Dakota Stone "Guardiã Dos Presságios" Hominídea - Theurge -Senhora Das Sombras

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Dakota Stone "Guardiã Dos Presságios" Hominídea - Theurge -Senhora Das Sombras

Mensagem  Alexyus em Qua 25 Maio 2016 - 20:53

Nome do Personagem: Dakota Stone
Nome Garou: Guardiã Dos Presságios
Nome do Jogador: Nina
Raça: Hominídea
Augúrio: Theurge
Tribo: Senhora Das Sombras
DESCRIÇÃO:
Natureza: Galante
Comportamento: Explorador
Conceito: Socialite/ cônjuge proeminente

Características
Idade: 18
Nacionalidade: Americana
Etnia: Caucasiana
Cabelos: Negros
Olhos: Cinzentos
Sexo:Feminino

Descrição:


.......................Altura:........................................... Peso:
Hominídeo:.......1,70m........................................... 68 7 kg
Glabro:.............1,85m.......................................... . 100 kg 1*
Crinos:.............2,55 m........................................... 340kg 2*
Hispo:.............. 1,60 m............................................... 340 kg 3*
Lupus:.............0,75m............................................. 35kg 4*

Atributos - Físicos (3 )
- Força: 2
- Destreza: 2
- Vigor: 2

Atributos - Sociais (  7 )
- Carisma: 3
- Manipulação:2 (+1 vantagem tribal)
- Aparência: 5 (Encantamento, Olhos Penetrantes)

Atributos - Mentais (5)
- Percepção: 2
- Inteligência: 3
- Raciocínio: 3


Habilidades - Talentos (5)
Prontidão: 1
Esporte: 1
Briga: 1
Esquiva:
Empatia: 1
Expressão:
Intimidação:
Instinto Primitivo: 1
Crime:
Lábia:

Habilidades – Perícias ( 9)
Emp. c/Animais: 1
Ofícios:
Condução: 1
Etiqueta: 2
Armas Fogo: 1
Armas Brancas: 2
Liderança:
Performance: 1
Furtividade:
Sobrevivência: 1

Habilidades - Conhecimentos (13)
Cultura: 3
Enigmas: 2
Investigação:
Direito:
Lingüística: 2/ Francês-Espanhol
Medicina: 1
Ocultismo: 2
Política:
Rituais: 2
Ciências: 1

Antecedentes
Recursos 1-
Spoiler:
Recebe mensalmente de seu pai e a julgar pela época o valor sera administrado futuramente pelo marido após o casamento. Por em quanto ela anda com algum para necessidades, mas como casara assim que chegar em Chicago as coisas vão mudar provavelmente por  ser uma Garou acabe ganhando autonomia  no lar  até porque não é uma mulher comum
Ritos 1
Spoiler:
Aprendeu com ajuda de Edgar, mas os espíritos foram seus melhores professores em quanto viajava e vagou brevemente pela penumbra ao lado de Edgar e Diana.
Herança Espiritual 2
Spoiler:
•• Os espíritos percebem sua chegada. Outros tendem a pensar sobre o fato da chegada de certos espíritos na sua presença, apesar de que poucos possam entender o motivo
Raça Pura :2( 1 ponto  de bônus)

Dons:
- Tribo = Fraquezas Fatais
- Raça =Proteção de Artificial
- Augúrio = Toque da Mãe

Ritos:
Nível 1: Dedicação ao Talismã
Nível 2:
Nível 3:
Nível 4:
Nível 5:

Manobra Especial:  
Spoiler:
Minha personagem pode aprender no decorrer dos jogos, mas no momento não terei uma manobra.
FÚRIA:2
GNOSE: 2
FORÇA DE VONTADE: 3

RENOME
- Glória Permanente:
- Honra Permanente:
- Sabedoria Permanente:3

Vantagem de tribo:  Lábia das Sombras
Spoiler:
Senhores das Sombras começam o jogo com um Ponto adicional em Manipulação ou dois na forma que o jogador quiser nas seguintes Habilidades

Fraqueza Tribal: Adaga da Falha: -1 de Renome por falha

Qualidades / Defeitos: (Coloque eles separados e com a descrição em spoiler e em letras negras)
Vênus Ascendente (Venus Rising) Qualidade de 4 pontos:
Você possui um carisma inconfundível que o faz ser um líder natural, inspirando outros a seguirem-no por amor e admiração, ao invés de por medo e intimidação. Amantes aparecem em sua vida com regularidade e amigos sempre o procuram. Os Filhos de Gaia valorizam esse aspecto, o vendo como um meio de tentar trazer seu sonho de harmonia universal e coexistência pacífica. Rolagens de Carisma ganham um dado extra.
Magneto Espiritual (Qualidade de 5 pontos):
Você é um imã para espíritos e, mais ainda, eles o vêem com bons olhos. Espíritos locais o seguem com curiosidade e estão dispostos a ajudar o personagem da forma que puderem (desde que não arrisquem suas existências). Além disso, todos os testes sociais do Garou com espíritos sofrem dificuldades -2. Esta Qualidade facilita muito a encontrar espíritos para aprendizado de Dons ou até mesmo a convencer um espírito a entrar num Fetiche.
Magnetismo Animal (Qualidade:
Outros de sua raça (humanos, se você for Hominídeo; lobos, se for Lupino; Impuros optam entre humanos e lobos, não Garou) acham você especialmente atraente. Todos os seus testes de sedução ou atração animal são feitos com uma dificuldade de -2. Por outro lado, outros podem considerar você como uma ameaça e desafiar você pela atenção de uma parceira em potencial.
Voz Encantadora - Qualidade de 2 pontos:
Existe algo em sua voz que os outros simplesmente não conseguem ignorar. Quando você dá ordens, eles se encolhem. Quando seduz, eles se desmancham. Seja trovejante, gentil, persuasiva ou simplesmente ao conversar, sua voz chama a atenção. As dificuldades de todos os testes que envolvam o uso da voz para persuadir, enfeitiçar ou comandar são diminuídas em dois pontos.


Pontos Bônus 15
12 pontos em Qualidades
Raça Pura usei 1 ponto  de bônus
Gnose 2 pontos de bônus

Prelúdio/Historia:
Spoiler:

— Estou implorando para que me escute, senhor!
— Saia! Não tenho mais nada a dizer ou ouvir. — O homem imponente a sua frente a olhava com reprovação em quanto uma mulher esguia na porta controlava-se para não deixar o sorriso de satisfação vir à tona.
Vai me ouvir! — A determinação obrigou o homem a encarar que havia criado de uma fato uma Stone teimosa e corajosa, mas não admitiria isso a filha mais nova de sangue Garou nem se fosse obrigado a isso. O alarme estampado nos olhos cinzentos e brilhantes provocou um sorriso sardônico por parte da mulher na porta. Os rumores sobre o deslize da jovem haviam alcançado seus ouvidos em quanto viajava para Chicago, tinha seis meses que não pisava em Boston deixando a filha aos cuidados de sua nova esposa Helene Le'Moom que estava na porta ouvindo tudo. De fato nunca imaginou que o destino conspira-se para que as coisas chegassem aquele ponto, era um parente dos senhores das sombras, que havia conquistado poder no novo mundo, a transportadora prosperava, a conquista por territórios no meio oeste seguia firme e agora com a mina provendo ouro as coisas caminhavam perfeitamente. A jovem diante dele era sua preciosidade, tinha nascido para servir a tribo da melhor forma possível, era uma Garou, nascida sob a lua dos Theurges.
   Sua primeira esposa era uma mulher com dons, podia ver o mundo através dos olhos da alma, escutava o sussurro das sombras, mas sua saúde não era das melhores e quando engravidou membros da tribo fizeram diversas visitas. Um rito de proteção fora feito, aquela criança nasceria protegida, mas isso não significava que sua mãe teria uma vida longa e de fato sua esposa aceitou bem tudo aquilo. Ele acreditou que o semblante calmo de Anya era um reflexo de sua satisfação em gerar a vida, tentaram por três anos, mas ela nunca conseguia segurar uma gestação por um longo tempo. Então em uma noite que a lua parecia uma lamina prateada no céu, ela teve um sonho estranho no qual uma revoada de corvos traziam uma tempestade devastadora e uma mulher nua  surgia com eles trazendo em suas mãos uma criança com a marca da tribo.  Após isso Anya engravidou, mesmo com todas as complicações devido a sua saúde frágil, parecia feliz e ansiosa por conhecer sua criança.
Por isso  Joan Stone permitiu que sua pequena fosse batizada pelo nome de Dakota pois esse foi um pedido de sua esposa, dizia que era um nome de sorte para a menina. Dias depois do nascimento dela, sua esposa morreu dormindo e para ele ficou o fardo de cuidar da criança sem a ajuda da esposa.  Sentido-se forçado pelas convenções tradicionalistas da época, casou-se com uma outra parente, mais jovem, mais forte e com uma personalidade complicada de se lidar.  Helene nutria ciúmes da menina, engravidou rapidamente dando ao marido quatro meninos fortes, mas nenhum com sangue Garou desperto. Na mente dela aquilo significava uma falha, como se a finada mãe de Dakota se mantive-se viva e vitoriosa pois dera a tribo mais uma garra para lutar por seus interesses.
A jovem olhou para madrasta na porta, pensou em pular em seu pescoço, destroçando-a ali mesmo, que toda a Boston soube-se de tal incidente, que todos fossem para o inferno, mas se agisse assim as complicações seriam terríveis. Respirou fundo, a loba dentro dela queria tomar controle da situação, mesmo sendo uma Theurge tudo aquilo incitava-lhe ao pior,mas o sussurro dos espíritos lhe ajudaram a se acalmar.  
Contendo a ira, manteve a voz firme, porém baixa. — Por favor, permita que  fale, as coisas foram tramadas pelo destino, nunca teria me envolvido com Adrian se soubesse quem ele era? Meu senhor precisas entender-me, mas prefere acreditar na versão fantasiada por sua esposa?- A voz dela virou um fio doce e sincero nos minutos seguintes-
_Adrian e eu nos apaixonamos, o conheci em minhas caminhadas no parque, tudo começou de maneira inocente, temos tanto em comum e ao mesmo tempo descubro que ele é um Delord?  Papai entenda, não sabia juro que não, nunca trocamos esses detalhes em nossas conversas e acredito que nem ele teria prosseguido em suas investidas se soubesse quem sou...Nossas famílias tem essa rixa desde Londres, mas agora pertencemos a uma nova geração, isso tinha que acabar papai...eu não compreendo, ele é um parente não é mesmo?

Os olhos de Joan perderam o brilho por alguns instantes, imaginando que realmente a filha ainda não compreendia o tamanho do problema que estava e como as coisas poderiam terminar tragicamente para ambas as famílias que há quarenta anos viviam em trégua desde que cada um respeita-se as regras impostas. Ele não sabia até bem pouco tempo que o caçula dos Delord tinha sangue garou nas veias, por ser um parente tinha acesso algumas informações, tais como algumas tribos que estavam em Boston, sobrenomes de parentes importantes e infelizmente os Delord eram descendentes de uma linhagem de sangue azul...os Presas de Prata.

_Minha filha você não tem ideia  do problema que se meteu, ele é um Garou como você, é um Presa De Prata Dakota... récem saído do rito de passagem, que raios se passou na sua cabeça em manter contato com ele?Será possível que realmente não nota-se nada de familiar nele...?

Dakota apertou uma mão na outra, mordeu o lábio inferior, recordou do cheiro de Adrian havia algo nele, da maneira que sentia uma certa conexão com o jovem, mas havia passado recentemente pela primeira mudança, muitas coisas ainda seriam esclarecidas, habituar-se a vida Garou, entender seus dons e quem deveria ser para tribo.  Instintivamente sabia que Adrian era diferente, mas seu coração jovem deixou-se levar pela voz macia, pelos risos no fim de tarde, na troca de cartas inocentes e nos sonhos infantis que tinha ao pensar nele.
Agora tornaria-se adulta de maneira mais rápida, sentiu que seu pai falava a verdade, como seriam as coisas agora e como estaria Adrian?
Recordou-se do exato momento que foram separados em quanto estavam caminhando pelo parque, dois homens familiares a Adrian se aproximaram, os olhos deles eram gélidos, a obervavam com desprezo e reprovação.
Adrian não saiu do lado dela, segurando sua mão, mesmo que sua pele estivesse protegida pela luva podia sentir o calor da mão dele atravessando o tecido e desejou aquela calor para sempre.
Um dos homens mandou Adrian soltar a mão da jovem, o puxando pelo braço com se fossem os maiores amigos, disfarçavam com elegância para que ninguém nota-se o que acontecia e outro aproximando-se devagar fez um falsa mesura para Dakota oferecendo seu braço para que saíssem dali. Eram bem parecidos com Adrian, cabelos castanhos claros, olhos azuis escuros, mas não havia neles a ternura  que enxergava em sua comapanhia.
Nesse momento dois primos de jovem chegaram, isso fez o ar pesar, ela sentiu-se confusa e quando pensou em soltar a mão de Adrian sentiu sua visão ficar turva.
“ Ela devora tempestade, saboreia a carne dos tolos e devasta o mundo... você   vai morrer quando a última gota de sangue do Falcão banhar a devoradora, nascida para invocar tempestades antigas e mais uma vez seus destinos se cruzam...agora se chamas Dakota, mas houve um tempo que eras conhecida como Invocadora De Tempestades...”
Aquele voz grossa penetrava sua mente, causando-lhe medo, sentiu o coração disparar e por fim as pernas amoleceram. Quando acordou estava em casa e a situação era aquela.

_Papai...eu não sei como, mas acho que foi destino encontrar com Adrian e o que posso dizer ao senhor é que nunca desejei lhe causar vergonha e aceito aquilo que me ordenar...

Helene parecia satisfeita em quebrar a imagem da jovem,mas Joan não estava feliz, mas não poderia proteger ou omitir o fato que a filha poderia agora ter sua honra manchada ou até mesmo se tornar uma pária. Não queria ceder ao pedido da tribo, tentava encontrar um meio para afastar a filha do que desejavam, ela só tinha dezessete anos, o rito de passagem foi guiado por  Edgar Stone seu primo que nascerá sob a mesma lua que sua filha, tinham apenas dois meses, o mesmo lhe informara que a jovem seria dada em casamento a um parente em Chicago e em breve partiria. Agora com o ocorrido não demoraria para que a figura intimidadora de Edgar surgi-se em sua porta para levar a jovem.

_Você vai casar e ira para Chicago!

— A informação foi anunciada como se fosse uma farpa gelada — Ela parecia não ter ouvido aquilo e deixou-se cair de joelhos. Estava cansada, o coração em descompasso, olhou pela grande janela e desejou voar dali.


_Existe um parente que a tribo deseja tornar seu marido, é um jovem de futuro, é dono de uma boa quantidade de terras, abastado e empreendedor. Provavelmente você desempenhara um papel importante, é muito bonita e nascida sob a lua daqueles que lidam com assuntos espirituais pelo que entendi. Creio que a tribo lhe dará conhecimento e especialmente amadurecimento...

-Os olhos dela tão cinzentos e confiantes mantinham-se cativos aos  olhos cinzas e brilhantes de seu pai naquele momento.
Ela não argumentou, com esforço levantou-se, iria para seu quarto e dormiria para sempre se pudesse.

_ Farei aquilo que me pede papai...peço apenas que tente me perdoar algum dia, sei que errei, mas não consigo arrancar meus sentimentos por Adrian, não por agora, mas no futuro quem sabe após casar certamente terei esquecido disso tudo...acredite em mim não comprometi minha honra...apenas fui uma jovem apaixonada como qualquer outra de minha idade...eu

Nesse momento Helene interveio e sua voz era irritante aos ouvidos de Dakota.

_Precisamos ter certeza que ela ainda é virgem, imagine se Edgar suspeitar que leva uma sem vergonha como se fosse um tesouro, mas na verdade é uma flor deflorada?

A centelha da fúria ascendeu-se nos olhos de Dakota, como se fosse uma brasa que ao sentir o vento cria-se uma labareda perigosa e em um pulo  mudou de forma rasgando as roupas e segurando Helene em suas mãos. As unhas afiadas posicionadas perigosamente no belo rosto de sua madrasta, mas a voz firme de seu pai a ordenava que para-se. O pavor nos olhos de sua madrasta lhe causaram uma sensação de poder, podia quebrar seu pescoço ali, mas ouvia a voz da razão e sem nem olhar para o pai soltou a mulher. Que ao cair no chão tinha a maquiagem borrada pelas lágrimas e olhava em um misto de ódio com pavor.
Dias depois Edgar chegou, poucas perguntas foram feitas, ele veio acompanhando de uma mulher de meia idade e bonita. Diana Palmer era uma Philodox dos senhores das sombras, foi ela que conversou com Dakota para ter certeza do ocorrido com Adrian, por fim foi constatado que ambos realmente não havia quebrado a lei, mas que para manter as coisas em paz entre os senhores e presas de Boston ambos deveriam ser separados. Dakota iria para Chicago ficar sob a tutela da seita Olhos Da Tempestade que detinha boa influência, tendo parentes em funções políticas e com o casamento dela com um dos maiores detentores de terras do meio oeste tudo ficaria ainda melhor. Eles tinha planos para a jovem Theurge e com o tempo tudo se encaixaria rumo ao poder que almejavam.
Adrian seria enviado para Nova York e após muitas conversas entre ambas as tribos essa solução foi vista como a melhor.
Dakota partiria com o coração apertado, Diana disse que com o tempo aprenderia que muitas coisas, entre elas a maneira que a tribo controla os sentimentos, como podem conter uma tempestade em seus olhos e ainda assim oferecerem um sorriso amistoso aos inimigos. Por mais que ouvi-se a Philodox conhecida tribalmente como Justiça Do Trovão, por vezes notava que Edgar a olhava com grande interesse e isso a inquietava algumas vezes.
Era um homem bem apessoado, na casa dos vinte sete anos, conhecido como Tempestade Umbral, nome que fez por merecer e agora tinha uma posição importante na seita que fazia parte. A viagem seria inicialmente em um barco a vapor pertencente ao parente com quem casaria e depois em uma diligência discreta até Chicago o que levaria alguns dias.
A viagem de barco poderia ter sido interessane, mas a cabeça de Dakota ainda a fazia perder-se na lembrança de Adrian.
Em algumas noites após a leituras das leis, dos registros da tribo gostava de andar pelo barco olhando as pessoas e geralmente Edgar a observava de longe em quanto Diana descansava.
Muitas vezes ele a ensinava a meditar, e alguns momentos recitava pequenas orações para a lua e parecia mais gentil.
Diana observa aquilo, sabia que a jovem despertava sentimentos intensos, nas pessoas e até mesmos mulheres a olhavam com curiosidade. Os cabelos longos eram negros como a noite, tinha um corpo cheio, formoso, o rosto angelical e os olhos tempestuosos seriam um problema em dados momentos, mas como se tratava de uma senhora das sombras certamente isso ajudaria a tribo nos momentos oportunos.
No decorrer dos dias a viagem chegou ao fim, a viagem com a diligência iniciava-se parentes faziam a escolta, a noite descansavam, levavam a jovem para longe dos olhos dos parentes para ensinar-lhe sobre o que precisava. Edgar ensinou seu primeiro ritual, assim como a levou para umbra para aprender seus primeiros dons e assim a viagem se seguia.
Edgar não gostava de sentir um interesse mais intenso pela jovem, sabia que Diana observava silenciosamente, mas não daria a nenhuma das duas a certeza que nutria desejos nadas puros.
Dakota amadureceria, provavelmente tornaria-se uma excelente theurge, aprenderia a dominar seus sentimentos ou não.
Os espíritos sentiam-se atraídos por ela, mesmo que não entendessem porque, quem sabe ela tivesse o sangue de grandes heróis, coisa que Edgar falou por alto, pois quando chegassem a Chicago ela poderia conhece mais sobre sua linhagem e entender como usar atração que os espíritos sentiam por ela de uma maneira interessante.
Spoiler:
Edgar e Diana são Adrens ocupando posições dentro da seita "Olhos Da Tempestade" Dakota não sabe mas vai casar com o meio-irmão de Edgar, Edmund Hauschild a família deles tem uma companhia loteadora/transportadora de nome H.S que já causou alguns problemas em relação a disputa de terras e poder em Chicago. Edmund provavelmente vai adentrar o meio político quando chegar a hora, por em quanto a menina de seus olhos são as terras adquiridas recentemente juntamente com a mineradora.  É um jovem de seus 23 anos galante, espero, observador e que parece ter o toque de midas. O casamento não é algo que deseja-se, mas ao ver uma foto da futura esposa pareceu aceitar com maior facilidade, assim como o fato de juntar-se a família Stone criando assim uma aliança valiosa para ambos os lados. Atualmente está aguardando a chegada da noiva, em quanto a construção de uma grande casa nos arredores do centro é feita.  As informações aqui colocadas não são de conhecimentos da personagem  são para o narrador usar da maneira que achar melhor.

NPCs com quem possivelmente ainda vai manter contato ao decorrer dos jogos:

Diana Palmers Justiça Do Trovão

Madrasta

Joan Stone/Seu pai

Edgar  Hauschild Tempestade Umbral

Adrian Delord

Edumd  Hauschild

Dakota Stone

EXPERIÊNCIA
XP ganho como Jogador = 18 acumulados (Gasto 0 / Sobrando 18)
XP ganho como Narrador = 0 acumulados (Gasto 0 / Sobrando 0)

Histórico de Ganhos de XP:
6 xp por jogar a crônica Diligência de Chicago no 2° ciclo de 2016
12 XP por jogar a crônica Diligência de Chicago no 3° ciclo 2016


Última edição por Alexyus em Ter 27 Set 2016 - 9:47, editado 2 vez(es)
avatar
Alexyus
Presas de Prata
Presas de Prata

Mensagens : 1783
Data de inscrição : 14/09/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Dúvida

Mensagem  Nina Amora em Seg 30 Maio 2016 - 17:48

Essa ficha foi criada para jogar oeste selvagem, mas foi publicada aqui e agora como faz?
avatar
Nina Amora

Mensagens : 75
Data de inscrição : 01/03/2016
Idade : 32

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dakota Stone "Guardiã Dos Presságios" Hominídea - Theurge -Senhora Das Sombras

Mensagem  Klauss Krugger em Seg 30 Maio 2016 - 17:51

resolvido


Citação
Ação
Pensamento
Narração
Fala

"Leões e Tigres são fortes... mas lobos não trabalham em circo."

ficha Klauss Krugger
avatar
Klauss Krugger
Crias de Fenris
Crias de Fenris

Mensagens : 2494
Data de inscrição : 18/04/2011
Idade : 37

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dakota Stone "Guardiã Dos Presságios" Hominídea - Theurge -Senhora Das Sombras

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum