma de agir, apesar da palavra final ser sempre nossa... gostei do que fez durante a reunião, assim eles puderam perceber que podem se manifestar sem que eu arranque a cabeça de qualquer um deles... obrigado.


- Pensei que você fosse me dar uma bronca. – disse Virna sorrindo e deitando-se com os braços atrás da cabeça, relaxada. – Eu não me contenho… sou do “clã” dos Tunstall, todos somos assim. Minha vó se nos vê de boa, sem fazer nada, logo diz “porr que no estarr fazendo nada?” e manda passear de novo com o cachorro, arrumar o guarda-roupa, essas coisas. Crescemos todos pilhados.

Virna riu gostosamente consigo mesma. E então, sem levantar-se, ergueu os olhos para Klauss com sua típica expressão malandra e acrescentou:

- Se eu tivesse me transformado em uma garou cria de fenris, não serviria para esse seu campo não…


VIRGÍNIA:
Ao fim da reunião com Klauss, Lobo Negro acompanhou Virgínia de volta ao caern.

Aparentemente ele não compartilhava a apreensão dela sobre a capacidade de liderança de Klauss. Devia ser um lobo pouco dominante, sentiu Virgínia, o que facilitava as coisas para o alpha.

Na manhã seguinte, Virgínia se alimentou conforme desejava e revisou o material que lhe havia sido entregue na aula de português.

No começo da tarde chegou Virna.

- Jamile não descobriu muita coisa, Dandara faz um monte de trabalhos para o professor Jaguaribe e, ao que parece, ultimamente vem se dedicando bastante ao tema dos moradores de rua. Condiz com o que sabemos, mas não acrescenta quase nada. Vamos ver se nós descobrimos algo mais relevante.

A tarde foi decepcionante, porém. Dandara tirou fotocópias na universidade, devolveu livros de antropologia geral e passou a limpo seus cadernos na biblioteca e finalmente foi a um mercado próximo para comprar frutas e iogurte, que, de volta, comeu sentada em um banco.

Então foi para a aula.

Virgínia e Virna ficaram esperando na FFLCH. Não tinham muito assunto, assim que em pouco tempo a parente estava entediada, fumando para passar o tempo.

Terminadas as aulas, saiu Dandara. Começaram a segui-la, por sorte ela foi caminhando. Em pouco tempo chegaram a um edifício velho e de poucos andares. Escondidas atrás das plantas de um prédio vizinho, viram que Dandara cumprimentava um homem de meia idade, parado na entrada do prédio, entrava se dirigia ao que provavelmente eram as escadas.

- Você distrai o homem e eu entro atrás dela!. – disse Virna em seu jeito direto– Está bem?

O “está bem?” era uma pregunta retórica. A parente levantou-se, preparada para pôr o plano em prática…


OFF. Se também quiser detalhes sobre as coisas que ela fez de tarde, posso fazer rolagens, é só falar.


*Rodrigo*Alexey    *Mitzuki  


ação pensamento fala   /   narração diálogo

Esta é uma obra de ficção. A menos que você seja um lobisomem, qualquer semelhança com nomes, pessoas, fatos ou situações da vida real terá sido mera coincidência.
avatar
Lua
Admin
Admin

Mensagens : 1775
Data de inscrição : 28/07/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: UNIVERSIDADE DE LOBOS

Mensagem  Natalie em Seg 4 Jan 2016 - 18:40

Virgínia saiu da reunião acompanhada de Lobo Negro, analisando o companheiro lupino de um jeito bem penetrante.

"Ele não se impõe muito, mesmo pra um ragabash. Nenhum filho de Gaia deveria ser tão omisso, mas talvez ele esteja planejando algo. Vamos ver."

Na manhã seguinte, ela pegou o material para estudar a língua, estranhando ter que aprender algo do papel e não da experiência prática. Já estava quase querendo conjurar um espírito local das palavras pra ver se aprendia aquilo mais rápido quando deu a hora de vigiar a Dandara.

No começo da tarde chegou Virna.

- Jamile não descobriu muita coisa, Dandara faz um monte de trabalhos para o professor Jaguaribe e, ao que parece, ultimamente vem se dedicando bastante ao tema dos moradores de rua. Condiz com o que sabemos, mas não acrescenta quase nada. Vamos ver se nós descobrimos algo mais relevante.

- Pelo que disseram, ela é a mais suspeita, depois do que ela fez na festa que vocês estavam. Vamos prestar atenção nela.

Aurora da Esperança ia tentar dar um jeito de ficar bem próxima dela sem que ela percebesse pra usar Sentir a Wyrm do jeito mais próximo que conseguisse. Também ia farejar os livros que ela devolveu e tudo o mais que ela conseguisse pegar sem ser vista.

Então foi para a aula.

Virgínia e Virna ficaram esperando na FFLCH. Não tinham muito assunto, assim que em pouco tempo a parente estava entediada, fumando para passar o tempo.

Virgínia podia tentar espionar Dandara indo pra umbra e espiando pela película, mas a Virna era parente e não podia acompanhá-la pra ajudá-la. Enquanto esperavam, Virgínia se incomodou com o cigarro e alertou Virna:

- Você não devia fumar isso. Além de fazer mal pra saúde de qualquer pessoa, tanto você quanto os em volta, isso tem um monte de coisas tóxicas da Wyrm. Tem até alguns que têm espíritos do vício dentro deles, que podem tomar o controle do seu corpo e te transformar num fomor. Se algum dia tiver filhotes, eles serão prejudicados por isso, e pode até ser que não possam ser garous por causa do que você consumiu na sua vida. Se precisa fumar algo, enrole umas ervas numa folha e fume algo que não tenha sido feito nas cavernas da Wyrm...

Virgínia falava sempre com bondade, mas não deixava de dizer o que pensava. Se a Virna não gostasse, paciência, pelo menos tinha sido alertada.

Quando Dandara saiu, elas seguiram ela de longe. Virgínia não pretendia fazer o ritual da pedra caçadora, mas era seu plano B se ela sumisse de vista. Quando ela chegou num prédio e cumprimentou um outro humano, Virgínia usou o dom Distinguir o Território para aber quem era o dono do lugar e se ele era garou de algum tipo.

Aí Virna deu um ataque de impulsividade e começou a agir sem nem um rabisco de um plano. Aurora revirou os olhos, mas sentiu-e obrigada a apoiar a parceira, era o que ela fazia, estimulava os outros a serem melhores.

Virgínia se levantou também e correu por toda a calçada, gritando:

- Socorro, socorro!

Ela ia passar direto pela frente do prédio, atraindo a atenção do homem e esperando que ele a seguisse, dando espaço pra Virna entrar. Depois ia virar na primeira esquina e atravessar a primeira janela que visse, passando para a Umbra pra despistar o humano.


*Ações*
- Falas
"Pensamentos"
avatar
Natalie
Filhos de Gaia
Filhos de Gaia

Mensagens : 792
Data de inscrição : 15/04/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: UNIVERSIDADE DE LOBOS

Mensagem  Cetza em Ter 5 Jan 2016 - 8:43

Em casa ou como preferia chamar: manzil escreveu:- Isso é hora de chegar? E sem avisar nada? Onde você estava não tinha telefone, por acaso? E por falar nisso, onde você estava, menina? Esta cidade é perigosa. E não é porque aqui os costumes são mais frouxos que você vai se comportar mal. Já basta a Cristina! Segunda-feira e ela já está na rua“com amigos”. Pelo menos ela avisou… E você? Serão duas agora! E eu que pensei que você fosse me ajudar com Cristina…
SHaira já previra o estado de preocupação de sua tia, pois chegar tarde em casa não era 'coisa de mulher decente', mas a jovem apenas se aproximava e beijava a testa de Nadirah e com um sorriso cálido no rosto se desculpava com sua tia que lhe havia abrigado e dado apoio naquele momento tão difícil.
-- efu , eumati ( Desculpa-me, minha tia)... wa'ana ln tafeal marratan 'ukhraa , walkun lm yakun laday khiar (Não farei novamente, mas não tive escolha)
Shaira falava em árabe com sua tia, pois não queria esquecer o idioma de sua terra e ser como Cristina que nem parecia ter a mesma origem dela, perdendo todos os costumes. Shaira conduzia sua tia para dentro da casa enquanto calmamente lhe falava que haveria dias em que mesmo não tendo aula ela teria que ir para a faculdade fazer uns serviços para o Caern da USP já que ela conseguiu ser aceita pelos garou de lá. Após ter essa conversa e a ajudar sua tia nos afazeres de casa, Shaira iria revisar as aulas de português, pois queria ao menos poder arranhar uma conversa com as pessoas nativas pois assim conseguiria ser mais útil a missão. Antes de dormir a jovem fazia suas orações, um tanto atrasadas mas era o tempo que a jovem tinha.

No ICB escreveu:
Adele estava lívida.
- Merde alors !Sentei no lugar mais discreto possível mas o professor pediu para que me apresentasse e começou a fazer perguntas sobre como era o curso de veterinária no Canadá. Eu tentei enrolar mas foi um desastre. Perguntou seu tinha certeza que estudava veterinária. Quelle honte! Os demais riram mas Larissa ficou desconfiada. Agora nem sei o que vai gerar mais desconfiança, assistir a próxima aula arriscando outro fiasco ou nem entrar mais?
Normalmente Adele era autoconfiante e decidida mas a experiência deveria ter sido bem dura, pois ela olhava a ragabash aflita, na expectativa de um bom conselho
Shaira se encontrava com Adele no ICB e ouvia sua história, que era um tanto quanto engraçada, pois a jovem havia causado uma péssima impressão na turma, a ragabash ria com o infortúnio da jovem, mas logo tentava dar uma luz para a companheira perdida, pois mesmo sendo engraçado elas estavam em uma missão. Shaira pousava a mão no ombro da colega e calmamente soltava palavras de consolo para a amiga.
-- Oras... onde você falhou? erros e acertos fazem parte de nossa percepção... Agora você pode se aproximar de Larissa, como uma aluna estrangeira que tem problemas em se adaptar... Você pode pedir para ter aulas particulares com ela... sabe como é..se enturmar com o 'ensino no Brasil'
No Laboratório escreveu:Após ajudar Adele, Shaira explorou cuidadosamente o lugar. Tinham-lhe passado a localização do laboratório da Dra. Mysiats, para onde Larissa iria às 18:00, depois da aula. Shaira foi para lá. A porta estava aberta e o trabalho parecia transcorrer em tranquilidade, sem nada que ocultar. Dando uma espiadinha, Shaira viu que estavam a própria dra. Misyats, a dra Silversword e o técnico Rafael Kim. Era uma oportunidade de ouro e também um grande risco, sobretudo depois do fracasso de Adele. Shaira estava pensando no que faria para obter informações quando Rafael saiu do laboratório e passou por ela apressado, equilibrando um suporte cheio de provetas com líquidos, e entrou no laboratório ao lado.
De onde estava, Shaira via tanto o laboratório da dra. Misyats, quanto aquele em que agora estava Rafael, colocando as provetas em uma máquina, com sua cara lisa e inexpressiva de robô japonês.
Após aconselhar a amiga, Shaira vai direto ao laboratório da Dra. Mysiats, onde encontrava não somente ela mas também outros dos suspeitos como a Dra. Silversword e o técnico Rafael Kin, cuidadosamente Shaira os observava quando Rafael passava por ela sem a percebe-la porém desconfiou dos líquidos dentro das provetas, mas não tinha como interpela-los por não saber que línguas eles falavam. A jovem decidia investigar a partir da Umbra, sabia que como ali era um laboratório seria mais difícil e que teria a companhia de algumas aranhas do padrão porém era só não incomoda-las que elas não lhe fariam mal algum. Olhando fixamente em uma das muitas paredes de vidro, Shaira percorria os atalhos, sabia dos problemas que poderia ter devido a sua tribo, mas precisa se aproximar e ouvir o que as Dra. Misyats e a Dra. Silversword diziam sem levantar suspeitas...( Percorrer atalhos + superfície de vidro + 1 ponto de FdV)
" Sei dos riscos... mas tenho que tentar!"



Ação
Pensamento
Falas
avatar
Cetza

Mensagens : 695
Data de inscrição : 07/09/2015
Idade : 32

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: UNIVERSIDADE DE LOBOS

Mensagem  Klauss Krugger em Ter 5 Jan 2016 - 13:44

*Ouço o relato de Ariana e Ed, em seguida a reclamação de Raul e pude sentir a inquietação de Lobo Negro.*

-- Lobo Negro a USP é seu território e ninguém consegue desaparecer lá melhor que você portanto amanhã você será a sombra de Luís o dia todo, no período da tarde Ariana se junta a você e me mantenha informado de todos os passos dele. Falcão assim que acabar sua aula vcs pega Ariana e ela a leva até a casa de Luís e em seguida volta para junto dos demais. Lobo Negro neste meio tempo voce avisa André para levarmos o primeiro culpado para ser descartado. Ed e eu vamos entrar pela umbra na casa de Luís e passaremos o dia lá procurando pistas ou algo que incrimime os demais. Raul preciso que chegue na casa antes de Luís, ele pode ser um garou ou fomor e peço precisar de mais um ahroun do meu lado. Ed além de investigar comigo os espíritos da casa de Luís são com você. Alguma pergunta?


Citação
Ação
Pensamento
Narração
Fala

"Leões e Tigres são fortes... mas lobos não trabalham em circo."

ficha Klauss Krugger
avatar
Klauss Krugger
Crias de Fenris
Crias de Fenris

Mensagens : 2494
Data de inscrição : 18/04/2011
Idade : 37

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: UNIVERSIDADE DE LOBOS

Mensagem  Fergus-Kennedy em Ter 5 Jan 2016 - 14:00

-- Lobo Negro a USP é seu território e ninguém consegue desaparecer lá melhor que você portanto amanhã você será a sombra de Luís o dia todo, no período da tarde Ariana se junta a você e me mantenha informado de todos os passos dele. Falcão assim que acabar sua aula vcs pega Ariana e ela a leva até a casa de Luís e em seguida volta para junto dos demais. Lobo Negro neste meio tempo voce avisa André para levarmos o primeiro culpado para ser descartado. Ed e eu vamos entrar pela umbra na casa de Luís e passaremos o dia lá procurando pistas ou algo que incrimime os demais. Raul preciso que chegue na casa antes de Luís, ele pode ser um garou ou fomor e peço precisar de mais um ahroun do meu lado. Ed além de investigar comigo os espíritos da casa de Luís são com você. Alguma pergunta?

-Aye! Falava animado com o plano mesmo sabendo que a luta não era muito do seu mais ficava com aquele pequeno desejo de da uns cascudo no sujeito-Estou de acordo

"Tomara que não tenha serpentes esperando por uma visita..."

Aquietou-se depois de lembrar que no local que Luiz  estudara tinha serpentário e isso já o fazia coagitar  ter cobras na residencia
"Vai dar tudo certo.."


"Pensamentos"
-Falas
*Ações*




"I Hate My Life"

avatar
Fergus-Kennedy
Peregrinos Silenciosos
Peregrinos Silenciosos

Mensagens : 184
Data de inscrição : 15/09/2015
Idade : 26
Localização : RJ

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: UNIVERSIDADE DE LOBOS

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 4 de 6 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum