Cria de Fenris REVISADO

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Cria de Fenris REVISADO

Mensagem  The Grand Wizard [Passo] em Sex 24 Dez 2010 - 14:13


Muitos Garou consideram os selvagens Cria de Fenris o arsenal de Gaia. Violentos e imunes ao remorso, os Cria abraçam os ideais guerreiros dos antigos nórdicos e anseiam um lugar no Valhalla. O membro típico da Cria de Fenris é um monstro de sangue-frio. A ferocidade da tribo é lendária, mesmo entre os Garou. Raro é o Cria que recua de uma luta; ainda mais raro é aquele que demonstra piedade. Para um membro da Cria de Fenris a força é a maior virtude, e o sacrifício a dádiva suprema.
Os Crias vêem a si mesmos como heróis no sentido clássico; apenas os heróis mais valorosos são capazes de travar guerra com a Grande Serpente da Escuridão. Contudo, por mais nobres que sejam seus motivos, os Cria de Fenris costumam ser cegos para a escuridão que há dentro deles próprios. Seus Ritos de Passagem são sangrentos, freqüentemente mortais. Até mesmo depois de serem aceitos na tribo, os Crias de Fenris são constantemente testados e desafiados.
Os jogos selvagens que praticam afiam suas habilidades de combate. Recusar qualquer desafio é considerado sinal de fraqueza, e fraqueza é algo que não pode ser tolerado.
Somos a maior de todas as tribos, clamam os Crias, porque testamo-nos continuamente. Se você quiser que nós o respeitemos, teremos de testá-lo também.
Os Crias são indivíduos fatalistas, determinados a esmagar a Wyrm à custa de suas próprias vidas. Entre os membros da tribo, a honra costuma ser medida em cicatrizes de batalha. Eles se consideram a vanguarda de uma guerra interminável, e não saberiam viver de outro modo. Os Crias tendem a desprezar as outras tribos, acreditando piamente que são os únicos Garou merecedores da confiança de Gaia.
Esta atitude não os torna populares entre os outros lobisomens; os Wendigo e as Fúrias Negras nutrem ressentimentos profundos contra a tribo. Os Cria de Fenris possuem um código de honra poderoso, mas essa honra é um código pessoal de heroísmo, não uma ética social abstrata. Para um Cria de Fenris, a vitória é tudo que importa; apenas os mais fortes merecem vencer. Os Crias de Fenris sempre se reúnem à luz da lua cheia. Não é de surpreender que os lobisomens de Ahroun dominem a liderança tribal. Os líderes precisam lutar por suas posições e qualquer sinal de fraqueza pode representar sua ruína. As assembléias tribais são beligerantes, normalmente marcadas por duelos de força e de habilidades. Para comparecer a uma assembléia, os visitantes precisam submeter-se a um açoitamento. Matança ritual, marcação de runas na pele e tortura de inimigos capturados são atividades comuns nas assembléias.
A fim de preservar a honra da tribo, alguns Crias modernos aderiram ao ideal de supremacia neonazista. Consideram-se superiores, mas acreditam que sua supremacia deriva de seus ideais elevados. Contudo, são chauvinistas assumidos, desprezando os conceitos de direitos civis e outorgação de poderes. Para os Crias, o único poder válido é aquele tomado à força.
Como os nórdicos cuja cultura admiram, os membros da Cria de Fenris vêem a vida como uma luta longa e difícil.
Por trás de suas fachadas de ferro, muitos deles anseiam pela paz, uma paz que sabem que jamais alcançarão. Eles se orgulham de sua herança lupina, parecendo possuir uma harmonia maior com suas feras interiores que a maioria dos Garou de outras tribos. Como o vento de suas terras nórdicas, os Cria investem contra todas as paredes, uivando enquanto as colocam abaixo.

Totem da Tribo: Lobo Fenris

Força de Vontade Inicial: 3

Antecedentes: Os Crias de Fenris são desencorajados a comprarem Contatos.


Vantagem tribal:Pele de Fenris
Os Crias de Fenris são alguns dos guerreiros mais duros de todas as Tribos, a formação do Ritual de Passagem de um Cria é duro o suficiente para matar um jovem Garou de outra tribo, ou o deixa-lo mais forte. Uma razão para isto é a pele espessa deles. Um Crias de Fenris ganha um nível de vitalidade adicional Escoriado em todas as formas, que se mantém independe de quaisquer bônus extras como Corpo Grande ou uso e Dons.


Fraqueza tribal:Intolerância

Nenhum Cria é incentivado a comprometer seus ideais. A constante ênfase da tribo em lutar uma batalha sem fim e não demonstrar fraqueza tende a criar um ponto de vista intolerante. Todo Cria tem algo em particular que despreza algo que ele não pode suportar. Quando confrontado com esse estímulo, ele não será capaz de suportar a sua simples presença e fará qualquer coisa para se livrar daquilo que o incomoda. O jogador pode ou escolher uma Intolerância específica para seu personagem (com a aprovação do Narrador) ou escolher uma das listadas abaixo. Criaturas da Wyrm não podem ser escolhidas – são esperados de todos os Garou, em especial os Fenris, que eles não tolerem a Wyrm.

Covardia – Você odeia covardia em todas as suas formas, seja o medo do derramamento de sangue ou medo de tomar o controle em situações sociais. Qualquer um da sua matilha que demonstrar covardia deve responder a você. Se a situação se inverter, e você entrar em um Frenesi Raposa, você se consumirá em uma aversão tão grande a si mesmo que passará a enfrentar riscos desnecessários para amenizar seu momento de fraqueza.

Acordo – Você vê os acordos como nada mais do que uma clara submissão. Fazer um acordo é como se render e você zomba daqueles que utilizam tais táticas. Você se recusa a comprometer algo em que acredita; se um líder força-o a fazê-lo, então é justo que seja feito, mas isso não demonstra ser uma boa qualidade no julgamento de seu líder.

Animais Pequenos – Respeitará Aqueles Inferiores A Ti? Dificilmente! Em sua opinião, essa é uma lei infeliz da Litania. Você defende criaturas abaixo de você por que esse é o seu dever, mas esses desgraçados – o que inclui humanos e lobos – não merecem nem um pouco de respeito. Um insulto grave de um humano é o suficiente para te levar ao frenesi.

Fraqueza – Você odeia a fraqueza física ou moral nos outros, desdenhando daqueles que considera fraco e recusando a tolerar tais características em você mesmo. Isso leva você a ser um pouco impiedoso – aqueles que precisam de misericórdia, na sua cabeça, não a merecem.

Coisas da Weaver – Você está convencido deque a Weaver é o grande inimigo e recusa-se a permitir muitas coisas dela o seu redor – especialmente tecnologia. Você despreza em especial os Andarilhos do Asfalto e todos os urrah. Armas mais complicadas que arcos e espadas não são do seu interesse; e o mesmo vale para outros itens tecnológicos, particularmente itens luxuosos.


Físico: As formas lupinas da maioria dos Garou parecem grandes lobos cinzentos nórdicos, de constituição avantajada e mandíbulas grandes. É comum que sua pelugem possua pintas negras e marrons, embora alguns Garou supremacistas considerem sinal de sangue mestiço qualquer coisa que não um cinza puro. Os Crias de Fenris derivam inteiramente de rebanhos nórdicos, embora algumas seitas possam aceitar membros de outros grupos étnicos, se acreditarem que os estrangeiros sejam merecedores. A maioria dos Crias possui alguma cicatriz de batalha; muitos se marcam ou esculpem runas permanentes em suas peles durantes rituais ardorosos.

Território: Os Crias são originários da Europa setentrional, mas se espalharam pelo mundo inteiro. Eles tendem a se estabelecer em áreas rurais próximas às casas de seus Parentes.
Muitos Crias delimitam territórios de matilhas ancestrais e os defendem durante gerações.

Protetorado: Os Crias vêem a si mesmos como as garras de Gaia; eles costumam sacrificar humanos sem valor em nome da Deusa, mas são muito orgulhosos de seus Parentes, os quais protegem ferrenhamente. Qualquer manifestação da Wyrm deve ser combatida, e qualquer lugar que não seja guardado muito fortemente está sujeito à proteção da Cria. A tribo tem a má fama de atacar outros caern tribais para protegê-los da corrupção.

Citação: Você é um inimigo de valor! Providenciarei um réquiem em sua honra e vestirei sua pele com orgulho!


Campos Tribais

• Presas de Garm: O mais diplomático dos Fenrir, um campo devotado a formar alianças entre as outras tribos.

• Glorioso Punho de Wotan: Um campo de lupinos com um desgosto pela humanidade a la Garras Vermelhas.

• Mão de Tyr: Discutivelmente o mais fanático, mais impiedoso e mais selvagem campo dos Garou que já existiu, a Mão é o equivalente Garou para os especialistas em “operações negras” da Nação Garou.

• Trovão de Mjolnir: Fanáticos isolados que sacrificaram todos os laços com o mundo a sua volta para melhor fazer sua guerra.

• Espadas de Heimdall: Uma seita quase destruída de racistas.

• Valquírias de Freya: Guerreiras veteranas eativistas feministas dentro dos Crias.
avatar
The Grand Wizard [Passo]
Admin
Admin

Mensagens : 1891
Data de inscrição : 24/12/2010
Idade : 26
Localização : Pra lá de Além Paraiba

Ver perfil do usuário http://lobisomemoapocalipse.livreforum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum