As Invasões Bárbaras

Página 3 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: As Invasões Bárbaras

Mensagem  Natalie em Qua 29 Jun 2016 - 1:33

Amora achava que aquela multidao barulhenta na feira era um campo de batalha muito estranho, ja que ela nao podia matar ninguem ali. Era bem diferente de sua floresta...

Na barraca de tecidos, Amora percebeu que o comerciante estava mentindo para Ingrid, mas a freira ingenua estava acreditando em tudo!

Sem ligar mais para a admiracao boba de Ingrid, Amora encarou o vendedor com cara de brava e intimou:
- Voce esta mentindo pra ela! Isso nao é seda, é so cetim! Nao vale uma moeda de ouro! Se fossem dez metros, o preco seria justo. Mas so por tentar nos enganar, eu deveria chamar os homens do rei para derrubar sua barraca e confiscar suas mercadoris, seu trapaceiro! Mas como ela gostou desse cetim, posso esquecer sua desonestidade se aceitar uma moeda de ouro por vinte metros do tecido. Entao, aceita a proposta ou terei que char os guardas?

Amora deu uma encarada final, esperando uma resposta rapida do salafrario.


*Ações*
- Falas
"Pensamentos"
avatar
Natalie
Filhos de Gaia
Filhos de Gaia

Mensagens : 792
Data de inscrição : 15/04/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Invasões Bárbaras

Mensagem  Klauss Krugger em Qua 29 Jun 2016 - 8:08

*Após a primeira vitoria Jon caminha até a espada de seu oponente a retira do chão e a devolve a ele.*

-- Precisa treinar um pouco mais e nunca eu disse nunca de as costas a seu adversário... se fosse uma batalha de verdade estaria morto agora.

*Volto-me ao publico retirando o elmo e faço uma reverencia.*

*Durante a segunda batalha após derrubar e desarmar totalmente o mercenário paro com a espada a poucos centímetros de seu peito. Então guardo minha espada e estendo a mão e o ajudo a levantar.*

-- Foi uma ótima luta amigo, sabe porque caimos? Para aprendermos a levantar, se aprendeu algo com nossa luta possivelmente quando cruzarmos espadas novamente me vencerá.

*Volto-me ao publico retirando o elmo e faço uma reverencia.*

* A Luta final contra o filho de um nobre, seria interessa e foi a luta se estendeu o muito mais que as outras, quando Jon destroi o escudo de seu oponente causando dano também a seu braço sua vitoria foi completa, evitou golpes que podiam machucar ainda mais o garoto e finalizou a luta. Estende a mão a seu adversário.*


-- Foi uma ótima luta, não precisa provar nada a ninguém... és um ótimo guerreiro.

*Volto-me ao publico retirando o elmo e faço uma reverencia, levanto a espada em seguida a guardo novamente na bainha e agradeço novamente antes de sair do campo de batalha.*


Citação
Ação
Pensamento
Narração
Fala

"Leões e Tigres são fortes... mas lobos não trabalham em circo."

ficha Klauss Krugger
avatar
Klauss Krugger
Crias de Fenris
Crias de Fenris

Mensagens : 2494
Data de inscrição : 18/04/2011
Idade : 37

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Invasões Bárbaras

Mensagem  Alexyus em Sab 2 Jul 2016 - 14:07

INGRID & AMORA

Amora rola Manipulação + Intimidação:
Amora rolou 3 dados de 10 lados com dificuldade 6 para Manobra Especial e obteve: 6 10 4
Amora obteve 2 sucessos!

O comerciante tremeu diante da garota loira obviamente ameaçadora, encurralado sem saber o que fazer. Ele gaguejou, tentando evitar contato visual com Amora mas atento aos movimentos dela:

- P-perdão, se-senhora, milady, foi um, um erro..meu, um erro meu! Por favor, aceite o tecido com minhas desculpas! Eu aceito sua oferta, 20 metros, a senhora disse? Por favor, leve, leve, tenha misericórdia!

Assim, Ingrid conseguiu, com a ajuda de Amora, muitos metros de um bonito cetim em curto tempo.

Logo depois as duas puderam assistir as disputas dos torneios.

Na disputa de espadas, Amora reconheceu Jon White, o garou que a ajudara no caso dos mercenários. Ele acabou sendo campeão.

No torneio de justas, Ingrid viu que rodrigo Lobo estava competindo. Ele chegou à final, mas perdeu o embate de uma maneira vexaminosa.


JON GARRAS DA JUSTIÇA

As reações de Jon aos inimigos derrotados granjearam o respeito dos guerreiros e a admiração da plebe.

A cerimônia de premiação seria comandada por um nobre da infantaria, mas assim que saiu da arena, foi informado que teria que aguardar o próprio rei para entregar sua comenda.

RODRIGO

As palavras de Rodrigo soaram incompreensíveis até para quem entendia seu idioma, e apenas uma minoria era capaz disso. Entre o populacho, espalhou-se rapidamente o boato de que El Lobo caíra de cabeça e ficará louco com a pancada.

Leander acercou-se dele e pediu que o acompanhasse. O entardecer já se avizinhava enquanto uma grande multidão circundava a praça da cidade.


TODOS

Uma equipe de arautos fez soar seus clarins, anunciando a presença do monarca britânico .

Ricardo Coração de Leão :

O arauto principal nomeou os campeões, que se aproximavam, ajoelhavam-se e recebiam a coroa de lourose um pequeno troféu de ouro maciço. Dentre as categorias mais mundanas, houve grande aclamação aos vencedores, inclusive a Jon. Quando iniciou-se a premiação da lança de justa, a aglomeração de pessoas foi ao delírio , aplaudindo furiosamente Sir Sven.

Ao final dos protocolos, o Rei Ricardo e sua comitiva atravessaram a ponte e voltaram ao castelo. Leander, Sir Teriam e a madre superiora cuidaram de que os garous recém chegados acompanhassem a pretexto de cear com o líder.

Jon e Rodrigo notaram que o castelo era uma fortaleza sólida, fácil de ser defendida e difícil de ser tomada. Havia uma guarnição de soldados fortemente armados para defender a base. Armas anti cerco estavam posicionadas próxima à muralha para rápida utilização. As ameias permitiam que dois arqueiros disparassem alternadamente em cada uma delas. A cidade poderia ser to.ada, mas o castelo não cairia tão facilmente.

Na câmara principal, havia relativamente poucos ocupantes ao redor da mesa em U. Apenas quatro servos abasteciam o banquete, e apenas uma dúzia de cavaleiros se postava junto às paredes. Havia mulheres e estrangeiros à mesa, de diferentes feições. No centro de tudo, o imponente Rei Ricardo Coração de Leão atentou-se e encarou os quatro garous, que se viram no meio da sala, com todos os olhares sobre eles.

Pela janela, a luz de Lunaem sua fase minguante brilhava mais que as tochas nos reposteiros.

- Sede bem-vindos, garous de outras terras! Estamos apenas entre nosso povo aqui, portanto falai livremente. Já ouvi novas sobre vós, mas é adequado que vos apresentar formalmente, de modo que eu possa acolhe-los sob minha proteção. Dizei, quem sois vós ?
avatar
Alexyus
Presas de Prata
Presas de Prata

Mensagens : 1783
Data de inscrição : 14/09/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Invasões Bárbaras

Mensagem  Lua em Ter 5 Jul 2016 - 18:37

Depois da diversão inicial, Rodrigo ponderou por alguns segundos sobre a reação do populacho, enquanto seguia Leander, em silêncio. Como um senhor das sombras, não lhe agradava o fato de haver atraído tanto a atenção da plebe sobre si. Por outro lado, pelo pouco que havia conseguido entender dos gestos e de uma ou outra palavra compreensível, parecia que havia ganhado uma certa fama de maluco. Isso sim o agradou, nunca está demais ser subestimado pela gente estúpida. Então ficou pensando em como poderia usar isso em seu benefício, se fosse preciso.

Observou a premiação, prestando uma certa atenção a Sir Sven, cuja sonoridade do nome não lhe era familiar. Nórdico seria?

Depois chegou o momento de cear com o Rei Ricardo. Rodrigo observou o castelo, que parecia capaz de resistir facilmente a uma invasão. Na câmara principal estava o rei, ao centro de uma seleta mesa. Este deu-lhes as boas-vindas e convidou-os a apresentar-se. Rodrigo preferiu não ser o primeiro, deixando que um dos companheiros desse início ao protocolo. Talvez a freirinha bonita…

¡Mierda¡, pensou então, lembrando-se da justa e, finalmente, sentindo-se um tanto quanto ferido em seu orgulho masculino.


*Rodrigo*Alexey    *Mitzuki  


ação pensamento fala   /   narração diálogo

Esta é uma obra de ficção. A menos que você seja um lobisomem, qualquer semelhança com nomes, pessoas, fatos ou situações da vida real terá sido mera coincidência.
avatar
Lua
Admin
Admin

Mensagens : 1775
Data de inscrição : 28/07/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Invasões Bárbaras

Mensagem  Cetza em Qua 6 Jul 2016 - 10:18

- P-perdão, se-senhora, milady, foi um, um erro..meu, um erro meu! Por favor, aceite o tecido com minhas desculpas! Eu aceito sua oferta, 20 metros, a senhora disse? Por favor, leve, leve, tenha misericórdia!
Assim, Ingrid conseguiu, com a ajuda de Amora, muitos metros de um bonito cetim em curto tempo.

Ingrid era uma loba entre os humanos, ainda tinha muito que aprender sobre o jogo de palavras das quais os duas patas pareciam conhecer muito bem, especialmente os mercadores que assim como os altos sacerdotes da Santa Igreja eram mestres nesse jogo de enganação. Porém com Amora do seu lado a jovem lupina sentia que podia fazer de tudo, qualquer trapaça ou brincadeira já que ambas tinham a força e o poder institucional dos duas patas a seu dispor.

-- Muito obrigada gentil homem, que Deus lhe retribua de igual maneira... Tenha uma bom dia senhor.

Logo depois as duas puderam assistir as disputas dos torneios.

Na disputa de espadas, Amora reconheceu Jon White, o garou que a ajudara no caso dos mercenários. Ele acabou sendo campeão.

No torneio de justas, Ingrid viu que rodrigo Lobo estava competindo. Ele chegou à final, mas perdeu o embate de uma maneira vexaminosa.

Após assustar mais ainda o comerciante trapaceiro com uma suposta intervenção divina em seus negócios, as duas foram assistir ao disputas..em momentos como aqueles de tensão e medo, eventos como aqueles serviam tanto para acalmar os corações das pessoas quanto selecionar joias brutas para se lapidadas no exército. Ingrid assistiu Rodrigo Lobo participar de uma competição de justas, a jovem freira fazia uma singela torcida ao estrangeiro porém para sua surpresa, ela apenas assistia o jovem ser derrotado bem na final e de forma bastante cômica.

-- Vai Lobo Visigodo..Haa... que pena ele perdeu... Ingrid sorria consigo mesma imaginando as jocosidades que falaria para Rodrigo Lobo.

Na câmara principal, havia relativamente poucos ocupantes ao redor da mesa em U. Apenas quatro servos abasteciam o banquete, e apenas uma dúzia de cavaleiros se postava junto às paredes. Havia mulheres e estrangeiros à mesa, de diferentes feições. No centro de tudo, o imponente Rei Ricardo Coração de Leão atentou-se e encarou os quatro garous, que se viram no meio da sala, com todos os olhares sobre eles.

Pela janela, a luz de Lunaem sua fase minguante brilhava mais que as tochas nos reposteiros.

- Sede bem-vindos, garous de outras terras! Estamos apenas entre nosso povo aqui, portanto falai livremente. Já ouvi novas sobre vós, mas é adequado que vos apresentar formalmente, de modo que eu possa acolhe-los sob minha proteção. Dizei, quem sois vós ?

Ingrid, assim como Amora , Rodrigo e um outro garou que ela não conhecia. A beleza das tocas rochosas dos duas patas não lhe trazia admiração, para Ingrid um lugar seguro e bom para se defender seria no interior das densas e escuras florestas inglesas ao invés daquele descampado de terra e pedra. A lupina ouvia e observava atentamente o pronunciamento do Rei Ricardo e notando que a derrota ainda abalava o confiante ragabash, a lupina tomava a frente nas apresentações.

-- Sou Passos Noturnos, nascida numa noite fria de lua minguante. Conhecida por entre os duas patas como Irmã Ingrid, sirvo a Ordem da mãe Misericordiosa sob a tutela da irmã Leah.


----------------------------------------
Ação/Narrativa
Pensamento/Off
Falas

Ingrid Nadira Kaif  Shaira Menefer Hellen B Earp
avatar
Cetza

Mensagens : 695
Data de inscrição : 07/09/2015
Idade : 32

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Invasões Bárbaras

Mensagem  Lua em Qua 6 Jul 2016 - 13:10

- Rodrigo Lobo, ragabash, cliath dos Senhores das Sombras, majestade. - disse Rodrigo com uma mesura.


*Rodrigo*Alexey    *Mitzuki  


ação pensamento fala   /   narração diálogo

Esta é uma obra de ficção. A menos que você seja um lobisomem, qualquer semelhança com nomes, pessoas, fatos ou situações da vida real terá sido mera coincidência.
avatar
Lua
Admin
Admin

Mensagens : 1775
Data de inscrição : 28/07/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Invasões Bárbaras

Mensagem  Natalie em Qua 6 Jul 2016 - 20:52

Amora viu o presa de prata ser campeao do torneio de espadas e achou que o nivel dos rivais deixava a desejar. O Jon venceu muito facil. Quando eles chamaram para ir ao castelo, ela se animou porque nunca tinha entrado em um antes. Enquanto eles enttavam, ela ficava eatudando as paredes e imaginando como entraria se fosse um invasor.

O rei tinha juntado todoa os garous que eram leais a ele e pediu para se apresentarem. Ela se adiantou de cabwca erguida e faloh:

- Meu nome é Amora Deschamps, e os garous me chamam de Brava Cancao de Batalha. Sou uma skald humana dos Fenrires. Estou aqui para lutar ao lado dos bravos, e humilhar os covardes com uma demonstracao da forca dos maiores guerreiros de Gaia!


*Ações*
- Falas
"Pensamentos"
avatar
Natalie
Filhos de Gaia
Filhos de Gaia

Mensagens : 792
Data de inscrição : 15/04/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Invasões Bárbaras

Mensagem  Klauss Krugger em Qui 7 Jul 2016 - 7:50

*|Jon camimnha um pouco mais atrás observando a todos os detalhes da arquitetura do castelo, tudo o que aprendeu com Vougan até agora não passava de lenda para ele, finalmente estava dentro de um castelo de verdade, n]ao conseguia conter sua admiração por tudo que foi erguido. Quando percebe que há uma freira entre eles quebra o troféu de ouro ficando com uma pequena parte para ele e entrega o restante a irmã.*

--Acredito que o ouro possa ajudar os desafortunados de Gaia. Nem todos nascemos em berço de ouro, leve isso como doação para sua ordem irmã.

*Ao chegar junto ao rei espera que todos os demais se apresentem primeiro então dá um passo a frente dos demais e faz uma breve reverencia.*

-- Sou Jon, chamado Garras da Justiça, filodox cliath dos Presas de Prata, nascido de mulher, coloco minha espada e minha vida em seus serviços Majestade!


Citação
Ação
Pensamento
Narração
Fala

"Leões e Tigres são fortes... mas lobos não trabalham em circo."

ficha Klauss Krugger
avatar
Klauss Krugger
Crias de Fenris
Crias de Fenris

Mensagens : 2494
Data de inscrição : 18/04/2011
Idade : 37

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Invasões Bárbaras

Mensagem  Alexyus em Qua 13 Jul 2016 - 16:10

Todos ouviram atentamente a apresentação dos novos garous. Ao fim, o Rei Ricardo proclamou:

- Sois todos bem-vindos à paz do rei. Enquanto estiverdes aqui, estareis protegidos e tereis os mesmos direitos de todos os outros garous sob o meu domínio. Vossa ajuda em proteger o bastião britânico é de gande valia, e certamente sereis recompensados devidamente no tempo apropriado. Ficai à vontade para comer e beber!

O salão subitamente ganhou vida, com conversas soando por todos os lados, servos servindo comida e bebida, e todos oferecendo assentos, canecas e facas aos garous.

Sir Sven veio cumprimentar Rodrigo Lobo pela disputa, lamentando que ele tivesse se desequilibrado na final do torneio de justas. Um garou de origem e vestes humildes veio pedir a benção de Ingrid e implorou que ela visitasse sua sobrinha, que parecia adoentada havia vários dias. Dois meninos, provavelmente recém-saídos da Primeira Mudança e com a aparência de escudeiros ou cavalariços, se acercaram de Amora e pediram que ela contasse histórias de França ou cantasse canções de batalha; um deles ouvira falar sobre os mercenários espancados por ela e queria detalhes de como ela os dominara. Os nobres rapidamente cumprimentaram Jon, indagando-o sobre sua linhagem e antepassados renomados.


OFF: Livre para interpretarem como quiserem.
avatar
Alexyus
Presas de Prata
Presas de Prata

Mensagens : 1783
Data de inscrição : 14/09/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Invasões Bárbaras

Mensagem  Klauss Krugger em Qui 14 Jul 2016 - 9:35


- Sois todos bem-vindos à paz do rei. Enquanto estiverdes aqui, estareis protegidos e tereis os mesmos direitos de todos os outros garous sob o meu domínio. Vossa ajuda em proteger o bastião britânico é de gande valia, e certamente sereis recompensados devidamente no tempo apropriado. Ficai à vontade para comer e beber!

*Pego uma das taças e a levanto em direção ao rei enquanto faço uma pequena reverencia com a cabeça. Após a refeição levanto-me e caminho em meio a todos.*

Os nobres rapidamente cumprimentaram Jon, indagando-o sobre sua linhagem e antepassados renomados.

-- Até onde sei pertenço a linhagem dos Morningkill... *fico um tempo em silencio esperando a reação deles e então continuo.* Já ouviram falar da Prima Nocte? Exatamente sou fruto deste "direito inato" da realeza... até onde sei sou filho de meu avô visto que minha avó também foi violentada no dia de seu casamento assim como minha mãe... Não uso a linhagem dos Morningkill como sendo minha, afinal de contas sou um bastardo e não possuo antepassados renomados... minha linhagem nasceu comigo e acredito que morrerá comigo afinal apenas o fato de eu estar vivo mancha a boa reputação dos Morningkill... se me derem licença...

*Deixo os nobres pego mais uma taça de vinho e caminho em meio apenas distribuindo sorrisos e cumprimentando quando necessário.*


Citação
Ação
Pensamento
Narração
Fala

"Leões e Tigres são fortes... mas lobos não trabalham em circo."

ficha Klauss Krugger
avatar
Klauss Krugger
Crias de Fenris
Crias de Fenris

Mensagens : 2494
Data de inscrição : 18/04/2011
Idade : 37

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Invasões Bárbaras

Mensagem  Cetza em Qui 14 Jul 2016 - 10:07

Quando percebe que há uma freira entre eles quebra o troféu de ouro ficando com uma pequena parte para ele e entrega o restante a irmã.*

--Acredito que o ouro possa ajudar os desafortunados de Gaia. Nem todos nascemos em berço de ouro, leve isso como doação para sua ordem irmã.

Ingrid que fora umas das primeira a se apresentar, se admirava com a lisonja que o guerreiro vitorioso e aceitava o presente de bom grado. Com um sorriso gentil no rosto, o que era estranho para os garou, a freira aceitava a gentil doação ficando com o troféu em mãos.

A Ordem ficará agradecida nobre guerreiro que atendo pelo nome Jhon, tenha certeza que sua singela e importante doação ajudará em muito as nossas parentas e suas famílias... ainda mais em tempos difíceis como esses.

- Sois todos bem-vindos à paz do rei. Enquanto estiverdes aqui, estareis protegidos e tereis os mesmos direitos de todos os outros garous sob o meu domínio. Vossa ajuda em proteger o bastião britânico é de gande valia, e certamente sereis recompensados devidamente no tempo apropriado. Ficai à vontade para comer e beber!

As palavras do Rei Ricardo chamava a atenção de todos os presentes, quando ele falava em 'proteger o bastião Britânico' Ingrid sabia que algo de ruim estava por acontecer e que provavelmente os boatos eram verdadeiros.

Um garou de origem e vestes humildes veio pedir a benção de Ingrid e implorou que ela visitasse sua sobrinha, que parecia adoentada havia vários dias.

A jovem freira não fazia muita distinção em quem ajudava e recebia bem o humilde garou, após o relato ela se sensibilizava com o caso, já que havia uma menina doente. Ela fazia o sinal da cruz porém pedia à Gaia que o abençoá-se o humilde garou e sua família e que iria vê-la o quanto antes.

-- Grande Mãe Gaia que guia nossos destinos, abençoa este seu filho e sua prole livrai sua pequena filha das moléstias para que seu guerreiro possa lutar em seu nome com a paz em seu coração e a fúria em suas garras e dentes, Amém.


----------------------------------------
Ação/Narrativa
Pensamento/Off
Falas

Ingrid Nadira Kaif  Shaira Menefer Hellen B Earp
avatar
Cetza

Mensagens : 695
Data de inscrição : 07/09/2015
Idade : 32

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Invasões Bárbaras

Mensagem  Lua em Qui 14 Jul 2016 - 10:59

Todos ouviram atentamente a apresentação dos novos garous. Ao fim, o Rei Ricardo proclamou:

- Sois todos bem-vindos à paz do rei. Enquanto estiverdes aqui, estareis protegidos e tereis os mesmos direitos de todos os outros garous sob o meu domínio. Vossa ajuda em proteger o bastião britânico é de gande valia, e certamente sereis recompensados devidamente no tempo apropriado. Ficai à vontade para comer e beber!


Não me importa nem um pouco o bastião britânico, Rei Ricardo, se estou aqui é por Gaia. Mas se puder fazer algum renome, aprender bastante e ganhar um tanto da confiança dos presas de prata, terá valido a pena.

Enquanto pensava, secundou Jon no brinde ao rei, mostrando seu melhor sorriso.

Depois pegou sua caneca de bebida e começou a circular entre os convidados, ouvindo, discretamente, os fragmentos de uma ou outra conversa. Então escutou Jon responder aos nobres que indagaram sobre sua linhagem e antepassados:


Klauss escreveu:-- Até onde sei pertenço a linhagem dos Morningkill... *fico um tempo em silencio esperando a reação deles e então continuo.* Já ouviram falar da Prima Nocte? Exatamente sou fruto deste "direito inato" da realeza... até onde sei sou filho de meu avô visto que minha avó também foi violentada no dia de seu casamento assim como minha mãe... Não uso a linhagem dos Morningkill como sendo minha, afinal de contas sou um bastardo e não possuo antepassados renomados… minha linhagem nasceu comigo e acredito que morrerá comigo afinal apenas o fato de eu estar vivo mancha a boa reputação dos Morningkill... se me derem licença...


Não conseguiu conter um sorriso de simpatia. Afinal ele próprio, Rodrigo, sendo filho de ilegítimo de um bispo, também era um bastardo para a sociedade humana. Ia aproximar-se de Jon quando Sir Sven abordou-o. Ficou contente em travar contato com o suposto nórdico. Como erudito, Rodrigo tinha uma enorme curiosidade por outros povos e culturas. Assim que foi amável com o homem, procurando desviar o assunto de sua vexatória queda para enaltecer as habilidades do oponente em combate e, depois, com manipulação inata dos senhores das sombras, foi conduzindo a conversa até o momento de perguntar de onde vinha Sir Sven, com era o lugar, como havia sabido dos problemas na Inglaterra e se tinha algum palpite sobre o que a estava ameaçando.


*Rodrigo*Alexey    *Mitzuki  


ação pensamento fala   /   narração diálogo

Esta é uma obra de ficção. A menos que você seja um lobisomem, qualquer semelhança com nomes, pessoas, fatos ou situações da vida real terá sido mera coincidência.
avatar
Lua
Admin
Admin

Mensagens : 1775
Data de inscrição : 28/07/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Invasões Bárbaras

Mensagem  Natalie em Sab 16 Jul 2016 - 11:44

Amora aceitou a hospitalidade do rei presa de prata e foi comer, beber, cantar e dançar.

Os meninos que vieram procurar informações dela, receberam um sorriso antes dela contar todas as muitas batalhas que sabia, todas as lendas dos garous que já tinha ouvido, e também como surrou aqueles soldados imprestáveis.

Ela cantou e narrou as histórias em voz alta, chamando a atenção de quem mais quisesse ouvir.

Ela terminou falando:

- Aprendam isso, jovens garous: vocês são lobos, não presas! Até o mais humilde roedor de ossos ou filho de Gaia pacifista é um guerreiro da Mãe! Jamais temam enfrentar os inimigos Dela! Sejam corajosos e lutem co bravura!


*Ações*
- Falas
"Pensamentos"
avatar
Natalie
Filhos de Gaia
Filhos de Gaia

Mensagens : 792
Data de inscrição : 15/04/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Invasões Bárbaras

Mensagem  Alexyus em Qua 20 Jul 2016 - 19:24

Jon passou a noite se esquivando do interesse dos nobres ingleses.

O garou macho ficou muito agradecido à Ingrid pela benção sobre sua filha.

Rodrigo entabulou uma boa conversação com Sir Sven, descobrindo que ele era um cavaleiro britânico descendente de antigos nortenhos súditos de antigos monarcas presas de prata.

Amora atraiu bastante atenção com sua canção e foi bastante motivadora e instrutiva para aqueles jovens.


Ao amanhecer, os garous ainda estavam confraternizando quando um cavalo chegou galopando, batendo seus cascos com estrondo contra os tijolos do castelo. Do lado de fora, um grito frenético e arfsante ecoava pela manhã recém-nascida:

- Eles estão chegando! Eles estão chegando!
avatar
Alexyus
Presas de Prata
Presas de Prata

Mensagens : 1783
Data de inscrição : 14/09/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Invasões Bárbaras

Mensagem  Cetza em Sex 22 Jul 2016 - 8:32

Ao amanhecer, os garous ainda estavam confraternizando quando um cavalo chegou galopando, batendo seus cascos com estrondo contra os tijolos do castelo. Do lado de fora, um grito frenético e arfsante ecoava pela manhã recém-nascida:

- Eles estão chegando! Eles estão chegando!

Ingrid ficava feliz em ajudar, não o garou macho, mas sim a pequena parenta adoentada. Ela sabia que mais tarde teria que visita-la pois o que lhe atormentava poderia ser algo mais grave. A jovem noviça festejava com os demais garou apesar do que estavam na presença do Rei... e mesmo que pouco se importasse com as instituições dos duas-patas ela entendia de hierarquia e claro... aquilo era uma festa e não tinha motivos para não aproveitar. Ela festejara a noite toda como a muito não fizera, a Ordem da Mãe Misericordiosa e seu disfarce perante a Igreja dos duas-patas era exigente demais no que tangia aos modos, por isso que naquela ocasião Ingrid fazia questão de recuperar todo o tempo perdido... bebeu com os guerreiros e até tirou Rodrigo Lobo para dançar.. Ingrid comemorou como se o mundo fosse acabar no dia seguinte... quando um mensageiro veio soando o alerta... os inimigos haviam chego. A jovem lupina logo se pois em alerta, esperando as instruções do garou combatentes e claro do Rei Ricardo.

-- Devemos levar nossos parentes para longe da guerra... nem todos são combatentes, se quiser posso guiá-los em segurança! " Não será a primeira vez que faço isso... os nossos parentes são nossa prioridade..."


----------------------------------------
Ação/Narrativa
Pensamento/Off
Falas

Ingrid Nadira Kaif  Shaira Menefer Hellen B Earp
avatar
Cetza

Mensagens : 695
Data de inscrição : 07/09/2015
Idade : 32

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Invasões Bárbaras

Mensagem  Lua em Sex 22 Jul 2016 - 9:26

Rodrigo teve uma agradável conversa com Lord Sven, escutando atentamente as histórias sobre seus antepassados nortenhos.

Já estava ficando com um pouco de sono quando viu que alguém vinha até ele.


... bebeu com os guerreiros e até tirou Rodrigo Lobo para dançar.. Ingrid comemorou como se o mundo fosse acabar no dia seguinte…


Rodrigo despertou na hora e acompanhou a animação da lupina. Enquanto dançava com ela pensava que era muito melhor passar uma noite em claro assim do que dormir e ter aqueles terríveis pesadelos com naufrágios e fetiches perdidos. Assim que desfrutou cada segundo também. A certa altura, sussurrou para Ingrid, provocando-a:

- Que pode haver de melhor para um ragabash do que comer e beber às custas de um presa de prata e dançar com uma freira?!!!


Ao amanhecer, os garous ainda estavam confraternizando quando um cavalo chegou galopando, batendo seus cascos com estrondo contra os tijolos do castelo. Do lado de fora, um grito frenético e arfsante ecoava pela manhã recém-nascida:

- Eles estão chegando! Eles estão chegando!


Rodrigo se pôs em alerta imediatamente e procurou se posicionar, discretamente, o mais próximo dos poderosos, pois a eles seriam dadas as notícias trazidas pelo mensageiro e os planos de ação viriam em primeira mão.


*Rodrigo*Alexey    *Mitzuki  


ação pensamento fala   /   narração diálogo

Esta é uma obra de ficção. A menos que você seja um lobisomem, qualquer semelhança com nomes, pessoas, fatos ou situações da vida real terá sido mera coincidência.
avatar
Lua
Admin
Admin

Mensagens : 1775
Data de inscrição : 28/07/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Invasões Bárbaras

Mensagem  Natalie em Sex 22 Jul 2016 - 22:09

Amora ouviu o mensageiro chegando e gritou para o salão antes que o caos imperasse:

-Chegou a hora de provarem sua coragem! Mantenham a ordem e a disciplia enquanto aguardam os comandos dos alfas!


*Ações*
- Falas
"Pensamentos"
avatar
Natalie
Filhos de Gaia
Filhos de Gaia

Mensagens : 792
Data de inscrição : 15/04/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Invasões Bárbaras

Mensagem  Klauss Krugger em Seg 1 Ago 2016 - 9:53

- Eles estão chegando! Eles estão chegando!

*Me aproximo do rei Ricardo e fico aguardando as ordens, independente da desordem que pode estar acontecendo no momento.*


Citação
Ação
Pensamento
Narração
Fala

"Leões e Tigres são fortes... mas lobos não trabalham em circo."

ficha Klauss Krugger
avatar
Klauss Krugger
Crias de Fenris
Crias de Fenris

Mensagens : 2494
Data de inscrição : 18/04/2011
Idade : 37

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Invasões Bárbaras

Mensagem  Alexyus em Seg 8 Ago 2016 - 21:40

O mensageiro falou ao rei:

- Eles estão a dois dias daqui. Há bestas gigantes entre os nortenhos, e eles matam tudo em seu caminho. Apenas os que fugiram sobreviveram. Eles não fazem prisioneiros.

O caos já tomava conta do salão, pois assim como Amora, muitos gritavam coisas, outros discutiam hipóteses, e havia até mesmo medo nos olhos de alguns daqueles garous.

Ricardo ficou alguns momentos calado, olhando para o mensageiro, mas quando ele se levantou, todos os outros calaram. Sua Raça Pura emprestava-lhe grande imponência.

- No dia de hoje, todos da vila devem se esforçar ao máximo para preparar nossas defesas. Ao cair da noite, todo garou que tiver coragem suficiente deve se encontrar aqui, e faremos uma investida contra o exército deles. Se Gaia nos sorrir, será o suficiente para esmagá-los. Então vão e preparem-se!
avatar
Alexyus
Presas de Prata
Presas de Prata

Mensagens : 1783
Data de inscrição : 14/09/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Invasões Bárbaras

Mensagem  Lua em Seg 8 Ago 2016 - 23:18

Ah... Eles têm bestas gigantes, não fazem prisioneiros, isso é tudo o que sabemos sobre eles e nossa estratégia é nos lançarmos ao ataque contando com a benevolência de Gaia.
Parabéns, presas de prata. Ótimo plano para deixar minha filha sem pai!


Rodrigo lançou um olhar para Ingrid, tentando sentir o que a outra ragabash pensava. E depois para Jon, que havia demonstrado ser um bom guerreiro.

Bem... Melhor não falar nada por enquanto. Os ânimos estão exaltados e são as palavras do rei. Me disseram que havia senhores das sombras por aqui e eles devem ter alguma idéia mais sensata. Humm... talvez essa idéia seja não aparecerem aqui amanhã! Melhor ver o que os garous conhecidos pensam primeiro.


No olhar de Rodrigo para Ingrid e Jon transpareciam esses sentimentos. Ele discretamente afastou-se do rei e aproximo-se dos dois.


*Rodrigo*Alexey    *Mitzuki  


ação pensamento fala   /   narração diálogo

Esta é uma obra de ficção. A menos que você seja um lobisomem, qualquer semelhança com nomes, pessoas, fatos ou situações da vida real terá sido mera coincidência.
avatar
Lua
Admin
Admin

Mensagens : 1775
Data de inscrição : 28/07/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Invasões Bárbaras

Mensagem  Cetza em Qua 10 Ago 2016 - 11:48

O mensageiro falou ao rei:

- Eles estão a dois dias daqui. Há bestas gigantes entre os nortenhos, e eles matam tudo em seu caminho. Apenas os que fugiram sobreviveram. Eles não fazem prisioneiros.

" Dois dias... é muito pouco tempo evacuarmos qualquer pessoa... "
Ingrid ficava preocupada, sabia muito bem o que acontecera com as pessoa do vilarejo como não teria como evacuá-los em segurança só lhe restavam resistir como podiam.

Rodrigo lançou um olhar para Ingrid, tentando sentir o que a outra ragabash pensava. E depois para Jon, que havia demonstrado ser um bom guerreiro.

Ingrid olhava para Rodrigo e ele podia notar o olhar preocupado dela. Ingrid não era uma humana e por isso não via utilidade nos 'códigos hierárquicos' dos duas patas, como uma loba descendente do lendário horror dos franceses Ulv Rød, para ela líder tinha que liderar e não nascer com uma coroa estúpida e sem valor. A jovem freira tomava a frente diante daqueles guerreiros poderosos e os calava com sua voz frágil porém rígida.

-- Devemos reforças nossas defesas, estocar comida e água para um possível cerco ao castelo e o mais impotante... não podemos permitir que passem do fosso. Todo os moradores, nossos parentes em prioridade devem sem protegidos no interior dessas muralhas... devemos pedir a Gaia que nos dê a fúria necessária para trucidarmos os nossos inimigos!


----------------------------------------
Ação/Narrativa
Pensamento/Off
Falas

Ingrid Nadira Kaif  Shaira Menefer Hellen B Earp
avatar
Cetza

Mensagens : 695
Data de inscrição : 07/09/2015
Idade : 32

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Invasões Bárbaras

Mensagem  Natalie em Qua 10 Ago 2016 - 19:16

As notícias do mensageiro foram bem preocupantes.

Amora queria encontrar logo os inimigos e gostou dos planos do rei, mas sabia que aqueles mercenários e soldados de aldeia não iam sobreviver se enfrentassem os invasores. Era melhor aquela investida à noite dar certo.

Ela ouviu as pessoas falando demais, e se concentrou no que Ingrid disse. E concordou com a cabeça:

- Vamos começar então! Vamos acordar toda a cidade e por todo mundo pra trabalhar. Eu vou ajudar a fechar as casas da vila, Ingrid você pode ajudar os não-combatentes a estocar suprimentos aqui no castelo. Sir Lobo, ajude os soldados e mercenários a fortalecer as defesas da fortaleza.

Amora esperou as tarefas acabarem de ser divididas e depois saiu pela cidade, convocando os aldeões e dando ordens. O povo comum precisava ser bem orientado para trabalhar rápido e direito.


*Ações*
- Falas
"Pensamentos"
avatar
Natalie
Filhos de Gaia
Filhos de Gaia

Mensagens : 792
Data de inscrição : 15/04/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Invasões Bárbaras

Mensagem  Klauss Krugger em Qui 11 Ago 2016 - 8:29

- No dia de hoje, todos da vila devem se esforçar ao máximo para preparar nossas defesas. Ao cair da noite, todo garou que tiver coragem suficiente deve se encontrar aqui, e faremos uma investida contra o exército deles. Se Gaia nos sorrir, será o suficiente para esmagá-los. Então vão e preparem-se!

Ingrid escreveu:-- Devemos reforças nossas defesas, estocar comida e água para um possível cerco ao castelo e o mais impotante... não podemos permitir que passem do fosso. Todo os moradores, nossos parentes em prioridade devem sem protegidos no interior dessas muralhas... devemos pedir a Gaia que nos dê a fúria necessária para trucidarmos os nossos inimigos!

Amora escreveu:- Vamos começar então! Vamos acordar toda a cidade e por todo mundo pra trabalhar. Eu vou ajudar a fechar as casas da vila, Ingrid você pode ajudar os não-combatentes a estocar suprimentos aqui no castelo. Sir Lobo, ajude os soldados e mercenários a fortalecer as defesas da fortaleza.

*Jon balança a cabeça negativamente da as costas aos demais e segue em direção a vila, ainda olha para trás antes de partir.*

--Muitos querem liderar e bradam ordens e poucos realmente fazem o que é necessário... os encontro aqui a noite...

*Jon vai a vila preferencialmente a parte mais podre da vila, com o dinheiro do premio dos combates compra toda a comida que consegue, chegando a parte pobre distribui a comida entre os aldeões, para conseguir sua atenção e então brada a plenos pulmões.*

-- Vocês devem ter ouvido falar de uma invasão... ela é real e está cada vez mais próxima, todo aquele que puder empunhar uma lança deve se juntar a milicia para defendermos a cidade, todos os que não puderem lutar devem ou fugir da cidade ou se refugiar no castelo, apressem-se eles estão a apenas 2 dias daqui... Vão façam o que deve ser feito por suas familias e pelo seu reino...

*Embora soubesse que suas palavras iam provocar o caos entre os aldeões o faz mesmo assim, pois sabe que se ao menos os mais pobres conseguissem fugir seriam vidas de Gaia que seriam poupadas e se todo aquele que pudesse empunhar uma espada ou lança se juntassem a milicia era uma espada ou lança a mais contra os invasores.*



--


Citação
Ação
Pensamento
Narração
Fala

"Leões e Tigres são fortes... mas lobos não trabalham em circo."

ficha Klauss Krugger
avatar
Klauss Krugger
Crias de Fenris
Crias de Fenris

Mensagens : 2494
Data de inscrição : 18/04/2011
Idade : 37

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Invasões Bárbaras

Mensagem  Lua em Qui 11 Ago 2016 - 12:09

Aí está, no vazio de liderança dos presas de prata, todo mundo acaba dando ordens.

Rodrigo concluiu que já havia gente suficiente tentando organizar as defesas e proteger os aldeões.

Assim que foi ao estábulo onde estava Valeroso e tratou de encontrar um lugar o mais afastado e seguro possível para o cavalo, fora da rota dos invasores e antes que alguém aproveitasse a confusão reinante para roubá-lo ou o levassem para o castelo como "estoque vivo" de comida. Tinha começado a sentir certa empatia com animal.

Depois seguiu as ordens do rei e preparou-se para o combate. Limpou e azeitou sua espada, fez um conjunto adicional de flechas (ainda que provavelmente não serviriam de muito, se os invasores traziam gigantes) e poupou suas energias para a luta.

Sabia por experiências recentes que não adiantaria de muito procurar outros senhores das sombras ou inquirir o mensageiro sobre mais detalhes dos invasores mas ainda assim manteve olhos e ouvidos abertos à qualquer informação.

Mesmo não confiando no plano do rei, ao cair da noite estaria entre os "garous com coragem suficiente" para enfrentar o inimigo.

E que Deus e Gaia os ajudassem.


*Rodrigo*Alexey    *Mitzuki  


ação pensamento fala   /   narração diálogo

Esta é uma obra de ficção. A menos que você seja um lobisomem, qualquer semelhança com nomes, pessoas, fatos ou situações da vida real terá sido mera coincidência.
avatar
Lua
Admin
Admin

Mensagens : 1775
Data de inscrição : 28/07/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Invasões Bárbaras

Mensagem  Alexyus em Seg 15 Ago 2016 - 21:26

Rodrigo rola Inteligência + Sobrevivência:
Rodrigo rolou 4 dados de 10 lados com dificuldade 6 para Ataque com Garras e obteve: 9 3 5 2
Rodrigo obteve 1 sucesso!

Rodrigo encontrou Valeroso e tratou de tirar seu cavalo do iminente campo de batalha.

Como os invasores vinham do Norte, rodrigo rumou para o sul, margeando o rio o máximo que pôde.

As vilas mais próximas tinham sido todas evacuadas, com seus habitantes habitando agora no castelo ou na cidade principal.

Assim, Rodrigo acabou encontrando algumas casas e celeiros vazios. Não eram grande coisa, mas pelo menos tinham comida e água para Valeroso.

Foi a melhor opção que Lobo conseguiu, a tempo de voltar à cidade.

Rodrigo rola Inteligência + Armas Brancas:
Rodrigo rolou 7 dados de 10 lados com dificuldade 6 para Ataque com Garras e obteve: 2 5 4 5 2 4 6
Rodrigo obteve 1 sucesso!

Rodrigo teve tempo apenas de dar uma boa oleada em sua espada e restaurar o fio nates que a noite caísse e ele tivesse de ir ao encontro do Rei Ricardo.

Ingrid rola Inteligência + Sobrevivência:
Ingrid rolou 5 dados de 10 lados com dificuldade 6 para Ataque com Garras e obteve: 4 4 3 1 3
Ingrid obteve -1 crítico!

Ingrid nunca tinha passado por uma situação como aquela, um cerco, a iminência de uma batalha, a necessidade de se preparar atrás de muralhas de pedra... Tudo aquilo era extremamente confuso para uma lupina.

Apesar de todas as providências que Ingrid citara corretamente, ela não sabia como colocá-las em prática, e acabou ficando perdida no corre-corre dos outros.

Os oficiais do exército, os servos do castelo, os religiosos da abadia, e até os aldeões, todo se mostravam bem ocupados, uns gritando ordens para os outros, e praticamente ignorando as sugestões confusas da noviça.

A noite chegou mais rápido do que ela esperava e Ingrid só pôde correr para se juntar aos lobisomens que atacariam o inimigo.

Amora rola Inteligência 2 + Sobrevivência 2:
Amora rolou 4 dados de 10 lados com dificuldade 6 para Ataque com Garras e obteve: 8 9 6 6
Amora obteve 4 sucessos!

Amora entendia bem como era o trabalho de camponeses e homens simples e sabia como colocá-los em marcha.

Indo para a aldeia, ela conseguiu orientar bastante bem os plebeus que fechavam suas casas e carregavam mantimentos apressadamente para o castelo.

Com os guardas e mercenários concentrados em preparativos militares, as tarefas simples sobraram para os supostos não-combatentes, e Amora sobressaiu-se entre os religiosos e servos que tentavam fazer as coisas andarem.

Amora rola Carisma+ Expressão:
Amora rolou 6 dados de 10 lados com dificuldade 6 para Ataque com Garras e obteve: 10 6 4 3 9 5
Amora obteve 3 sucessos!

Mesmo sendo francesa, amora dominava a arte da palavra como poucos, até mesmo no idioma inglês.

Suas intervenções constantes, sempre tentando encorajar e instigar o trabalho árduo, rápido e eficiente dos plebeus resultou em ânimos insuflados e uma confiança até então inexistente.

Graças à Brava-Canção-de-Batalha, os ingleses estavam agora determinados a resistir aos invasores em vez de correr de medo.

Jon rola Raciocínio + Comércio:
Jon rolou 3 dados de 10 lados com dificuldade 6 para Ataque com Garras e obteve: 8 3 8
Jon obteve 2 sucessos!

Jon foi ao mercado, onde a notícia do ataque iminente já tinha corrido entre os comerciantes.

Enquanto os empregados arrumavam as coisas para partir, os vendedores tentavam livrar-se de todas as mercadorias, negociando até o último minuto, sem no entanto baixar demais os preços.

Mas Jon fez um bom negócio e adquiriu todo o estoque de um apressado mercador, cujos alimentos poderiam suprir meia dúzia de famílias por um mês.

Os pobres que receberam a doação de Jon agradeceram ardorosamente, demonstrando humildade e gratidão de formas bastante simplórias.

-- Vocês devem ter ouvido falar de uma invasão... ela é real e está cada vez mais próxima, todo aquele que puder empunhar uma lança deve se juntar a milicia para defendermos a cidade, todos os que não puderem lutar devem ou fugir da cidade ou se refugiar no castelo, apressem-se eles estão a apenas 2 dias daqui... Vão façam o que deve ser feito por suas familias e pelo seu reino...

Jon rola Manipulação + Expressão:
Jon rolou 4 dados de 10 lados com dificuldade 6 para Ataque com Garras e obteve: 6 3 7 5
Jon obteve 2 sucessos!

Jon foi bastante convincente, falando informações que os mais pobres conheciam apenas em boatos. A confirmação da realidade pôs todos em alerta, e quase automaticamente elas seguiram o bom senso de Garras da Justiça e juntaram suas coisas e foram para o castelo, em sua imensa maioria, mas alguns preferiram fugir da cidade mesmo.

A boa providência de Jon garantiu que muitos dos homens mais humildes que ainda não tinham se alistado no exército do Rei Ricardo o fizessem naquela hora. Não seriam bons soldados, eram infantaria grosseira e mal treinada, alguns poderiam servir como escudeiros ou intendentes dos cavaleiros mais humildes, mas àquela altura qualquer ajuda era mais que bem-vinda.

Quando anoiteceu, Jon também foi para o castelo encontrar o grupo de ataque do rei garou.


A NOITE CAI....

O castelo estava num silêncio tenso quando os garous passaram pela ponte levadiça e atravessaram os enormes portões de carvalho.

No pátio, reuniam-se todos os soldados e recrutas humanos, mas às portas do grande salão, estavam os lordes Terian e Leander, que assim que viam algum garou, mandavam-no para dentro.

Lá, não havia tantos garous quanto no dia anterior. Parecia que nem todos tinham fechado apoio aos planos do Rei Ricardo. O rei estava ausente ainda, mas outros garous já estavam por ali.

Rodrigo foi abordado por um camponês de modos toscos, mas gentis:

- Sir El Lobo? Sou Angus, senhor! Gostei de vê-lo no torneio, sir! espero podermos lutar lado a lado!

Angus:

Amora viu-se sendo seguida por uma jovem de cabelos ruivos, que assim que percebeu ter sido notada, dirigiu-se a ela humilde e educadamente:

- Perdoe-me, Amorarhya, mas eu a vi essa tarde na vila. Sua liderança é impressionante, senhora. Nunca acreditei que mulheres pudessem estar no comando, mas tu me provastes o contrário, senhora. Estou honrada em combater ao seu lado. Meu nome é Valerie Finn, sou uma phillodox dos fianna da Inglaterra.

Valerie:

Ingrid foi interpelada sem cerimônias por uma altiva dama. Ela usava um vestido preto, um crucifixo e portava uma espada, que obviamente era mais que uma simples arma. Ela falou em voz enérgica e impetuosa:

- Lupina, não fique aí parada como fez o dia todo. reúna-se conosco e vamos mostrar o que as Fúrias Negras podem realmente fazer.

Cristina:

Enquanto estava parado, Jon viu um homem maltrapilho ficar ao seu lado, mas apesar dos trapos que vestia, exibia uma musculatura impressionante. Ele falou em voz rouca e bronca:

- Fez um bom trabalho no mercado hoje, sir. O sir é bem mais nobre que os outros sires que estamos acostumados a ver. Se precisar de ajuda na luta, conte com a minha mão para ajudá-lo, sir.

Greg:
avatar
Alexyus
Presas de Prata
Presas de Prata

Mensagens : 1783
Data de inscrição : 14/09/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Invasões Bárbaras

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 3 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum